Arena

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por GM Nuke em Dom 16 Jan 2011 - 16:43

@ Hagi

Apesar das provocações de Hagi, Muohai não deu a mínima importância, ele estava acostumado a ser provocado, era algo normal em sua carreira.

Depois de sair da arena Hagi encontrou novamente seu amigo Tuk que ia mancando até lá provavelmente esperando ver algum grande confront. Assim que viu Hagi sair da arena o velho se surpriendeu.


-- Ei irmão, o que houve? Eu achei que ia rolar alguma luta.Ah ja sei, Muohai se recusou não é? Esses caras aora só querem saber do circuito de lutas que Drumond e sua gang organizaram na cidade.

Olha irmão, se quer diversão agora sei onde pode conseguir, está afim? Te digo uma maneira de se divertir agora e ainda ajudar seu velho chapa aqui.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Hagi em Dom 16 Jan 2011 - 23:09

As palavras de Tuk soaram como uma música aos ouvidos da Hagi, se divertir e ainda ajudar um amigo? Nada melhor. "-Exatamente, amigo, essa frescura de circuito me impediu de matar aquele tal de Muohai." Ele pausou rapidamente, só pra respirar e continuou "-Óbvio que estou afim, Tuk. Você sabe que eu nunca recusaria diversão, não é? Haha" Ele ria enquanto esperava que Tuk mostrasse para onde iriam, afinal, também ficou estralando os dedos e tentava imaginar o que seu velho amigo poderia estar preparando para ele.

Hagi
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por GM Nuke em Dom 16 Jan 2011 - 23:14

@ Hagi

Vendo a resposta de seu amigo, o pobre mendigo sorriu exibindo sua boca bangela mais uma vez.


-- Então meu velho, eu estava morando em um casebre abandonado na periferia da cidade até que uma pequena gang de 4 arruaceiros me expulsou de lá após uma terrível luta que eu quase venci. Estava pensando se você não poderia dar o troco neles por mim?

Se tiver afim... a gente ainda pode ficar com a casa pra nós, e ai? O que me diz?


OFF:
Spoiler:
Desculpa o post pobre, mas é que não tem muito o que narrar nesse diálogo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Hagi em Seg 17 Jan 2011 - 0:03

OFF:
Spoiler:
PRecisa de desculpa não, senti isso na pele xD (para mais informações leia o meu post Very Happy)

ON

"-Opa, então é pra bater em quatro fracotes, que ainda roubaram a casa do meu amigo ? To nessa. E ainda tem o bônus: Um lugar pra ficar nos meus dois dias de espera." Hagi então pediu para Tuk mostrar o caminho da tal casa.

Hagi
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por GM Nuke em Seg 17 Jan 2011 - 0:19

@ Hagi

-- É isso ai meu velho, esse é o lance, é assim que se fala! Venha comigo vamos.

Logo que terminou de falar, Tuk começou a andar o mais rápido que podia apoiando-se em sua muleta, Hagi o seguia logo atrás. Depois de andarem por alguns minutos por diversas ruas estreitas, sujas, tortuosas e repleta de mendigos, finalmente chegaram onde queriam.

O local ficava bem na periferia da cidade, dava para ver o começo do deserto ao norte e bem longe no horizonte era possível avistar algumas colônias do maldito fukai que se aproximava ano a ano ameaçadoramente.

A rua que levava a casa ia se desfazendo tranformando-se de uma rua de paralelepípedos, para um trilha de terra batida e ao final desta, passando por diversos casebres e barracos malcuidados, era possível ver uma casa, ela era pequena e parecia possuir apenas 2 cômodos, seu telhado era de palha seca, suas paredes de alvenaria exposta, sua única porta de madeira estava aberta e com as dobradiças das alças que a ligavam ao batente, tortas e enferrujadas fazendo com que esta, rangese bastante conforme o vento do deserto soprava balançando-a constantemente.
As janelas da casa estavam sem vidros ou cortinas e diversas táboas de maderia pregadas nas paredes bloqueavam-nas.

Na entrada da casa estavam sentados dois indivíduos, um era magro e algo e o outro baixo e gorducho, não era possível vê-los muito bem da distância onde Hagi e seu amigo estavam, era preciso se aproximar.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Hagi em Seg 17 Jan 2011 - 0:54

Tinham chegado na rua, por mais que tentasse não conseguia vê-los direito, ele parou um pouco e olhou para Tuk "Deve ser aquela casa que ele tá olhando, mas pra ter certeza..." Pensou Hagi.

E então de começar a andar em direção a casa, lentamente, sem pressa alguma, acompanhando também a velocidade de Tuk. Com um leve sorriso no rosto chegaram em frente à casa, Hagi pois a mão na cintura de modo que aparecesse sua pistola, ficando mais fácil de sacá-la caso algo acontecesse. Ele então sorriu e disse "Olá, olá. Tudo bem com os senhores ?" Ele falava num tom amigável, mas não tirava os olhos de Tuk, qualquer reação ou um sinal de que realmente fossem ou eles, ou até um sinal dizendo que não eram eles, ele estaria alerta de qualquer forma.

Hagi
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por GM Nuke em Ter 18 Jan 2011 - 9:34

@ Hagi

Ao verem a aproximação dos dois, os homens levantaram-se assumindo uma postura firme e tensa, agora que estavam mais perto deles, Hagi podia vê-los melhor.
O homem baixo e gorducho era na verdade um anão careca e com uma enorme barba negra e descuidada que estendia-se até sua cintura, suas orelhas eram ornamentada por brincos metálicos e pontiagudos, seu nariz possuia uma grande argola de cobre, ele se vestia com couro preto que compunha uma calça e uma jaqueta, seus pés pequenos calçavam um par de botas de couro com biqueiras metálicas. A pele do anão era morena e seus olhos eram negros.

Já o homem magro e alto parecia ser um humano, ele possuia aproximadamente 2,00m de altura, sua pele também era morena e exibia por baixo desta diversos músculos, apesar de ser magro seu porte era atlético, ele possuia cabelos negros, curtos e lisos que se bagunçavam em sua cabeça, seu rosto sério e de feições largas mostravam uma careta intimidadora enquanto seus olhos castanho-escuros encaravam Hagi com seriedade. O homem se vestia com uma espécie de túnica marrom, ele estava descalçõ e não possuia nenhum adereço ao contrário de seu companheiro anão.


-- Ora ora ora! Olha só quem voltou! O velho beberrão que expulsamos da outra vez, e olha só, ele trouxe um amiguinho. Hahahahaahahah!

Disse o anão rindo sadicamente assim que viu Tuk aproximar-se. Seu companheiro permanecia calado apenas observando, encarando Hagi firmemente.

-- He baixinho, voltei para pegar o que é meu, e se você anda cheio de namorados por ai por que eu não posso ter um amigo?

Rebateu Tuk as provocações do anão que pareceu se enfurecer com a provocação, foi quando Hagi falou.

-- Olá, olá. Tudo bem com os senhores?

-- Está sim, está muito bem, agora se quer que continue assim é bom você dar meia volta e cair fora.

Respondeu o anão de forma bastante agressiva.

OFF:
Spoiler:
Por favor continue postando aqui: A Casa Abandonada em Kannin

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Tohlee em Dom 23 Jan 2011 - 21:33

Alygul lutava contra a força do símio, com seus arranhões e dentadas. Ela lutava desesperadamente para escapar daquele aperto. Ela não reparou o que ia acontecer...Ela apenas sentiu.

O baque foi forte, sentiu toda a musculatura de seu corpo contrair, suas escamas assim coo seus ossos pareciam estalar. Estava zonza, e sua transformação cessou quase que instantaneamente. Tentou se mover, mas logo sua mente foi apagando, e o máximo que conseguia era rosnar baixinho.

Tohlee
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Phantom em Dom 23 Jan 2011 - 21:52

Não havia muito tempo. Havia carregado apenas uma das armas e, ao iniciar o carregamento da segunda, percebe que, sim, haviam almas na arena. Nove almas, no total. Sedenta, ignorou o pedido desesperado de Sohkie por recarga e pulou em direção as almas, sem hesitar.

Sohow: - Cooooooooooomidaaaaaaaaaa!!

Antes que pudesse absorver as pobres almas errantes, a lich presenciou sua pequena companheira sendo massacrada pelo seu oponente. Por um instante, apontou as pistolas para o Símio, porém....

Sohkie: Sohowy! Não atire, eu tenho uma ideia!

Sohow: - Mas... ?

Sigil: - Tsc, isso é hora?

Sohkie: Calados! Sohow, colete as almas... Isso vai funcionar...

Batendo suas asas velozmente, a lich se direciona para as almas, pretendendo ceifa-las o mais rápido possivel. Precisava de energia, e isso poderia ser o grande fator para a vitória... ou derrota.

Sohow avançou para cima das 9 almas, pretendendo as absorver.
avatar
Phantom
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Dom 23 Jan 2011 - 23:18

Resumo:
Sohow recupera todo seu SP
Simio perde 2 HP por evenenamento
Alygul está acordada, pode reagir agora.
Simio está parado, conta como ataque surpresa.
Simio recupera 2 HP por descansar.

Símio(Poisoned )
Nível: ???
Força: 15
Habilidade: 5
Velocidade: 5
Resistência: 10
Inteligência: 2
Balistica: 10
HP:28/50

A respiração moribunda do simio era de dar pena. Lenta e arrastada, o ar escapava por entre os dentes afiados, junto com um chiado asmático. A baba ainda escorria por entre os lábios disformes e o sangue vazava por seus machucados, sangue coagulado estava por toda a parte e uma densa nuvem de poeira pairava sobre a região. A multidão estava em silencio,na expectativa de algo muito maior acontecer. Apenas alguns murmurios inquietos eram ouvidos mas logo silenciados. O simio lutava par anão cair no sono,provavelmente estava desnorteado por causa dos golpes na cabeça mas permanecia firme,sentado, descansando e se recompondo. A marca da mordida de alygul começava a cheirar a pus.

Numa cratera próxima, alygul pode ouvir pouca coisa,mas ao menos, seu ouvido não zunia mais. Não conseguia se mover ainda mas estava consciente,apesar de tonta. Uma esfera minúscula de luz piscava por entre a nuvem de poeira se aproximando lentamente, tão discreta e suave que ninguém ercebeu até ela se aproximar da garotinha. Pousou noabdomem da yokai e ela pode sentir os pezinhos minusculos andando até chegar perto do rosto de alygul, escalando a face como se fosse um morro.

A fadinha estava em pé em cima da face da yokai e a olhava com um soriso feliz, balançou as asas e brilhou um pouco mais,enquanto a encarava.


-ZIIIIIIIIIII !~

Desengonçadamente, a fadinha mexeu no vestido de folhas dela e de lá,tirou uma varinha, normal para ela,mas minúscula para alygul. Ela zuniu um pouco,como se estivesse falando algo e então,tocou a ponta do nariz da reptiliana com a varinha. Imediatamente, alygul perdeu a tontura e sentiu seu corpo se mover novamente. Assim que se moveu, Zii abriu asas e voou para longe, para se proteger da briga titanica. Enquanto isso Sohow pode devorar todas as almas que pode com todo o tempo do mundo. Por acaso do destino, ela achou espírito de um ou dois magos já mortos e com isso, recuperou muito mais poder do que imaginava. Sorte dela.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Phantom em Seg 24 Jan 2011 - 0:06

(Atenção, post épico a caminho)

Como um animal faminto devorando sua presa, Sohow absorvia as almas, tocando-as ou simplesmente emanando uma aura envolvente, que puxava os espíritos como imãs. Suas energias estavam sendo repostas lentamente, até que, de repente, almas carregas de energia mágica.

Suas energias foram completamente restauradas e, acredite, todo cansaço e indisposição que ela tinha se fora. Ainda tinha algumas feridas e machucados, mas a lich estava sentindo-se maravilhosamente bem.

Sohow: "C... Caramba, eu realmente possuía todo esse poder? Quero dizer... Isso.... Isso!!"

Bateu suas asas fortemente, levitando por uns segundos, enquanto se vira para o maldito Símio, com ódio e fúria no olhar. Seus olhos estavam vermelhos e sua mira estava fixa em seu alvo.

Sohkie: Muito bem, escute o plano. O símio é grande, mas ainda é um ser vivo. Isso significa que explosões causariam um dano considerável no macacão.

Sohow: - ... Explosão... Disparo explosivo?

Sigil: - Bom plano, bastardo. Mas, e se não funcionar? O que você fará?

A lich estava apreensiva. O tempo estava correndo e eles não podiam discutir por muito tempo. Precisava fazer algo, ou sua pequena amiga Liz estaria com problemas.

Sohkie: Simples... Colega, você consegue disparar balas elementais de trevas, certo? Então, só precisamos imbui-las com uma pequena aura paralisante e...

Sigil: - Bom pl...

Sohow: - Já entendi, vamos!!

Ferozmente, a lich bate suas asas, soltando um rugido de fúria, enquanto suas auras, agora liberadas, dispersavam pela arena. Sua mácula do apodrecimento, somadas à sua toda sua aura maligna, liberavam um miasma tão poderoso que a arena inteira conseguia sentir o quão terrível Sohow era. Até mesmo o símio e a Liz, que são criaturas incultas, poderiam sentir um pouco de sua presença.

Porém, assim como o Símio possuía a vantagem do ataque surpresa em relação a pequena garota dragão, Sohow também tinha o mesmo ataque surpresa ao oponente. Ele nem teria tempo de notar sua presença. Assim que urrou, a lich havia disparado dois tiros de ambas armas em direção ao Símio. Uma delas emanava uma horrenda aura pantanosa, enquanto a pistola emanava uma aura vermelha.

Ataque surpresa:
Sigil: Disparo paralisante (1 turno, 5 SP, vantagem: Paralisia) + Disparo de Trevas (Vantagem de Sigil: Disparo elemental [Trevas], 3 SP)
Total gasto: 8 SP + 1 bala.
Sohkie: Talento: Tiro de Impacto, 10 SP
Total gasto: 10 SP + 1 bala.
avatar
Phantom
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Tohlee em Seg 24 Jan 2011 - 0:34

Alygul estava completamente estirada no chão, sua cabeça doia, e ela não conseguia sentir direito os braços. Tentou se mecher, mas não obteve muito sucesso. Estava tão dopada da batida, que ela demorou muito tempo para notar que era Zii em seu rosto. A youkai sorriu, seus olhos quase fechando.

Phii... brilhante!

Ela estava apenas assistindo aos movimentos da fadinha, até notar que estava de repente muito melhor. Mexeu os braços, e desentornou as pernas, e até conseguiu se levantar, ficando sentada. Vários pedaços de pedras desgrudavam de sua ele e iam caindo no chão, enquanto Alygul recobrava os movimentos. Bateu as asas, e olhou a fadinha ir embora.

Imediatamente levantou vôo, fugindo de um novo possivel ataque do Símio. Foi nesse instante que avistou Sohow. Ela sentia uma energia que a incomodava, e que tinha a impressão que vinha de Sohow. Mas balançou a cabeça.

Phii ~, Lisi boa.

Sohow atacou com tudo contra o Símio, o que deixou Alygul surpresa com os sons e o show de explosões. Aproveitou que havia muito fumaça em torno do símio, e disparou pela suas costas, Acertou um soco certeiro em suas costelas, para logo depois fincar suas unhas e dentes na carne do animal.

Tohlee
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Ter 8 Fev 2011 - 1:37

Cansado, moribundo, tonto, desnorteado. Lentamente as forças iam se esvaindo do gorila, assim como o sangue que escoria de suas feridas. A pelagem grossa e suja escondia os diversos hematomas e cicatrizes que havia pelo corpo, marcas de um passado de torturas como a que estava sofrendo agora. Suas pernas não respondiam mais, haviam ferimentos em carne viva, qualquer esforço lhe doia a ponto de querer chorar. Só de mantê-las paradas, era motivo o suficiente para grunhir de dor.

Os ouvidos zuniam insistentemente, do pouco que ouvia, eram somentes xingamentos e vaias da torcida. Não entendeu porque o vaiavam, sempre fez de tudo para agradar, até mesmo matar. Tudo por um pedaço de carne e o direito de viver dentro de uma cela fedida. Tentou lembrar como era o mundo lá fora. Como o cheiro da floresta lhe penetravam os pulmões, e como os gorilas lhe ensinavam conceitos de amizade, companheirismo, familia. Conceitos que o mais discreto dos animais parecia saber mais do que os que se diziam mais evoluidos. O motivo de estar ali,sendo obrigado a matar e ser morto, nunca foi entendido por kershak. Certas vezes, ponderava que ja estava morto e que aquilo era sua penitencia. Ao menos,explicaria porque tanto tormento por um tempo que lhe parecia interminável.

Uma brisa suave lhe tocava o rosto, e seus olhos pequenos viam seus ceifadores. Ele não tentou lutar, não tinha mais forças. Macacos sem pelos haviam o deixado naquele inferno e macacos sem pelos iriam lhe tirar de lá.


Sua mãe era enorme e ele, pequenino se agarrava aos pelos dela enquanto a fêmea habilmente subia entre as arvores e balançava entre os galhos. Ele sentia uma alegria imensa quando ela saltava entre as copas das arvores. ele não saberia dizer o quanto era agradavel sentir o gosto pela aventura, o gosto por desafiar a gravidade enquanto ainda assim permanecia entre os pelos macios e o calor suave de sua mãe.

Mas ela ja se fora a muito tempo e agora, era a vez dele.

Havia sido engolido pelo ódio se tornado uma fera sem sentimentos, agora, ja havia tanto sangue em suas mãos, quanto havia perdido pelos buracos de bala e mordidas. Kershak não se assustou com o disparo, apenas esperou que viesse toda a dor. A dor que o libertaria. Sentiu uma pontada em seu peito e seu coração começou a falhar. Logo sentiu um impacto nas costas e suas costelas racharam, mas ignorou a dor. Sentiu seu corpo lentamente levitar e então a dor passou seu corpo se tornou cada vez mais leve, enquanto uma imensidão branca lhe cobria os olhos. Estava indo para a luz,finalmente. Em seus ouvidos, tudo que conseguia escutar era o som das folhas balançando ao vento e a poderosa cachoeira, ouviu os grunhidos que conhecia bem, que para os outros não significava nada,mas ele entendia perfeitamente. ''Nosso lider'' era o que diziam e lhe chamavam. Ele pensou em chorar, mas seu orgulho e força o impediam, no entanto, ele sentiu a força e a vida dentro de si borbulhar em seu peito,subindo pela garganta até finalmente, se transformar em um rugido. Um tão forte, que emudeceria os leões e calaria a selva, ouviu seu próprio rugido, sua ultima centelha de vida, até enfim ,não ouvir mais nada.

O gorila não reagiu, parecia deixado de se importar com a luta. Ficou parado lá e não tardou receber os golpes. Ele grunhiu de dor,cambaleou e então, usou das ultimas forças para soltar um rugido que estremeceu a arena. elevando-se acima de qualquer som e calando a todos. Ele bateu no próprio peito em sinal de força e então,como se suas forças finalmente tivesse acabado, caiu. E seu corpo era tão grande, que a terra estremeceu novamente, dessa vez, tudo se resumiu a um baque surdo e o corpo estirado do simio.

A arena permaneceu em silencio algum tempo, com o único ser a fazer algum barulho era o sussurro do vento. A maioria das pessoas olharam par ao corpanzil do gordo, o mesmo que parecia ser o chefe do lugar. Ele percebeu como as pessoas silenciosamente o pressionavam a fazer alguma coisa.Ele olhou para um lado,par ao outro e então,apontou para sohow e alygul coçou a barriga enorme e gritou coma voz esganada, como um corvo com dor de garganta.


- 100 PO PARA AQUELE QUE ME TROUXER A CABEÇA DESSAS PUTINHAS !

Um grito de comoção geral uma onda de animação percorreu toda a arena. homens se armavam com o que podiam,desde ferramentas agrícolas a destroços da própria arena. Não,eles não atacariam, mesmo porque estavam com medo das duas,por tombarem um gorila tão grande. Mas ainda assim havia um certo clima de revolta, por duas ''vadias'' chegarem lá e literalmente acabar com todo mundo quanto por quererem a recompensa. O que viria a seguir dependeria diretamente da reação das duas.


- Ambas subiram direto para o nivel 4 recebendo toda a exp necessária para tal.
- Parabéns, agora vocês são procuradas, a cabeça de cada uma custa 50 PO.


__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Phantom em Ter 8 Fev 2011 - 3:43

Acabou...

Era tudo que ela queria após uma das mais dificeis lutas de sua vida. Pela primeira vez, a lich pode sentir o que os mortais chamam de "paz de espirito". Um sentimento de realização e vitoria tomaram o corpo de Sohow, que, por segundos, pode relaxar diante do suave e delicioso silencio da vitoria.

Estava cansada, suas asas batiam quase sem força, o suficiente apenas para planar e flutuar. Assistia a poeira causada pelos seus disparos baixar, enquanto a plateia espantava-se perante ao fim do show.

Sohow e Liz haviam ganhado.

Lentamente, sua aura negra foi reduzindo-se, até ficar em níveis normais. Suas pistolas continuavam brilhando, mas com energias proprias. O mundo parecia ter entrado em inercia, até um homem gordo marcar ambas com um preço.

Sohow: - ... 100 PO's? Cada!?

Com um sorriso, a velha expressão sedutora e sadica da lich desperta, voltando suas atenções ao homem gordo que havia gritado.

Sohow: - E eu lá tenho cara de mulher que vale 50 PO's? 50 PO's não pagaria nem o meu jantar...

De maneira quase vulgar, ela rebola em pleno ar, destacando suas curvas e se exibindo para a platéia, até dar um tapa na própria bunda e parar, encarando o gordo malandro, enquanto lambe os lábios, o seduzindo.

Sohow: - Esse povo não sabe tratar uma mulher... Venha, Liz! Esses caipiras não sabem apreciar a beleza e o poder de nós mulheres.

Batendo suas asas, a lich dá as costas para a platéia e voa para longe, desviando de provaveis destroços que seriam arremessados nas garotas. Não ligaria de ser procurada. Seria uma boa chance de conseguir entrega gratis de comida...
avatar
Phantom
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Tohlee em Ter 8 Fev 2011 - 12:20

Alygul ainda não havia parado. Assistiu a queda do símio, circundando a arena pelo ar, como um tubarão. Mesmo quando o símio soltou seu ultimo suspiro (A.K.A Rugido) Alygül respondeu com seu próprio rugido, demonstrando sua superioridade animal.

Ela ainda ficou circulando enquanto o silência permanecia, mas estava cansada, tanto quanto Sohow.

O gordo mesquinho se pronunciou, e apesar de não entender o que era dito, Alygül mostrou os dentes para o homem, e estava prestes a dar bote nele, quando Sohow a chamou.

Assim, se limitou apenas a dar um mergulho e passar de raspão pelo homem, seus dedos agarrando seu cabelo, numa clara provocação de criança.

Subiu no ar, mostrou a lingua para todos e virou, seguindo Sohow, dessa vez sibilando com ela. Seu olhar não era agressivo, apensa inocente para com a licht.

Tohlee
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Sex 18 Fev 2011 - 12:49

- OOOOOHH !!

Assustada, a multidão começa e xingar e gritar contra as duas meninas apesar de não terem coragem de fazer um encontro direto. pedaços de madeira,pedra e aço voavam na direção das duas, mas estavam tão alto que nem chegava a atingi-las. Pareciam fazer isso mais pra amedrontar do que pra ferir.

O sol ja ia alto no céu brilhando com toda sua força no entanto,apesar do calor,parecia ser tarde, pela posição do sol. A bagunça na arena continuava,com gritaria e algazarra,as vezes até mesmo alguma briga entre eles mas não podia fazer para ferir as duas agora.


Vocês tem uma rodada pra conversar e decidir o que fazer.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Phantom em Sab 19 Fev 2011 - 9:59

Ouvia todo o barulho que acontecia na arena, mas estava tão cansada que nada pode fazer. Não notava os objetos indo em sua direção, mas nenhum deles, felizmente, a acertou. Não tinha mais energia para lutar, muito menos vontade.

Vez ou outra olhava para trás, vigiando sua pequena companheira.

Voou até chegar a uma estrada distante da arena, nos arredores de Kannin. Não podia ficar próxima da cidade, pois sabia que poderiam atacá-la. Pousou e desabou sob a areia do deserto, deitando de barriga para cima e admirando o ceu. Fechou os olhos por alguns segundos e abriu novamente, procurando por Liz.

Sohkie: Gosmas gigantes, macacos gigantes... Estamos aliados a um dragão... Qual será a próxima surpresa? Um elfo do mar voador?

Sigil: - Quê? Argh, deixa... Lich, qual será seu próximo passo? Você e a Liz fizeram uma incrivel demonstração de poder. Acho que poderiamos fazer algo mais...

Sohow: - ... boa pergunta.

A lich se levanta, olhando para os lados e tentando descobrir alguma rota ou coisa que não havia visto. Talvez, um pouco de comida. Se é que você me entende.

Sohow: - Fome ~~ Algum de vocês tem alguma idéia para onde irmos? Aqui na arena tudo que ganhamos foi uma recompensa sobre nossas cabeças.

Sohkie: Talvez devessemos... Caçar!!

Sigil: - Como pensa pequeno... Lich, já ouviu falar do Castelo Negro?

Sohow: - Huh?

Sohkie: VOCÊ CHEIROU PREDA!? Ninguém jamais foi naquele Castelo porque ele não aparece nos mapas e emite uma miasma maligna absurdamente maligna!! (?) Até a existencia dele é contestada.

Sigil: - "Emite uma miasma maligna"... E a Sohow faz o que? Purifica as almas humanas com seu toque abençoado?

As armas deram uma boa idéia, porém, Sohow estava exausta demais para pensar em qualquer viagem. Estava ferida e cansada, assim como Liz provavelmente estava em situação pior. Então, a lich dá seu veredito.

Sohow: - Ok, senhores! Iremos até esse tal castelo. Mas, primeiro vamos descansar e procurar alguma vitima para devorar. Acho que a Liz também está com fome.

Observou novamente o lugar onde estava, a procura de alguma pobre vitima que estivesse passando pelo local. Ou, quem sabe, algo que ela pudesse abater.
avatar
Phantom
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Tohlee em Qui 16 Jun 2011 - 20:53

Alygul voava baixo, suas asas mal conseguiam se abrir completamente. Suspirava, e era frequente a menina soltar silvos. Queria dormir, comer, não mais lutar com criaturas gigantes.

Quando Licht finalmente pousou, a menina se animou e foi logo atrás. Pousou quase ao lado dela. Mas afobada como ela, saiu rolando pela areia, até cair em cima da licht. A youkai riu de si mesma, e olhou para Sohow, enquanto se levantava.

Liiiiisi....

Enquanto as armas de sua companheira entraram em um debate sobre coisas que a youkai não entendia, Alygul tratava de lamber suas próprias feridas, sentada na areia fofa. Quando terminou, ficou assistindo Sohow. Seu estômago roncava...

Tohlee
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Fujiko em Sex 4 Jul 2014 - 20:36

Após um tempo andando na rua, a procura de um meio fácil de conseguir algum dinheiro, encontrei uma multidão berrando, um luta? provavelmente sim.

Fui me aproximando da multidão, me espremendo entre a multidão para chegar mais próximo.
avatar
Fujiko
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Maseratsu em Sex 4 Jul 2014 - 20:48

@Fujiko

 Os espaços que haviam entre as pessoas eram facilmente ultrapassados por Hyouku, devido ao seu tamanho pequeno e sua enorme agilidade. Quando chegou perto o suficiente para ver o que acontecia, era possível ver uma mulher, com cabelos de serpente, simplesmente destruindo um gladiador com suas "crias" - pequenas cobras que atacavam o corpo inteiro do homem - e fazendo reverências de agradecimento para a plateia, que aplaudia e gritava com alegria. 

 - Quem será o próximo desafiante? - dizia uma voz confiante, que corria todo o local.


 O chão da arena já estava coberto pelos corpos dos desafiantes da possível campeã de Kannin, mas ainda era possível andar por ali. A criança era várias vezes empurrada para frente, até passar da linha da plateia.


 - Aqui está nosso desafiante! Mas ora, ele é apenas uma criança! Já podem decidir o próximo, esta batalha não parece que irá durar muito tempo!


 Já não havia mais volta, era matar ou morrer, vencer ou perder, não havia como desistir.
avatar
Maseratsu
Lenda
Lenda


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Fujiko em Sex 4 Jul 2014 - 21:18

Uma mulher com cabelos de cobra destruindo um gladiador rapidinho, não foi o suficiente para me trazer algum medo.

- Quem será o próximo desafiante? Dizia uma voz, e antes que pudesse perceber, eu estava dentro da arena.

Tinham alguns corpos por ali, antigos desafiantes talvez, eu estava na frente da mulher-cobra.

- Aqui está nosso desafiante! Mas ora, ele é apenas uma criança! Já podem decidir o próximo, esta batalha não parece que irá durar muito tempo!

As coisas estavam bem claras, eu não tinham outra saída a não ser lutar com aquela moça nada amigável.

Saquei minha confiável espada-adaga, tomei folego e olhei para a mulher cobra na minha frente, não parecia ser alguém subestimável.

Corri em direção a ela, saltando e fazendo movimentos rápidos para confundir o inimigo e evitar ser atingido, quando estivesse na sua frente, faria um forte movimento de baixo para cima, para tentar acabar essa luta num só movimento.

movimento:
Corte vertical
Ataque simples, consiste em um golpe concentrado na vertical, de baixo para cima. Só pode ser usado com uma arma cortante como facas, espadas, etc.
avatar
Fujiko
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Maseratsu em Sex 4 Jul 2014 - 21:49

@Fujiko

 No exato momento em que Hyouku partia para cima da campeã, as suas duas cobras partiam também, e pregavam suas presas contra a roupa do atacante, que, por sorte, não permitiram que o mortal veneno delas tocasse sua pele. A espada-adaga da criança cortou ferozmente o braço direito da mulher, que rugia de dor. Ela não aceitava que pudesse ser atacada daquele jeito, portanto ordenou para que suas crias se soltassem e atacassem de novo, para acabar com aquilo de vez.
avatar
Maseratsu
Lenda
Lenda


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Fujiko em Sex 4 Jul 2014 - 22:26

Isso! Um golpe já havia dado certo, um corte no braço da senhorita-cobra, e quando ia iniciar outro ataque, a mulher mandou suas cobras me atacar, corri em direção a ela novamente, antes que pudesse alcançar as cobras, eu saltei por entre as duas, girando em volta do meu próprio eixo, para desferir uma ataque seguido nas duas , se conseguisse, partiria para a mulher cobra, a hipnotizando com movimentos complexos e zigue-zagues, e assim que chegasse perto dela, desferiria outro ataque vertical de baixo para cima.

Movimentos:
Corte vertical
Ataque simples ,consiste em um golpe concentrado na vertical, de baixo para cima. Só pode ser usado com uma arma cortante como facas, espadas, etc.
2 SP /+ 3 de força

Reflexos avançados
Você é um acrobata natural, consegue realizar saltos incríveis, correr por cima de lâminas, cair em pé de alturas enormes e andar por quilômetros em uma mera corda bamba. Tudo isso enquanto toma um sorvete. Você recebe +2 em qualquer teste que envolva coordenação física, como equilíbrio, saltos, acrobacias, malabarismos e furtos.(salto)

movimentos graciosos
Seus movimentos são tão bonitinhos que seus oponentes chegam a desdenhar de você... Eles geralmente se ocupam mais em como acabar com a beleza dos seus movimentos do que em se proteger de fato
Todos os oponentes recebem penalidade de - 1 em habilidade.
avatar
Fujiko
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Maseratsu em Sab 5 Jul 2014 - 13:23

Os ataques consecutivos de Hyouku estavam rápidos demais para as crias da campeã da arena, e com um único corte pôde quase matar uma delas. Enquanto partia para cima da mulher-cobra os répteis reagiram, porém erraram seu "bote".

 - Olhem só! Parece que temos um prodígio aqui! Mas será que ele aguentará... A FÚRIA DA SERPENTE?


 - Heyy garoto... Vossssê não ssssabe que é falta de educasssão atacar uma mulher indefesssa? - dizia a sua oponente, arrastando todos os "s" e os "c" que eram possíveis.


 Mas por um momento, ela se descuidou. Sentiu a lâmina fria da espada-adaga passar pelo seu braço novamente, mas não podia mais mexê-lo. Ele havia caído, ainda com vida, ao chão.
 Se movia de uma forma nojenta, contorcendo-se até que finalmente parou e rapidamente adquiriu um tom acinzentado. O sangue verde jorrava pelo membro perdido e pelo local que o mantinha vivo, junto com o urro de dor da mulher. A batalha provavelmente não se prolongaria tanto quanto o povo esperava.


OFF:
Sangramento leve na moçoila.
avatar
Maseratsu
Lenda
Lenda


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Fujiko em Sab 5 Jul 2014 - 18:06

Essas cobras estavam meio difíceis de acertar, mais o alvo principal era a mulher, tinha acertado uma delas.

- Olhem só! Parece que temos um prodígio aqui! Mas será que ele aguentará... A FÚRIA DA SERPENTE? Disse uma voz, ainda corria em direção a mulher.

- Tsc, é claro que aguento. Disse me aproximando mais da mulher.

- Heyy garoto... Vossssê não ssssabe que é falta de educasssão atacar uma mulher indefesssa?

Neste momento saltei e desferi um golpe vertical na mulher, que perdia seu braço direito, e gemia de dor enquanto seu membro caído perdia o movimento.

Estava próximo da mulher, ela estava na minha frente, gemendo de dor, levei meu braço para trás e golpeei o pescoço dela, num corte horizontal, depois disso, daria atenção para as outras cobras.
avatar
Fujiko
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Arena

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum