All Hallow's Eve 2015

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Lord of Vermilion em Seg 26 Out 2015 - 22:09

DANG! DANG! DANG!

Bate o sino, alarmando a vinda da meia-noite. Dang, dang, dang em seu ritmo monótono sob o céu estrelado daquela noite tradicionalmente calma do Vale dos Ventos. Calmaria esta que já vagarosamente se interrompia por um burburinho na ruas, milhares de pequenos passos por todos os lados tamborilavam sutilmente as pedras recortadas das ruas e calçadas. Dang, dang, dang, uma massa negra-alaranjada surgia dos bueiros e ganhava a rua, numa sorte de infestação raramente antes vista conforme o brilho estelar apagava-se ponto a ponto, dando lugar à mais intensa escuridão desde o fim da velha humanidade. Só a lua restara, avermelhando-se sutilmente até atingir um tom cor-de-abóbora. Dang, dang, dang! Tinha início a véspera de todos os santos.

A imensa fonte da praça central, como que por efeito de mágica, alterava-se minuto a minuto: sua outrora límpida e fluida água agora tornara-se um líquido viscoso, verdejante. Ao menos sua forma, a de uma mulher derrubando água de um jarro, permanecia intacta. Sobre a mesma surgia a figura rotunda de um homem de bengala e cartola, seus olhos tomados pelo brilho rubro da loucura e sua risada a preencher o ar e ecoar na pedra.


-Que comecem as festividades!

Por todos os cantos da cidade, pequenas criaturas vagavam em grande número pela rua, causando caos e destruição em seu caminho. De baixa estatura, cerca de 80cm, corpos humanóides inteiramente negros e dedos longos portando garras afiadas, tinham no lugar da cabeça uma abóbora com olhos e boca recortada e de seu interior vinha intenso brilho. Por alguma razão, preferiam concentrar-se mais intensamente ao redor do cemitério...



Nuvens de morcegos voavam baixo, às vezes escondendo a figura de prédios inteiros sob suas asas negras. A guarda da cidade fora pega de surpresa e jazia em sua maioria já derrotada. Muitos sequer tiveram a oportunidade de armar-se antes de serem atacados. Grupos de soldados e aventureiros tentavam agrupar-se e encontrar um local seguro a partir de onde se reagrupar e operar, mas a surpresa fizera com que a cidade fosse tomada por inteiro e os grupos um a um iam perecendo, perdendo sua consciência em meio ao terror da Véspera.

Os gritos e suspiros aterrorizados cortavam a noite e espalhavam-se pela rua, que a esta altura já estava tingida pelo fluxo constante de um líquido viscoso e avermelhado que parecia e cheirava terrivelmente como sangue.

OFF: Tem início o evento de Halloween. Vocês já podem postar aqui interpretando, sozinhos ou em grupos. Não haverá mais instruções sobre objetivos ou o que fazer, se virem. O evento terá cinco áreas principais: Praça Central, Cemitério, Encruzilhada, Igreja, Cervejaria. Entre elas há as ruas e nas ruas haverão batalhas de todo o tipo. Jogadores começarão nas ruas e então escolherão lugares para ir. As lutas podem ser resolvidas por força bruta ou simples estratégia, dando a todos oportunidade igual de competir e ganhar recompensas. Tentarei postar todo dia em torno da meia-noite, ou antes conforme minha vontade. Não há limite de participantes. Boa sorte!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Fandopr em Ter 27 Out 2015 - 0:04

O susto provocado pela gritaria puxou todo o foco da caçada do vampiro. Terríveis gritos de dor provocado pela legião monstruosa ecoava pela cidade. - O que foi?- perguntou Edge em seu ombro. O vampiro ergueu a cabeça e  seus olhos estavam afiados como se estivesse  no frenesi da alimentação.- Sinto o cheiro de morte.- igualmente impressionado Edge se calou. Sem dificuldade aparente, Alistar se moveu pelos telhados. A lua já tinha subido, irradiando seu brilho nefasto pela cidade, não precisava de uma razão ou conhecimento. àquela simples noite por si só se tornava  algo a ser memorável. Escondido pelo manto noturno e alaranjado, Alistair esgueirava pelo umbroso corredores atravessando campos sem nenhuma alma, até se encontra em uma rua. O vampiro ja tinha percebido as estranhas criaturas com a abóbora  em suas cabeças. Não era comum Alistair ficar agitado no entanto o aroma de sangue no ar perturbava o arqueiro de uma maneira pouco natural.[red]- Há  uma diferença fundamental  entre ser e parecer, qualquer criatura neste continente sabe disso, mas vocês mortais nunca parecem enchegar.[/red]

Vantagem: Sonar.
Percepção  incomum.


Última edição por Fandopr em Ter 27 Out 2015 - 0:08, editado 1 vez(es)
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Cre♥pie em Ter 27 Out 2015 - 0:06

Eu tinha acabado de chegar na cidade, depois de muito andar por aí, achei que talvez fosse bom passar na tão falada cidade dos vales dos ventos... Na verdade eu provavelmente teria vindo antes, se não estivesse com tanto medo sobre como as pessoas iriam reagir tendo Morien por perto... Não estranharia se alguém... Ou todo mundo, ficasse com medo dele.
Acabamos chegando mais tarde do que devíamos, então tudo estava fechado, mas meio que não tinha problema, nos dois já temos acostume de dormir em qualquer lugar, assim, achamos um becosinho qualquer pro Morien sentar, e, com a ajuda de alguns panos, eu dormi no colo dele, na minha forma de gato, é claro.
Mas infelizmente, não tive muito tempo pra descansar, pois logo um sino irritante começou a tocar... Continuei deitada de olhos fechados, afinal, era só um sino, porém Morien me acordou... O que com certeza significava que tinha algo de errado ali, afinal ele nunca tinha me acordado antes.
Olhei ao redor, e logo pude entender, tinha algum bicho abóbora esquisito vindo em nossa direção... E pareciam ter muitos mais pelos arredores.
Andamos por ai, eu voltei a forma humana, é claro, afinal teríamos que lutar contra esses bichinhos pra abrir caminho.
Com alguns minutos de caminhada em direções aleatórias, percebemos que pra um certo lado, o número de aboborasinhas parecia ser maior, será que estavam vindo de lá? Acho que valia a pena ir ver, talvez alguém estivesse invocando-as ali.
Assim, seguimos na direção do que devia ser um cemitério...
avatar
Cre♥pie
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Não é o Diff em Ter 27 Out 2015 - 13:49

Morien seguia a liderança de Bob fielmente como sempre, porém após ela dormir a cidade começou a ficar estranha, tinha uma áurea de maldade no ar que ele conseguia quase que sentir na pele. Então ele acordou Bob porém não deu explicações, simplesmente deixou que ela percebesse por si só o que estava ocorrendo.

E agora novamente seguiria a liderança de Bob.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Convidado em Ter 27 Out 2015 - 21:39

O ladino estava por aquelas bandas como um dia qualquer e nada diferente de sua vida, mas os eventos próximos o surpreenderam, quando aquelas curiosas criaturas começaram a aparecer pela cidade mais ao longe. De certo modo ele nunca vira aquilo em sua vida, mas seguiu na direção onde parecia estar a maior concentração destas, que vinha certamente do cemitério. 
Inevitavelmente, Zaphelin estava acompanhado de seu cavalo que de tão velho mal tem forças para aguentar o jovem, mas ele não podia deixa-lo em algum lugar qualquer, principalmente junto de todas aquelas criaturas pela cidade. Então, de todo modo, o cavalo acompanhava o homem.
Enquanto começou a seguir em direção das criaturas, aparentemente agressivas, o Ladino já mantinha a mão sobre o coldre escondido entre seus trapos, com as mãos preparadas para pegar sua Machadinha caso a situação acabe por exigi-la.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Lord of Vermilion em Ter 27 Out 2015 - 23:28

--- Ruas

Alistair, o Vampiro, detinha-se por alguns segundos na noite sombria, analisando intrinsecamente as propriedades do líquido sanguíneo que percorria as ruas e vielas de Vale dos Ventos. Sua percepção e análise o faziam saber que havia algo distinto acerca da substância, que não era realmente sangue, mas algo muito similar e que de maneira peculiar, não surgia dos lugares altos da cidade e escorria para os Esgotos e sim o contrário...

Toda essa análise era feita em um meio tempo no qual as pequeninas garras dos diabretes açoitavam-lhe a pele descorada e faziam o sangue escuro e coagulado brotar em pequeninas gotas de suas bochechas, braços e pernas. Era um vampiro e desta forma estava protegido de tais efeitos superficiais. Mas não por muito tempo...

KLEIN, KLOK

Um barulho de cada um de seus lados fazia-se ouvir. Podia vê-los pelo canto dos olhos, eram criaturas tais como as que revoavam indisciplinadamente por toda a cidade... só que com duas vezes a altura e vinte vezes a massa. Seus braços eram fortes e musculosos, apesar de seu negrume se mesclar ao da noite e dificultar enxergar bem seus detalhes. Fitavam-no através dos buracos recortados de abóboras com uma esfera cor de âmbar em cada um.



--- Cemitério

Três aventureiros caminhavam através das ruas infestadas, diretamente para o olho do furacão. Felizmente, graças a suas habilidades e peculiaridades, não sofriam particularmente com o enxame: um deles era uma armadura metálica e podia notar, junto a sua companheira, que cada ataque contra ele desferido resultava em um braço negro sendo estilhaçado e tornando-se uma fumaça densa e escura. Uma garota, graças a sua excepcional agilidade, simplesmente desviava de todos os ataques como que por reflexo. O outro, um Ladino de profissão, aproveitava o caminho trilhado pelos companheiros para reduzir a carga de ataques contra ele próprio. Sobre um recorte específico da cidade, que podiam saber ser um cemitério com clareza, contornavam incontáveis diabretes sobre o céu, bloqueando qualquer luz da lua de entrar sobre o lar dos que já se foram. Uma risada firme e rouca cortava a noite, vinda de dentro das cercas baixas e vazadas de 80cm que isolavam as três colinas em que o Vale enterrava seus mortos.

Podiam distinguir as formas à distância conforme se aproximavam, não só do relevo como também dos milhares de criaturas postos no perímetro do Cemitério, a cada 20cm, havia um robusto diabrete, com o dobro da altura e obviamente muito mais massa. Se os comuns eram baixinhos e finos, estes eram troncos de um metro e sessenta de puro músculo. Atacar qualquer um provavelmente atrairia a atenção de muitos, e não era difícil terminar aquela noite cercados e fatiados.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Fandopr em Qua 28 Out 2015 - 13:31

As criaturas estavam as centena por toda a cidade, estas avançavam contra o vampiro em qualquer oportunidade, naquele local revidar era inútil, a quantidade era absurda. - Lixos- gruniu entre os dentes. Ao que parecia não existia indício de corpos humanos naquele local e pelo líquido muito parecido com sangue, que examinava... Ele duvidava que alguém fora ferido mortalmente.

Alistair identificou dois de seus objetivos, ao avistar um pouco da silhueta ocultada pela escuridão; essas criaturas espreitavam em seu flanco. " O que fazer?" Ponderou o vampiro. Enfrentar de uma vez as criaturas correndo o risco de atrair mais dessas, ou dar as costa para os adversário, podendo ser abordado depois? Não podia perder mais tempo. As hordas se concentravam em direção do cemitério, mas algo grande estava escondido. Não era uma coisa comum, as criaturas misteriosas, a imensidão daquela invasão, não era só artificial como também guardava algo de místico. Os humano podiam não notar, mas a percepção de Edge apontava para algo poderoso.

Alistair se adiantou, seguiria em direção da cervejaria. Ele queria compreender como era o raciocínio de ataque daquelas criaturas, quais eram os alvos e principalmente por que duas monstruosidade estavam espreitando o vampiro.

Vantagens: percepção incomum, sonar.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Trebonidas em Qui 29 Out 2015 - 20:04

O Vale dos Ventos era um lugar tão pacífico que dava tédio. Talvez as bebidas fermentadas que eles produzem possam compensar a falta de ação dali, mas Humphrey duvidava muito.

Mas havia algo estranho sobre o passado de Yuul. Ela dizia que precisava ir para o Norte e até ali tudo indicava que era o destino deles.

Repentinamente o ar mudou. A cidade, outrora calma, fora tomada pelo caos. Haviam gritos em vários lugares e corvos em em números que o pirata nunca havia visto antes.

-- Muito criativo -- Gargalhou ao ver o sangue brotar do nada se espalhando pelas ruas.

Passou o indicador no vermelho e juntou o dedo ao polegar confirmando a viscosidade daquilo. Sabia que era um mau sinal, todavia tinha a convicção de que nenhuma força poderia se comparar a dele.

-- Não se afaste muito Yuul -- Chamou a garota. -- Me avise se achar algo! -- Pediu.

Não sabia onde ela estava, mas esperava que estivesse perto o suficiente. Foi andando confiante, a procurar pelo responsável por toda a destruição. Sacou sua espada sem muita pressa, era a hora de mostrar quem é o único no direito de tirar a vida de alguém: ele próprio.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Yuul em Qui 29 Out 2015 - 20:47

Yuul olhou para o sangue nas ruas e quase em transe ignorou o pedido de seu guardião.
--Senketsu... eu sabia! É aqui, não é? Daqui que veio o caos...-- ela sacudiu a cabeça saltando fora de uma fagulha de insanidade -- Humphrey... acredito que tenha alguem aqui ... que deva ser destruido.
Ela disse com frieza em sua voz.
--Eu vou seguir os rastros de sangue. Finalmente encontrei o lugar que a Senketsu tentou me mostrar todo esse tempo.--
A menina se referia a seu passado de forma sombria e como um peso em seus ombros, enquanto olhava a espada que em todas as batalhas vertia sangue como um objeto sagrado na presença de algo profano.
Agora as ruas cobertas naquele cenário significavam para a pequena youkai que seu objetivo era ali. Que as ruas clamavam em silêncio por vingança como uma vez ouviu em seu lar.
Seguindo o pirata a Youkai deixava a lâmina arrastar no chão, produzindo um som alarmante para os demais a sua volta.
-- Eu posso tentar achar... se esse sangue for de alguém. Eu ainda sou um lobo, sabia? Quer pensar em algo melhor que sair sem rumo? É so me falar.
Dizia ela num tom um tanto rude que aprendera com o tempo que andou com o pirata.
avatar
Yuul
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Takamoto Lisandro em Sex 30 Out 2015 - 21:16

Halloween

Algo estranho havia começado, alguns minutos antes eu estava apreciando um belo livro sentando em um banco de uma praça e em alguns minutos depois o ambiente se tornava sombrio como se fosse enfeitiçado. A lua ficava alaranjada e diversas criaturas estranhas e hostis brotavam da escuridão como se fosse normal e gritos ecoavam pela cidade, não gostaria de ser atacado por aquelas pequenas criaturas, pois seria uma perca de tempo lutar contra monstros tão fracos.
 
O cheiro de sangue e morte me fazia pensar se isso parecia o inferno, não me lembro muito bem como era lá, mas esse ambiente o refletia um pouco. Quem estaria por trás desse ataque a cidade? Emanando da cidade vinha uma aura maligna parecida com a minha, tenho tentado esconde-la para não ser associado ao mal em cidades cujo tais pessoas com essas auras são chamadas de malfeitores, porém nesse tipo de situação deveria aumentara para me disfarçar entre os monstros?
 
Não tinha o porquê de não tentar, pararia de tentar esconder minha aura maligna e a utilizaria para tentar me disfarçar entre os seres malignos e hostis. Não gostaria de gastar minha mana com eles, ficaria as sombras para não ser notado e agiria de formar furtiva apesar de não ser um ladino.
 
Para melhorar minha visão em ambientes escuros usaria minha infravisão para me auxiliar durante minha caminhada e procuraria lugares com uma grande movimentação para ver se existiam algumas pessoas que poderiam esclarecer algumas de minhas perguntas. Mesmo se encontrasse alguém batalhando de longe o observaria e depois daria um pequeno grito. – Ei você ai? O que tá acontecendo nesta cidade?
 

Se encontrasse uma pessoa ou um grupo chegaria caminhando calmamente com uma expressão neutra no rosto com se tudo aquilo fosse normal e perguntaria. – Ei, você(s) sabe(m) o que está acontecendo aqui?


Vantagens:
Infravisão
avatar
Takamoto Lisandro
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Não é o Diff em Sab 31 Out 2015 - 8:36

Morien olhou em volta, conhecia um evento daquela espécie quando via um, existem coisas tão antigas quanto o mundo, e manifestações desse calibre eram uma delas.

Então ele se virou para Bob e dirigiu a palavra a ela sem que antes fosse dirigida a ele pela primeira vez, após pensar um pouco para lembrar o nome dela:

- Bob, desejas ir até o centro disso comigo, ou deseja ficar em um local seguro presando pela sua vida Desejo conhecer melhor a causa de tais manifestações.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Cre♥pie em Sab 31 Out 2015 - 22:43

Um sorriso escapou pelos meus lábios.
- Bom, eu não tenho muito o que fazer sem você Morien. 
Segurei minha espingarda com força. Toda essa situação era tão... Esquisita e repentina... abóboras esquisitas andando por ai... Até mesmo sangue... Ou algum tipo de líquido vermelho eu cheguei a ver espalhado pelas ruas... Ah.
Eu estava com... Medo?
Creio que não há muito o que ser feito.
Posicionei-me um pouco a frente de Morien,  e dei o primeiro tiro contra a uma daquelas coisas mutantes gigantes, tentando segurar o medo dentro de mim, não posso deixar Morien pensar que está andando com uma criançinha grande.
- Se você quer chegar no fim disso ainda hoje, acho melhor começarmos logo, Morien.
avatar
Cre♥pie
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Lord of Vermilion em Dom 1 Nov 2015 - 0:36

---Cervejaria
Alistair tentava correr daquela grande abominação em forma de abóbora, mas foi um pouco mais difícil do que parecia inicialmente, apesar de serem gigantes e musculosos, eram tão, ou até mesmo mais, rápidos que o vampiro, o que acabou forçando o rapaz a descer do telhado e fugir por um beco, tentando enganar os inimigos.
Andar pelas ruas também não era fácil, visto que haviam várias outros monstrinhos menores bloqueando o caminho. As garras deles arranhavam as pernas do vampiro enquanto este passava correndo, jogando-as para os lados, e ainda por cima, Alistair podia sentir com o seu sonar, que uma daquelas monstruosidades musculosas e grandes ainda o perseguia.
Cansado de ter que lidar com as abóboras, o rapaz se escondeu na cervejaria, o pumpkin gigante ainda estava lá fora, espreitando a procura de Alistair, seria apenas questão de tempo até que o encontrasse?
Aparentemente, ele estaria a salvo ali, pelo menos por enquanto.
A cervejaria tem um balcão que limita o acesso a uma área bem pequena para os consumidores. É uma cervejaria e não uma taberna, e portanto não tem mesas ou muitas canecas: apenas barris por todos os cantos. Tinha dois andares, mas o andar superior não era fechado: era apenas o contorno da parede, área acessível por uma longa escada no fundo da cervejaria.
Estranhamente, um barulho podia ser ouvido no andar superior, um som de arrotos e deglutição furiosa.

---Ruas
Takamoto tentou se esconder e seguir o fluxo, mas era imensamente difícil, dado o movimento aleatório das abóboras, que iam pra todos os lados a todos os momentos, e também tinha o fato de que pessoas iam e vinham o tempo todo, mas nenhuma parecia querer dar atenção ao rapaz, estavam todos desesperados, procurando algum tipo de abrigo ou tentando fugir da cidade.
Infelizmente, o demônio acabou tendo que forçar caminho, mas ao faze-lo, acabava sendo arranhado pelos monstrinhos, o que acabou atrasando na sua busca por companheiro, atrasando apenas, visto que logo já estava se reunindo com uma pequena youkai e seu amigo pirata, as únicas pessoas que poderiam ser achadas naquelas ruas que não estavam desesperadas.
Porém, não houve muito tempo pra conversa, visto que logo já estavam sendo cercados por mais abóboras, mas essas não eram pequenininhas e bonitinhas como as outras, pois tinham no mínimo duas vezes mais tamanho e vinte vezes mais massa.
 
Off: Takamoto e Alistair tomam 4 de dano pelos arranhões ao andar pelas ruas.

---Cemitério
Um estrondo fazia-se ouvir por sobre a terra dura e através do frio e úmido ar noturno. Um tiro saía da arma de Bob e abatia pelo menos três dos diabretes revoltosos, fazendo-os colidir contra o chão, confusos. Com o som e o susto, a revoada se dissipava por sobre o cemitério, expandindo-se pelo céu só para então contrair-se em mais violência contra o local. Agora aparentavam mais intensos e furiosos, sendo difícil desviar deles ou resistir como anteriormente.

Sobre uma das colinas, uma luz alaranjada pálida e enfraquecida se acendia, a uns dois metros ou pouco mais de onde deveria estar o chão.

OFF: 1 ponto de HP a menos para Bob e Morien.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Fandopr em Seg 2 Nov 2015 - 13:06

O ambiente na cervejaria estava sereno, mas, uma tensão palpável reinava naquele local. Talvez fosse o som de algo se alimentando ou o estranhíssimo sentimento que insistia a todo momento contra o vampiro, ele mesmo nao queria pensar muito nisso.

Alistair caminhou pela cervejaria, seguindo em direção do fundo do estabelecimento, parou por um breve segundo e se virou pegando uma das canecas, á vista, caminhou até um dos barils enchendo a caneca, deixando este ainda aberto despejando seu líquido.

Edge que se mantinha calado começou a falar. - O conhecimento é o que nos modela, pequeno mestre.- A voz juvenil estava em um tom de seriedade que Alistair podia jurar que algo estava ficando muito estranho.- É o que nos torna quem somos. O que sabemos afeta o que fazemos e cada decisão que tomamos. Pense bastante nas próximas horas, no que aprenderá nesta cidade. Nomes, datas: pense nas razões, pense no significado. O teste do conhecimento é o mais difícil. Nenhum outro expõem a existência de uma criatura como o conhecer.- Então retornou ao humor habitual. - estou perguntando ou dizendo? Quem sabe.- voltou a se calar. Alistair seguiu para o segundo andar muito cauteloso.

HP:31
SP:35
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Jack, The Reaper em Sab 7 Nov 2015 - 0:26

Nada como um bom passeio noturno pelas ruelas e becos da famosa Cidade dos Ventos, se não fosse pela presença alarmante de uma infestação de sabe-se lá o que eram aquelas criaturas, invadindo, destruindo e matando tudo no caminho.

De seu ponto de vista, basicamente era quase uma luta perdida, simplesmente ver quantos conseguiria enfrentar antes de morrer, pois o que mais restaria fazer? Ah é, fugir, e consequentemente acabar com o pouco do nome que havia começado a espalhar os rumores.

- Mate-os... Mate tooooodos eles... As criaturas... Os habitantes... Destruaaaaa...

- Claro, por que não? Quem sabe por que talvez só vou gastar algumas flechas a mais, provocar quem ja esta ocupado e ter mais um grande número de inimigos... Quer que eu bata na cara de um guarda também não? hehehe

Na maior parte das vezes, aquela voz tentava atormenta-lo para tirar o foco, mas sempre procurava dar uma resposta mais debochada e atravessada, ignorando-a, mas mesmo assim conforme o tempo avançava parecia que a voz ganhava força, levando-o a gradativamente ceder aos impulsos despertados por aquela afirmações. Para sua sorte, talvez, estava num lugar que poderia banquetear os sussurros com quantas mortes julgasse necessárias, pois aquele número sem fim de criaturas estavam pedindo pelas suas flechas e seus dedos ja coçavam para começar. 


Mas não ali, na rua. Olhou ao redor, procurando observar bem os possíveis lugares de observação e posições de disparos, decidindo começar pela Praça Central, usando de sua agilidade e furtividade para chamar o minimo de atenção possível e evitar se expor de mais, já invocando seu arco e buscando uma arvore ou construção de médio porte na qual poderia subir e investigar melhor a situação.

off:
Spoiler:
 Vantagens:
- Agilidade
-Furtividade 
-Arco: Percepção Incomum

Perícias:
Furtividade 4
Investigação 1
avatar
Jack, The Reaper
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Kyouky em Sab 7 Nov 2015 - 1:20

Enquanto admirava a noite em cima do telhado de uma casa baixa na praça central, algo que já fazia desde sua primeira visita a cidade e que por acaso, ainda estava a procura de seu desaparecido primo meio dragão, ouviu um forte e estrondoso sino batendo, imediatamente se levantou diante tal alarde, e apoiou sua mão esquerda no cabo de sua espada, criando um percepção maior de toda a área a sua volta e analisando cada canto da praça e telhados.

Quando derre pente um individuo aparece no meio da fonte, com as águas de tal mudando pra cores estranhas, algo que demonstrava ser fruto de alguma magia, um individuo de cartola e uma bengala, não podia enxergar muito bem os detalhes de seu rosto, mas já estava alerta olhando todos os seus arredores, até que de onde o homem estava uma gargalhada maligna começa a se entoar no ar e em seguida ouve-se sua voz ecoando no ar:

- Que comecem as festividades!

Subitamente criaturas sombrias com cabeça de aboboras surgiram de todos os lados, atacando qualquer um que estivesse e meio as ruas nesse exato momento. O caos começou a se alastrar por toda a cidade e Yukimura analisava toda a situação em cima do telhado, então ao olhar para o céu, percebe nuvens de morcegos cobrindo  completamente prédios e edifícios maiores, sem mais delongas desembainhou rapidamente sua espada e se preparou para qualquer tipo de batalha, as pequenas criaturas se mantiveram de grande parte no solo, mas algumas se desventuravam a subir aonde Yukimura se abrigava, mas rapidamente ia de encontro ao chão, com chutes e até mesmo usando sua espada para derruba-los os morcegos ainda não estavam tão baixo assim para virem na casa que estava, Yukimura tentava se manter naquele abrigo temporário, enquanto derrubava as criaturas que tentavam subir e com sua grande percepção tentava procurar por sobreviventes ou tolos suficientes para se desventurarem bem no centro de todo aquele caos

Aos morcegos que começavam a vir em sua direção Yukimura usando sua velocidade e pericia com espada, começava a se esforçar entre derrubar as criaturas do telhados e retalhar morcego atrás de morcego assim criando montes e mais montes de seus corpos retalhados ou partidos ao meio, Yukimura então, logo percebeu dois indivíduos um aparentemente era um construto e uma garota com uma arma gigante, os dois abrindo caminho em meio a multidão de monstros, Yukimura então com uma acrobacia satisfatória desceu o telhado se apoiando e pisando a cada queda na cabeça de cada monstro que estava escalando a casa, e se aproveitando do momento para retalhá-los ao meios também. chegando quase no chão perto ainda próxima a parede da casa, Yukimura se apoia em uma janela com uma das mãos e usando os seus pés apoiados na parede, com o máximo de força que consegue, pulou o mais longe possível para tentar aterrissar próximo aos dois indivíduos.
avatar
Kyouky
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por juliamoreira2004 em Sab 7 Nov 2015 - 11:56

Um senhor tinha saído da cidade do Vale dos Ventos às pressas e desesperado e dizendo que eu não devia ir para lá devido a fatos sobrenaturais.

- Fatos sobrenaturais? Então é para lá que eu vou.

O senhor respondeu que eu sou louca ao querer ir para lá e que eu encontraria minha morte, mas a verdade é que ele não tem a mínima ideia de quem eu sou. E depois eu vi o senhor saindo com toda pressa e dizendo que tinha me avisado do perigo.

Cheguei tarde por causa de um grupo de bandidos que tentaram me assaltar, mas devido a estar escuro eles não viram minha maravilhosa Berserker, meu machado nem um pouco pequeno para minha altura. Sim, eu os dilacerei todos sem pensar duas vezes para poder chegar na maldita cidade! E agora acabo de chegar na cidade.

Júlia sorri ao chegar e ver o caos espalhado por criaturas diferentes.

"Enfim, parece que é aqui que eu devia vir. Mandaram mandar todas as criaturas para o inferno e a senhorita que me contratou disse que iria me pagar uma boa recompensa. E agora vejo o por quê. Não são criatura normais, mas eu não me importo. Afinal, eu também não sou! Mas o que isso importa?"

Júlia segura o seu machado Berserker com as suas duas mãos e vai seguindo em frente.

"Eu poderia voar e evitar esses monstrinhos feios, mas para que evitar lutar se é isso que me mantém viva?"

Júlia sorri novamente e vai seguindo o caminho em frente se defendendo e atacando os monstros que a atacarem, e, se nenhum monstro a atacar ela irá passando direto. 

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Blakkinho em Sab 7 Nov 2015 - 14:07

Sobre a sombra da igreja que o escondia até mesmo da própria luz da lua, o Youkai descansava para passar seu tempo, apoiado sobre aquelas paredes sagradas enquanto a noite ia se aprofundando pouco a pouco, com um ar cada vez mais extravagante e interessante. Ele não estava ali em algum compromisso ou nada desse tipo. Apenas passava seu tempo, observando a cidade e as pessoas que passavam pelas ruas, cada uma de seus próprios modos e até alguns seres bem interessantes e incríveis a qual o Youkai se deparava.
Aos poucos, ele observava os eventos que se passavam. Os sons estranhos e até perturbadores que tomavam conta daquelas ruas e a tanta imensidão de casas. Os gritos de medo, desespero. Aquilo lhe fez despertar imediatamente, vendo as criaturas que aos poucos começavam a se aproximar da igreja, de uma aparência estranha e cabeças de abobora. 

"Imundos cabeças de abobora. Era só o que me faltava."

O Caçador mesmo em bons anos de experiencia nunca havia visto aquelas criaturas antes, logo puxando seu machado por serem claramente de aparência agressiva.
Blake começou a andar até as portas da igreja, sempre alerta. Atacando ou se defendendo de qualquer criatura que ouse avançar. 
avatar
Blakkinho
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Takamoto Lisandro em Dom 8 Nov 2015 - 13:27

Cabeças de Abóboras

Que droga, parece que essas abóboras não possuem algum cérebro dentro de suas cabeças, elas andam por aí aleatoriamente sem nenhum senso de direção. Parece que irei ter que criar meu próprio caminho, colocando força em minha perna e empurrando algumas abóboras consegui sair do meio daqueles malditos monstrinhos, eles fizeram alguns arranhões, porém nada para se preocupar.
 
Ao sair do meio daquela confusão me deparava com dois aventureiros que aparentavam calmos diante da loucura desta cidade, havia um homem com semblante de pirata que carregava pistolas e tinha uma pequena moça meio animal, já havia conhecido meio animais durante minhas viagens eles se chamavam youkais.
 
Eu iria iniciar uma conversa se fosse possível, no entanto o clima foi quebrado por uma horda de monstros abóboras que pareciam ter evoluído, pois seu tamanho era duas vezes maior e tinham engordado bastante. Não gostaria de gastar minha mana por aqui, mas parecia que estávamos em desvantagem numérica e não acho que apenas nós três daríamos conta dos cabeças de abóboras.
Por enquanto deveríamos formar uma breve aliança para derrotar os inimigos que se formavam a nossa volta. Deveria conhecer o inimigo antes de os atacar e usaria um dos meus talentos de estudioso cujo posso identificar características que o alvo possui, examinaria um dos cabeças de abóboras gigantes com cautela e logo após a conclusão diria aos meus companheiros suas características para que possam criar melhores estratégias com essas informações. Tentaria me esquivar se os inimigos viessem ao ataque.
Status:
HP: 45 SP: 81 - 5(Conhecer) = 76
avatar
Takamoto Lisandro
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Bones, O lich em Dom 8 Nov 2015 - 18:42

Bones havia conseguido se esgueirar pelos becos e se aproximar do cemitério, buscando algumas peças para seus estudos necromanticos quando algo aconteceu, de súbito parecia que as forças das trevas haviam invadido a cidade, começando uma frenética carnificina, sem distinção do alvo, vindo do que pareciam ser diabetes ou algo do tipo, com cabeças de abóbora.

- O lado bom é que se me virem na cidade não vão me achar o mais estranho do lugar... o lado ruim é que sem dúvidas vão pensar que fui eu quem fez isso... Devo ser o esqueleto mais sortudo desse continente hehehe Keeper, você tem alguma informação sobre eles ou o que está acontecendo?

Perguntou o Lich a seu guardião, qué também era seu livro e tira dúvidas de assuntos gerais. Aquela informação séria crucial para ter uma noção do que exatamente estaria enfrentando e quem estaria por traz disso, mas inicialmente pensou em continuar seu caminho até o cemitério, uma quadra a frente, possivelmente origem de tudo isso dada a temática das criaturas.

Poderia convocar seus soldados e limpar o caminho até lá, mas tal decisão poderia causar mais pânico e desorientar possíveis aliados, então teria que sujar suas mãos, ou melhor, o manto, erguendo sua energia defensivamente ao seu redor como um manto feito de puras trevas, uma barreira móvel que lhe protegeria dos pés a cabeça enquanto avança.

Enquanto se aproxima do cemitério, ouve um som alto vindo do lado de dentro, parecendo um trovão, provavelmente alguém estava ali dentro em combate e poderia acabar atraindo ainda mais daquelas criaturas, então deveria se apressar e correr para ajuda-los antes que a situação ficasse ainda pior.
[Off: usando PRINCIPIOS DA MAGIA de forma defensiva, moldado como um "manto" ao redor dele]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Cre♥pie em Dom 8 Nov 2015 - 22:04

Pelo visto temos muito trabalho pela frente, Bob já vinha preocupada perguntar se eu preciso de ajuda, mas por enquanto acho que está tudo sobre o controle, temos muitos inimigos mas 3 foram derrubados com um único tiro... Só temos que abrir caminho e avançar até o final disso... Espero que eu não me arrependa no final.
A pouca iluminação me deixava um pouco nervosa, já não era uma situação lá muito agradável, quer dizer, até mesmo a lua estava vermelha, sem falar daquele líquido vermelho no chão, que eu espero que não seja sangue porque eles teriam que matar metade da cidade pra conseguir toda aquela quantidade absurda.
Assim, continuei atirando contra o(os) alvo(s) mais próximo(s), tentando tomar cuidado pra me distanciar se algo assustador chegasse muito perto.
avatar
Cre♥pie
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Não é o Diff em Dom 8 Nov 2015 - 22:46

Morien continuou interceptando qualquer ataque em sua direção e avançando, mas sempre priorizando a proteção de Bob. O poderoso mensageiro da morte gostaria de entender aquele evento mais a fundo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Trebonidas em Dom 8 Nov 2015 - 23:11

As aboboras vinham rodeando o corsário e sua companheira. Ele sacou a espada e foi recuando devagar para se aproximar da youkai.

-- Estamos no território dele, não precisamos achar ninguém, eles nos acharam -- Firmou as mãos no cabo da espada. Iria matar os monstros e proteger as costas da youkai.

-- VAMOS MOSTRAR A PAÚRA! -- Gritou para motivar a Yuul -- Vocês são pasto! -- Abriu um sorriso carregado de maldade.

Poderia avançar rapidamente e acabar com aquilo, mas tinha a sua tripulação para proteger e aquilo mudava tudo. Esperaria que a criatura atacasse para afastar as aboboras com um golpe de espada para logo em seguida contra-atacar. Aproveitando-se do tamanho de sua arma para cobrir a maior área possível.


----------------------------------

HP: 44
SP: 56

Sobre as ações:
Usei o Comando de Ataque quando gritei. Em seguida eu me preparei pra interceptar um ataque e golpear em seguida. Interpretativamente quero aproveitar que minha arma é enorme, pra acertar um e pelo menos repelir o outro

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Lord of Vermilion em Dom 8 Nov 2015 - 23:25

---Cervejaria
Ao subir as escadas, o demônio pode facilmente visualizar a criatura que causara toda aquela bagunça, mas identifica-la já era um pouco mais complicado. Tratava-se de um amontoado de matéria viscosa verdejante que estava fagocitando um barril inteiro, os dois podiam ver sob o brilho sutil das tochas que a cerveja vazava de dentro do barril para o corpo opaco da criatura pelas divisas outrora bem lacradas das tábuas. E então, tendo terminado a absorção, atirava o barril como um canhão - dessa vez contra o aventureiro. O que quer que aquela coisa fosse, parecia tê-los notado. 
Pego desprevenido, Alistair fora acerto em cheio, o barril chocou-se contra o corpo do vampiro, fazendo pedaços de madeira voar pra todo o lado.
A criatura agora movia-se com considerável velocidade para alguém sem pés, indo pela esquerda e grudando para dentro de si uma multitude de barris conforme os tocava. A efervescência do líquido em seu interior era visível, talvez pela imensa quantidade que absorvia, seu crescimento era assombroso. Se quando Alistair chegara no local ela era uma esfera de 1m de raio, agora tinha 2. 

Off: Alistair perdeu 5 HP.

---Praça central
O arqueiro tentou andar sorrateiramente pelos telhados, passando despercebido pelas aboboras que rondavam no chão, mas acabou colidindo com outras que andavam pelos telhados por motivos tão desconhecidos quanto o próprio motivo do porque aquelas criaturas estavam na cidade. 
Ao chegar na praça, Jack percebeu que as coisas que conseguia avistar ao redor não eram muito diferentes do que vira no lugar anterior, apenas pânico, sangue e aboboras. Entretanto, ignorando-se os arredores e focando-se na praça em si, podia-se claramente perceber que aquele senhor de cartola e bengala em cima de uma fonte onde jorrava água verde parecia bem peculiar. Além de que pareciam ter menos aboboras que o normal por ali.

---Ruas
Takamoto, usando de seus conhecimentos de estudioso, consegue perceber que aquelas aboboras gigantes eram apenas criaturas travessas, querendo pregar peças em quem passar por aí, mas parece que arrancar pedaços dos corpos destes também serve. Também não possuem vantagens, desvantagens, ou raça, mas possuem o valor "quatro" em todos os atributos.
Assim, os aventureiros foram fechados pelas aboboras, haviam duas, uma de cada lado.
Aproveitando a oportunidade, os monstros começaram a tacar, uma se virou contra a Yuul, e a outra resolveu ir no Takamoto, ambos tentavam desviar mas foram acertos, provavelmente pegos desprevenidos pela velocidade dos monstros, que era muito maior do que aparentava.

Off: Eu ia fazer três aboboras mas fiquei com dó, só duas tá bom, não quero que fiquem perdendo muito tempo nas ruas. Yuul recebeu 18 de dano e o Takamoto recebeu 16. Ambos recebem o Buff do Trebane.

---Igreja
Ao entrar na igreja, Blake se viu em uma grande sala, provavelmente onde a missa era celebrada, haviam muitos bancos de madeira e vilas, as janelas eram na verdade lindos vitrais, no centro, imenso corredor se estendia sob o tapete vermelho, levando até o altar, onde havia uma criatura fantasmagórica de braços abertos e de costas para a porta. O youkai não podia ver, mas esta mantinha seus olhos fechados e entoava uma prece que ressoava pelos pétreos murais bem decorados. Velas cobriam quase toda a superfície da igreja, mesmo os bancos e estátuas possuíam grossas camadas de parafina.

-Bem-vindo ao seu funeral.


---Ruas 2
Júlia ia avançando, abrindo caminho com seu machado, mas o número absurdo daquelas criaturas era realmente irritante, deixando quase impossível livrar-se de todas, assim, elas iam aproveitando pra arranhar as pernas da garota enquanto ela passava, fazendo o sangue escorrer pela sua pele.
E se já não bastavam as pequenas, após caminhar um tempo, a menina ainda conseguiu achar uma coisa ainda pior, também era uma abobora, mas essa tinha pelo menos o dobro do tamanho e vinte vezes a massa. Grande e musculosa, ela não só bloqueava o caminho, como também avançava na direção da criança.

Off: Júlia recebe 2 de dano pelos arranhões.


Última edição por Lord of Vermilion em Sex 13 Nov 2015 - 17:28, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Fandopr em Seg 9 Nov 2015 - 2:20

Ele  rapidamente achou o responsável pelo som bizarro, ficou na direção da criatura. - Mas que...- Ele não conseguia acreditar nos próprios olhos. Demorou ainda mais tentando identificar a criatura, quando um dos barris foi lançado contra o vampiro ele recuou alguns passos, pelo sonar ele podia sentir as escadas em suas costas, a caneca em sua mão havia se estilhaçado junto com o barril. O impacto assustou o vampiro e deixou claro o sentimento de repulsa pela criatura, no entanto ele não podia negar que estava impressionado com a criatura e abismado com a agressividade que a mesma demonstrava.

Edge gargalhou deixando  a situação  ainda mais tensa.- Temos um cliente bem exigente. Se ele ganhou todo essa dimensão com alguns barris imagino como ele iria ficar se alcançar o que estão armazenado na recepção...- Alistair tocou o amuleto em seu peito, apenas para ter certeza que ele estava ali. - Confesso  que também queria ver o potencial desta coisa.- expressou sinceramente sua opinião pela criatura. Porém, Alistair nao queria esquecer o golpe sofrido pela criatura. Edge responde em seguida, entendendo a situação. - E melhor faze-lo rápido duvido que ele goste de ser observado enquanto come.

Alistair soltou todo o ar dos pulmões, em um movimento repetido através dos seculos empunhou Edge. Movimentou o arco focando em uma determinada área  da criatura, logo em seguida disparou na extremidade da criatura. Em seguida em uma única sequência disparou mais duas vezes contra toda a extensão da criatura; O arqueiro desconhecia as características  do monstro, no entanto, ele sabia que Edge podia afetar mais de um ponto ao perfura o alvo; sua energia maldita, podia tanto estar afetando o usuário o consumindo, mas por enquanto boa parte da extensão do monstro seria golpeada por esta mesma energia. Alistair nao demorou, desta vez desceu alguns lances da escada se agaichando, ele tinha em mente dificultar a pontaria da criatura diminuindo o ângulo em que a criatura podia lançar outro ataque, desta vez tanto ele como Edge  estavam atentos.

Hp:26 (5) dreno de vida se errar.
Sp: 26 (9)maldição

* Ataque em área
* Sonar
* Percepção  incomum

Spoiler:
talento: focar -2 de SP + 3 habilidade no acerto.

Movimento: rajada; ataques adicionais igual a metade da hab, redondado para baixo (2) metade do dano no ataque adicional.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: All Hallow's Eve 2015

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum