_- A Vila das Sombras -_

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

_- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Qui 10 Set 2015 - 21:39

-_VILA DAS SOMBRAS_-

Era mais um final de Outono como outro qualquer, se não fosse a ausência sentida dos estoques de madeira, lenha e ervas medicinais, fornecidos e comercializados por uma Vila na região próxima ao Vale dos Vinhedos, acabando por preocupar diversos comerciantes que dependiam de tantas matérias primas, fontes principais para construção, aquecimento, tinturas para vestimentas principalmente de nobres devido ao valor, produtos farmacêuticos incluindo bases para poções e venenos. 

Tal situação havia começado de subto, encerrando completamente o movimento de carroças e viajantes, pegando a todos de surpresa avassaladora, pois seus estoques não muito durariam, pois muito negócios ainda seriam fechados pouco antes da primeira neve cair, e tal região era estratégica de mais num nível econômico e geográfica por ser rota de escoamento e viagem para o Rio Syrius.

Devido a isso, começaram a surgir preocupados e curiosos, buscando uma resposta a respeito de tal quietude na outrora movimentada estrada, buscando explicações e uns loucos querendo fama em ser o responsável por resolver o mistério, enquanto que os mais eruditos sentiam uma energia absurdamente fora do norma emanar da região. Entretanto, ninguém conseguiu resolver tal enigma, pois de todos os enviados, ninguém havia retornado, deixando-os ainda mais preocupados. Algumas más línguas diziam que um batalhão iria "resolver" o problema, mas todos sabiam que mantê-los ali, os tributos que deveriam pagar e a destruição de safras para erguer seu acampamento acabaria por prejudicar imensamente a região. Precisavam urgentemente de quem pudesse resolver tal assunto ou não sobraria nada que valesse a pena lutar ali...

[Off: esqueci de avisar, o horario de chegada é a noite, desculpem =X ]


Última edição por Bones, O lich em Sex 11 Set 2015 - 18:24, editado 1 vez(es)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Sex 11 Set 2015 - 13:15

-"filhos da put#- - era so o que eu conseguia pensar a viagem toda -"oligarcas filhoda put#  mandar um velho sem formação alguma investigar uma peste misteriosa... sei não, eles estão é de filhadaput#gem isso sim, eles sabem de alguma coisa e me mandaram"- porra, 5 dias de viagem! O norte é longe pra caralh#, e eu não vi mais ninguém do exercito de Pejite vindo pra cá, não, não entra na minha cabeça que eu seja o único put# que aceitou essa missão de corno, mas cá estou, aparentemente o primeiro e único a aceitar vir pro fim do mundo.

Vila simples, tudo parece ser pequeno, nada muito desenvolvido, ao menos não agora, por onde eu passei vi decadência,o que é engraçado, em meu briefing dizia que esta vila é de porte médio tento alto movimento por conta de ser uma rota comercial extremamente visada. Movimentada é meu ovo esquerdo, isso  parece mais um lugar esquecido no c# do mundo, eu passei 20 minutos andando nessa vila achando que era um lugar abandonado até que vi algumas crianças correndo para dentro de uma casa a uma apanhado de metros de distancia, foi ai que eu com minha percepção pra lá de falha notei que eu estava o tempo todo sendo observado  pelos habitantes através de suas persianas semi cerradas.Alguma coisa estava acontecendo mesmo ali, e realmente, os oligarcas de Pejite estavam certos, e agora eu também queria saber o que estava assustando esses moradores.

foi então que eu parei no meio da rua principal, larguei minhas coisas estendi os braços e gritei -EI! TEM ALGUM FILHO DE UMA RAMEIRA DISPOSTO A ME FALAR O QUE TÁ ACONTECENDO AQUI CARALH#-

- "Ótimo Julius... sutil com um elefante em uma porr# de loja de cristais.... grande chance de isso dar merd# - passou pela minha cabeça enquanto eu simplesmente aguardava ser atendido no meio da rua.

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Sab 12 Set 2015 - 12:34

_ Apenas um dia normal?.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 01
____________________________________________________________________________

Tema Abertura

Pelas ruas da vila seguia Eilistraee a caminhar calmamente, naquele dia vestia-se de forma simples, não havia necessidade de andar armada ou com alguma proteção, usava um vestido longo de cor branca os poucos detalhes que nele continha seguiam a tradição de sua raça, era natural ver fios prateados em sua arte imitando uma teia de aranha em suas vestes, ela ainda usava um par de luvas brancas na qual seu único objetivo era, evitar machucar os outros com o seu toque, como estava ali apenas para descobrir que força estranha insistia em permear o lugar o alterando em sua tranquila existência o resto era o resto para ela.

Eilistraee mantinha os cabelos soltos, com alguns enfeites, era visível o cuidado que ela tinha com sua aparência, não era muito incomodada devido a sua proteção natural aram poucos que tinham a coragem de permanecer perto dela e resistir ao ar gelado que dela emanava. Não estava usando mascara até então não precisava, pois na verdade não estava se movendo entre as regiões disfarçada. Já estava a cinco dias naquela vila, sem descobrir muita coisa, vendo como a mesma estava sendo afetada pelo fenômeno até então desconhecido ela nada fez apenas queria saber o que estava acontecendo, não era da sua natureza ser uma heroína, cada um vive a sua vida da forma que lhe convêm se os aldeões estavam insatisfeitos pelo fato ocorrido que dessem um jeito eles mesmos, Eilistraee por sua vez estava ali por motivos pessoais, que coincidiu o fato dela resolver o assunto com a vontade de sobreviver dos aldeões isso foi o acaso.

Pela rua ela se depara com uma pessoa escandalosa no meio da rua a berrar. Tá aquilo não era normal, tal individuo só poderia estar bêbado, além de ser um humano asqueroso e de um linguajar digno de escravos ou criaturas na qual não teve um devido estudo ou etiqueta, mas o que esperar de humanos.

A Drow ficou o cuidando a distancia, na verdade em uma distancia bem segura queria ver como terminaria aquele escanda-lo, no mais qualquer incomodo sobre ela terminaria em uma explosão sobre o infeliz.
OFF: Roupa pq eu tenho estilo "Desculpa"
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Dom 13 Set 2015 - 17:40

Tema de abertura

Depois alguns dias viajando pelo ar, o grão-mestre da famigerada irmandade das sombras chegara a uma pequena vila aos arredores do Vale dos Vinhedos, cuja anomalia energética causara um súbito interesse por suas propriedades tão particulares que poderia ser útil para seus fins malignos. Era uma noite sombria sem lua, os aldeões pareciam arredios e assustados pelos recentes acontecimentos, o sofrimento destas criaturas era um deleite para o cruel imperador dos mortos que aterrissará no telhado de umas das casas que se encontrava em uma distancia considerável de onde poderia observar toda a vila sem ser visto, Azetlor deste ponto privilegiado podia ver que alguns metros de onde podia reparar que havia um humano um tanto obeso que esbravejava furiosamente na principal via do lugar: "este humano pode se tornar um obstaculo para que prendendo, por enquanto apenas vou observar" - Pensara o lich que observa aquele homem que parecia muito irritado por algum motivo que ele desconhecia, então o necromante permanece onde estava apenas observando o humano que gritava em meio a rua.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Qui 17 Set 2015 - 23:57

A vila parecia não mais esbanjar tal vida quanto antes, dando espaço a uma noite silenciosa e solitária, tornando a ação de Julius muito mais perceptível do que normalmente seria, conseguindo seu objetivo de chamar a atenção, logo sendo possível ver por entre frestas algumas luzes sendo acesas, com olhares curiosos em janelas e portas entre abertos e poucos curiosos o bastante para sair e se expor um pouco mais.

Dentre os que mais chamavam a atenção, foi um pequeno grupo com quatro seres que possivelmente eram um grupo de exploração, formado por um grande Minotauro portando um machado orc duplo igualmente grande, um elfo coberto por um manto e capuz, um humano com cara de perdido e um drow que possuia a cara que estava pronto para golpea-lo devido ao escandalo que fez.

Tal grupo saia da taverna do lugar, local onde ainda havia movimento mesmo naquela hora. O minotauro parecia mais arrogante em sua forma de agir, tomando a liderança e vindo falar com Julius.

- Chegou tarde, homenzinho hehehe Estamos de partida amanhã e nosso especialista ali disse que sabe como resolver... Agora pare de chamar atenção, eu estava contando sobre minha viagem quando você interrompeu com seu berro...

Terminou sua frase dando uma bufada, se virando, nem querendo saber se o homem iria responder algo ou não. O grupo acompanhou o minotauro, embora o humano tenha sido o ultimo a deixar o local, observando-o por um tempo mais, como se o avaliasse. Ainda haviam alguns curiosos, cochichando e se perguntando quem era aquele humano que surgiu na calada da noite, podendo ter um pouco de sorte e quem sabe obter alguma informação.

A uma certa distância, a Drow podia ver a cena, escutando apenas o que o minotauro falou com sua voz que pareciam tambores de guerra de tão grave e alta, ecoando em pequenos becos no silêncio do local. O homem havia sido deixado no mesmo lugar que estava, havendo agora olhares igualmente curiosos como os seus sobre aquela figura.

Sob seus pés, começa a sentir algo estranho no solo, uma emanação muito fraca, quase imperceptível, tão sutil que poderia passar despercebida, se não fosse o caso de senti-la pulsar lentamente, num ciclo longo, cerca de um pulsar por minuto, variando entre o pico aos trinta segundos e ausência aos sessenta segundos, sendo detalhes como esse facilmente ignorados por outros, exceto por alguém que possui estudos exatos como profissão.

Um pouco mais distante, sobre a casa, a tenebrosa imagem do famigerado lich observava maquinando sobre formas de usar a situação a seu favor e julgando se deveria evitar contato ou deixar que tal figura ficasse em seu caminho. Foi apenas então que percebeu algo estranho, pois havia chego no local mas o céu estava claro, sem nenhuma nuvem nos céus, uma ausência total de todas as consequências de sua passagem.

Aquele fato isoladamente já poderia começar a ser considerado em conta, mas juntamente com ele vinha uma sensação desconfortável, como se sempre houvessem olhos sobre seus ombros, o observando, mesmo que nada mais indicasse isso, nem mesmo magicamente. Simultaneamente, vinha o desconforto "físico", desde quando havia se aproximado da vila, ainda sobrevoando-a, pois outros seres poderiam nem ter notato, mas ele, uma criatura possuindo um corpo físico artificialmente era muito mais suscetível a tais variações de energia e era como se o lugar estivesse beirando a um "deserto de mana", um local que subitamente possuía baixo nível da concentração de energia mágica, ainda sendo possível realizar magias, por isso ninguém mais havia notato, mas poderia se tornar arriscado para sua existência ficar por dias por ali, revelando uma sensação de impotência e fraqueza que dificilmente havia experimentado antes.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Dom 20 Set 2015 - 19:06

Eu pacientemente cocei minha barba, respirei fundo, e sem animo algum disse -Essa vaca tá com problema de audição só pode... cocei a cabeça calmamente alisando meus cabelos -Vaca, eu não perguntei se eu cheguei tarde ou não, tira a porr# da piroc# do ouvindo caralh#!- eu sorri -Perguntei o que esta acontecendo,mas a culpa é minha, to consultando a porra de um bife ambulante- comentei já sem animo vendo o grupo se afastar.

Subitamente o céu escureceu, uma estranha tempestade se aproximava, algum muito incomum naquele momento, quando eu havia chego, mal haviam nuvens no céu e agora isso "put# merd#! Agora mais essa? Mas que caralh# de chuva! Dava pra esperar ao menos até eu achar a porr# de um bordel para pernoitar? pensei indignado, chuva era a ultima coisa que eu queria agora, e para piorar um vento frio pra cacet#  soprava a toda força pela rua. 

Não muito distante de onde eu estava avistei uma velha pousada, pelos deuses! Já me enfiei em muita pocilga nessa vida, mas aquela estalagem estava de longe a pior de todas, tudo parecia estar apodrecendo naquele lugar, e para piorar, a porta estava trancada. -Put# que pariu - eu estava descontente, mas bati na porta já sem esperança alguma de ser ser atendido. 

-"Ótimo, vai chover pra porr#, ta fazendo frio pra caralh# e parece que vou passar a noite no relento tento uma merd# de estalagem na cidade... Fantástico! O que mais falta acontecer agora?"-


Última edição por Ringo em Seg 21 Set 2015 - 17:39, editado 1 vez(es)

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Dom 20 Set 2015 - 20:00

_ Apenas um dia normal?.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 02
____________________________________________________________________________

Tema Abertura

Eilistraee ao longe viu um grupo exótico a falar com o humano escandaloso, por sinal aquela criatura tinha conseguido chamar a atenção de alguém por fim não aconteceu nada demais sem contar o palavreado do homem asqueroso. Pensou em seguir seu caminho não estava muito longe da taverna na qual estava hospedada e pelo visto aquela pessoa era só mais um bêbado mesmo.

Assim que deu o primeiro passo sentiu algo estranho no ambiente que cercava e tomava a vila, era algo que ela não conseguia explicar, mas com certeza era o "algo " que estava a dias procurando pela vila, tal sensação a deixava um pouco desconfortável, mas por instinto descobriria o que causava aquilo, lembrou-se das palavras do Minotauro uma segunda raça desprezível ao seu ver, mas de seu lugar saiu em direção ao grupo passando pelo homem "bêbado". em uma distancia segura do grupo na qual o mesmo não sentisse sua aura fria, naquele momento não queria assustar ninguém ainda.

-Vocês  tentando desvendar o mistério lugar? Ela encarava o rapaz no qual o minotauro falou ter as informações uteis quem sabe, falava de forma estranha, pois ainda não estava acostumada com o idioma nativo daquele continente. -Podemos nós ajudar? Ela seguia contra sua vontade em fazer parcerias ou tomar a iniciativa em saber o que o grupo sabia sobre os acontecimentos do lugar.

-Sou Eilistraee, e procuro desvendar o mistério lugar... Ficou parada frente ao grupo mesmo vendo o asqueroso humano bêbado aos berros contra o minotauro, nada daquilo importava a ela e muito menos mentir para ganhar as informações do tal especialista daquele grupo.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Seg 21 Set 2015 - 22:07

Azetlor tinha a sensação de estar sendo observado, acompanhado de um desconforto que percebera por sua condição, era algo que jamais sentiu antes. Para tentar minimizar um pouco os feitos da falta de mana naquele local, me movimento descendo em direção de um dos becos logo abaixo, por onde flutua apressadamente para um telhado mais próximo tendo cuidado para não ser visto de onde poderia escutar oque falavam. De onde me encontrava podia reconhecer Eilistraee que conversava como um grupo de exploradores cujos membros eram um elfo encapuzado, um humano, um drow além de um poderoso minotauro que carregava consigo um machado orc duplo, ela estava tentando descobrir a origens dos recentes acontecimentos. Os gritos do humano atraíram a atenção de curiosos, por enquanto o lich ficaria de prontidão para escutar as informações que os exploradores poderiam dizer para bela drow.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Qua 23 Set 2015 - 0:53

As palavras de Julius parecem que imediatamente surtiram efeito, pois o minotauro pretendia realmente entrar novamente na taverna e ele procurar uma pousada, entretanto não iria levar desaforo consigo e imediatamente se virou novamente para ele, vindo em sua direção bufando. Os companheiros dele tentavam segura-lo, mas era quase inútil, parecia estar pronto para briga mas evitava dar o primeiro golpe, algo que Julius pôde perceber devido sua experiencia, pois sabia que um minotauro supostamente furioso como aparentava, já teria destruído metade das casas ali com aquele machado.

A drow parecia ter escolhido um péssimo momento para se aproximar, pois o grupo estava aglomerado ao redor do minotauro, todos falando alto, não lhe dando muita atenção inicialmente. Mas então o drow se virou a ela, num tom sarcástico e arrogante, explicitamente subestimando-a.

- Não precisa sujar suas unhas, nós vamos resolver isso... Mas se quiser me esperar quando eu retornar, eu lhe procuro para comemorarmos...

De supostos heróis, a cada segundo que passava, o grupo ficava cada vez menos convincente, de alguma forma dando a impressão que estavam mais adotando arquétipos do que realmente eram seus comportamentos, pois tudo estava parecendo forçado de mais, desde a fúria controlado do minotauro ao ladino galanteador.

Azetlor se movia ainda na surdina, se aproximando pelas sombras sem ser detectado ainda, podendo de longe ja perceber uma mentira quando a via, e nesse caso, eram quatro mentiras. Aquela sensação , mesmo ali, continuava a crescer, podendo quase ouvir um som que em muito lembrava uma respiração lenta e profunda, mas forte como a de um dragão. Ao seu redor não havia nada, mas talvez fosse coisa de sua cabeça?

Todos foram pegos de surpresa, cada um no que fazia, quando algo inacreditável começou a acontecer. A lua que estava cheia no céu e sem nenhuma nuvem, começou a adotar um brilho cada vez mais e mais vermelho, até ficar numa tonalidade de cor de sangue, iluminando e pintando tudo de vermelho, inclusive revelando algumas nuvens que se formavam, refletida no rosto pasmo de todos, apavorados de mais para dizer algo ou reagir.



A drow podia sentir que aquela estranha pulsação que havia percebido parecia mais vivida e presente, como se tivesse ganhado força e um ritmo um pouco mais rápido. Azetlor por sua vez, estava sentindo algo que jamais em sua existência poderia imaginar ser capaz de sentir, pois era assolado por uma incrustante dor no peito, semelhante a um infarto nos mortais, sentindo suas forças literalmente desaparecerem, inclusive as que mantinham seu corpo físico. A primeira reação do tal "especialista" do grupo, foi gritar -"Foram eles!!! foi só eles chegarem que aconteceu isso!!! eles deve ser os culpados!!! eles estão juntos!!!" apontando freneticamente para Julius e Eilistraee.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Qua 23 Set 2015 - 19:07

-Ótimo... eu tinha que pergontar-  exclamei quando vi o minotauro irritando, logo em seguida o ladino respondeu a drow, que com aquela roupa branca tava parecendo uma sombra andando, eu honestamente pensei em irritar ainda mais ele, mas tudo parecia tão forçado que realmente não fazia sentido algum -"a quem esses put#s acham que estão enganando?"-serio, já vi artistas de rua sem pernas e sem braços atuarem melhor do que aquilo -"Bom se esse é o jogo deles, vamos jogar..."-


- Tá bom Minovaca, não precisa ficar nervosinha assim- disse enquanto saia debaixo da sacado e ia em direção ou grupo -Não tem coisa pior do que carne de boi cheia de nervos... falando em carne, quando você come um bife, tu não tá cometendo a porr# de um canibalismo comendo seus parentes não é?- Eu podia não ser tão bom ator como eles, mas com certeza sabia provocar uma briga muito bem. 

-Falando em parentesco- continuei andando em direção ao grupo calmamente, mas dessa vez mantive meu olhar fixamente no ladino. -Que papo e esse ai com a Drow? Você vai comemorar dando seu c# para ela?- eu sorri mostrando meus dentes.

Eu poderia ficar horas e horas provocando estes idiotas, bando de paus-no-c# inúteis, mas comecei a me entreter com o fato da lua estar ficando vermelha 
-"Mas que porr# é isso? Já vi lua de tudo quanto e tipo, mas lua menstruada é a primeira vez..."- eu não sei oque era mais engraçado, o fato de um grupo de "especialistas" cagões ou a porr# da lua ter mudado de cor.

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Qua 23 Set 2015 - 23:48

_ Apenas um dia normal?.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 03
____________________________________________________________________________

Tema Abertura

Não dando muita importância para o que estava acontecendo entre o bêbado e o minotauro, Eilistraee esperava apenas alguma informação útil, sem muita enrolação, e ao ver que estava a falar com um de sua raça achou que não teria problemas em ganhar algumas informações.  No Final ela estava completamente errada devido a forma na qual foi tratada, notava-se que aquele Drow era um ninguém pertencente a nenhuma casa conhecida ou distinta dos nobres Drows, no final era mais um miserável, que não tinha nenhuma educação.

Em relação a ele, Eilistraee lhe ensinaria boas maneiras se não fosse pela sensação estranha que sentia naquele lugar novamente a incomodando, tal sensação fez com que ela pensasse em seus atos e deixava o maldito zé ninguém a acusar assim aos berros, naquele momento Eilistraee passou a prestar atenção no ambiente a sua volta, tal sensação já não era algo sem sentido, pelo simples fato de que a mesma ganhava força a cada ação desnecessária naquele lugar.

Quanto a lua e as nuvens, aquilo não a assustava, já tinha visto coisa bem pior e sobrevivido a outras mais bizarras ainda, no momento ela apenas procurou o objeto, coisa, criatura ou algo que a incomodava, não entendia o motivo de sentir a pulsação, mas tinha certeza que boa coisa não era. Para o Drow ela falou de forma despreocupada, afinal poderia mata-los sem muito esforço de sua partem sem contar em suas ameaças que não a assustavam de forma alguma.

-Responda perguntas, Mistérios do lugar? Foi seu ultimo aviso antes de seguir seu caminho e ver por si mesma o que a incomodava sobre as pulsações estranhas que estava sentindo, claro deu a ele a oportunidade de responde-la sem precisar matar metade do seu grupo ou arrancar alguma parte do corpo do drow galanteador, mas o mataria sem duvidas já que não teria problemas em afetar alguma família indiretamente, pelo visto aquele Drow era um indigente sem clã o mais chato de tudo seria manchar e estragar o seu vestido.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Sex 25 Set 2015 - 22:41

Tema abertura

Para Azetlor aquela respiração que se assemelhava se a de um dragão e a terrível sensação incomodava em seu peito, parecia estar de certa forma ligada, não haveria outro modo se não descobrir a fonte desta anomalia, então o lich levanta voo em alta velocidade fazendo as janelas das casas próximas tremerem com o deslocamento de ar indo para alguns metros acima da vila onde muda de sua forma enfraquecida por este estranho efeito para sua forma draconiana com a qual emite um rugido aterrado. De imediato o céu se torna nublado e tão escuro quanto à noite. As chamas que se encontravam em alguns pontos da vila se tornaram fraca e menos luminosa, ficando com uma tonalidade azul característica do fogo derivado da magia negra, e uma chuva de sangue cairá sobre o local de forma constante. Então retornando a forma anterior descendo para onde se encontravam o grupo de exploradores juntamente com a bela drow e o humano desbocado, aterrissando na retaguarda do grupo de exploradores onde permanece em silencio prestando atenção a sua volta. Azetlor se utiliza do efeito colateral de seus poderes para reduzir os estranhos efeitos que o afligiam, mas tentando também diminuir a visibilidade de seus possíveis observadores.

Vantagem utilizada:
Transformação consciente: dragão lich

desvantagem ativada:
Efeito colateral: presença maligna

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Dom 27 Set 2015 - 1:08

Sendo farsa ou não, Julius havia começado uma pequena briga, pois agora realmente os outros não conseguiam conter o avanço do minotauro que de tanto ouvir aquelas palavras acabou por perder a razão, vindo tentando ataca-lo com os dois punhos num golpe de cima para baixo, mas sua velocidade não era algo tão assombrosa e não foi difícil para o guerreiro aparar seu ataque.

Quanto a drow, era um tanto difícil, mas sutilmente percebeu que a tal pulsação parecia vir de uma direção, justamente da direção onde haviam informado anteriormente que ficava a tal vila perdida, mas era insamente um absurdo imaginar que a pulsação teria condições de afetar aquela área a quilômetros de distância. O homem então se sentindo acuado pela drow, começou a falar

- Mas são só boatos que ouvi e contei para eles... Um velho louco de rua disse que coisas aconteceriam antes de um ser muito antigo despertar... Ele parecia louco, mas quando ouvimos sobre a vila achamos que deveria ser verdade e ficamos curiosos...

O homem foi interrompido pelo repentino rugido, que ate mesmo tirou a atenção do minotauro que estava brigando, abrindo sua guarda. Azetlor havia conseguido voar e se transformar, liberando um pouco aquele desconforto, mas enquanto descia, sentia que ele ainda existia, agora pelo menos um pouco mais sob controle.

Contudo, algo estava estranho, pois sua chuva estava muito mais intensa, chovendo torrencialmente sangue de um vermelho bem escuro, chegando a cair alguns raios próximos a vila, dando sinais de que se aproximavam mais daquele local pela diminuição do tempo entre o clarão e o som do trovão.

A drow percebeu algo bem curioso. Ela ja havia presenciado a aproximação do antigo deus e visto sua chuva rubra, entretanto devido a anos e anos trabalhando com metais, podia perceber que sua chuva parecia estar impregnada por ferro, normalmente presente no sangue mas parecia em uma concentração diferente das outras vezes.

Os cidadãos que ainda estavam ali mesmo depois de ter visto a lua vermelha, logo começaram a correr desesperadamente, muitos gritando em vão, alguns tentando trancar suas casas, outros simplesmente correndo para fora da vila. Aquele grupo também estava em pânico, com o drow correndo de volta para a estalagem junto do elfo, o "especialista" se jogou para debaixo de uma carroça, enquanto que o minotauro olhava ao redor, como se procurando um lugar para ir, desnorteado.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Dom 27 Set 2015 - 17:39

- Mas veja só, que belo filho da put#- balbuciei sorrindo enquanto desviava do soco do que agora já havia apelidado de "minovaca", eu já estava prestes a devolver o "favor" do soco, antes que minha mente mandasse a ordem para meu corpo um dragão lich apareceu e começou a chover sangue, o que me fez ficar sem reação por alguns segundos.

Eu baixei a guarda, senti cada gota correndo pelo rosto, estendi a mão e observei calmamente o sangue que chovia, na minha cabeça, parecia ter ser passado horas mas não passou nem um caralh$ de segundo, é aquele tipo de coisa que so acontece lentamente para você. -sangue? Mas que porr# é esse?- - eu estava confuso, mas alarguei ainda mais meu sorriso. - "fod%-se... se isso for um caralh$ de vodoo eu vou rasgar o c% desses filhos da put$ do mesmo jeito"-

Passei a mão no meu rosto enxugando-o e fiz o mesmo em minha barba, cocei levemente minha barba sorrindo e agora olhei fixamente para o dragão-lich, eu estava calmo, não era a primeira vez que vi um monstro, e se a deusa permitisse, não seria a ultima. -Tu é feio pra cacet#- falei para o dragão. O antes mesmo que eu pudesse me dar conta, todo mundo estava se escondendo, ou ao menos correndo para faze-lo, exceto talvez a drow, aparentemente ela também já viu monstros antes. -Ok... Agora a mino vaca vai se mijar também? pensei quando percebi a minovaca desnorteada. Contemplei ao meu redor novamente. -Tá certo.... especialista de c% e rola... balbuciei ao ver o "especialista no assunto" tentando sumir de maneira tão eficiente quanto um avestruz escondendo a cabeça no buraco.

- Minovaca, não vale chamar sua mãe pra resolver seus problemas- falei ao chifrudo me referindo ao dragão de maneira irônica.

Subitamente a quietude da drow me incomodou, sabe como sou não é? Não sou exatamente um gênio, mas consigo entender as vezes o obvio. Sorrindo, olhei elfa negra e apontei para o dragão -Amigo seu? perguntei sem grande interesse na resposta, afinal, se não fosse, seria só mais uma pedra no meu caminho.

Mas cá entre nós? Iria ser uma pedra bem chata de tirar da estrada...

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Seg 28 Set 2015 - 23:52

O horrendo dragão lich olhava diretamente para os membros do grupo que restaram emitindo um poderoso rugido, desta criatura monstruosa emanava uma aura perturbadora entorno de si. Então Azetlor retorna a sua forma humanoide se aproximando do assustado minotauro que se encontrava próximo do tolo humano que falara de forma tão rude com aqueles que se encontravam no local, se poiando em seu cajado Berzelbu de ouro maciço exibindo em seu dedo o anel símbolo da guilda que representava sua posição na hierarquia de grão-mestre da irmandade das sombras: - Então diga minoturo sabes o que sou e sabe o que posso causar, então comece a falar oque preciso saber ou nada restara de você além de ossos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Ter 29 Set 2015 - 1:41

_ Reencontro com um velho conhecido.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 04
____________________________________________________________________________


Eilistraee sentia aquela aura a incomodar a mesma vinha de um velho conhecido, para muitos era um Deus, em pensar que as pessoas ainda acreditam nessas coisa, mas enfim, para se proteger daquele efeito bizarro da chuva de sangue ela fez uso de sua magia com as propriedades do elemento ar ficou envolta de sua defesa para não se sujar  logo que sessou a chuva desfez sua proteção magica, reparou que o sangue estava diferente não perguntaria ainda ao Lich sobre aquilo, logo ficou calada sem responder o grandão asqueroso a sua frente, no mais queria suas resposta e não saiu correndo feito os demais, não tinha um real motivo para isso, só encarou o Lich com raiva pela encenação dele junto ao quase banho de sangue que tomou.

Mas ela não se conteve falou de forma calma em elfico para ele - Não precisava tudo isso, temos que parar de nós encontrar assim,  tenho até medo da forma quase igual que pensamos... Você esta sentindo algo estranho também, algo o incomodando vindo deste lugar ?.

OFF: Principios magia ar (defesa esférica 3sp)


Última edição por Saphira Odin em Qua 7 Out 2015 - 22:21, editado 2 vez(es)
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Ter 29 Set 2015 - 23:53

Antes o minotauro com seu grupo pareciam ser os "heróis enviados para salvar o dia", mas agora não passavam de aproveitadores sendo desmascarados e o minotauro em particular cercado por aquele recém formado grupo que mesmo diante de tais adversidades ainda permanecia firme e tentava lidar com o desconhecido.

Julius com sua postura e corpulência mantinha o minotauro sob controle, pois não esboçava nenhuma reação e, por mais que tenha perguntado e não tido resposta, pareceu meio obvia a relação dos dois seres próximos a ele. O minotauro receoso, respondeu meio a contra gosto, mas nada poderia fazer contra tais seres.

- O magricelo ouviu uma historia de um doido e tudo começou a acontecer igual, então viemos para tentar fazer alguma fama fácil, bastou dizer que eramos aventureiros que começaram a nos tratar bem... Culpados são eles por fazerem isso, nós só demos sorte... O magricelo é que lembra o que foi falado, perguntem a ele...

O humano estava debaixo da carroça, sem sinal de que iria sair, ainda mais com a chegada do Draco lich. Enquanto o lich e a drow conversavam, a chuva foi diminuindo sua intensidade e logo começou a levantar uma neblina vermelha, inicialmente parecendo vir da mata e logo surgindo pela vila. Não era muito densa, mas pintava de rubro todo o cenário e servia para dar o toque final naquele clima de terror do lugar.

Tanto a drow quanto o lich principalmente, sentem suas forças reduzirem imensamente na presença de tal neblina, como se ela por si só drenasse a SP de ambos, trazendo um desconforto, fadiga e sensação de vazio. Julius por sua vez não se sentiu tão afetado, pois era mais físico do que espiritual, então tinha uma liberdade maior de ação e sentia menos os efeitos.

[off: SP reduzido em 50% de todos.]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Qui 1 Out 2015 - 17:19

-E você estava querendo confusão comigo... Vaga você me decepciona..- falei a minovaca. Quando dei por mim a Drow e o puro-osso estavam conversando um outro idioma, nunca fui muito bom nisso, mas pelo que eu percebi era elfico.

Não que eu saiba falar elfico, porr#, nem sei falar português direito, mas,  como a primeira coisa que se aprende em outra idioma e os xingamentos, respirei fundo e soltei um sonoro: - fod#-se porr# em elfico.

A minovaca havia falado alguma coisa sobre o dito "especialista" para mim, quanto mais a vaca falava menos eu acreditava que ele sabia de alguma coisa, não distante dali, talvez umas 4 ruas abaixo vi uma neblina vindo lentamente em nossa direção, era algo estranho, mas diante das circunstâncias, uma merd# de neblina vermelha fazia sentido, talvez fosse a coisa que mais fazia sentido nessa hora... afinal, acabou de chover sangue nessa porr# de vila.

eu caminhei lentamente em direção a carroça, não faço nem ideia se o rapaz me viu chegando ou não, o que eu sei e que me agachei do lado da carroça e tateando o solo com cuidado peguei o rapaz pelo pé - aqui... fela da put#, sai dai!- disse enquanto o arrastava pelo pé para fora de seu esconderijo, honestamente, nem percebi se ele estava se debatendo ou não, e sendo bem franco também não me importaria se ele estivesse fazendo. O arrastei até proximo da drow e do ossudo, que agora, pareciam ser os unicos no lugar a não agirem feito cag$es irritantes. Em um jesto bruto, joguei-o no pequeno espaço entre a drow e o lich, o rapaz caiu no chão com um som seco.
- seguinte... fiz uma breve pausa enquanto batia minhas mãos uma na outra para remover a areia que havia se acumulado ao arrastar o rapaz - a vida é muito justa contigo seu porr# - eu estava sorrindo, mas minha irritação já começava a se mostrar presente, meu tom ironico parecia dar cada vez mais espaço a uma irritação quase irracional -você tem opções, ou você conta o que esta acontecendo aqui, ou arranco seu braço e o enfio em seu c#- me abaixei leve e calmamente, cocei minha barba e então olhei nos olhos do rapaz -então, qual é a sua escolha?Minha paciencia com a palhaçada de vocês já esta acabando- fiquei ali sério, encanrando o rapaz, senti meus punhos querendo se cerrarem enquanto um estranho calafrio atingia o que eu diria ser o "fundo da minha alma" quando a neblina nos alcançou, mas não liguei para isso, estava mais interessado por hora na escolha do rapaz.

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Sex 2 Out 2015 - 0:05

- Isto foi necessário para aliviar pelo menos a estranha sensação que me acometia, revelando minha real forma, pelo que me disse também sentira a falta de mana que também me afligiu. – Responde o lich para sua velha conhecida Eilistraee na língua élfica para que os demais presentes não compreendessem, ele reparava que uma estranha nevoa começava vermelha começava a recobrir o local. Então o necromante se volta para o minotauro o escutando sem tirar o contado visual do mesmo, quando o repugnante humano vai até onde o se encontrava a pessoal que a terrorizada criatura dissera possuir a vital informação, o jogando entre Azetlor e drow o ameaçando de forma grotesca. – Eilistraee talvez este humano seja útil para nós, mas devemos ter certa cautela para que não fique inteirado com nossas reais intenções. - Após proferir estas palavras em élfico ele espera pelo o que o humano desnutrido iria dizer para nós.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Sex 2 Out 2015 - 17:58

_ Reencontro com um velho conhecido.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 05
____________________________________________________________________________

Continuou parada em seu lugar esperava respostas como sempre, o máximo de informação que conseguisse, já seria o suficiente para planejar algum tipo de estrategia e se preparar para o que vinha, em meio a seus pensamentos viu ao longe uma neblina avermelhada,  usou de seu poder novamente para afastar um pouco a mesma, estava ficando complicado permanecer ali no meio de tanta bizarrice.

Quando sentiu suas forças sendo sugadas percebeu que deveria se manter um pouco mais atenta que o normal, quem quer que fosse o responsável pelos efeitos estranhos ali, se é que tinha algum responsável, já havia começado a ataca-la de forma sutil, retirando um pouco de seu poder, mas nem só de magias ela se mantinha, com o tempo aprendeu a usar a magia apenas para dar apoio as suas habilidades primarias como engenhoqueira.

Em elfico ela continuou a falar -Já estamos sendo afetados, sugiro você se conter em mostrar suas habilidades, assim sem muita necessidade... Quanto ao Humano bêbado ela pouco deu atenção, mas teria de faze-lo caso quisesse que ele parasse de chamar a atenção de todos com o seu berro, "Como é difícil trabalhar com as pessoas que não tem um pingo de classe e jeito para ser sutil ou eficiente em algo" pensou para si antes de chegar perto do homem ao chão.

Novamente falava com o Azetlor e olhava para o gordão, logo em elfico comentou para o Lich  -Não se preocupe com esse humano asqueroso, caso ele queira bancar o herói vai ter o mesmo destino dos demais... Uma morte rápida como este minotauro... Ela apontava para o minotauro e pedia para Azetlor no idioma humano -Mate, exemplo demais... Olhava para o humano asqueroso -Ele para incomodar... E eu raciocinar direito...

Apesar de ser baixinha, Eilistraee conseguia fazer com que sua presença sempre fosse notada, quanto ao Asqueroso gordão ela falava com um tom de voz suave  -Calma!... Tirando sua luva ela tocava no braço daquele humano jogado ao chão, se não bastasse o frio que ela emanava, o castigaria com seu toque gélido, e foi isso que ela fez.

Ao toca-lo sua macula começava a machuca-lo, não demoraria muito para deixar o braço dele dormente e tão logo se continuasse o segurando ele teria de amputar o mesmo congelado, simples sem muitos exageros como o bêbado queria e para o infeliz ao chão com calma ela perguntava- Fale, efeito lugar?

OFF: Princípios magia ar (3sp)


Última edição por Saphira Odin em Qua 7 Out 2015 - 22:19, editado 1 vez(es)
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Sab 3 Out 2015 - 18:52

Aos poucos lentamente ia dando contorno uma forma primitiva e peculiar de trabalho em equipe dos três seres, se organizando em suas ações, cada um empenhando em colaborar de alguma forma diante de tal cenário tão caótico.

Conforme suas ações iam tomando forma de um grupo, a neblina avança e cobre por completo o grupo e a cidade, pintando de vermelho o lugar. Os raios ainda insistiam em cair e era possível visualizar próximos a objetos metálicos pequenas faíscas vermelhas. A drow percebia composição na neblina semelhante a chuva, deixando o ar ferroso é carregado.

Julius devido sua corpulência arrastou o homem franzino sem significativa resistência. Já a minovaca, nome o qual já passou a ser conhecido por todos, aproveitou que todos voltaram suas atenções para o homem sendo arrastado e tentava sair disfarçadamente, e quando a drow deu a ordem para o lich, ele já estava um pouco distante, começando a se tornar turva sua imagem devido a neblina. 

O homem, ao ser" calmamente questionado", aos berros e tentando tirar o braço se debatendo e ao que parecia já molhando suas calças, respondia desesperadamente:

- Parem! Parem! Eu falo tudo! "O sol não mais brilhará por seis dias... A lua sangrará e tornará rubra toda a terra... As sombras trocarão de lugar e andarão sobre a terra... E então despertará." Isso foi tudo o que eu ouvi! Eu juro! Por favor não me matem, eu imploro!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Saphira Odin em Dom 4 Out 2015 - 12:29

_ Reencontro com um velho conhecido.
Local: Algum Lugar do Vinhedo
Part: 06
____________________________________________________________________________

Não muito contente com a resposta que conseguia a drow largava a mão do homem, na verdade não tinha muita força ou alguma força para mante-lo preso, pelo visto ele não resistiria até o termino daquela pequena tortura e poderia acabar desmaiando, já que acabou molhando as calças, digno da sua raça desprezível, não que isso a preocupasse no momento, "largou" seu braço pelo simples motivo de não querer que ele apagasse antes de ter mais informações.

Quando se afastou calmamente dele percebeu que na neblina se mantinha no padrão da chuva, ainda não conseguia entender o motivo daquele ferro tanto na neblina quanto na chuva de sangue, mas seria questão de tempo até pensar em algo, antes deveria sair daquele lugar querendo ou não a neblina estava a afetando, logo ela foi para sua casa, sim ela tinha ocupado uma velha casa com alguns cômodos a mais, a mesma pertencia a um morador que abandonou a vila com medo de acabar morrendo, lá com calma pensaria sobre tudo aquilo e junto  a pouco informação que conseguiu.

Apontava para o humano ao chão e olhava para o desbocado humano -Carregue... No momento ela não queria perder mais seu tempo com o falso grupo de heróis, mas sabia que a presença do Lich e a dela não poderia ser nada agradável aos olhos dos moradores sem contar que boa parte deles já suspeitava dela.-Seguir, tenho casa aqui...

Seguindo ela ou não, isso não a impediria de sair da rua, poderia ir para a hospedaria, mas junto de um Lich era um suicídio.

-Use mascara? falava com o Lich, pedindo de maneira educada para ele criar uma forma ilusória, para chamar menos atenção achando que ele tinha alguma magia de ilusão. Para ela isso seria o básico para o Lich um disfarce ilusório no qual ela conhecia como mascara. 

OFF: 
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Ringo em Seg 5 Out 2015 - 18:14

-ai caralh$....- eu estava decepcionado, e fiquei ainda mais decepcionado ainda quando o "especialista" estava quase desmaiado. Cocei calmamente minha cabeça, nunca vi grupo mais covarde em toda minha vida, e talvez o que mais me irritasse em tudo isso fosse o fato deles se aproveitarem da inocência alheia, não que isso fosse algo condenavel, mas como diria um velho capitão: -"trapacear e ser pego e como perder uma corrida,  so perde quem é muito lento."- bom, de concordo com esse pensamento. Se eles deviriam ser punidos por terem sidos espertos? Não! se deveriam ser punidos por terem sidos pegos e desmacarados, O CARALH# QUE SIM!

 Estendi uma mão e novamente agarrei o calcanhar do rapaz e sem muito esforço, o coloquei em meu ombro, como quem coloca um grande saco de roupas sobre as costas. -anã e ossudo, por dedução vocês devem ser meus contatos- disse enquanto começava a caminhar lentamente. -Os put#s do exercito disseram que eu iria encontrar reforços- tentei falar a ultima palavra com a maior carga de ironia possivel, afinal, depois de cinco dias de viagem o minimo que espero sejam prostitutas já preparadas para o serviço, umas 3 garrafas de vinho e uma cama, ao inves disso, me mandaram uma elfa preta e um saco de ossos que andava. As vezes parece que os oligarcas de pejite gostam de fazer piadas sem graça com seus militares... bom... fod#-se isso também.

-Já que vocês parecem se conhecer, e por acaso, são mau educados pra cacet#. Deixa que eu faço a porr# das honras- fiquei encarando a anã fixamente -Me chamo Julius, mas todos me chama de Gordo- dei um breve tapinha na costa da elfa preta, mesmo minha mão tento encostado rápida e levemente senti como se tivesse batido em um cubo de gelo, bom, se ela era assim por cima do tecido, não quero nem imaginar o que existia ali por dentro.

-E vocês são quem?-

__________________________________

-"Devia ter morrido mais tarde; então, houvera ocasião certa para tal palavra. O amanhã, o amanhã. Outro amanhã, dia a dia se escoam de mansinho, até que chegue, alfim, a última sílaba do livro da memória. Nossos ontens para os tolos a estrada deixam clara da empoeirada morte. Fora! apaga-te, candeia transitória! A vida é apenas uma sombra ambulante, um pobre cômico que se empavona e agita por uma hora no palco, sem que seja, após, ouvido; é uma história contada por idiotas, cheia de sons e fúria, que nada significa." -






Macbeth (W.S.)

Legenda
Pensamentos-Narração-Falas
avatar
Ringo
Veterano
Veterano


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Convidado em Qua 7 Out 2015 - 2:00

Azetlor se aproxima do minotouro o encara enquanto tremia de forma débil que chegava a ser patético, então começo a drenar a alma daquela criatura, após deixar a casca vazia do falso aventureiro me dirijo para Eilistraee de forma calma na língua élfica: - Fiquei muito ocupado durante estes século, Já ouvi muito falar deste encantamento que me falas, mas nunca pude de fato aprende-la por pura falta de tempo, mas diga poderias me conceder esta preciosa magia, poderíamos nos afastar deste humano bruto para que possa me explicar. – O humano se dirige ao necromante e a drow de forma muito rude, então olho diretamente para  o homem que fala seu nome pedindo que os dois apresentarem. - Eu sou Azetlor, o devorador de almas, apenas isso que deves saber por enquanto. – Diz o lich olhando diretamente para Julius que acabara de arremessar o chamado magrelo ao longe.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Bones, O lich em Sex 23 Out 2015 - 1:33

Após o Lich ter conseguido absorver aquela essência desagradável e covarde do minotauro, todos seguiram rumo ao casebre que a Drow havia tomado para si. Foi bem a tempo, pois foi possivel perceber que se intensificavam os raios do lado de fora, tomados por uma coloração de flashs vermelhos, e todos aqueles que prestassem atenção e estivessem tocando em metais, podiam perceber tais flashs rubros.

O pequeno homem não tinha muita escolha ou o que fazer, ja começando a se contentar com sua posição de refém indefeso. E indefeso estava o grupo, pois pelo som estrondoso e flashs constantes, era fácil imaginar que estavam todos presos ali por enquanto. Restava agora ver como cada um iria reagir e o que fazer diante daquilo.

[off: desculpem a demora, problemas graves pessoais aqui, mas estou dando continuidade caso ainda tenham interesse... sinto muitissimo pelo ocorrido... ]

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: _- A Vila das Sombras -_

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum