Ruas de Kannin

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Lyria em Qua 23 Jan 2013 - 19:45

Lyria havia acertado seu alvo, mas tambem fora atingida, a dor da flecha perfurando sua carne a fez soltar um grito de dor momentaneo, e por muito pouco não caira de sua montaria alada. Concentrando-se novamente na luta, ela percebeu que o numero de arqueiros havia diminuido, e os soldados agora encontravam-se numa situação complicada, pois novos aliados haviam surgido do nada e outras situaçoes, como aquela explosão.

Lyria puxou mais uma de suas flechas e mirou no arqueiro que a havia atingido, se conseguisse eliminar todos os arqueiros, Lyria estaria livre para sobrevoar e fazer chover flechas como a outra moça havia lhe dito.

Talento Focar +3 acerto
avatar
Lyria
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Venta em Qua 6 Fev 2013 - 2:35

Ahsk punha-se em posição de batalha, dando alguns passos para afastar-se tanto da massa de soldados quanto da maga que destruíra seu orgulho como um elefante pisoteia uma uva. Se algo desse errado, ela poderia ser estuprada à morte por aqueles soldados dando tempo para que fugisse.

Preparou a adaga de sua mão direita e, em um giro rápido, aproveitou a aceleração centrípeta do movimento para lançá-la em forma de estocada contra a linha de frente. A esquerda permaneceria em sua mão para afastar qualquer um que tentasse aproximar-se dele ignorando a maga.
avatar
Venta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Qui 21 Fev 2013 - 7:32

Ruas transpassadas constantemente pelo corpo quase espectral. A velocidade expressa não era comunal d'ele, a incessante descida mesmo com tantas vielas adornando o caminho, o fazia correr naquela velocidade. Conhecendo o caminho, parou a poucos metros de ficar à vista, adentrando uma viela próxima a rua que não queria entrar. Ansiava não ter problemas, e também, achar Luria. Apenas o pensamento de que ela estava naquela cidade sozinha preocupava-no.

Com um meneio forçado, sorrateiro, vagaroso, alcançou a esquina da pequena viela, observando toda a área. Bêbados se juntavam em uma esquina e em outra, depois de dois quarteirões, um homem assaltava um casal e agredia-os. Não passava da merda formalidade da Vila Kannin. Entretando, uma coisa ajudava-lhe e provavelmente seria de proveito em prol da busca da garota. O tempo estava ótimo e ainda era manhã, o que daria-lhe um dia inteiro de buscas. Se tivesse sorte, não demoraria tanto para encontrá-la, mas se não fazê-lo até a noite... Apertou sua pistola, não deixando-a oscilar, com um dedo no gatilho.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Baal em Qui 21 Fev 2013 - 16:51

- GYA HA HA HA HA SAAANNGUEEE

Estava ali, caido, cercado de inimigos,armas e ódio por todos os lados, adorei. A queda havia sido fantástica e se não fosse meu jeito homicida a afastar os mais covardes, ser uma caveira em chamas daria conta do recado. No entanto, eu precisava pensar rápido para não ser destroçado de vez. Apesar da garota do machado abrir caminho entre pessoas como quem faz uma trilha com facão, estavam ambos desprotegidos e tudo que tinha para me defender era o susto e a surpresa.

Me levantei rapidamente,fazendo questão de afundar o cranio de algum dos soldados que cai em cima primeiro. Independente disso, pus em pratica meu plano de me afastar, bater e manter minha segurança. Eu não sou resistente e estou em menor numero, mas eu sei que sou uma monstruosidade de força. Agarrei a perna de um dos caídos e o levantei com pura força bruta, assim que o pobre coitado chegasse ao ápice de altura, acima de minha cabeça, eu o giraria como uma clava atingindo a todos ao meu redor, ou ao menos o máximo possível. Minha clava e escudo de carne particular.


off: peguei um manolo qualquer pela perna e usei ele como clava,dane-se, eu posso. BTW, segundo as regras do forum força 10 me concede poder carregar normalmente 250 kg de peso, sendo que posso me forçar a levantar até 500 kg. Considerando que estamos enfrentando humanos adultos que pesam por volta de 70 kg...
avatar
Baal
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Qua 27 Fev 2013 - 12:17

Andava sem rumo, perdida pelas ruas e apenas a procura de Paul.Olhava para os lados com a esperança de avistá-lo em algum beco mas apenas cenas de brigas e bêbados atirados ao chão chegavam aos meus olhos.

A inexperiência de menina piorava mais a situação, ansiava encontrar seu amigo para juntos embarcar em aventuras mas não sabia o que fazer, apenas vagava com seu arco pendurado nas costas, desejando encontrá-lo o mais depressa possível.
avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Dom 3 Mar 2013 - 20:14

@ Luria & Paul


Os dois jovens andavam pelas ruas de Kannin parecendo perdidos, mas ambos tinham um único objetivo, encontrar um ao outro. Não demorou muito, pouco mais de meia hora, até que eles finalmente se encontrassem numa viela perto da rua principal da cidade. Finalmente juntos era hora de partir, mas para onde iriam eles? Estavam numa cidade praticamente sem leis e perigosa, no meio de uma rua quase deserta e desconhecida.

Quando se deram conta de onde estavam, logo trataram de apertar o passo para sair dali, mas em questão de alguns segundos foram surpreendidos por uma gangue de bandidos locais. Eles vieram por todos os lados, tinha pelo menos meia duzia deles, cercando o casal. Um deles deu alguns passos a frente e iniciou o dialogo.

Bandido - O que um casal como vocês faz por essas bandas?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Seg 4 Mar 2013 - 14:09

Estava tão feliz e aliviada por ter encontrado Paul, já estava cansada de andar por aquelas ruas e sabia que aquele local não era seguro. Olhei para ele e com um sorriso falei :

- Paul! Que bom que eu te encon...

A alegria momentânia foi substituída por apreensão, quando me vi emboscada por um grupo de bandidos em questão de segundos.Recuei alguns passos ao mesmo tempo que um deles, ao que parecia ser o líder, avançou em nossa direção.

- O que um casal como vocês fazem por essas bandas? - O líder perguntou.

Com uma postura atenta, respondi calmamente :

- Estamos apenas de passagem.

Olhei para Paul e novamente para o homem, não queria arrumar encrenca aqui, não agora.
avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Seg 4 Mar 2013 - 21:41

A viu, necessariamente, encantou-se. Cabelos enegrecidos contrastando com a pele pálida, olhos rubros, e os lábios enlouquecedores. Era assim, sempre que a via; nunca chegou-lhe vontade de contá-la. Ambos sorridentes, quase cumprimentaram-se. Em questão de instantes, poucos, alimentados pela alegria e surpresa d'um ter encontrado o outro, foram rodeados por um grupo de pessoas - que não faziam-se bem a impressão; Paul levou sua pistola até a mão, no entanto, escondida sobre suas vestes.

A doce garota falou como se nada estivesse demonstrando um futuro assalto, olhando para o seu companheiro em seguida. Paul nunca fora de acalmar-se normalmente, muito menos esquentar-se comunalmente, mas viu-se ali como um rato sendo perguntado se poderia ser usado ou não. De revide, sorriu.

— Com licença, por favor... Da próxima vez não adentramos seu caminho, ó mestre. — vociferou rudemente, puxando Luria pelo braço livre, levando-a consigo para dois passos à frente.

Em rápidos movimentos, apontou a pistola para um deles que o encarava. Não eram muitos, mas eram demais para duas pessoas; se abrisse caminho, poderia sair dali. Ligeiramente aprontou a arma pra um disparou e murmurou:

Ganbarou?

Preparou-se calmamente para qualquer aposta de luta, mantendo-se na base do Ninjutsu disfarçadamente, enquanto ficava de guarda baixa falsamente.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Sex 8 Mar 2013 - 23:14

@ Paul & Luria


O casal se encontrava cercado pelos bandidos, mas isso não intimidou Paul, que rapidamente tentou abrir caminho através deles com um tiro. Pego de surpresa por não ter visto a arma, o bandido caiu no chão baleado, porem ainda vivo. Um dos seus parceiros rapidamente foi socorre-lo, enquanto o outro que vinha pela frente puxou uma adaga e foi para cima de Paul sem dó.

Paul apenas segurou seu braço no ultimo instante impedindo o bandido de lhe cravar a adaga no coração, e agora os dois se encontravam num impasse, um fazendo força para enfiar a faca e outro para tentar desvia-la. Luria por sua vez fora atacada por trás, dois dos três que vinham por trás do casal tentaram acerta-la, mas a jovem se jogou para o lado batendo de costas na parede do beco. Agora se encontrava cercada pelos 3 bandidos.

Spoiler:
Paul, deu 5 de dano coleguinha ali.

Bandidos.
HP 25/30
HP 30/30
HP 30/30
HP 30/30
HP 30/30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Dom 10 Mar 2013 - 9:56

Problemas. Era tudo o que conseguimos naquela vila, e para piorar, estou encurralada por 3 bandidos. Tinha que pensar em algo, e rápido.

Pego meu arco e miro no tórax do primeiro bandido, disparando 2 flechas, uma após a outra para que assim o pegue de surpresa e, aproveitando esse curto momento uso a base do meu arco para bater com força no rosto do segundo bandido, na esperança de atordoá-lo por um tempo e, combinando com minha habilidade de ARTICULAÇÃO ULTRAFLEXÍVEL achar uma brecha para sair da prisão imposta pelos três.

Caso não der certo, uso minhas habilidades de Bloqueio para defender dos bandidos, ou esquivando-me dos golpes.


Spoiler:
Pericia com arco Nv.03
avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Seg 11 Mar 2013 - 19:38

Olhos vidrados de encontro aos do inimigo, um mero ladrão com seu grupo tentando roubá-los. Por pura habilidade, que adquiriu aos anos de treinamento, desviou-se de um golpe certeiro no seu coração, inclusive segurou o braço do inimigo o que preveniu mais. Forçava seu braço contra o dele, na tentativa fútil de defender-se d'outro golpe; sabia que não era inevitável, mas também antes de pensar sobre prosseguir, enfureceu-se.

Por quê? Por que sua vida era tão problemática? Exatamente quando se encontrava com ela, salvadora de sua serenidade, naturalidade se comparado um humano, o esquecido acontecia. Estava em Kannin, inevitavelmente seriam postos àquelas situações; como já dito, estava enfurecido. Mesmo tendo noção do perigo que poderia causar, liberou-se ao menos querido de seus sentimentos: o ódio.

Chamas criaram-se das mãos do garoto, crepitando pelo braço do ladrão tentando envolvê-lo constantemente, ou seja, queimá-lo principalmente o braço que forçava. Limitou seu controle sobre as chamas apenas naquele corpo, pois tinha medo que se libertasse o ódio ainda mais, podendo machucar Luria. Após o golpe, dando atenção do ladrão as chamas, desferiu uma joelhada no seu peito na tentativa de abatê-lo e seguiu em direção para fora do grupo, chamando os inimigos. Eles não eram soldados ou coisas do tipo, dava para ver simplesmente em seus semblantes, ladrões quaisquer da cidade problemática; portanto, não estranhariam o inimigo recuar e chamá-los para combate; mas caso fossem espertos e soubessem estratégias de combate, esperariam e não atacariam - se quer Luria.

No entanto, era uma tentativa um tanto versátil. Dali poderia simplesmente chamá-los para combate e embatê-los, ou alinhá-los em uma única linha e incinerá-los, ou até mesmo paralisá-los para que Luria pudesse ficar livre e/ou derrotá-los. De qualquer modo, em sua cabeça formavam-se mais estratégias avulsas de como resolver cada situação a partir da sua movimentação e de possíveis erros em suas estratégias.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Qui 21 Mar 2013 - 15:53

@ Luria and Paul

[Mals a demora, estava com probleminhas, rsrs]


Luria parecia cercada e seu destino selado a ter que morrer nas mãos daqueles bandidos, mas a senhora sorte estava ao lado da jovem mestiça. Conseguiu puxar seu arco mais rápido do que seus inimigos e desferiu uma flechada num deles que o fez recuar alguns passos. E foi nesse momento que Luria usou de sua agilidade e flexibilidade para escapar das estocadas dos outros dois ladrões.

Perplexos com a destreza da jovem eles olhavam espantados para a garota, mas não só por isso, eles viam nos olhos da menina algo a que temer. Um brilho dourado, quase como se fossem chamas e isso por algum motivo, aliado também ao fato de 2 deles estarem feridos, assustou os bandidos. Não sendo suficiente, Paul também mostrou uma certa dose de habilidade e poder aos seus adversários, queimando e abatendo um deles sem nem mesmo ser tocado.

Derrotados e em visível desvantagem contra uma dupla tão forte, os bandidos não tiveram outra opção a não ser correr para se salvarem de serem surrados mais ainda pelo casal. Os dois bandidos que foram abatidos logo se levantaram aos tropeços e também correram, mas deixando algo para trás. Aquilo que parecia ser o "lucro" do dia deles se encontrava no chão aos pés de Luria, uma sacola pequena repleta de moedas de ouro.




Como recompensa por terem se livrado deles e por terem narrado tão bem, ambos ganham 50 Exp e 60 POs (dividam como quiserem, estava tudo dentro do saquinho).

Paul também +15 Exp adicionais pelos ótimos posts.

Só peço a vcs 2 um favor, coloquem um link pra ficha de vcs na assinatura, ja aconteceu varias vezes deu precisar olhar em suas fichas e nao tinha os links, até mesmo pra eu poder atualizar seu perfil Paul, fica bem mais facil. Agradecida. ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Sex 22 Mar 2013 - 13:10

Alívio e felicidade era o que eu sentia enquanto guardava meu fiel arco em minhas costas, havíamos derrotado os bandidos e como consequência ainda ganhamos ouro. Maravilha.

- Bem, parece que colocamos aqueles bandidos para correr e ainda ganhamos uma recompensa por isso.

Falo enquanto pego o saquinho do chão, como sempre sou vencida pela curiosidade, abro para ver a quantia e, espantada pela quantia, olho para Paul.

- São 60 moedas! Que tal 30 para cada um? ^^

Meus lábios demonstravam um sorriso de alívio que minha mente simplesmente não processava, Kannin era uma cidade perigosa e eu sabia disso, não podíamos baixar a guarda, mas sim sair de lá o mais depressa possível.Claro que eu me sentia segura com Paul ao meu lado,porém sempre é bom evitar problemas.

- Ahn...é melhor irmos andando, essa cidade não me inspira confiança.
avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Sab 23 Mar 2013 - 13:11

Seus olhos alertaram-se para mais alguma luta, mas o que viu fora vergonhoso. Embora não tivesse vontade do ato, apenas riu; era ótimo para ele passar medo para pessoas, sentir-se superior àqueles que quase lhe roubaram e/ou mataram; passaram muito longe. Sua vontade de luta cingida de ódio deixou-lhe impertinente, ainda querendo luta, no entanto, ao passar seus olhos de relance pelo corpo jovial feminino que o ajudara a ganhar aquele combate, só conseguiu refletir bons sentimentos; sorriu.

Guardou a pistola entre um espaço do bolso e da calça, apropriado para velozmente retirá-la em casos extremos como aquele. Enquanto o fazia, Luria falou e alimentou-se de curiosidade, indo até o saquinho do chão. Em prol do ato, Paul preocupou-se, pois poderia ser uma armadilha, mas desfez a ideia, pois nem bandidos bem articulados fariam algo do tipo.

— São 60 moedas! Que tal 30 para cada um? ^^

— Pode ficar. — levantou a mão em um gesto de gratidão. — É melhor guardar, quem sabe alguns não estão nos observando.

Percebeu o sorriso no rosto angelical da garota, talvez mostrando alívio por fazer os bandidos correr, ou pela sorte de ganhar tantas moedas sem nenhum ato trabalhoso – até mesmo ele vira que ela enfrentar aquele grupo fora fácil demais, e não trabalhoso. Limitou-se apenas a observá-la enquanto descansava os braços após a luta, precisava mexer-se mais, ou seu preparo físico ia embora com os bandidos...

— Um dia eu queria extinguir toda essa violência, trazer ordem... E paz. — falou como um poeta declama sua mais bela poesia, lunático – aquilo nunca aconteceria; sorriu. — Vamos! — passou o braço por Luria até tocar seu ombro oposto ao que tocava agora seu peitoral forte. — Tenho um grande plano.

Rumaram para a saída mais próxima de Kannin que colocariam os dois em belo caminho para o norte, onde os desejos de Cromwell estavam.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Qua 27 Mar 2013 - 18:47

@ Luria & Paul


Após terem mandado embora os bandidos eles logo saíram daquela viela e foram para a rua principal, que dava para a saída norte da cidade. De la eles viam a longa estrada que levava ao Fukai e às margens do Rio Sirius. Era uma longa caminhada e a estrada estava relativamente deserta, como de costume, poucos eram os que viajavam em direção ao norte atravessando o Fukai.

Na entrada da cidade havia uma pequena movimentação, uma caravana de 2 vagões parada na estrada, nela havia 3 homens parados ao lado da composição conversando, porem pareciam não muito animados. Luria e Paul passaram perto o suficiente para escutar parte da conversa dos homens.

H1 - Aqueles covardes! Deveríamos ir atrás deles e mata-los por terem feito isto conosco!

H2 - Não adianta discutir Alam, isso não vai resolver nossos problemas agora, precisamos encontrar novos guerreiros para escoltarem a caravana até o Vale dos Ventos.

H3 - Mas aqui nessa cidade? Só há bandidos e assassinos, nunca encontraremos alguém que aceite viajar pelo Fukai conosco.




Só pra lembrar, na direção norte fica a estrada que leva direto ao deserto e ao Fukai, pensem antes de seguir caminho. ^^

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Seg 1 Abr 2013 - 19:35

Uma vitória é um ótimo começo para uma aspirante a heroína como eu, realmente estava feliz com o começo de minhas aventuras. Andava ao lado de Paul rumo ao nosso próximo destino quando ouço pedaços de uma conversa...parecia...3 homens, e estavam discutindo.


H1 - Aqueles covardes! Deveríamos ir atrás deles e mata-los por terem feito isto conosco!

H2
- Não adianta discutir Alam, isso não vai resolver nossos problemas
agora, precisamos encontrar novos guerreiros para escoltarem a caravana
até o Vale dos Ventos.


H3 - Mas aqui nessa cidade? Só há bandidos e assassinos, nunca encontraremos alguém que aceite viajar pelo Fukai conosco.

Parei para prestar mais atenção já que minha curiosidade falara mais alto; Não podia ser...a sorte só podia estar sorrindo para nós dois, homens parados em meio de Kannin, com caravanas que vão para o nosso destino e precisando justamente de guerreiros? Sim, isso era muita sorte.

-Paul! Paul! Você ouviu aquilo? Eles estão com caravana e precisam de guerreiros...vamos lá!

Andei em direção aos 3 homens , ao chegar próximo deles ajeito meu arco em minhas costas e digo :

- Olá
! Desculpe a intromissão na conversa de vocês mas não pude deixar de ouvir uma parte dela, e parece que estão precisando de guerreiros para escoltarem essa caravana. Nós estamos interessados em ajudá-los, também somos guerreiros viajantes e atravessar o Fukai é o nosso objetivo. Aceitam?

Dei um sorriso enquanto olhava para os cavalheiros, era a chance perfeita para nós saírmos daquela vila e viajar em caravana era muito melhor do que 2 pessoas sozinhas em meio ao deserto.Esperei a resposta dos três, acho que seria melhor Paul ter falado com eles; sei que não tenho cara de a grande e poderosa guerreira salvadora de caravanas, mas fazer o que? Agora era torcer para que eles aceitem o pedido.

avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Seg 1 Abr 2013 - 19:57

A sanidade de Paul ia embora a medida que caminhava sem algum progresso em busca do Fukai. Ao lado de Luria, tinha pelo menos algo a fazer, contemplá-la e ao mesmo tempo saber que estava bem, protegida. Algum tempo depois, observou um vagão e viu que sua companheira também estava curiosa, ouviu toda a conversa deles; uma grande sorte para os dois, um caminho.

Luria não esperou, cingindo sua índole com coragem, moveu-se até os rapazes dos dois vagões e conseguiu falar enquanto ajeitava sua arma. Seu companheiro, no entanto, quis passear pelos vagões furtivamente, mas arrependeu-se de ter a ideia - o que menos precisava era que mais pessoas estivessem contra ele. Apoiou a mão em sua arma, colocando esta um pouco para fora e após o falatório da doce garota, sorriu:

— Estão precisando de guerreiros, é? Claro que aceitamos, se vocês aceitarem. — falou no seu tom mais confiante, uma entoação forte e imbatível.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Ter 2 Abr 2013 - 15:37

@ Luria & Paul


Quando o casal abordou os 3 homens ali, eles pararam imediatamente de falar e encararam os dois com olhares de desconfiança e hostilidade, mas assim que eles fizeram a proposta de escoltar a caravana os 3 ficaram surpresos. Eles se entreolhavam e ao mesmo tempo analisavam o casal a sua frente com certa curiosidade, após alguns segundos eles se juntaram e começaram a falar num tom mais baixo, que os dois não puderam ouvir. Em seguida, após a mini reunião eles tomaram uma decisão e um deles foi a frente para conversar com o casal.

Alam - Aceitamos o serviço de vocês, mas com uma condição... O pagamento de voces será descontado da viagem e de tudo que for usado, inclusve as mascaras de gás.

Buck - Já fomos enganados uma vez, não queremos que isso aconteça novamente. - Falou o outro la de trás completando a fala do parceiro.

Alam - Disponibilizaremos as mascaras e as provisões para viagem apenas, mas não iremos paga-los até que a viagem termine e cheguemos seguros ao Vale dos Ventos. - Os 3 agora os olhavam com suas expressões sérias, aguardando pelas respostas, mas no fundo eles ansiavam para que fosse um sim.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Qua 3 Abr 2013 - 10:29

Parece que o primeiro contato foi bom e os rapazes deram ouvidos a minha proposta, isso é ótimo; aguardei tranquilamente enquanto os 3 faziam a mini reunião para decidir se nos aceitariam como seguranças ou não.

Depois de um tempo, o grupinho se separou e um deles, que parecia o líder, deu um passo em nossa direção e nos contou o que eles haviam combinado, a tal decisão.

E pelo que parece os lucros não serão muito altos, retirar os nossos suprimentos da quantia paga e ainda usar máscaras que serão descontadas do nosso pagamento? Pra que diabos eu usaria uma máscara?

Depois desse pequeno debate mental, dou um longo suspiro e digo :

- Bom...por mim tudo bem, e você Paul?


avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Sab 6 Abr 2013 - 9:58

Os rapazes eram inteligentes, afinal, estavam certos desconfiar de um grupo supostamente vindo das ruas da cidade mais perigosa do continente - só superficialmente. Luria manteve-se calma, doce e sugestivamente apelando para o lado de Paul. Mais uma vez ela perguntava, mas estava certa, o garoto também era o grupo - mesmo que não a essência.

— Bem, perante aos seus argumentos, aceitamos — olhou para sua companheira — sim, no entanto, tem algumas coisas que quero que nos falem. Por que as máscaras? E também, não confiamos em vocês tanto assim. Não somos bestas ao ponto de viajar com qualquer pessoa que encontramos no caminho. Se mostrar o quanto vão pagar e quando vão pagar, a viagem se torna concreta.

Não era de culpa ser tão desconfiado em relação a tudo, afinal, sempre foi traído em sua vida, necessitava de uma confirmação para que pudesse seguir sem desconfiar daquele grupo. Olhou para a jovem, provavelmente deveria estar estragando tudo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Dom 7 Abr 2013 - 23:09

@ Paul & Luria


O grupo ouvia o casal com suas caras de desconfiados, mas eles, assim como ninguém entendiam o que os dois guerreiras estavam pensando, jamais entrariam numa viagem dessas sem ter uma garantia de que receberiam algo.

- Certo, faremos o seguinte, lhe damos metade agora e metade quando chegarmos a Vale dos Ventos, acho que dessa foma todos ficamos felizes e poderemos seguir nossas vidas. - Visto que o casal não havia feito nenhuma objeção a ideia, eles sorriram e se cumprimentaram. - Sejam bem vindos guerreiros, prazer me chamo Buckminster, mas podem me chamar apenas de Buck.

Ele aponteou para os outros dois e os apresentou também ates de lhes responder a duvida sobre as mascaras. - Estes são Alam e Leon.

- Sobre as mascaras, bem... Já ouviram falar do Fukai certo? Iremos atravessa-lo beirando o Rio Sirius, e como esta área está infectada é necessário uso de mascaras, caso contrario é morte certa.
- Ele se dirigiu até a caravana, pegou de dentro de uma das mochilas uma sacola de dinheiro, tirou algumas moedas e distribuiu entre Luria e Paul. - Aqui seu pagamento, creio que podemos ir agora, certo?




+10 moedas de ouro pra cada.

Verde - Buck
Marrom - Alam
Laranja - Leon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Luria Tazliam em Seg 8 Abr 2013 - 15:55

Onde estavam as minha boas maneiras? fiquei tão entrertida nos ajustes para a viagem e até me esqueci de apresentar.

- Muito prazer, eu sou Luria...parece que agora seremos companheiros de viagem ^^

Pego as mochilas e as moedas, e com um aceno de cabeça em agradecimento, rumo para perto das carrocerias, estava empolgada.

- Que a aventura começe.
avatar
Luria Tazliam
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Flaga em Dom 14 Abr 2013 - 15:55

O combate contra a pequena parte da guarda da cidade agora se desencadeava em uma série de pequenos eventos: o que iniciou-se do silêncio escalou até que demônios saltassem do ar e cavalos voadores fizessem chover flechas por sobre desavisados abaixo.

E agora a Rainha fazia seu movimento naquele tabuleiro caótico. Um singelo passo a frente, curto e recatado como o de uma dama, e o agito do braço na horizontal; uma lufada de ar passava por sua garganta destruída gerando um barulho grotesco que lembrava o sussurro da morte, pequena cena deslocada no comportamento daquela madame.

Imediatamente de seu braço surgia, em imitação ao movimento que fizera, uma lâmina horizontal de ar, destinada a cortar o que estivesse à sua frente de uma ponta do corredor à outra, indiscriminadamente. Imaginava-se se o demônio covarde estaria aproveitando o show. Depois poderia até extorquí-lo mais um pouco, quem sabe.


OFF:
Princípios da magia: ar pra criar uma lâmina horizontal e acertar o máximo de alvos possível.
Eologia 2

__________________________________
The Wrath of The Lich Queen!


They'll kill for me, steal back my freedom,
Set me free, it's my minions vs. thee.
avatar
Flaga
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Paul O. Cromwell em Dom 14 Abr 2013 - 16:12

— Como vocês já devem saber... Chamo-me Paul, Paul Cromwell. — informou indiferente, enquanto recebia as moedas e as guardava. Com mochila e moedas "em mãos", manteve-se perto de Luria apenas para protegê-la de algum ataque, caso este acontecesse.

A verdade, é que toda a frieza, a personalidade calculista que abordou, era fruto de seu crescimento na vida. Sempre muito cauteloso, pensando em todas as peças que poderiam lhe dar um cheque-mate, ou que pudessem acabar com seu jogo; ligando-se sempre ao xadrez para interpretar a vida, claro, com o volante sempre em mãos - volante este, seu livre arbítrio.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Keiko Akita em Dom 14 Abr 2013 - 20:42

@ Venta e Cia.

Pulei o post da Alecya, visto que a criatura não mais reside neste mundo.




O campo de batalha fervia e a situação se complicava ainda mais para ambos os lados, sendo atacados por todos os lados, os soldados mal sabia o que fazer. Baal assim que recuperou-se da queda, segurou o primeiro que vu a sua frente pelo calcanhar e arremessou contra os soldados a frente, que correndo feito baratas tontas tentavam se desviar. Pelo menos 2 foram atingidos pelo corpo voador não identificado, caindo ao chão com o corpo por cima deles e meio desnorteados pelo impacto.

Ainda assim o numero de soldados era bem maior do que eles esperavam e nem mesmo sob tal pressão eles recuavam, partindo pra cima do grupo que vinha pelo lado de fora. Eram vários guerreiros contra apenas Baal e Alecya em terra, Lyria assustada com a persistência do grupo de soldados e por estar ferida acabou por desesperar-se teleportando pra fora do combate, indo parar sabe deus onde.

Alecya fora cercada por 3 dos vários lanceiros, que perceberam que o machado da garota, alem de pesado e de difícil movimentação, era de um alcance maior. Quando a drow aplicou um golpe no primeiro que estava a sua frente, o mesmo desviou sem muita dificuldade, dando brecha para os outros 2 atacarem pelos flancos, perfurando-a nas laterais do peito. Com se machado cravado no chão, a garota soltou um gemido abafado de dor, soltando sua arma e perdendo pouco a pouco suas forças e a consciência, caindo finalmente ao chão agonizante.

Enquanto isso, um dos arqueiros se preparava para acertar Baal, mas fora impedido por seu cavalo alado, que dera um belo coice voador na cara do infeliz, dando tempo a ele de repensar sua estrategia.

A batalha agora se dividia em dois, sendo que do outro lado estavam Ahsk e Marianne. A lich resolveu fazer seu primeiro movimento, uma rajada de vento poderosa se formava nãos mãos de Marianne, percebendo o perigo o comandante rapidamente jogou-se para o lado e gritou aos seus soldados que fizessem o mesmo. - Cuidado! - Mas eles infelizmente não tiveram o mesmo raciocínio rápido que seu líder, sendo cortados ao meio pela lamina de vento, numa carnificina tensa.




Spoiler:
Marianne - 3 insant kills o.o -3 SP.
HP 100/100
SP 69/170

Venta - ...
HP 55/76
SP 72/104

Baal - Tem um bando atras de você agora, te aconselho a pensar rápido. o/
HP & SP cheios ainda.

Alecya - Dead...

Arqueiros:
1 - Morto
2 - 16/40
3 - Morto
4 - 32/40
5 - 40/40
Lanceiros:
1 - 18/50
2 - 34/50
3 - 41/50
4 - 41/50
5 - 41/50
Espadachins:
1 - morto
2 - morto
3 - morto
4 - 52/60
5 - 52/60
Comandante: 74/80

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas de Kannin

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum