[Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Phantom em Ter 8 Fev 2011 - 0:14

Como as outras quests precisam de um fim e sem meu PC, fica dificil fazer, vamos começar pelo mais facil.

A idéia é... não tem idéia. Sério, eu juro. Não vou revelar nada, apenas vou deixá-los seguir a consciência.

Ups, mas, precisamos de uma introdução, então... Vamos ver... Já sei!!

Ocupados com suas vidas, vocês nem notavam o tempo passar. E, quando notavam, percebiam o quanto tinham evoluidos e se tornados fortes. Porém, subitamente, cada um de vocês aparecem em uma sala escura e sozinhos, completamente sozinhos.

Quando se dão conta, havia um papel na mão de vocês. Devido a escuridão, vocês não podiam ler o que havia no papel.

Agora cabem a vocês fazerem uma introdução que respeite a descrição. Resumindo, vocês estão cuidando de suas vidas quando se dão conta que estão em um lugar completamente escuro, sozinhos (Entendam, cada um tá numa sala diferente, não estão todos na mesma sala) e com um papel na mão. Nas introduções, serei bem tolerante, podem fazer qualquer ação... Porém, irei avalia-las. Sem surrealidades, please.

Numero maximo de players: 6 (Povo das minhas outras quests tem prioridade)

Atenção: Alto risco de ocorrer PVP! (Mas, vocês não serão obrigados a lutar)
avatar
Phantom
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Tohlee em Ter 8 Fev 2011 - 0:29

E, quando notavam, percebiam o quanto tinham evoluido e se tornados fortes.
.... Ou não.

No caso de Alygül Shaddai, mais conhecida como Phi, Liz, ou simplesmente montrinha, sua mente infantil estava muito ocupada com coisas muito importantes...

Descobrir para o que servia aquela coisa macia, colorida e fedorenta. Ela cheirava, apertava, cutucava, até que o derradeiro momento chegou: Na fé e na coragem, Alygül colocou tudo na boca. E tudo ficou escuro.


....Alguém pelo amor de deus ensina essa garota a não colocar cogumelos na boca?!?

-X-X-X-X-X-X-X-

Parecia que Alygül havia piscado de um jeito mais demorado.Num momento, sua boca estava estranha com aquele cogumelo. Em outro, estava no escuro...

Phi...Phiiiiiiiiiiiiiiiiiiii?!?

Alygül não entendeu. Olhou para os lados, e bateu as asas de leve, usando seu radar. Não enxergava. E alygül não gostava do escuro. E nem haviam vagalumes para iluminar o local.

Se pos de pé, e percebeu que havia algo na sua mão. Era fino, fazia um som engraçado. Ela estava confusa.

Engoliu. Não tinha gosto....

Voltou a sua missão tão logo sua curiosidade....alimentícia fora saciada. Tentou andar no escuro, o que resultou num caminhar engraçado, atrapalhado, com as mãos para frente, e Alygül soltando vários silvos. Usava o radar para auxiliar.

Tohlee
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Nekuro em Ter 8 Fev 2011 - 1:21

Ocupados com suas vidas, vocês nem notavam o tempo passar. E, quando notavam, percebiam o quanto tinham evoluidos e se tornados fortes...

Pois é...Cuidar de sua vida sim, mas evoluir? Não. Kiel estava correndo de três marmanjos bombados, depois de um pequeno evento em um bar envolvendo poções, bebidas e desastre...Nada que deva ser dito mais detalhes...Tá, deve sim.

Bar aleatório...

-Aha! Exatamentee!

Papel com receita anotada, um bêbado ditando o procedimento e ingredientes.

-Innnnntão...Cê buta *hic* o bagui briante'marelo nu *hic* copo cum o negócio quente...Dai vucê...

E então ele vai fazendo tudo conforme o bêbado vai dizendo, apesar dele também não saber exatamente o que está descrito...Resultado final? Explosão e incêndio. Uma reação esquisita é feita, fazendo Kiel largar o frasco, que cai no chão e funciona como um mini-napalm. Ele olha para os lados e sai correndo do bar, assim como todo mundo, inclusive alguns arrastando os bebuns. E os seguranças vão atrás do rapaz, iniciando o evento...

-Eu juro que não é culpa minhaaaaaaa!!!

Marmanjo I: Ah muleque! Vou te amassar feito massa de bolo!

-Mas! Mas! O que eu tenho haver com bolos?!

É uma longa maratona pela sobrevivência, pulando e desviando de obstáculos...Invadindo casas e pulando por janelas...Derrubando barracas e crianças pelo caminho...E assim chegam ao destino final.

Kiel chega em uma ponte em reformas, onde havia um buraco por onde não dava para passar, onde provavelmente viraria bolo, como o homem havia dito...Mas na verdade não era bem isso, só que não vem ao caso. Ele se vira para os três...Na verdade dois pois o terceiro não cabia junto com os outros dois por causa da largura do local.


-Marmanjo II: Vai começando a pedir para o criador te aceitar lá porque logo você vai estar batendo no portão!

-Eu vou virar criado de alguém?

Dizia Kiel, surpreso e com os olhos arregalados...

-Marmanjo I: Tu é burro muleque?

-Não, sou um humano...Seu desprovido de inteligência...

E ele dizia isso na pura inocência, sem ironia nem sarcasmo, jurando que era o sentido literal...Mas ele não sabia o que era literal...Nem o que era ironia e sarcasmo...

-Marmanjo I: Garoto, teu c# não será perdoado!!! RÁAAAA!!!

Os dois/três partem em sua direção, óbviamente ameaçando o objeto ou animal de estimação de nome c# em posse de Kiel, o que ele tinha certeza de não estar em sua posse. Queria resolver o mal entendido, então gritou:

Mas...Eu não tenho a posse de um c#!!! O que ele fez para vocês?!

Vendo que por algum motivo isso irritou ainda mais os homens, ele se preparou e partiu na direção deles. Ele lutaria por sua vida e pelo pobre c#, que estava em algum lugar do mundo correndo risco de vida. Iria começar uma luta épica, onde um rapaz enfrentaria três homens que davam uns três dele...

Estavam se aproximando...

Iriam se chocar em um imenso combate de proporções lendárias...

...

...Kiel escorrega, cai no chão e rola para fora da ponte...Onde cai de cara no rio...Que o leva para uma floresta...Onde ele sai do rio. Estava à salvo, molhado mas a salvo.


-AHA! Escapei de virar um bolo...Mas não poderei salvar o pobre c# da ameaça daqueles três...Espero que, seja onde ele estiver...E de quem seja...Ele fique bem...Que seu dono ou dona aguente a agressão contra seu c#...

Ele dá três passos e cai de cara no chão...Pois afinal...ELE CORREU UMA MARATONA, CAIU DE UMA PONTE E FOI ARRASTADO POR UM MALDITO RIO. Assim que acorda de seu descanso forçado, ele se levanta em um ambiente escuro, com alguma coisa em suas mãos...Ou era alguma coisa porque, seja lá o que for, estava levemente se desmanchando por causa de suas mãos molhadas...E se fosse um maldito bilhete...

-Espero que isso não seja um daqueles papéis com marcas esquisitas...Espero que não seja importante...Porque está se desfazendo...Mas tem um problema...eu não sei ler! Hehehehehe~

Ele da um enorme sorriso e dá risada como se a situação acontecesse todo dia...Depois disso Kiel guarda o que sobrou do papel no bolso, coitado do resto do papel, e começou a caminhar em uma direção ao nada, procurando alguma coisa por ali...Só não sabia o que ele estava procurando.
avatar
Nekuro
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Insanity em Qui 10 Fev 2011 - 18:19

Ocupados com suas vidas, vocês nem notavam o tempo passar. E, quando notavam, percebiam o quanto tinham evoluidos e se tornados fortes.

Cuidar da via claro que sim, mas evoluir? Ainda não. A mesma estava sentada em uma mesa de uma taverna, ela se empanturrava de tanto comer, quem olha-se parecia que ela não comia a dias, mais ela havia comido pela manha tanto quanto estava comendo agora, mais tinha medo de sair em alguma aventura e sair de barriga vazia então se empanturrava sempre que podia ou quando tinha dinheiro, mais as vezes se empanturrava sem ter dinheiro pra isso, mais dessa vez deveria ter algum dinheiro. “Porra, que pernil bom” A mesma pensava isso sem parar as vezes esquecendo de respirar, e ficando entalada e logo bebia quase um jarro inteiro de água. Logo chegava a conta e a mesma punha a mão no bolso para pegar o dinheiro e logo percebia um furo no mesmo, e logo se levantava devagar e pegava um pernil ainda inteiro com a mão, e seu porrete na outra, e logo ia em direção a porta da taverna e logo escuta.

- Onde pensa que vai sem pagar!!? – Grita o taverneiro para a jovem.

Logo escutando o grito a mesma começava a correr o máximo que podia sem parar de comer o pernil que estava em sua mão, quando estava o mais longe possível da taverna a mesma começa a andar mais devagar e com sua curiosidade a olhar as coisas que eram vendidas mais de perto, mais mesmo assim segue andando sem olhar para frente olhando somente para os lados para ter certeza que ia ver tudo que tinha ali, logo a após andar algum tempo já não via mais nada, então a mesma volto a cabeça para frete ao longe e viu algo brilhante pendurado em uma arvore, logo jogava o osso do pernil no chão e corria em direção a arvore quando chegava perto da mesma o chão cedia e a mesma pensava “Puta merda, uma droga de uma armadilha”, após algum tempo apagada a mesma despertou não conseguia enxergar nada, deveria estar em alguma sala escura, em sua mão tinha um papel, mais não conseguia ver o que estava escrito no mesmo, então a mesma guarda o papel no bolso de sua calça dessa vez o outro em vez do furado, e logo vendo que tinha guardado o dinheiro no bolso errado, logo a ela respirava fundo e começava a gritar furiosamente, enquanto girava o porrete em todas as direções enquanto tentava acertar algo no meio daquela escuridão

- Onde eu to e que porra de lugar e esse!? – Centenas de xingamentos saiam da boca da garota, era como uma cachoeira de xingamentos sem limite, algum tempo depois a mesma se cansou de girar com o porrete e também não sabia se aquilo não devia ta levando a lugar algum. –

A mesma logo se sentava no chão e sentia-a se afundar um pouco mais não muito, e levava a mão ao bolso onde pegava o papel novamente, e tentava le-ló seus olhos já deveriam ter se acostumado com a escuridão, mais mesmo assim não conseguia ver nada naquele bendito papel, logo deitou-se no chão e esperou algo acontecer enquanto cantarolava, uma musica bastante irritante.
[quote]
avatar
Insanity
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Klaus em Dom 20 Fev 2011 - 15:06

Ocupados com suas vidas, vocês nem notavam o tempo passar. E, quando notavam, percebiam o quanto tinham evoluidos e se tornados fortes.

Pois é, já aconteceu muita coisa comigo, não que eu me sinta preparado para confrontar tudo e a todos porem cada dia que se passou aprendi novas coisas e pessoas diferentes, geralmente todas com um cotidiano a seguir e objetivos a realizar, meu objetivo agora era encontrar aquele que pois sua semente em minha mãe humana, porem procurar um dragão negro não é uma tarefa fácil, geralmente eles se encontram perto do Castelo Negro e em pântanos, porem o comportamento deles é o que me preocupa, talvez seja por esse motivo que estou suando frio aqui no Pântano Sombrio, realmente o lugar faz jus ao nome não é um lugar muito bonito de se visitar para passar as ferias.

Já estava lá fazia três dias, e nenhum sinal de dragões negros, o único dragão que via era Andrus e nem negro ele era, este que por sua vez estava começando a ficar entediado, pois aquele ambiente não lhe era agradável, talvez pelo fato de estar em "território inimigo" sentia que ele não estava bem, porem ele continuava em silêncio. De repente ouvi um barulho vindo do norte e em seguida uma forte ventania.

-Andrus fique junto, acho que estamos próximos a um ninho de dragão.
-Grrr certo, pai vamos acabar logo com essa busca, esse lugar não esta me fazendo bem.
-Ok, quanto mais rápido acharmos um dragão para lhe interrogar mais rápido iremos embora.


Falei como se aquilo fosse uma tarefa fácil, mas na verdade não seria, mesmo eu tento uma grande resistência as trevas dragões negros não costumam ser muito amigáveis com estrangeiros, ainda mais aqueles que tem "cheiro" de dragão aquilo seria perigoso mesmo eu tendo passado por vários desafios, aquele era de longe o mais difícil que iria encarar em todos esses anos.

Evitei ao máximo a mesma direção do vento para não delatar minha posição, um erro e todo o plano que elaborei iria para o espaço, porem algo ocorreu que eu não esperava, do nada apareci em uma sala escura e por um instante não senti Andrus em meu ombro.

"Mas o que esta acontecendo? Isso não é magia...ou é?"

-Andrus onde esta você? - Assim que perguntei senti um par de patas na minha cabeça que sumiu e depois senti em meu ombro.
-Estou aqui pai Grrr.
-A menos mal, agora gostaria de saber, aonde fomos parar.
- depois que minha preocupação deixou de lado Andrus, senti que tinha algo na minha mão, perecia uma folha de papel porem se tinha algo escrito nela não dava para saber, pois estava muito escuro.

"Saco preciso de luz...espera um instante."

Troquei o papel de mão, peguei a corrente de meu braço direito e com um pouco de concentração a ponta da corrente tomou a forma de um candelabro porem sem a vela depois me concentrei novamente para imbuir meu corpo com o poder do fogo e direcionei boa parte daquela energia para o suposto candelabro para que uma pequena chama surgisse e pudesse além de iluminar a sala ver o que era aquele papel. Não sei se isso iria funcionar era a primeira vez que tentava concentrar minha energia desse jeito.
avatar
Klaus
Lenda
Lenda


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Inscrições fechadas][Retorno! Nasce um heroi...]

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum