Ruas Kannin

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Qua 14 Out 2015 - 5:03

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: 05
____________________________________________________________________________

 Assim que desceu ao porão não imaginava que naquele lugar tinha alguns moveis por um ldo era bom, não precisaria por enquanto comprar o mesmo, mas sua maior surpresa foi ver que na parede havia uma abertura que dava passagem a uma câmara até aquele momento sem averiguar direito era enorme, mas Eilistraee não teve tempo de pensar sobre o lugar e sua origem, pois já estava sendo atacada pela aranha que se achava no direito de comandar aquele lugar.

 Com estava com as runas ativada em seu corpo o ataque da criatura não surtiu o efeito esperado pela aranha, via-se que seu ataque foi barrado por runas elficas de cor verde, no final, saiu tudo como a Drow planejou, e realmente ela estava certa em descer bem precavida.

 Naquele momento não expressava reação alguma apena pegou três cartas formando uma trinca simples e jogava de encontro a aranha as três cartas as ativando por um comando élfico a armadilha faria com que suas cartas explodissem contra a criatura o seu desvio seria ineficiente perto de uma explosão de área. No mesmo instante conjurou ao chão uma pequena flor na qual tratou de colher e já colocar na boca, logo que fosse envenenada comeria  flor para o veneno não surtir efeito.


OFF:
-Runa 1 : 30 HP
-Runa 2: 30 HP
-Evocar planta (Proposito: Antidoto).
-3 cartas já criadas a anos sem uso (Aff).
-Não vou me mover e gastar minha ação do outro turno usando ataque e conjurando a planta para me prevenir do veneno, bem depois dela vencer minha defesa de 60 HP da runa.
Magia e Bugiganga:

Ativada: por comando de voz (usuário/criador)Alguma formação do Poker ou apenas o naipe da carta a escolha do usuário
Alcance: jogada ou corpo a corpo
Efeito: explosão Água
Dano: 2D6 + 10(Int) +4 Pericia
Ativada: por comando de voz (usuário/criador)Alguma formação do Poker ou apenas o naipe da carta a escolha do usuário
Alcance: jogada ou corpo a corpo
Efeito: explosão Fogo
Dano: 2D6 + 10(Int) +4 Pericia
Ativada: por comando de voz (usuário/criador)Alguma formação do Poker ou apenas o naipe da carta a escolha do usuário
Alcance: jogada ou corpo a corpo
Efeito: explosão Acido
Dano: 2D6 + 10(Int) +4 Pericia
Evocar Planta Menor
Classe que aprende: universal Elemento: Terra
Descrição: Faz brotar da terra uma pequena planta que pode ser usada para se alimentar, de valor medicinal ou simplesmente uma bela flor dependendo da espécie escolhida. É muito usada por trovadores para criar flores para as donzelas e por médicos. Obviamente, deve haver solo próprio para uma planta germinar. 
Efeito:Cria uma planta que regenera 5 HP, uma planta comestível ou uma flor. Cada planta tem seu efeito específico e é diferente das outras, tendo somente um único propósito. Para se obter mais efeitos, deve se evocar mais plantas.
Custo:7 SP por planta criada
Duração: Permanente
Valor da dificuldade: 4
Raridade: Comum
Putz! Eu não sabia se era para rolar os dados é o costume de sair rolando os dados, mas tanto faz, fica a vontade ai de rolar por mim ou não, já sabemos que a aranha esta morta  >^.^<
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Sex 16 Out 2015 - 0:11

Saphyra Odin

A drow lança suas cartas contra a monstruosa aranha cujas explosões fazem a criatura ser arremessada contra a parede onde se prende, a gigantesco monstro parecia que fora surpreendida pelas engenhocas da dama das engrenagens, então de imediato o gigantesco aracnídeo dispara uma rajada de teias em forma que possa pressionar  Eilistraee, de forma que não posso escapar ou reagir enquanto seu ataques venenosos.

criatura :
HP:46/60
Força: 4 + Doença grave (Veneno)
Velocidade: 5
Habilidade: 5
Resistência: 6
Inteligência: 3
Balística: 4 (Teia)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Sab 17 Out 2015 - 0:04

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: 06
____________________________________________________________________________

 Com a pequena explosão causada pelas cartas que jogou contra a criatura Eilistraee, via que seu golpe ainda não era muito eficiente, tanto é que de onde a aranha estava tentou fazer uso de suas teias, um ato um tanto quanto de desespero quem sabe, naquele momento ainda não tinha algo em mente sobre a criatura na qual estava enfrentando.

 Como havia dado um ataque de carga só lhe restou tentar desviar das teias, não queria ficar presa ou algo do tipo, quando aos ataques da criatura ainda até aquele momento estava tendo exito em não ser acertada, quando tentava seu desvio, não sorria ma em um tom firme ainda tentava recrutar a aranha.

-Você ainda tem uma escolha, quer sair viva apena me sirva da melhor forma possível e seja mais uma guardiã do meu labirinto...

 Realmente Eilistraee já tinha em mente matar a criatura só lhe deu a alternativa de continuar viva para lhe servir, caso contrario a mataria, sem mais. Pegou mais uma de suas cartas tiradas de um cinto especial que carrega na cintura já se preparava para mais um ataque e aquele seria mais forte e eficiente que os outros anteriores.

***

OFF:
-Runa 1: 30 HP
-Runa 2: 30 HP
-Evocar planta (Proposito: Antidoto).
Aff... Esqueci que era 2 dados de dano, mas como gastei meu movimento só posso me desviar sem atacar...
-Vamos terminar com isso logo eu ainda tenho que me tornar uma Rainha em Kannin.
Ending:
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Sab 17 Out 2015 - 21:03

Saphyra Odin

A criatura monstruosa lança sua teia contra Eilistraee, a drow consegue desviar, mas por pouco ela não e atingida. Logo o aracnídeo reage emitindo um som agudo muito alto avançando contra a dama das engrenagens, tentado mais uma vez morde-la com suas pesar venenosas. Estava evidente que a gigantesca aranha pretendia defender seu posto de qualquer forma, provavelmente se conseguisse derrotar o monstro a criatura se tornaria submissa a sua vontade.

Criatura:
HP:46/60
Força: 4 + Doença grave (Veneno)
Velocidade: 5
Habilidade: 5
Resistência: 6
Inteligência: 3
Balística: 4 (Teia)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Dom 18 Out 2015 - 9:40

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: 07
____________________________________________________________________________

 Eilistraee já tinha dado a oportunidade a aranha, como a mesma não foi inteligente o suficiente para render-se a sua vontade morreria da forma mais rápida possível, a Drow e não apreciava ser servida por alguém que não aceitou sua proposta inicial de rendição. Ter essa criatura como sua serva, masi tarde teria de se defender da investida da mesma em pensar na possibilidade de tomar o seu poder, Eilistraee agiria da mesma forma eficiente como sempre, "Aqueles que não a servem, devem morrer" assim evita futuras vinganças na qual ela poderia ser pega enfraquecida por seus falsos aliados.

 Naquele momento não demostrou mais piedade alguma, viu que a aranha estava disposta a lutar até o fim, tanto é que ela havia dado seu brado de batalha logo após errar seu ataque com a teia, naquele momento a drow desviava por pouco e já entoava suas runas magias em élfico inflamando sua carta e sem desperdiçar o seu tempo já atacava a criatura em mais uma bela explosão de chamas, queria ver e ouvir os gritos dela só por diversão, quem sabe não lembraria de seu tempo como torturadora.

 Seu corpo maldito seria o alicerce de seu império, a demora que a consumia naquele lugar até poderia deixa-la um pouco fora de seu foco devido a preocupação da conquista e muitos afazeres.

***

OFF:
-Runa 1: 30 HP
-Runa 2: 30 HP
-(Antidoto).
Bugiganga [Gasta 5 sp] [18 +2d6/Explosão fogo];

Só para pensar que estou jogando castlevania.:
Saudades da minha Curandeira.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Dom 18 Out 2015 - 14:04

Saphyra Odin

A drow lança sua carta incendiaria contra a gigantesca aranha que de imediato e envolvido pelas chama, a criatura horrenda avança de imediato para cima da elfa negra em chamas, parecia ser um ato desesperado da criatura para que mesmo que sucumba ao fogo, tentaria levar consigo a dama das engrenagens, mas uma vez tentava envenena-la com sua poderosa mandíbula, aproveitando de sua agilidade. As chamas alcançaram as teias do titânico aracnídeo que começou a se incendiar de se desfazer em um espetáculo que ilumina toda a câmara que se encontra ate então envolto em trevas.

criatura :
HP:19/60
Força: 4 + Doença grave (Veneno)
Velocidade: 5
Habilidade: 5
Resistência: 6
Inteligência: 3
Balística: 4 (Teia)

Status anormais: Grave:  -5 HP por turno e mais de 50% do corpo está em chamas. O atingido recebe - 2 em qualquer teste ou rolagem tanto pela dor quanto pela distração das chamas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Dom 18 Out 2015 - 19:58

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: 08
____________________________________________________________________________

 Agora Eilistraee conseguia ver a extensão da câmara no qual estava sem iluminação alguma, afinal aquela aranha prestou para alguma coisa, mas no final, não seria diferente sucumbiria como os demais infelizes que se ergueram contra sua vontade, finalmente Eilistraee percebia que já estava se desligando de seu passado como uma simples marionete de sua família.

 Em relação a aranha que vinha em sua direção ela apenas tentava desviar, enquanto pegava mais uma de suas cartas nela concentrou novamente sua energia, sem expressar emoção alguma atacava o mostro a sua frente, o mataria em mais uma bela explosão de chamas, estava entediada com aquilo, será que a criatura não percebeu que era inútil lutar ou até mesmo tentar fazer uso das chamas que a cobria para ferir a drow, as runas em seu corpo a protegia com eficiência, no final era até nostálgico já calcular os riscos e prever o resultado de uma luta, mas sendo uma criatura muito eficiente e tendo um incrível treinamento. 

 Aquilo já era parte da sua natureza, a quase perfeição de seus atos e movimentos demorou muito para aprender e similar isso, graças as noites sem comer e as surras que tomava de suas irmãs, caso comete-se algum erro em seus treinos.

***

OFF:
-Runa 1: 30 HP
-Runa 2: 30 HP
-(Antidoto).
Bugiganga [Gasta 5 sp] [18 +2d6/Explosão fogo];

avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Ter 20 Out 2015 - 18:43

Saphyra Odin

O monstruoso aracnídeo envolto em chamas finalmente sucumbi aos esforços de  Eilistraee caído pesadamente ao solo enquanto sua teia em chamas iluminava a câmara sombria. Agora a drow poderia prosseguir com seus planos para começa a construção de seu labirinto, as explosões causado pela dama das engrenagens deixaram as paredes de pedras deste chamuscadas em recobertas de uma negra fuligem negra, mas aparentemente não causou danos preocupantes que possam abalar a estrutura.

criatura:
HP: - 1/60 (morta)

Força: 4 + Doença grave (Veneno)
Velocidade: 5
Habilidade: 5
Resistência: 6
Inteligência: 3
Balística: 4 (Teia)
 

Status anormais: Grave: -5 HP por turno e mais de 50% do corpo está em chamas. O atingido recebe - 2 em qualquer teste ou rolagem tanto pela dor quanto pela distração das chamas.


Recompensa:
45 Exp pela com conclusão do combate já creditado a seu perfil

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Sex 23 Out 2015 - 18:33

Já não tinha muito o que fazer, logo que matou a aranha seguiu seu caminho, passou pelo grande buraco na parede entediada com tudo aquilo afinal , já tinha previsto sua vitoria no instante em que encarou a aranha gigante, já estava ficando chato não ter mais desafios, que a preocupasse.

Na sala onde encontrou as seis aranhas apenas chamou o pequeno bando para anunciar sua vitoria, seria impossível pensar que ela não sairia vitoriosa, no final ordenava as criaturas a montar guarda, pois ela tinha muito que fazer naquele momento começaria aprender suas magias para mais tarde comprar mais.

Se encostando em um canto da velha casa ela começou a estudar o primeiro pergaminho, novamente seria muito repetitiva naquela função tediosa, mas teria de fazer, para se ver livre e ganhar mais conhecimento, assim que satisfeita partiria para Kannin conquistar metade daquele lugar.



OFF: Aprender magia A Arma Mágica de Juen +20 exp.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Ter 27 Out 2015 - 0:00

Saphira Odin

Eilistraee retoma o aprendizado da magia "a Arma Mágica de Juen” na qual se coloca a estuda-lo pacientemente se esforçando para compreender esta magica. Mantinha-se concentrada nisso em reler cada linha do documento em suas mãos.


off:
Para o aprendizado desta magia levara quatro turnos. Se passaram 2 de 4 turnos

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Ter 27 Out 2015 - 23:37

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: Extra
____________________________________________________________________________

 Não tinha muita coisa para fazer, depois que já tinha acabado de dar sua ordem as aranhas e tendo o lugar seguro para seus estudos ela seguiu a ler o pergaminho era algo chato, mas tinha de fazer, em um canto permaneceu a estudar e tão logo queria testar aquelas novas magias, sem mais ficou concentrada nos pergaminhos. 

***
OFF: Desculpa não tem muito o que escrever, ela esta estudando os pergaminhos.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Qua 28 Out 2015 - 2:22

Saphira Odin

A drow focada em seus estudos mantinha sua atenção somente no pergaminho na qual continha às formula que a levariam a aprender esta nova magia, quanto mais lia cada linha do documento mais perto Eilistraee ficava perto em apreender seu conteúdo, ela tinha a sensação que falta pouco para terminar o aprendizado de seu teor.

off:
Para o aprendizado desta magia levara quatro turnos. Se passaram 3 de 4 turnos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Saphira Odin em Qua 28 Out 2015 - 23:03

-Capitulo 2: O DIA EM QUE TUDO COMEÇOU.
Local: Proximidades kannin
Part: Extra
____________________________________________________________________________

  Eilistraee continuou a ler o pergaminho, logo estaria com mais uma magia em seu repertorio não tinha muito para fazer, primeiro aprenderia um certo numero de magias para evoluir, logo deveria decidir o que fazer conquistar sua Kannin ou construir seu labirinto sem contar que ainda faltava mais algumas magias e agora um novo objetivo queria todo e qualquer tipo de item magico, querendo ou não acabaria se tornando uma colecionadora de itens magicos uma fonte de energia para algo muito maior que ela tinha em mente, mas no momento bastava apenas estudar suas magias. 

***
OFF: Putz! Encontrei o rascunho da minha ficha, agora eu sei pq ela tem aqueles pontos meio sem noção.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Convidado em Qui 29 Out 2015 - 2:30

Saphira Odin
 
Após estudar algumas horas o pergaminho, Eilistraee finalmente aprende a magia “Arma Mágica de Juen” que lhe poderá se útil em seus planos de conquista. Já era o fim da tarde, por sua janela a drow podia observar enquanto o sol começava se por no horizonte tingindo o cômodo em que se encontrava vazio, começa a esfriar pouco a pouco enquanto a noite se aproximava.

off:
Receba 20 EXP pelo aprendizado desta magia já creditados em seu perfil

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Seg 23 Nov 2015 - 7:44


@Alistair

Gold pula para o chão, e abre a porta sem maiores esforços. Apesar de velha a acasa era bem completa e cuidada.

-Vamos!-

Assim que Alistair entrou, a vampira fecha a porta e o sol desperta a cidade, que já estava em alvoroço com o som das sirenes. Gold se encosta na porta de madeira e deixa seu corpo deslizar até o chão.

-Por hora estamos seguros aqui!-

A casa era bem simples, cama, mesa... e tudo que uma casa necessita ter, a diferença era um pequeno caixote feito de gelo por Gold.

-Precisa de roupas novas? Alimento talvez?-
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Fandopr em Seg 23 Nov 2015 - 17:45

O arqueiro seguiu diligentemente sua companheira até as ruas de Kannin, apos breves minutos de corrida chegou a descer em um telhado adjacente. "Este é o lugar?" O vampiro encarou a fachada da casa com certo desconforto. O problema não era a casa em si, compreendia isso. A grande questão era a que mais incomodava, tinha perguntas não se tinha duvidas sobre isso. "Porque? Você estava determinada a me matar!" Em seguida  olhou ao redor se certificando que a dupla não fora seguida.

Alistair entrou na casa aparentemente tranquilo, mas a sua inquietação estava no olhar, apenas isso demonstrava como ele se sentia. - Por hora. - concordou o vampiro, em seguida fitou Gold por breves segundos, ele queria respostas."-Você tem tempo. Descanse.-" Edge aconselhou o vampiro. Com certa relutância ele deixou as questões para depois. Apos ouvir suas perguntas; o vampiro pode perceber a mudança, ela estava diferente comparado á arena, Menos fria talvez? ele não tinha certeza. Talvez fosse a falsa segurança que sentia por estar em um local conhecido, de todo modo Alistair seguiu para o sofá...

- Sim, roupas... Mas alimento? Pensei que não se alimentava de humanos.-

Deu de ombros, para o momento ele podia se alimentar de animais, não faria diferença. Logo em seguida deixando Edge ao lado do sofá. Alistair tirava o casaco consequentemente a camisa, esta que estava com um buraco no peito. Sua calça também estava em farrapos, mas não iria tira-la ali. O jovem olhou brevemente para seu corpo, estava danificado, principalmente em seu peito, o ferimento não sangrava, mas podia sentir que ali que estava o maior dano. Ele respirou profundamente  e sentou no sofá:  ficou estático por não mais que dois minuto, estava recuperando seu corpo.

Com a maior parte do dano se recuperando, ele voltou sua atenção para a casa e consequentemente para Gold. - Como conheceu Hércules? Ambos são mercenários, não? - Simplesmente perguntou, para Alistair evitar um assunto por muito tempo era trivial." Ele se mostrou bastante intimo."
Talento&Vantagem.:

REGENERAÇÃO - Você regenera de ferimentos o dobro que um humano comum. Venenos e doenças tem seus efeitos e tempo de cura reduzidos pela metade e efeitos curativos tem sua efetividade dobrada. Ao possuir essa vantagem você pode regenerar membros perdidos por causas naturais, porém maldições,doenças graves, ataques magicos ou outras situações especificas podem te impedir de se regenerar.

Anatomia Morta
Um individuo com esse talento,pode curar outros seres assim como
medicina,porém somente criaturas mortas vivas. Reconstituindo seu
corpo. Recupera (Hab+ Int)/2+ 1d6(+medicina +necromancia) em criaturas mortas vivas.Ao contrário de medicina esse talento permite modificar corpos de cadáveres sob consentimento do GM

avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Qua 25 Nov 2015 - 7:53


@Alistair

Gold recuperava-se sentada na porta, o gelo em torno dela já marcava o local onde estava, diferente do da rua que com apenas alguns segundos de sol, já virava apenas umidade na areia e nos telhados.

-Sangue de animais.-

Rebateu Gold ao se levantar e caminhar até a pequena caixa de gelo que continha vários frascos com sangue, todos sem identificação, para facilitar a degustação.

Enquanto tomava um frasco de 30ml de sangue, via Alistair se concentrar para recuperar seu corpo. O observava com um certo conforto, por assim dizer.

-Hercules.. foi um erro do passado.-

A voz de Gold exalava raiva e tristeza ao mesmo tempo, seca foi, pois não queria continuar no assunto.

-Eu preciso de um banho. Fique a vontade, no armário há roupas que acredito servir em você.-

Caminhou até o banheiro, lá uma banheira com aguá já a esperava, um belo e gostoso banho gélido iria recuperar a jovem, suas roupas de couro branca, estavam em trapos e ela certamente seria descartada. Gold corria o risco de perder a companhia de Alistair, pois nada o prendia ali, a não ser suas duvidas.

A garota senta na banheira, nua, ela abraça suas pernas. Um choro aparece.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Fandopr em Qua 25 Nov 2015 - 18:51

Alistair  ficou calado, havia ele tocado em um assunto delicado? De certo modo ele não tinha como adivinha. Assim que sua companheira si retirou não lhe dando mais oportunidades para perguntas, o vampiro caminhou em direção da caixa de gelo. Simplesmente pegou um dos frascos e bebeu com certa hesitação, para ele; sangue humano eram de um gosto suave e simples, já o sangue contido naquele recipiente era gorduroso e de certa forma podia ser até apreciado se estivesse desesperado, no entanto este não era o caso.

Terminando em um único gole, deixou o frasco em algum lugar da casa proximo da caixa de gelo, não sabia se teria de jogar fora. De todo modo ele foi até o guarda roupa e olhou. Ele estava em duvida, mas não queria pensar muito nisso. Qual era a razão de ter roupas masculinas naquela casa para ele, era um mistério. Edge se mantinha quieto até o momento, imediatamente voltou a falar. - Ei, ei.- Chamou por Alistair o vampiro já estava com algumas roupa que provavelmente serviriam, então voltou a atenção para Edge. -Fale.- Proferiu o vampiro, ele já esperava um dos comentários maçante da arma. - ...- Alistair ergueu uma das sobrancelhas, era estranho a arma se comportar assim. O vampiro  caminhou até o sofá com certa indiferença no entanto assim que se aproximou da arma colocou as roupas sob sofá. - Ei, é uma boa oportunidade para lavar seu corpo e ver o que si passa com a nossa companheira. No entanto, sim é para tomar banho!- Alistair suspiro com a provocação da arma.


- Não sou um adolescente Edge, não vou espiar Gold.- Disse como se aquilo fosse obvio e improvável. Edge soltava uma de suas gargalhadas juvenis, assim que Alistair terminou de falar. - Eu disse espiar? Você esta dizendo...- O vampiro revirou os olhos, Edge sempre era egocêntrico e arrogante. .- Certo, certo. Então qual é o plano? Vai mata-la?Fugir de Kannin? Para onde. Quando. - Alistair não tinha parado para pensar em que faria depois da arena, certamente estar com Gold foi uma experiencia única e até mesmo reveladora para o vampiro, mas não mudava o fato que aquela era a responsável pela sua vida atual. - Eu ainda tenho perguntas que não forram respondidas, mal sei o que é uma mestiça e ter essa referencia sobre a raça dela é algo que deixa meus pensamentos perturbados... E não, não planejo fazer mal a ela. Viver sabendo que foi responsável por criar uma existência como a minha deve ser bem... Interessante.- Alistair sabia que derrotar Gold não era uma tarefa fácil, e que a curto prazo não iria trazer qualquer beneficio, ele preferia viver sabendo que existia alguém que deveria superar, e consequentemente subjugar.- E sim, acho que vamos sair de Kannin, procurar alguém que seja útil e transformar. Talvez, as ruínas de fogo. Vaelin pode ter ido para aquele local. mas creio que vamos para Jilya.- Concluiu.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Sex 27 Nov 2015 - 9:24


@Alistair


Cap 02

Questions and Answers

_______________________________________________________________________________


Gold não demorou mais que 5 minutos no banho, pois se fosse mais do que isso correria o risco de congelar a água. Enrolada em uma toalha, sai do banheiro secando seus cabelos que já começavam a congelar a água em excesso.

Caminhou até o armário e pegou outra roupa, branca com a anterior e emborrachada. A vestiu por debaixo da toalha, deixou a mostra algumas partes do seu corpo, mas não se incomodou com isso.

Ela, após se vestir, tinha um cheiro de rosas azuis, um cheiro muito agradável.

-Muito bem, esta estampado na sua cara que tem várias peguntas e acredito isso ser a única coisa que ainda te prende aqui comigo.-

Ela se vira e fica encarando o jovem vampiro, caminha até a mesa e se encosta, aproveitando uma brecha da porta para observar as pessoas lá fora. A sirene já não tocava mais, e a movimentação volta a ser normal nas ruas, como de costume e volume cotidiano.

******************************************************************


-Gold, você é esperta.. No que foi que se meteu agora?-

-Desculpe senhor, mas não pode passar dessa marcação, ouve um desmoronamento, pode ser perigoso.-

-Perigoso para você...

- "..."

**************************************************************
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Fandopr em Sex 27 Nov 2015 - 19:28

Conversar com Edge era algo natural para o vampiro, querendo ou não a arma maldita estava com ele desde que ele aprendeu  a controlar os instintos sobre a sede vermelha.Em seguida o vampiro voltou sua atenção para as roupas, logo em seguida desafivelou a aljava e as espadas de sua cintura, em poucos segundos se trocou e voltou a organizar seus equipamentos na devida ordem. Edge ainda estava no sofá calado, parecia que estava satisfeito com a conversa com Alistair. Diferente de antes Alistair agora, estava de branco: camisa e calça, o único Contraste era seu casaco grosso preto.

Apos minutos de silencio Alistair não conseguia parar de esconder, estava começando a demonstrar impaciência. O vampiro seguiu para uma parede não muito longe de Edge e cruzou os braços, seus dedos batiam em um ritmo constante e ritmado. Permaneceu ali até o retorno de Gold... A visão sensual da garota enrolada em uma toalha foi capaz de deixar o vampiro mais confortável, deixando assim de bater os dedos, de alguma forma o cheiro e até mesmo os movimentos da garota ao se trocar era de uma sensualidade que nem mesmo a indiferença de Alistair podia deixar de ignorar. O vampiro encarou Gold com um olhar estranho, descrença... - Estou aqui por gostar de você...- A resposta veio de Edge, não era uma mentira, mas também não se podia tomar como uma verdade, a grande questão o que podia ser. - Sim, você está certa, correta.- Parou por breves segundos tentando incitar alguma reação inesperada em Gold então continuou.- Não nego meus crimes, mas faz tempo que não caço o seu povo. Então? Por quê agora.- Indagou, Alistair tinha plena certeza que em suas emboscadas eram simplesmente perfeitas, nisso ele com toda certeza faltava um pouco de humildade de sua parte.- E não menos importante... Você teve oportunidades, assim como eu tive. Quero deixar claro que... Não estamos falando de mim. Então?- Apenas observou, ele de alguma forma estava tenso, preparado para correr até Edge se necessário.  
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Seg 30 Nov 2015 - 8:14


@Alistair


Cap 02

Questions and Answers

_______________________________________________________________________________




As bochechas de Gold por breves segundos ficaram vermelhadas,e seu olhar de certa forma se alegrou, essa sensação de alegria durou breves segundos, mais precisamente, o tempo para a segunda pergunta de Alistair.

-Uma vez bandido, sempre bandido... Foi as palavras que me disseram. Para poder caçar um vampiro, preciso praticamente ser um, e isso leva tempo. Usaram apenas a oportunidade correta, alguém que entendesse o lado deles, alguém como eu.-

A jovem, pega mais um frasco de sangue que havia na pequena caixa de gelo, o chão é marcado por onde ela passa.

-Oque aconteceu naquela arena não estava planejado, matar alguém é algo simples para mim, mas porque será que não consigo ver em você oque eles veêm? Apesar de vc ter feito oque fez no passado, hoje você não parece ser o mesmo.- Respirou- Meu contratante, tem olhos e ouvidos por todas as partes, por isso sabemos que estava retornando a cidade e para mim foi fácil te localizar.-

Apenas 2 segundos e o frasco estava vazio, Gold estaca completamente inteira agora.

-Agora, porque voltou? Porque justo aqui?-

***************************************************************

O calor era tamanho já tão cedo que, no meio de tantos adultos correndo, uma criança foi vista brincando em um rastro de barro, esse era o que (esqueci o nome) precisava para encontrar Gold.


- Espero que tenha uma boa explicação para isso...-

*****************************************************************
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Fandopr em Seg 30 Nov 2015 - 9:05

Alistair ouviu com atenção as palavras de Gold, ele não esperava por aquele comentário de certo modo, agora olhava para ela com intensidade, quase como se tenta-se tentar descobrir se ela estava seria sobre suas palavras. Simplesmente a garota estava mais próxima do que percebia de receber um olhar fulminante de Alistair.

-Não diga isso- Advertiu Alistair demonstrando que o comentário de Gold havia tido um efeito estranho no vampiro. - Vampiros não mudam seu comportamento, isso é tolice. Eu sou o mesmo, apenas...- Destacou seu ideal com certa convicção, mas parou logo em seguida. O que quer que fosse ele não ia continuar com aquele assunto.  
-você fala como se não é uma vampira a todo momento... isso me incomoda.- Um sensação de certo desconforto podia se sentida por Alistair, talvez fosse pela conversa simples com Gold ou até mesmo esta se dando ao trabalho tentar entender quem estava perseguindo, ele não conseguia ter clareza do que era, mas de certa forma ele apreciava aquele momento.

-Sinceramente, estava procurando por Vae... Por alguém. Como passei alguns meses sem sucesso em sua busca. Quando percebi que já estava em Kannin, e isso coincidiu com um dos meus outros objetivo...- Ele hesitou, simplesmente hesitou. O vampiro voltou a encarar Gold analisando se ela fosse digna de ouvir um de seus objetivos. - Construir uma família.- Por fim, foi Edge que dava a ultima palavra.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Seg 30 Nov 2015 - 10:04


@Alistair


Cap 02

Questions and Answers

_______________________________________________________________________________


-Vampiros mudam sim! Sempre nos adaptamos ao que precisamos e queremos!-

Gold indaga de forma um pouco mais agressiva do que o normal, e depois se acalma novamente.

-Mestiça é quando alguém não se transforma totalmente em algo, no meu caso não sou completamente vampira, ainda respiro, meu coração ainda bate, mas todos os sentidos e forças e velocidades que um vampiro tem, eu também tenho.- Fui uma experiencia militar que deu certo.-

A Jovem fica de certa forma surpresa ao perceber as intenções de Alistair, pelo menos uma vez o arco maldito falou algo certo, na hora certa.


-Mas aqui, construir uma família aqui!?-

Gold estava balançada, por breves segundos ela se imaginou no futuro com ele.

***************************************************************

-Droga, estou perdendo o rastro!-

O barro estava secando e a ultima poça estava perto da casa onde a dupla estava.


- Sinto você Gold, e quem esta com você?!-

O inimigo estava no outro lado da rua, observando a porta onde a dupla estava.


***************************************************************
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Fandopr em Seg 30 Nov 2015 - 23:17

De certa forma as palavras de Gold e Edge deixaram o vampiro pensativo, ele não tinha como si enganar, de alguma forma tinha mudado ao longo daquela noite, no entanto, talvez fosse por orgulho ou até mesmo algo ainda mais simples como medo. Ele não queria aceitar que Edge teve a ideia de dizer sua atual situação. Como consequência ele ficou calado por um tempo.

- Edge...- Comentou quase como um sussurro, ter seu objetivo divulgado para Gold era algo imprudente e Edge cedo ou tarde iria ter de arca com isso.

-Hm, você é estranha.- Disse por fim sem nenhum motivo aparente, ao que parecia ele iria assumir a conversar enquanto Alistair pensava com cuidado.

-Lembre-se, Alistair não é um mestiço como você. Quando ele diz família, ele esta se referindo a seguidores, semelhante a uma família, mas não ao que você imagina.-Deixou o som de sua risada artificial ecoa pela casa, ele de certa forma gostava das reações de Gold.E como era uma arma meio que especial podia ler as reações de Gold, mais precisamente que o vampiro.

- Então agora é minha vez, sempre fico vendo vocês nessa atmosfera de morder e assoprar e para mim isso é chato, muito chato. Tão chato que até eu fico chato. Eu me pergunto, como uma princesa é pega em operações com o vírus do vampirismo. Bem, que seja, si fudeu..- Alistair estava já preste a tomar a arma e desarma-la ali mesmo, era a unica forma de impedir de ela falar algo a mais, mas de alguma forma ele sabia que ele ainda mantinha uma coinciencia mesmo desarmado.- Ter coração batendo? Respirar? Isso não é bom, te deixa vulnerável, passe uma noite com a mão Direita e se torne uma por completo, e talvez ele compreenda você.- Alistair já estava a pouco passos de Edge já erguia a mão para tomar a arma e desarma-la. Ele sabia que Edge, estava falando sobre transforma-la em vampiro, mas ao que parecia alguém poderia entender de forma equivocada e ele tinha quase certeza que Gold iria entender de maneira errada.

- Acho que não apresentei ele a você. Este é Edge A'rc, o arco maldito.-
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Rubi Make em Qua 2 Dez 2015 - 8:11


@Alistair


Cap 02

Questions and Answers

_______________________________________________________________________________




-Você é um arco que fala, e eu que sou estranha?!-

As palavras ditas pela arma, realmente tinha lógica, sendo uma mestiça, Gold tinha um poder exorbitante e seu estoque de mana era muito maior do que qualquer outro, mas o fato de ter um coração, respirar e outros detalhes como sentimentos, a deixa realmente vulnerável.

-E porque transformar pessoas em vampiros, você sabe mais do que ninguém que isso é uma horrível experiencia! Porque fazer as pessoas sofrerem?-

Gold começa a gaguejar em algumas palavras, mas continuar..

-Minha vida era uma merda, apesar de ser uma princesa, muita coisa ruim acontecia com aqueles que se diziam ser minha família, apesar de ser a princesa, eu tava mais para escrava e moeda de troca.- Ser oque sou hoje, me liberou do meu passado e se ainda quer saber sobre Hercules. Foi quem matou meu irmão!-



A garota abraça a só mesma, não gostava de falar sobre seu passado, mas já que ela havia interferido na vida de Alistair, nada mais justo.

**************************************************************
-Essa energia.... oque esta acontecendo lá dentro?-

**************************************************************
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ruas Kannin

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 5 Anterior  1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum