Aleksandru "Alek" Blazh

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aleksandru "Alek" Blazh

Mensagem por Aleksandru em Ter 28 Fev 2017 - 0:24

Nome do Personagem: 
Aleksandru Blazh [Alek].
Raça: 
Meio Dragão - Elemento Água [2 Pontos].
Classe: 
Espadachin. 
Nível do Personagem:
Nível 1 (Um).
Idade Real/Idade Aparente:
24 anos/16 anos.
Altura: 
1,78cm.
Peso:
67kg.
Características Físicas:

Não aparenta ter mais de dezesseis anos, pois, apesar de ser considerado alto, tem um rosto juvenil. Seus cabelos não são tão longos, porém muito lisos, e possuem um negro profundo, preto como carvão. Alguns fios de seu cabelo são um tanto azulados, porém por estarem misturados acabam se tornando quase impossíveis de se visualizar. Seus olhos são extremamente azuis, possuindo um brilho profundo e chamativo. Normalmente, os fios de seu cabelo cobrem metade de seus olhos por caírem sobre estes com frequência. Sua pele é extremamente branca, praticamente albina. Apesar disso, é de extrema resistência, nunca ficando queimado ao se expor por muito tempo no sol. É magro, talvez por comer pouco, mas tem alguns músculos, nada exagerado ou impressionante. Seu rosto é quase de uma criança, porém seu olhar entrega o quanto tem de experiência de vida. Costuma usar roupas pretas, como capas, camisas e calças negras. Casacos estilo moletom também estão entre suas roupas mais utilizadas. Quando sorri, duas covinhas surgem em seu rosto, quando está pensando, sua testa fica enrugada. Isto facilita detectar suas emoções. Em suas costas há uma cicatriz e em seu ombro esquerdo, uma tatuagem de uma pena com pássaros negros saindo da mesma. Ele diz representar sua liberdade.

Personalidade:
Alek não é bom com palavras, sendo bastante direto, nunca enrolando. Não tem muitos amigos e é bastante fechado, o que acaba por passar para outras pessoas que é rude. Ele adora irritar ou provocar outras pessoas, isso acaba por diverti - lo de alguma forma. Além disto, é excessivamente cofiante, crendo que pode fazer coisas fantásticas que outros não podem. Apesar disso, prefere esconder suas habilidades, pois não gosta de ter uma atenção desnecessária voltada para si. Ele é quase sempre calmo e tranquilo, raramente demonstrando sinais de aflição. Possui extrema inteligência, e junto a sua imensa curiosidade sobre tudo, o tornam uma pessoa rica em conhecimento, tanto adquiridos de livros quanto de sua vida. Adora estar entre os livros, apreciando imensamente o folclore e as lendas, como licantropia, que talvez não sejam apenas lendas como costumava pensar. Durante as batalhas, ele se torna feroz e agressivo, e as vezes essa ferocidade chega a tal ponto em que perde o controle de si próprio de forma que nem se lembrará do que fez posteriormente. Porém ele é uma pessoa amável e incompreendida. Ele se recusa a abandonar qualquer aliado ou amigo em uma batalha, estando sempre disposto para ajuda - los em situações semelhantes. Também sente remorso de coisas que aconteceram no seu passado, e talvez por isso não se importa em ajudar outros que estão com medo ou depressivos. Pode se tornar uma pessoa muito emocional e permite que suas emoções o controlem. É uma pessoa com força de vontade e determinação incríveis, que fará tudo ao seu alcance para realizar algo que é importante para ele, sem qualquer hesitação. Sempre que preciso, se mostra calmo e maduro. Seu olhar sempre diz tudo.

História:

Há exatos 30 anos uma Dragão Marinha andava por terras desconhecidas, disfarçada de humana. Ela ganhava moedas através da realização de tarefas para outras, como uma mercenária. Andava pelo continente, desta vez livre para fazer o que bem entendesse. Então conheceu um homem. Um camponês jovem e sorridente. Os dois se encontraram diversas vezes entre as aventuras da fêmea dragão. Mais tardiamente o inevitável aconteceu: A gravidez da fêmea dragão. Ela não queria abandonar um filho sozinho naquele mundo então esperou até que o mesmo nascesse. Não contou nada ao humano. 

Com o nascimento do pequeno Aleksandru, ela resolveu deixa - lo com o pai biológico, pois não queria ter que cuidar de um meio - dragão durante toda a sua vida. Ela ainda tinha muito a resolver. Então apenas o enrolou entre cobertas e o deixou na frente da casa de seu amante. Esperou até que o mesmo pegasse a criança e a levasse para dentro. Ele o fez sem hesitar. Parte da dragão a dizia para ficar, mas seu senso de liberdade era maior. Então partiu. As vezes ao passar pelo pequeno vilarejo ouvia falar da criança prodígio da família Blazh. Mas ela apenas seguia em frente.

Alek cresceu em uma família grande. Seu pai se casou e teve uma filha, com quem Alek nunca se deu bem e sente remorso até hoje por isso. Desde pequeno era extremamente curioso. O que sempre o impressionou foi ele próprio. O jeito que era fraco quando se tratava de algo relacionado a terra ou como resistia aos dias mais frios, ou como uma chuva forte não fazia diferença. Talvez o fato de nunca ficar doente e poderia atravessar um deserto e sua pele não estaria queimada muito menos vermelha. Ficou conhecido como "criança prodígio" na aldeia onde cresceu, tanto pelo seus dons para o esporte, quanto por sua inteligência avançada. Seu pai mal sabia que ele era seu próprio filho, por isso passou até os 7 anos acreditando que era adotado. Mas ele queria saber mais. Explicações mal formuladas nunca satisfariam um pequeno meio - dragão como Aleksandru. Então ele perguntou a todos, leu toda a biblioteca da cidade. Nada. Até o dia em que conheceu uma jovem mulher que passava por ali. E ela lhe contou sobre contos, mitos, folclore em geral. E no final de tudo lhe disse que era tudo real.

Ele não sabia sua origem. Ou o que ele era. Ele apenas sabia que precisava sair dali. Então ele o fez. Vagou entre os continentes estudando cada especie e cada lenda. Não ousava matar um só humano pelo medo de ativar alguma maldição que ele não sabia se tinha ou não. Aos 13 anos começou a treinar em uma velha arena. Fez uma espada de madeira com as próprias mãos e começou. Vivia com pouco mas para ele era muito. Lia livros antigos, a procura de informações. Passava os dias lutando e a noite lia livros e mais livros. Se tornou bom na batalha e um poço sem fundo de conhecimento. Começou a lutar em locais pequenos e ao atingir a maioridade, passar noites bebendo. Era dessa forma que se divertia e afundava magoas passadas. Sua adolescência foi totalmente voltada a descobrir o que ele realmente era. E ao chegar aos 19 anos isso finalmente aconteceu. Em meio a uma de suas pesquisas, descobriu os meios - dragões. E pesquisou mais. Realizou testes e mais testes para saber se era verdade. E era.

Não era difícil convencer Alek que algo era real, já que vivia e via coisas tão estranhas que mal conseguia explicar. Parou de olhar para o passado. Seu único objetivo era lutar, conhecer, ganhar a cada dia mais experiência de vida. Ele queria viver não como um simples humano numa cabana de uma aldeia qualquer. Ele queria ser reconhecido, se provar. Então começou a vagar pelo mundo em busca disto. Essa era sua vida. Ele prezava a liberdade e queria aproveitar cada ano com algo novo para transmitir. Queria se provar como um Espadachim. Queria se provar como um meio - dragão. Queria se destacar em meio ao mundo de tantas criaturas e seres fantásticos. Arenas se tornaram sua casa e a cada dia ficava mais fácil ele se adaptar a um novo lar. Essa era sua vida.

 



ATRIBUTOS:

Força:  3
Habilidade:  1
Velocidade:  1
Resistência:  1 [+1]
Inteligência:  2
Balística:  1

HP: 2 x 10 + 8 = 28
SP: 2 x 10 + 2 = 22




Talentos:


- Corte Vertical [Grátis].
- Resistência de Guerra [Grátis].
- Esmagar [1 Ponto].

Pericias de classe:

- Perícia com a espada Nv. 03.


Perícias: 


- Pericia em combate desarmado Nv. 02.
- Pericia com escudo Nv. 01.

Vantagens Raciais:


- Resistência Superior: O elemento de origem do progenitor dragão [Água].

Vantagens:


- Intuição [2 Pontos].
- Riqueza [3 Pontos].

Desvantagens Raciais: 


- Vulnerabilidade ao elemento OPOSTO [Terra] do progenitor dragão. 

Desvantagens:

- Traço Marcante [-1].
- Supersticioso [-1].
- Terreno Desfavorável [-1].
- Curioso [-1].
- Convite [-2].

Estilo de luta: 


- Ninjutsu [Grátis].

Movimentos do estilo de luta:


- Esquiva [1 Ponto].


Itens: 


- Alfanje [30 PO].
- Espada [20 PO].
- Poção Curativa [1 PO].
- Cerveja [1 PP].
- Suprimentos [4 PP].
- Kit Escriba [2 PP].

Magias: 
Spoiler:
Nome: Acid
Classe que aprende: Todas /Elemento: Trevas e água
Descrição: Quando o conjurador morde uma presa, as bactérias presentes em sua saliva são capazes de dissolver o que tocarem. Se não for limpo logo, corre o risco de entrar em decomposição. Quando ativa a skill, ele não é capaz de controlar as bactérias, portanto, se ela morder um aliado, ou ela mesma, o mesmo efeito ocorrerá.
Efeito: A criatura mordida recebe imediatamente um envenenamento grave.
Custo: 8 SP 
Duração: Instantânea
Valor da dificuldade: 5
Raridade: Incomum


Resumo de Custos: 


Raça: 2 pontos.
Classe: 0 pontos.
Talentos: 1 pontos.
Atributos: 9 pontos.
Vantagens: 5 pontos.
Desvantagens: - 6 pontos.
Movimento estilo de Luta: 1 ponto.
Total de Pontos Utilizados: 12 pontos.


Última edição por Aleksandru em Ter 7 Mar 2017 - 17:14, editado 1 vez(es)
avatar
Aleksandru
Novato
Novato


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aleksandru "Alek" Blazh

Mensagem por Azetlor em Sex 3 Mar 2017 - 2:24

Os pontos das desvantagens e negativo, portanto seria -6 em desvantagem, basta corrigir isso e sua ficha poderá ser aprovada.
avatar
Azetlor
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aleksandru "Alek" Blazh

Mensagem por Aleksandru em Ter 7 Mar 2017 - 17:15

Feito!
avatar
Aleksandru
Novato
Novato


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Aleksandru "Alek" Blazh

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum