Dizus Craist — Elementalista

Ir em baixo

Dizus Craist — Elementalista

Mensagem por Dizus Craist em Qua 18 Nov 2015 - 11:09

Nome do Personagem: Dizus Craist Jacksson
Raça: Humano
Classe:  Elementalista — Fogo
Nível do Personagem: 1
Idade Real/Idade Aparente: 16/16
Altura: 1,86m
Peso: 75kg

Características Físicas: Um jovem caucasiano, possui pele de tonalidade clara e comum, olhos escarlate e cabelos lisos ruivos medianos, de certo modo sempre ao acaso, como um garoto desleixado de sua idade, seu porte físico é atlético muito embora o jovem não tenha como de costume a pratica de exercícios físicos. Suas roupas, devido ao seu modo de criação e também ao seu gosto por ficar aquecido, quase sempre são de inverno, até mesmo em lugares escaldante, não é difícil ver o mago com um casaco de pele preto, sobre sua camiseta braça, casualmente o garoto costuma utilizar uma corrente em seu pescoço com um pingente em forma de floco de neve, como uma contra parte de si, representando seu coração frio, calças de couro preto são suas favoritas, utilizando-as junto a um cinto equipado com um coldre para sua adaga, que na maior parte do tempo repousa sob suas roupas.

Personalidade:
Dizus é um garoto jovem que sempre demonstrou ser totalmente fiel aos seus objetivos e ideias, estoico, calmo e pacifico costuma passar grande parte do seu dia estudando e se divertindo, possui um sorriso sempre estampado no rosto dificilmente ficando bravo, gosta de ficar sozinho, embora não goste de ser sozinho, valoriza suas amizades, devido a grande dificuldade que tem em interagir naturalmente com as pessoas. Ele também é ousado, confiante, e arrogante quando a ocasião pede.

História:
                Nascido dentre uma comunidade de feiticeiros, o garoto ruivo e de olhos vividos logo foi visto como uma aberração até mesmo por aqueles que praticavam a arte das trevas, seus pais o carregaram para dentro da floresta durante uma noite de lua cheia, como uma forma de sacrifício aos espíritos que vagavam por ali, o jovem recém-nascido não teria durado sequer algum dia se não fosse resgatado por um caçador que acampava por ali e teve sua caça perdida devido aos choros do garoto dentre as arvores ecoando e assustando os animais. Sem muita experiência com crianças, o homem o levou para um vilarejo local onde acabo por cria-lo durante seus primeiros anos de vida, com a ajuda dos moradores, esses quais nomearam o garoto de Dizus Craist. Talvez pela religião que seguiam ou apenas pelo garoto ter passado por um milagre.
 
                Com o fardo do abandono em suas costas e sua forte ligação com a magia, o garoto até mesmo para o caçador que lhe assumiu como filho, não parecia comum, muito suspeito até para o homem que cuidou dele desde os primeiros dias de vida, a infância do garoto sempre foi problemática já que sempre que havia algum problema o primeiro acusado tendia a ser ele, que sempre parecia está ligado aos fatos de alguma forma, as pessoas sentia que o garoto não era confiável não que ele fosse de aprontar ou provocar, mas o caçador nunca havia sequer se preocupado em esconder o passado do garoto, de ante mão ele deixou claro a todos naquele vilarejo que Dizus era filho de feiticeiros e que muito provavelmente seria um emissário do caos futuramente, mas era certo que em momento algum o velho caçador Jack havia duvidado da criança que ele havia criado como um filho.  Muitos momentos a suas duvidas a respeito do futuro e passado daquele garoto surgia, o garoto foi criado como um homem pelo caçador, sem nenhum tipo de mimo ou birraça, ele não escondeu absolutamente nada do garoto, sequer que ele havia sido abandonado e talvez por isso o ódio de Dizus começasse a crescer dentro dele, já que desde muito cedo a desconfiança e má fama o rodeava até mesmo na pequena vila onde viviam.
 
                Ainda sim, sua infância foi tranquila a maior parte do tempo, não era muito bom nas caçadas como seu tutor e mestre e por esse motivo sempre que o caçador deixava a cabana, o garoto ficava a sós onde estudava e fazia suas tarefas, cresceu só e sem nenhum afeto assim então ele preferia já que sempre que algo de ruim acontecia enquanto permanecia na vila, a culpa recaia sobre ele, embora tenha desenvolvido um enorme respeito e admiração pelo velho que se dispôs a cuidar dele mesmo sem nenhuma obrigação e contra todas as pessoas que julgavam o garoto como um problema, Dizus via a Jack verdadeiramente como um pai, embora sua presença muitas vezes não fosse possível, já que de alguma forma o homem precisava manter a si mesmo e ao garoto, e então partia para a floresta para caçar ursos com frequência, já que sua pele era valiosa. Depois de que o garoto cresceu o caçador aparecia de dias em dias apenas pra checar as condições do garoto, que aos oito anos já era autoditada, e aprendera aos poucos mais sobre a sociedade e seu passado, notando então que de fato, segundo a cultura daqueles que lhe deram a luz, ele seria um emissário da ruína e do caos, destinado a esse mundo simplesmente para ser um ser maligno que iria seguir a ordem de demônios.

                O garoto de inicio se assustou um bocado, já que era o seu destino se tornar algo ruim, e então mostrar a todas as pessoas do vilarejo  sua verdadeira natureza, a de alguém ruim. Mas relutante contra isso o garoto decidiu que iria aprender magia de uma forma que lhe fosse para o bem e por isso começou a estudar sobre elementarismo, classe pouco conhecida dentre aqueles do vilarejo que viviam de força bruta. Jack por sua vez começava a ir a caçadas cada vez mais longas e demoradas, sua idade já batia e seu corpo já não era tão experiente, vendo que não iria durar muito tempo, ele deu autorização total para que o garoto, que estudou magia durante quatro anos, desenvolvendo bem sua inicialização e adquirindo certa resistência, sendo capaz até mesmo de absorver seu elemento preferido, o fogo, pegasse algumas peles de urso, e vendesse para conseguir dinheiro, embora não tenha pegado muito o garoto consegui o suficiente para seguir até o norte do continente onde conseguiu morada por algum tempo com o restante do dinheiro, ele também havia comprado alguns manuais de magia, e passou a se dedicar em seus treinos, próximo ao rio, enquanto olhava as embarcações indo e vindo, dominando previamente a pyromancia com uma natureza inimaginável, quase tão apto quanto qualquer um mestre que treina há anos. O garoto já não havia mais contigo muito, e passou a viver nas ruas, onde desenvolveu seu vicio por tabacos e sua má aparência. Muito embora fosse uma pessoa sortuda e com um passado que lhe jogava contra as trevas agora já sem muito o garoto decidiu que iria tentar a sorte como uma pessoa de bem, e passou a desenvolver suas habilidades de negociador junto a sua capacidade de intimidação, decidiu que seu futuro, seria o de um herói, e por isso partiu para o vale dos ventos, onde iria tentar a sorte como um soldado mágico.




ATRIBUTOS:

Força:2          
Habilidade:2    
Velocidade:1    
Resistência:3  
Inteligência:4  
Balística: 0     

HP: 3 x 10 + 2 = 32 
SP: 4 x 10 + 8 = 48 




Talentos:
• Absorver elemento — Fogo (Custo 0)
• Princípios da magia – Fogo (Custo 0)


Pericias de classe:
• Pyromancia  Nv. 3
 
Perícias: 
• Pyromancia Nv. 01 (+3) (Custo 0)
•Pericia com adagas Nv. 02 (Custo 0)

Vantagens:
•Eloquente [-1 ponto]
•Noção do Perigo [-1 ponto]
•Arte – Oratória [-1 ponto]
•Líder Nato [-2 pontos]

Desvantagens:
♦Má Aparência [+1 ponto]
♦Má fama [+1 ponto] 
♦Suspeito [+1 ponto]
♦Dependência – Tabaco [+1 ponto]
♦Código de honra – Código dos Piratas  [+1 ponto]

Estilo de luta:  
 • Ninjutsu

Movimentos do estilo de luta:

Itens:
 
Nome:  Corte do Maníaco
Descrição: Criada a partir da loucura e manchada de sangue,é a faca mais comuns entre homicidas e criminosos. Efeito: Desvantagem má fama enquanto equipar essa faca.
Preço: 35 POs
Nível da arma: 1
Ataque: 5
Defesa: 0
Classe: Adaga
Requisitos: Pericia com adagas >= 1
Profissão: Todas
 
POÇÃO CURATIVA
Descrição: Um combinado especial de ervas, raízes entre outras coisas, muito útil para aventureiros. Restaura: 15 pontos de HP.
Preço: 1 PO
 
POÇÃO MÁGICA
Descrição: Um preparado que restaura o poder mágico do personagem em 15 pontos de SP
Preço:
 
 
2 POs

Magias:
 
Nome:  Bafo de dragão
Classe que aprende :  Todas /Elemento: Fogo
Descrição: Uma grande rajada de fogo,que acerta tudo em linha reta incinerando sem misericórdia
Efeito: Emite uma rajada de fogo de 3 metros de comprimento por 15 CM de largura que atinge em linha reta.
Dano: 6 + Ataque mágico
Custo: 25 SP
Duração: Instantânea
Valor da dificuldade: 7
Raridade: Comum
 
Nome:   Bola de fogo
Classe que aprende:   Todas /Elemento: Fogo
Descrição:  A magia mais clichê e conhecida não passa da bola de fogo,que se consiste em...lançar uma bola de fogo que explode ao contato.
Efeito:   Lança uma bola de fogo simples, do tamanho de um punho fechado. Pela bola de fogo explodir,qualquer coisa ao redor também sofre dano em um raio de um metro.
Dano:   3 + Ataque mágico
Custo:   14 SP
Duração:   Instantanea
Valor da dificuldade:   4
Raridade:   Comum


Resumo de Custos: Aqui você resume o quanto e onde gastou seus pontos.

Raça: 0 pontos.
Classe: 0 pontos.
Talentos: 0 pontos.
Atributos: 12 pontos.
Vantagens: 5 pontos.
Desvantagens: +5 pontos.
Movimento estilo de Luta: 0 pontos.
Total de Pontos Utilizados: 17


Última edição por Dizus Craist em Qua 18 Nov 2015 - 17:46, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Dizus Craist — Elementalista

Mensagem por Não é o Diff em Qua 18 Nov 2015 - 13:10

Me parece tudo certinho, só nas suas perícias que seria melhor que você classificasse como Pyromancia Nv. 01 (+03) para facilitar a compreensão de que você pôs apenas um ponto, seja como for, ficha aceita.

Caso já tiver um GM em mente, pode falar com ele para começar sua aventura, caso não tiver um você pode pedir diretamente para o GM que preferir ou solicitar um nesse tópico, tenha um bom jogo Dizus.

EDIT: 69 de XP porque Sorde Lupremo mandou.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum