O Céu Está No Fim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Céu Está No Fim

Mensagem por Ringo em Sab 13 Fev 2016 - 14:40

off:
Ola! Esta aventura e destinada apenas aos players: Diff e Creeps

Creeps :

O cheiro adocicado familiar acordara Bob, ela não sabia do que se tratava, mas era extremamente familiar, algo bem puro e ao mesmo tempo vulgar,  de certa forma era um odor extremamente reconfortante, mas forte o suficiente para faze-la acordar. O colossos de aço não estava lá,  mas isso nem sequer passou pela cabeça dela, era como se nunca tivesse encontrado seu incomum parceiro de aventuras, tudo era tão bonito, o céu estava púrpura, talvez fosse o anoitecer o u amanhecer, era impossível saber, o sol estava escondido  no horizonte. dava para ver as estrelas, seu brilho ainda era forte, foi então que o manto do sono foi abandonando a garota, e esfregando um dos olhos ela percebe que esta em uma praia, a sua frente apenas o oceano calmo, que levava até ela pequenos toques em seus pés trazidos pelas ondas, a areia era escura, mas incrivelmente macia, Bob nunca viu uma areia tão negra na vida, era tão negra quanto piche, e no de correr de toda a extensão da areia havia centenas de pedaços colossais de aço enferrujado, Bob teve que fazer um verdadeiro exercício mental para perceber que se tratava de navios seculares a muito esquecidos encalhados naquela praia, e mais nada, nem um único animal naquele manto de areia, nem mesmo uma estrela do mar trazida pelas ondas, tampouco conchas, era como se a areia tivesse sido peneirada e colocada ali.
       
Bob levantou-se, e ainda meio sonolenta olhou a sua volta, as suas costas uma estranha floresta  se mostrava predominante, era impossível ver muita coisa mata adentro, a vegetação era  muito densa, ou ao menos assim parecia, ainda não havia sol para verificar, mas havia alguma coisa que a deixava incomodada naquela floresta, era como se ela sentisse centenas de olhos famintos a observando, so aquela sensação a fez ter um calafrio que percorreu toda sua coluna , e de novo aquele cheiro a abraçou fazendo-a esquecer daquela sensação incomoda, mas que cheiro era aquele? Era o vento que o trazia, mas de onde? Seguramente não vinha da mata, as palmeiras, arvores mais próximas da praia, nem sequer se moviam. Também não vinha de nenhum dos pedaços  ferrugem gigante,  guiada pelo nariz ela se virou e olhou  para o outro lado da praia, Mas ela não via nada, teve forçar a vista para ver quase no limite do horizonte uma estranha construção rochosa.

Diff, aguarda um pouco xP essa parte e so da Srta Creeposa

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum