Estrada - Kannin & Pejite

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por GM Nuke em Dom 16 Jan 2011 - 23:59

@ Sta. Raiza & Nightmare

Quando Raiza aproximou-se do garoto e este pôde vela melhor, seus olhos se arregalaram na hora enquanto fitavam seu belo e reluzente corpo olhando em seguida para para o corpo semi nu de Laylla.


Minha nossa! Ou eu sou um tremendo de um sortudo, ou um tremendo de um azarado.

Disse ele fazendo uma expressão engraçada com o rosto e abrindo um sorriso. Foi nesse momento que Laylla começou a falar.

Não ia conseguir me vencer nem se eu estivesse com as quatro patas amarradas e os olhos vendados, pirralho.

Bem provável, além disso estou fraco e machucado.

Respondeu o guerreiro sem olhar para a garota enquanto tratava de seus ferimentos.

Deveria estar morrendo de medo, sabia? Não parado ai com essa cara de tonto. Sou um monstro sanguinário que, por sua causa, ainda esta com a barriga vazia e muita energia pra gastar.

Nossa! Você acabou de devorar um homem inteiro lá atrás e ainda quer mais? É muita sorte a minha eu não estar ai dentro fazendo compania a ele.

Respondeu mais uma vez o guerreiro, dessa vez olhando para Laylla com uma expressão de espanto. Foi nesse momento que ela se aproximou e falou colocando o dedo em sua testa.

Fique com medo, e eu talvez pense na possível possibilidade de te deixar sair vivo, entendeu?

Tesc! Quem disse que não tenho medo de você? Eu tenho medo sim, mas ao contrário de uma pessoa normal, eu sou um guerreiro treinado para controlar meu medo e tornar ele a força motora que me impele a lutar para viver.

Como dizia meu mestre, Nayruni, um homem verdadeiramente corajoso não é aquele que enfrenta desafios dos quais não tem medo, mas sim aquele que enfrenta desafios que o fazem gelar até a alma.

Apenas estou tomando a liberdade de me cuidar porque se você me quisese morto provavelmente ja teria feito isso e eu estaria agora sendo vítima dos processos digestivos de seu corpo.


Falou encarando Laylla nos olhos, ela podia sim ainda ver o medo dentro dele, mas era um medo controlado. Então virando a cabeça e olhando para Raiza o guerreiro falou novamente.

E você? Quer que eu tenha medo de ti também? Também deseja o meu mal?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Seg 17 Jan 2011 - 0:42

@DM NUKE


Mais próxima dos dois, percebo que posso abaixar a
guarda, pois pelo que parece não haveria mais conflitos.



(BARULHO DO VENTO)


Ao me expor na claridade da luz, uma corrente de vento
passa por nós fazendo com que meu cabelo praticamente flutua-se, como se
estivesse em uma lagoa, esse acontecimento fez com que o jovem falasse algo que
para mim pareceu um elogio:



Minha nossa! Ou eu sou um tremendo de um sortudo, ou um
tremendo de um azarado.



Elogio feito para mim e para a besta, que agora estava
mais para bela!



Sem falar nada, um leve sorriso surgiu em meu rosto, involuntário,
mas visível..Afinal qual a dama que não gosta de receber elogios, ainda mais de
um jovem com o porte físico que ele tinha.



Escutando apenas, nada mais observo atentamente a
conversa entre os dois, que dizer a besta bela, preocupava-se mais em por medo
no jovem guerreiro do que ter uma conversa amigável.



Enquanto os 2 conversavam com um ar de deboche, eu aproveitava
para analisar o lugar, achando algum meio de escapar caso aja necessidade,
claro isso sem que os dois percebesse, o assunta não me interessava muito, já
que os dois apenas trocavam alfinetas, decidi então olhar para o céu que
continuava muito estrelado e a lua cheia mal aparecia, tapada pela única nuvem
que eu via.



Fora ai que o jovem falou:


E você? Quer que eu tenha medo de ti também? Também deseja
o meu mal?



Com o rosto virado para cima direcionei meus olhos vermelhos
para o jovem, com um sorriso também de deboche, virei meu rosto para ele e
falei:



“-Não, quero respostas!”


Dito isso virei meu corpo e fiquei de frente para a besta
bela, esperando que a mesma falasse algo ou fizesse.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Seg 17 Jan 2011 - 0:47

.

@ GM Nuke



Depois de lançar um rápido olhar indignado para a suposta elfa — que, aliás, havia notado sua presença ali apenas agora — voltou-se para o garoto, ouvindo seu comentário e, em seguida sua resposta. — Logo, ergueu-se novamente e afastou-se alguns centímetros, soltando um muxoxo desanimado antes de respondê-lo.


— Nossa! Você acabou de devorar um homem inteiro lá atrás e ainda quer mais? É muita sorte a minha eu não estar ai dentro fazendo compania a ele.

Por acaso você é cego ou o que? Viu o tamanho do monstro em que me transformo e a velocidade que posso correr? Acredite, se passasse por isso e gastasse toda a energia que gasto com essa brincadeira, também iria querer jantar muito mais do que um magrelo corpo qualquer.


Laylla então se virou de costas para o garoto, passando pela elfa e indo até uma arvore próxima a ela. — No entanto, ao invés de continuar andando, parou um pouco antes de chegar até ela, voltando pelo mesmo caminho que havia feito e repetindo o mesmo processo mais algumas vezes, pensativa. — Apenas parou por um mero segundo, assim que ouviu o guerreiro falar novamente. — Mas desta vez, não respondeu. Apenas voltou a andar de um lado para o outro, ainda mais pensativa que antes.

Laylla parecia não mais prestar atenção nos dois seres que estavam ali com ela, ignorando-os completamente enquanto andava para lá e para cá. — No que pensava? — Apenas na única coisa que havia se esquecido, desde o momento em que se transformara e saíra para caçar: Diamond.

Sua mascote provavelmente ainda estaria dormindo serenamente no esconderijo que havia arrumado para ela, junto ao resto de seus pertences. — No entanto, havia prometido levar algumas frutinhas para a pequena raposa quando voltasse. — Mas até agora, mesmo durante todas aquelas horas de corria, não havia encontrado uma única arvore frutífera sequer, nem mesmo algumas folhas de que ela gostasse.

Preocupada, a garota então lembrou-se da existência de outras pessoas ali e, cortando qualquer assunto que pudesse estar rolando, disse:

Algum de vocês sabe onde posso encontrar algumas frutas por aqui? — E virou-se para a elfa, de um modo estranhamente educado. — Elfa, você deve conhecer a região. Sabe responder a minha pergunta? Por favor, diga que sim! — E, de um modo quase que choroso, fitava a loira a sua frente, esperançosa.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por GM Nuke em Ter 18 Jan 2011 - 9:01

@ Sta. Raiza & Nightmare

Vendo a reação das duas beldades que lhe faziam compania naquela noite estranha, o guerreiro parou por um momento estupefato, até que finalmente levantou-se.

-- Saudações senhoritas. Me chamo Aldarion, Aldarion Ironshield, O Discípulo da Lâmina e sou um humilde escravo de suas vontades.

Apresentou-se o guerreiro incomum ao mesmo tempo em que colocava seu punho direito fechado sobre seu peito esquerdo curvando levemento seu corpo em sinal de reverência.

-- Gostaria de saber quais duvidas vocês possuem. Ah, e senhorita, você de cabelos brancos, venha comigo, vamos voltar a clareira onde eu estava acampado, deixei cair meus mantimentos lá. Se você procura frutas posso te ajudar, aqueles mantimentos não são muito saborosos mas acho que as frutas secas são melhor do que nada.

Depois de falar o guerreiro simplesmente abaixou-se recolhendo sua armadura suja de sangue para logo em seguida vestir-se com ela voltando a esconder seu físico poderoso. Em seguida ele pegou sua mochila e colocou sua enorme espada nas costas novamente como fizera antes, a arma era tão grande que era preciso deixá-la inclinada na diagonal e com grande parte do cabo sobrando por cima, porque só assim era possível prende-la as costas.

Sem esperar uma resposta das duas belíssimas moças, o jovem e destemido guerreiro marchou até onde estava acampado com a clara intenção de recuperar seus mantimentos.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Ter 18 Jan 2011 - 9:59

@GM NUKE


Frente para a besta bela recebo um olhar fatal, como se me comece
com os olhos , não expresso reação alguma ao olhar da besta bela.


Vendo a besta bela falar com o jovem, percebo que ela tem consciência
que se transforma em uma besta e pelos dizeres da mesma, percebo que a algo
errado, pois ela começa a andar de um lado para o outro, pensativo e com expreções
preocupadas nos olhos ela praticamente grita :


Algum de vocês sabe onde posso
encontrar algumas frutas por aqui?


Virando-se para mim com um olhar meigo e sem maldade, porém
muito falso, pois de meiga e sem maldade ela não tinha nada pelo que vi até
então.


“-Elfa, você deve conhecer a região.
Sabe responder a minha pergunta? Por favor, diga que sim!


Fitando-me com olhos quase que lacrimejantes, pensei:


“-Por que alguém que acaba de devorar um homem inteiro, quer
frutas, provavelmente não seria para ela!?”



Com um pouco de ironia no soar de minhas palavras respondi:


-Por que, não vai me dizer que ainda esta com fome? Acabaste
de comer uma quantia que eu levaria mais de mês para comer..


Pensando na possibilidade de ela me dizer por que queria frutas.


(...)


Seguido de um levante do jovem que falara:


“-- Saudações senhoritas. Me chamo Aldarion, Aldarion Ironshield, O Discípulo da Lâmina e sou um humilde escravo de suas vontades.”


(PENSAMENTO)


“- Gostei da parte do escravo!”


Olhando diretamente para seu corpo escultural.


Tive parte das minhas perguntas respondidas, pois agora pude
entender o porquê do jovem não ter cortado um homem ao meio e decapitado o
outro e também de não fugir... E ainda a incrível velocidade dele com a espada
que por sua vês era maior que ele mesmo.


Fazendo um cortejo para mim e para a besta bela, falou
novamente:


“Gostaria
de saber quais duvidas vocês possuem. Ah, e senhorita, você de cabelos brancos,
venha comigo, vamos voltar a clareira onde eu estava acampado, deixei cair meus
mantimentos lá. Se você procura frutas posso te ajudar, aqueles mantimentos não
são muito saborosos mas acho que as frutas secas são melhor do que nada.”


Sem perguntas ao mesmo, sabendo que não era comigo que tinha
falado, sigo logo atrás dele, fitando seu corpo, já com armadura, mas mesmo
assim vidrada, dou uma olhada para trás digo e pergunto:


“-Venha, não queria algo para comer? Aliais quem é você?”
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Qua 19 Jan 2011 - 16:44

.

@ GM Nuke / @ Sta. Raiza


Ao ouvir a pergunta quase que insolente da elfa, Laylla simplesmente a ignorou, contentando-se em lançar apenas mais um olhar indignado para ela, seguido de um muxoxo cansado. — Tentava dar um sutil aviso, de que sua paciência não era eterna. — E que, mesmo nunca tendo motivos para não gostar de elfos, não significava que não mataria algum deles caso fosse preciso. — Voltava sua atenção ao guerreiro logo em seguida, assim que ouviu ele falar novamente.

-- Saudações senhoritas. Me chamo Aldarion, Aldarion Ironshield, O Discípulo da Lâmina e sou um humilde escravo de suas vontades.

E ele abaixou-se em uma cortês reverencia, a qual fez com que Laylla abrisse um sorriso amigável, sutilmente irônico e ao mesmo tempo risonho, já que não esperava por tal cordialidade vinda daquele humano. — Muito menos em uma situação como aquela.


-- Gostaria de saber quais duvidas vocês possuem. Ah, e senhorita, você de cabelos brancos, venha comigo, vamos voltar a clareira onde eu estava acampado, deixei cair meus mantimentos lá. Se você procura frutas posso te ajudar, aqueles mantimentos não são muito saborosos mas acho que as frutas secas são melhor do que nada.

Assim que ouviu isso, a predadora não pode deixar de animar-se. — Afinal, mesmo não sendo exatamente frutas frescas que ele levava, seriam o suficiente para fazer a alegria de Diamond, que comia qualquer coisa frutífera, desde que não tivesse nem o mínimo vestígio de carne.

Frutas secas vão servir, obrigada pirralho. — E, entortando levemente o nariz por ter dito aquela palavra, “obrigada”, voltou-se para olhar a loira, aproveitando a oportunidade para responder também sua ultima pergunta. — Elas não são para mim, se quer tanto saber. Não como frutas, legumes ou coisas do gênero. Sou carnívora. Car-ní-vo-ra!

Dito isso, dando uma ênfase especial a ultima palavra, Laylla observou o guerreiro passar por entre as arvores, seguindo na direção de retorno a clareira. — Também não demorou-se muito parada ali, adiantando-se para segui-lo, e parando ao lado da loira por um breve momento, para responde-la novamente.

Pode me chamar de Laylla, e agradecer por ter tido tempo de conhecer meu nome. Sabe como é, as pessoas geralmente morrem antes de conseguirem perguntar isso. — E, deixando aquela frase em um evidente tom de ameaça, ela sorriu novamente para e elfa, dando uma piscadela antes de continuar andando, seguindo pelo mesmo caminho que o guerreiro.

avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por GM Nuke em Qua 19 Jan 2011 - 22:28

@ Nightmare & Sta. Raiza

Agora que Aldarion havia tratado de seus ferimentos e Laylla havia assumido sua forma humana as coisas estavam bem menos tensas, principalmente porque a assassina havia adotado a postura de se manter agressiva apenas com palavras.

Mas tanto Aldarion quanto Raiza não ousavam testar a veracidade dessas provocações, na verdade por parte do espadachim ele parecia extremamente indiferente a isso, Laylla podia sentir que ele a respeitava e até certo ponto a temia, mas sabia também que palavras não o intimidariam.

O jovem espadachim ao ouvir a pergunta da bela ninfa simplesmente se colocou a responder.


-- O meu nome você já sabe, e sobre comer algo, bem, agora que nada mais me ameaça, pelo menos não de forma tão agressiva, eu posso voltar e recolher minhas provisões.
Com licença senhorita, se quiser fique a vontade para nos seguir.


Assim que terminou de falar Aldarion colocou-se a caminhar sumindo rapidamente no meio do mato, Laylla por sua vez, após lançar uma pequena provocação a "elfa", logo fez o mesmo desaparecendo na mesma direção que o garoto seguira.

Depois de alguns momentos andando, não mais do que uma dupla de minutos, Laylla e Aldarion chegaram a clareira onde outrora a carnificina ocorrera. Aldarion olhou ao redor fazendo um breve reconhecimento do local e parou seus olhos em cima de um amontoado de ossos e tripas frescas misturados com pedaços de uma armadura destruída, todos os outros tecidos haviam desaparecido, músculos, olhos, quase todos os orgãos exceto o intestino haviam sumido.


-- Mas pelas barbas do profeta!?

Exclamou Aldarion erguendo as sombrancelhas para logo em seguida olhar para Laylla com uma expressão de assombro, esta sorriu para ele exibindo todos os dentes enquanto fazia pose de inocente com seu corpinho sensual e semi nu.

Passado o espanto o guerreiro virou seus olhos para o chão no lugar onde havia perdido suas provisões, agachou-se e as recolheu, logo em seguida ele jogou um pacote para Laylla e essa rapidamente o pegou no ar.


-- Ai estão as frutas secas que prometi, existe quantidade ai para nutrir um homem por um dia, seja quem quer que você vá alimentar deverão servir bem. Bom senhorita agora se não se importa... Nossos caminhos se separam aqui, no mesmo lugar que nos encontramos.

Adeus.


Depois de dizer isso Aldarion apenas virou-se sem esperar nenhuma resposta de quem o ouvia, seja ela vinda de Laylla ou possivelmente de Raiza. Assim que se aproximou da borda da clareira ele sacou um facão de sua cinura e passou a abrir seu próprio caminho pelo mato, não demorou muito até que ele desaparecesse completamente de forma aque apenas seus curtos golpes no mato pudesem ser ouvidos. Passados mais alguns segundos nem isso podia mais ser ouvido, Aldarion havia seguido seu próprio caminho.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Qua 19 Jan 2011 - 23:18

@GM NUKE, @ Nightmare

Recebi um olhar, o mesmo de antes, mas de seguido de uma expreção, que não consiguira identificar.

(Pensamento)

"Melhor parar por qui, pois não quero ver ela se transformar na besta novamente."

Com a resposta do espadachin, de aonde encontrar frutas, veio um soriso alegre da besta fera, um soriso verdadeiro e nada ironico.

Eu acompanhando o jovem, percebo que ela chega ao meu lado e fala, respondendo a minha pergunta de uma forma um tanto irreverente:

"— Pode me chamar de Laylla, e agradecer por ter tido
tempo de conhecer meu nome. Sabe como é, as pessoas geralmente morrem
antes de conseguirem perguntar isso.
"

Dito isso de uma forma que exalava inpanciência, mais uma ves reforcei minha ideia de para por a qui.

Chegando no acampamento, o jovem recolherá a ração e jogara a Laylla, seguido de uma frase:

"
Ai estão as frutas secas que
prometi, existe quantidade ai para nutrir um homem por um dia, seja quem
quer que você vá alimentar deverão servir bem. Bom senhorita agora se
não se importa... Nossos caminhos se separam aqui, no mesmo lugar que
nos encontramos.

Adeus.
"

Vendo o jovem ir embora, eu já não tenho mais perguntas sobre com ele..
Mas com Laylla, tinha varias e então comecei meio que na defensiva e sem deboche como da ultima ves:

"
Minha "adoravel" Laylla, sem querer ofender, e tirar sua paciência, mas será que poderia me responder algumas perguntas?
"
tongue
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Qui 20 Jan 2011 - 2:51

.

@ GM Nuke / @ Sta. Raiza


Assim que pegou o pacote de mantimentos no ar, com uma agilidade naturalmente espantosa, Laylla desamarrou no mesmo instante o pedaço de cordão que o fechava, checando se tudo estava como deveria estar. — Havia um pequeno punhado de diversas frutas secas, aparentemente nada saborosas, suficientes para alimentar a pequena Diamond por algum tempo. — Depois, é claro, Laylla procuraria algo um pouco mais... Fresco, para dar a raposa. — Mas, por hora, seria apenas aquilo.

Logo que terminou de fazer a checagem, Laylla ergueu a cabeça para procurar com os olhos o guerreiro que, logo depois de despedir-se rapidamente, entrava floresta a dentro, seguindo seu caminho. — Sem mais nada dizer, a garota simplesmente virou-se com um sorrisinho amigável entre os lábios, no intuito de finalmente fazer o mesmo...

...No entanto, seus planos foram por agua a baixo, quando deu de cara com a elfa para à sua frente, mais uma vez e com mais perguntas.

Minha "adorável" Laylla, sem querer ofender, e tirar sua paciência, mas será que poderia me responder algumas perguntas?

Primeiro, já tirou minha paciência há algum tempo. — Disse ela em resposta, enquanto voltava a amarrar o saquinho de mantimentos. — Segundo, não use a palavra “adorável” quando se referir a mim. — E, voltando seus enormes olhos azuis para os da loira, continuou, em um tom evidentemente mais calmo. — Terceiro, sim, eu respondo suas perguntas, já que acho que não vai parar de me encher o saco se eu não fizer isso, não é? Mas vai ter que me seguir para longe desse lugar, antes de tudo. Não quero estar aqui quando esses corpos começarem a feder e, acredite, você também não.

Assim, sem sequer esperar uma resposta, muito menos que a loira tivesse tempo de decidir-se se a acompanharia ou não, Laylla seguiu em direção a uma das margens da clareira, passando facilmente pelas arvores e entrando floresta adentro.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por GM Nuke em Qui 20 Jan 2011 - 15:49

@ Sta. Raiza & Nightmare

OFF:
Spoiler:
Como as duas estão sozinhas por enquanto, podem postar uma para a outra e interagir entre si nesta ordem.

Sta. Raiza
Nightmare

Nesta ordem.

Divirtam-se.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Qui 20 Jan 2011 - 17:19

Ao "fuçar" a sacola ela me olha e responde:

Primeiro, já tirou minha paciência há algum tempo.

(Pensamento)

- Por que será que não estou surpresa com essa resposta?!

Respondendo isso ela volta a olhar para o saquinho e o amarra. Quando eu abria a boca para tentar argumentar ela mais uma ves falou:

Segundo, não use a palavra “adorável” quando se referir a mim.

(Pensamento)

Sim, vc quer que eu te chame de que? De animal!?
Twisted Evil

Vendo ela voltar seu olhos para mim fala novamente:

Terceiro, sim, eu respondo suas perguntas, já que acho
que não vai parar de me encher o saco se eu não fizer isso, não é? Mas
vai ter que me seguir para longe desse lugar, antes de tudo. Não quero
estar aqui quando esses corpos começarem a feder e, acredite, você
também não.


(Pensamento)


Pelo menos, vai me responder?! o/

Abri um sorizo timido e vendo ela entrar na mata, sigo ela caltelosamente e torcendo para que ela não se irrite comecei as perguntas...mas antes soltei um comentario baixo para mim mesma:

Já estou acostomada com isso... Embarassed

Bom enquanto entramos na mata para ir a algum lugar, comecei me apresentando:

Sou Sunshine, Riaza Sunshine e sou uma Ninfa.

Logo em seguida as perguntas:

Quem é você, ou melhor o que?--Por que matou akles homens e o Jovem não?--Por que não me matou?

Ao mesmo tempo que fasso as perguntas, caminho olhando para ela e com os ouvidos ao meu redor, atentos para alguma coisa, qualquer coisa que seja.

(PENSAMENTO)

Tomara que não se irrite! Suspect
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Ter 25 Jan 2011 - 16:19

.

@ Sta. Raiza



Laylla caminhava rapidamente, passando pelas arvores em uma velocidade um pouco acima da habitual. — Parecia estar com uma leve pressa, e nem sequer parava para perguntar se a “elfa” às suas costas estava conseguindo acompanhar ou não. — Apenas andava sem a mínima dificuldade por entre os arbustos e raízes espalhadas pelo chão, seguindo os rastros que outrora deixara ao passar por ali em sua forma monstruosa.

Foi então que, alguns minutos após deixar a clareira, se deu conta de que a garota falava mais alguma coisa.

“ Sou Sunshine, Raiza Sunshine e sou uma Ninfa.”
“ Quem é você, ou melhor o que?--Por que matou akles homens e o Jovem não?--Por que não me matou? “

Ouvindo isso, Laylla parou por um segundo, momentaneamente surpresa. — Afinal, havia errado ao imaginar qual seria a real raça da loira, confundindo-a com uma elfa, ao invés de pensar na possibilidade de ser uma ninfa. — São quase a mesma coisa mesmo, não é? Tem orelhas pontudas, esgueiram-se pela mata... Como eu iria adivinhar?! — Pensou ela, recusando-se mentalmente a admitir que tivesse cometido um erro.

Com essa ideia em mente, e forçando sem muita dificuldade uma expressão cinicamente impressionada, virou-se para Raiza. Logo, erguendo uma sobrancelha enquanto a encarava, disse, com o tom de voz mais debochado que pode:

Ahw, uma ninfa? Jura? Nem percebi, acredita? Sabe, com toda essa luz estranha saindo de você, quase pude jurar que era um Rougarou, ou um Gremlin talvez. Mas uma ninfa? Nunca!

E, depois do pequeno teatro extremamente debochado, Laylla revirou os olhos, rindo-se das próprias comparações. — Lançou um novo olhar descrente para Raiza, virando-se logo em seguir para continuar a caminhada e, sem muita animação, responder as perguntas que ela também havia feito.

Sou um licantropo, caso não tenha notado... Ou melhor, estou impressionada que não tenha notado. Sabe, geralmente quando alguém vê um monstro de quase dois metros e meio de altura se transformar em uma linda garotinha, sai correndo para pegar alguma estaca de prata e enfiar no coração dela o mais rápido possível, porque sabe o que isso significa. Já você, parou pra perguntar o que estava acontecendo. — E Laylla balançou a cabeça negativamente, rindo ao repassar mentalmente a situação, e a ingenuidade de Raiza. — Deveria tomar mais cuidado, sabia? Do jeito que parece ser fraca, eu poderia quebrar você em duas em um piscar de olhos. Só não fiz isso ainda porque... Na verdade, eu nem sei por que não te matei ainda.

E ela virou somente a cabeça para olhar para a ninfa novamente, avaliando como seria uma possível briga entre as duas. — No entanto, não se demorou muito naquilo. — Sabia qual seria o rápido resultado, então nem sequer perdeu tempo imaginando o massacre, coisa que geralmente fazia antes de enfrentar um inimigo mais forte.

Acho que não vale a pena, deve ser isso. — Continuou Laylla, balançando os ombros. — Gosto de presas maiores pra me divertir, bem maiores. Matei aquele homem na clareira porque estava com fome, mataria o pirralho pra me divertir. Mas sabe como é... O tiro saiu pela culatra, não imaginava que ele tentaria arrancar minha cabeça. Então achei melhor ver quanto a cabeça dele está valendo em ouro, para depois ir atrás, mas com a intenção de matar, não brincar. É isso.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Qua 26 Jan 2011 - 12:31

Ahw, uma ninfa? Jura? Nem percebi,
acredita? Sabe, com toda essa luz estranha saindo de você, quase pude jurar que
era um Rougarou, ou um Gremlin talvez. Mas uma ninfa? Nunca!





Falou a jovem caminhando um pouco rápido e com uma cara
debochada.


Olhando para ela consigo desviar dos galhos e pedaços de troncos
espalhados pelo caminho.


(PENSAMENTO)


-Eu não sou parecida com um Gremlin!! ¬¬


Andando mais um pouco pela mata e olhando a jovem de roupas
intimas, examinava ela dos pés a cabeça, foi quando ela falou:



Sou um licantropo, caso não tenha
notado... Ou melhor, estou impressionada que não tenha notado. Sabe, geralmente
quando alguém vê um monstro de quase dois metros e meio de altura se
transformar em uma linda garotinha, sai correndo para pegar alguma estaca de
prata e enfiar no coração dela o mais rápido possível, porque sabe o que isso
significa. Já você, parou pra perguntar o que estava acontecendo.

(PENSAMENTO)


- Faz sentido, eu até poderia ter feito isso se ela tivesse
me atacado!


Após meu pensamento ela falou novamente:


Deveria tomar mais cuidado, sabia?
Do jeito que parece ser fraca, eu poderia quebrar você em duas em um piscar de
olhos. Só não fiz isso ainda porque... Na verdade, eu nem sei por que não te
matei ainda.


(PENSAMENTO)


- Realmente poderia, mas ela não sabe que a mente vence o
corpo...


Falo isso olhando para o lado, com uma expreção triste no
rosto, quando olho para ela levo um susto...com um sorriso sarcástico no rosto
me olhava , rapidamente mas me olhou.


Acho que não vale a pena, deve ser
isso.



(PENSAMENTO)


-...


Gosto de presas maiores pra me
divertir, bem maiores. Matei aquele homem na clareira porque estava com fome,
mataria o pirralho pra me divertir. Mas sabe como é... O tiro saiu pela
culatra, não imaginava que ele tentaria arrancar minha cabeça. Então achei
melhor ver quanto a cabeça dele está valendo em ouro, para depois ir atrás, mas
com a intenção de matar, não brincar. É isso.


Falou após um movimento dos ombros.


Passando alguns momentos e eu pensando, resolvi falar...

-Não me pareceu nada disso que você falou, pois nós duas
sabemos que você poderia ter devorado ele quando o mesmo se sentou no galho de
árvore...se bem que seria um desperdício você comer ele.


Terminei de falar e chegamos na estrada, aonde eu parei e
olhei para o céu, por coincidência, parei no raio da luz produzida pela
lua..que passava entre as nuvens e atingira meu rosto.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Sex 28 Jan 2011 - 14:48

.


@ Sta Raiza.


-Não me pareceu nada disso que você falou, pois nós duas
sabemos que você poderia ter devorado ele quando o mesmo se sentou no galho de
árvore...se bem que seria um desperdício você comer ele.

- Realmente, seria desperdício devorar aquele pirralho. Sabe como é.. As vezes não aceitam corpos mutilados e parcialmente devorados quando pedem uma recompensa por alguém. Melhor verificar se querem ele vivo ou morto, pra só depois tomar uma decisão de em que estado levar ele até quem colocou o anuncio. — E Laylla soltou um muxoxo. — Fala sério.. Eu nem sei se realmente tem uma recompensa.

A garota então, saindo do meio do mato e entrando na estrada, passou a caminhar próximo ao outro lado da mesma, rente as arvores e arbustos que faziam fronteira com o caminho de terra batida. — Passava os olhos atentos pelos galhos e raízes espalhados pelo chão, parecendo procurar por alguma coisa. — Ou alguém, na verdade. — Havia deixado Diamond em algum daqueles buracos, e sabia que encontraria a mascote logo.

Assim, como se tentasse manter o assunto, falou, sem parar procurar entre as arvores:

E você, o que estava fazendo além de bisbilhotar minha janta?
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Sex 28 Jan 2011 - 17:42

- Realmente, seria desperdício
devorar aquele pirralho. Sabe como é.. As vezes não aceitam corpos mutilados e
parcialmente devorados quando pedem uma recompensa por alguém. Melhor verificar
se querem ele vivo ou morto, pra só depois tomar uma decisão de em que estado
levar ele até quem colocou o anuncio.


-Não quis dizer isso mas tudo bem.


Já na estrada a besta bela vai para o outro lado da mesma, perto
dos arbustos e das arvores ela parece procurar por algo, penso que pode ser a
mesma coisa para qual ela dará as frutas secas ganhas do jovem guerreiro lá atrás.


(PENSAMENTO)


- Finalmente, se ela encontrar a “coisa”, vou poder saber o
que é.


E você, o que estava fazendo além
de bisbilhotar minha janta?


Pergunta-me isso ainda olhando entre os arbustos...


-Eu estava descansando quando escutei suas pegadas passarem,
ai fui ver o que era...Maldita curiosidade sabe!- O que você esta procurando?
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por GM Nuke em Ter 1 Fev 2011 - 20:23

@ Nightmare & Sta. Rayza

Continuem postando, no momento que eu ver uma oportunidade posto, continuem narrando sua viagem e suas conversas.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Seg 14 Fev 2011 - 22:34

@ Sta. Raiza


-Eu estava descansando quando escutei suas pegadas passarem,
ai fui ver o que era...Maldita curiosidade sabe!- O que você esta procurando?


Maldita mesmo, hehe. — Pensou Laylla cinicamente ao ouvir o que Raiza falava, abrindo um rápido sorriso de canto de boca, enquanto continuava a passar os atentos olhos pelas raizes espalhadas pela terra batida.

Não demorou muito até finalmente encontrar o que queria: Diamond, que saiu rapidamente de dentro do emaranhado de roupas enfiados cuidadosamente dentro de um fundo buraco entre as árvores. — A pequena raposa branca apressou-se em pular diretamente para os braços de Laylla, no mesmo instante em que seus olhos se cruzaram. — Logo em seguida de um longo afago nas orelhas da mascote, a garota abriu o pacotinho de frutas secas que carregava e tirou cuidadosamente uma delas, para em seguida entrega-la a Diamond.

Não são suas preferidas, mas acho que da pra aguentar até acharmos algo mais saboroso, não é Diamond? — Falava Laylla distraidamente, em um incomum tom feliz de voz. — Enquanto isso, virava-se lentamente para a Ninfa, finalmente respondendo sua pergunta, com um enorme sorriso na face. — Era isso que eu estava procurando.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Qua 16 Fev 2011 - 23:49

(PENSAMENTO)

-!?

Agora vendo o olhar aliviado da Fera Bela, não consigo entender porque da correria..Podendo ela ter chamodo pelo bichinho.

-O que é?
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Sex 18 Fev 2011 - 18:10

@ Sta. Raiza.


-O que é?


Laylla olhou para Raiza, unindo as sobrancelhas em uma expressão de desaprovação, provavelmente por ela ainda não ter reconhecido o que era o animal em seus braços. — Depois de balançar a cabeça negativamente com desdém, revirou os olhos antes de responder a pergunta da Ninfa.

O nome dela é Diamond, minha mascote. — E, erguendo levemente a raposa com as mãos para mostra-la melhor, continuou. — É uma mini-raposa, viu?
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Dom 20 Fev 2011 - 22:02

@Nightmare

-Hunn..., porque você é tão agressiva nas plavras e nos seus gestos? Bom, deixa para lá, acho que já vou indo..e você vai para onde?

Pergunto isso olhando para ela com a mesma expreção que ela olhou para mim quando me perguntou se eu vi algumas frutinhas para a raposinha dela.

Uma leve brisa soava ao fundo, meus cabelos balnçavam levemente acompanhando a brisa...e olhando para a moça eu ainda espero a resposta.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Seg 21 Fev 2011 - 21:59

@ Sta. Raiza.


-Hunn..., porque você é tão agressiva nas plavras e nos seus gestos? Bom, deixa para lá, acho que já vou indo..e você vai para onde?

É bom ser agressiva. — Respondeu Laylla sem se preocupar em ignorar, dando alguns passos em direção a Raiza, olhando a Ninfa nos olhos. Seus próprios olhos estavam levemente arregalados, com as pupilas estranhamente dilatadas. A cor azul estava mais nítida que nunca, mesmo com toda a escuridão do lugar. — As pessoas se machucam quando estão perto de mim. Não que eu me importe, é claro mas.. É melhor que fiquem longe. É melhor que eu mantenha elas longe, sendo estupidamente agressiva. E elas sempre seguem o reteiro, é claro. Simples assim. Eu não me apego a ninguém, ninguém se apega a mim e todos ficam felizes... E vivos. Sabe, é bem mais fácil assim... Não matar pessoas que você goste..

E no final da frase, ela parecia estar mais falando consigo mesma do que com Raiza. — Quase como se tivesse se esquecido de que estavam conversando, falando com os próprios pensamentos atordoados. — Mas o monólogo não se prolongou por muito mais tempo. Laylla calou-se derepente, voltando-se e respondendo a pergunta da Ninfa alguns segundos depois, logo após passar por ela.

Vou castrar um gigante careca, por lá! — E apontou para a direção contrária a que estavam da estrada, retribuindo o sorriso quase-falso à Ninfa. — E você provavelmente está indo para o outro lado, certo?
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Ter 22 Fev 2011 - 14:08

@Nightmare

- Olha não me leva a mal não, eu não acho bom ser agressiva, e outra eu
estou perto de você todo esse tempo e ainda não me machuquei não é?


-Gigante Careca é, sei!
Com os braços cruzados e com uma cara de
"aff", termino a frase com um tom de interesse
também. -Acho que você vai atrás do espadachim que fez
você baixar a guarda..hehe


E por coincidência ela aponta para a direção que
o jovem foi, claro que eu não poderia deixar passar em branco esse gesto.


-Viu, até esta indo na mesma direção que ele ^^...
Haaaa eu vou junto com você, pois também quero encontrá-lo..






















Não sei, mas algo me dizia que o que eu falei não foi boa coisa, pois senti um
frio na barriga ao termino da minha frase.
silent
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Ter 22 Fev 2011 - 15:24

@ Sta. Raiza.


- Olha não me leva a mal não, eu não acho bom ser agressiva, e outra eu estou perto de você todo esse tempo e ainda não me machuquei não é?

É bom sim ser agressiva, e nem tente discutir comigo. Nunca perco uma discrussão, não para criaturinhas boazinhas como uma Ninfa. — Respondeu Laylla, pela primeira vez, em um tom mais calmo. Quase como se fosse uma brincadeira, sem estar sendo irritantemente ironica ou coisa do gênero. — E não fique se gabando. Você não se machucou ainda. Isso porque eu não quero te machucar ainda, mas o monstro com certeza quer.

E ela virou-se em seguida para Raiza, parando no meio do caminho e olhando-a de cima a baixo, como se à avaliasse. — Pensou por um breve instante nas possibilidades dela sobreviver a uma noite de Lua Cheia, mas as chances eram tão pequenas que Laylla nem sequer esperou para visualizar melhor as cenas da possivel luta que viriam a sua cabeça. Seria rapido demais para ter alguma graça.

Só estou indo na mesma direção que ele, isso não quer dizer que eu quero encontra-lo tão cedo. Não tenho pressa para acertar contas tão pequenas, quando tenho maiores para me preocupar. — E Laylla deu de ombros, virando-se e começando a caminhar, sem sequer esperar por Raiza. — Se quiser vir comigo para encontrar seu principe sem camisa, pode vir Srta. Tarada. Mas não diga que não avisei, quando a coisa começar a ficar feia pro seu lado.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Rubi Make em Ter 22 Fev 2011 - 20:26

@Nightmare


Após receber, um olhar digamos assim, um pouco mais delicado dos outros que vinha de
Laylla, percebi que Laylla estava baixando a guarda, nada muito notavel mas sim baixou um pouco.

Já andando atraz de Laylla em direção ao mato fico olhando para a raposinha, coisa lindinha, fofinha de pelagem branca e olhos vermelhos, mas me olhava com um olhar desconfiado, mas curiozo. E eu claro tbm o olhava, mas meus ouvidos estavam atentos ao meu redor, estava tão atenta que conseguia escutar o som das asas de uma aguia que passava não muito longe dali, perante meus passos delicados pisando aonde Laylla pisava comento algo que sempre me intrigou:

-Por que todos acham que as Ninfas são frageis? Ta certo que parecemos uma boneca de porcelana, mas não é para tanto. Você por exemplo, nessa forma que esta agora, aparenta ser mais delicada e tão inofenciva quanto eu tongue .

Ao termino da frase, uma brisa pesada passou em torno de mim, como se me envolvesse em parte. Isso fes com que eu parace derrepente sem se quer mover um musculo. pale
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Nightmare em Ter 22 Fev 2011 - 21:00

@ Sta. Raiza.


Laylla caminhava calmamente, distraindo-se enquanto brincava com Diamond em seu colo, que já havia terminado de devorar todas as frutas secas do pacotinho. — Agora, a pequena raposa inssistia em olhar para trás, por entre os braços da dona. — Olhava fixamente para Raiza, parecendo examinar a nova companhia de viagem. Vez ou outra, abaixava as orelhas em uma expressão brava, apenas para ver a reação da estranha. Logo, voltava-se para Laylla e a cutucava para receber carinho, esquecendo-se por alguns segundos da ninfa.

Não demorou muito até que Raiza finalmente rompesse o silêncio, com mais uma de suas perguntas.


-Por que todos acham que as Ninfas são frageis? Ta certo que parecemos uma boneca de porcelana, mas não é para tanto. Você por exemplo, nessa forma que esta agora, aparenta ser mais delicada e tão inofenciva quanto eu.

Laylla, sem parar de andar, virou a própria cabeça para olhar para Raiza. — No mesmo instante, em uma cena engraçada, Diamond também enfiou a pequena cabeça por entre os braços da dona, olhando curiosamente em direção a estranha. — Logo, abrindo um rápido sorriso ao ver o arrepio causado na Ninfa, respondeu:

Eu, particularmente, acho ninfas fracas porque posso dividi-las ao meio com uma patada, sem precisar fazer muito esforço. As outras pessoas, já não sei. Talvez porque assossiem a imagem frágil ao conteudo... O que é um erro grave, me colocando como exemplo. — E virou-se para frente, sendo seguida por Diamond. — Pessoas são burras, esse é o motivo.
avatar
Nightmare
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Estrada - Kannin & Pejite

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum