Coração do Pântano

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Coração do Pântano

Mensagem por Saphira Odin em Dom 16 Ago 2015 - 23:22


____________________________________________________________________________
(Coração do Pântano)

É quase tão ruim quanto o Fukai,só que não há nevoa,os gases não são tão nocivos,mas deixam qualquer um enjoado. Toneladas de insetos pairam pelo lugar, a lama vai até os joelhos e a vegetação é densa, incomoda e esconde os piores venenos. Como se não bastasse, o local é fonte de boa parte das doenças de Zephyr,de micoses até viroses por isso cuidado ao passar por aqui. Porque além de doenças,existem animais peçonhentos como em nenhum outro lugar.

OFF:Ichirou.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Fandopr em Qua 23 Dez 2015 - 9:27

O vampiro sentia a atmosfera mudar para algo nocivo, era de se esperar que ninguém em juízo perfeito iria se aventurar naquele loca. O lodo aparentemente fumegava em algumas bolhas, gazes ou algo mais simples, observando o vampiro não sabia ou queria entender. Ele apenas parou de respirar apenas para evitar o cheiro fétido do local. - Não duvido de sua capacidade, mas tem certeza?- perguntou o vampiro preocupado, já não tinha tanta certeza que Emily estaria em tal lugar. Alistair parou e olhou para o céu. A vegetação incomodava seu sonar. De alguma forma o som demorava para ecoar de volta para ele, atrasando ainda mais os movimentos em que se podia tomar daquele lugar.

O arqueiro seguiu os passos de Gold. " Ei, Alistair." Ele franziu o cenho com a voz de Sagitario em sua cabeça.  

"Diga."

" Qual é o significado de asinina"

"...."


"Você se assemelha a um"

" Isso é tudo? Volte a ficar calado."
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Rubi Make em Qua 23 Dez 2015 - 9:56

  
@Alistair


Cap 03-001

Starting a family

_______________________________________________________________________________


-Eu também não entendo o porque... mesmo nunca tendo perguntado.-

Não demorava muito e começava a ventar no local, nada agressivo, uma brisa leve, mas o suficiente para mexer os cabelos de Gold que liderava o trio no momento da busca. Um distancia de 2 pessoas entre cada integrante e por senso ou por ser mais antenado que os 2 Alistair para ao perceber que estava sendo beijado, sentia a língua em sua boca mas não via nada por uns 3 segundos até Emyli aparecer dando um beijo tão caloroso quanto os beijos apaixonados de Gold. Suas mãos, uma segurava o cabelo de Alistair e a outra estava em sua cintura, puxava Alistair para perto, pressionando seu corpo sobre o dela.


Sassuke, via tudo com surpresa, mas não falava nada, apenas cruzou os braços.


-Isso vai ser um problema..-

Gold ao escutar a voz de Sassuke se vira e se depara com a cena, ela até pensa em falar algo, mas acaba se segurando e se mantem aposta, apenas cerrando os dentes e com a cara fechada.


-Agora sei, o motivo de Gold ir contra a vontade da Ceita.-


Falou Ar, ao terminar de beijar Alistar.


A voz de Ar era mais suave que Gold, mais sensual, e sua beleza era algo de outro mundo, Gold era bonita, mas levava uma surra para Emyli.


-Sassuke, Gold.. A que devo a Honra da visita de vocês?-


Alistair, ficou balançado com Emyli.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Fandopr em Qua 23 Dez 2015 - 18:06

“Não me provoque, tenho armas escondidas. Não me engane, posso não resistir. Não grite, tenho péssimo hábito de revidar.”  


Segundos se passaram quando o vampiro sentiu a atmosfera mudar, algo tinha ficado diferente, mas parecia que ele não conseguia entender o que era. Parou e observou o lugar com mais atenção, até o momento que sentiu algo a sua frente. Não conseguiu compreender de imediato, mas sentiu algo sendo pressionado contra seus lábios; era úmido e delicado e pressionava contra sua boca. Imediatamente o vampiro sentiu um misto de sensações, tantas em tão pouco tempo que o fez hesitar pela surpresa do evento. Receio e algo como curiosidade e talvez até mesmo algo nostálgico até perceber que aquilo era um beijo.

A sensação continuava por mais alguns segundo, sinceramente ele não conseguiu pensar em nada a não ser aproveitar o momento e a sensação que lhe proporcionava, então o ser responsável por  aquilo se revelou a sua frente.

Enquanto a jovem continuava a beijar. Alistair finalmente sentiu as mãos e o corpo voluptuoso da garota , talvez fosse proposital, mas pelo modo que ela o agarrava estava bem difícil do vampiro se separar da jovem. " Por$@ Sassuke, não fique olhando" O vampiro ficou incomodado com atitude do jovem, não que ele se preocupava com o que Emyli pudesse fazer, mas ter sido pego tão facilmente o aborrecia e nisso ele iria se aproveitar para ensinar a jovem a diferença entre um beijo humano para um dos vampiros.

Alistair evitou olhar para Gold, não queria se deixar pelo o momento e mostrar que de alguma forma não si sentia culpado por aquilo. Claro, estava surpreso pela abordagem diferente, mas isso era tudo. Ergueu os braços envolvendo a mestiça. Sua mão esquerda ia em direção a seu rosto, consequentemente voltava a se aproximar seus lábios em um beijo de sua própria iniciativa, de fato o vampiro não era caloroso com o beijo era comum e nada mais, não demonstrava paixão ou algum sentimento elevado para com a mestiça apenas a beijava.

Assim, ele a segurava e ponderava se ela era capaz de escapar de seus braços  mesmo naquela situação ele não iria deixar a garota escapar sem receber uma bela reparação de seus atos, assim ele inclinou a cabeça até os ouvis da jovem, de alguma forma a voz da jovem, ainda ecoava em sua cabeça. -Raramente alguém me provoca a este ponto.- Sussurrou para logo em seguida seguir até o pescoço da jovem... Ele não hesitou, nem mesmo olhou para seus familiares ao redor, simplesmente lançou sua boca ao pescoço da jovem.

Sua mordida não era dolorosa e tão pouco iria incomodar a jovem por muito tempo, e se ela estivesse mesmo desatenta poderia até mesmo ficar estimulada pela sensação, estranha de um vampiro se alimentar. Alistair como sempre que se alimentava entrava em frenesi, tudo ao seu redor desaparecia. Apenas a pulsação do coração da jovem podia ser notado pelo vampiro, pulsando com vitalidade similar a um passarinho aprisionado por um predador. Não durou mais que breves segundos o ato de sugar o sangue da jovem, indiferente a reação dos demais comentou para a jovem assim que terminou, com sangue escorrendo pelo seus labios. - Você é Emly... Eu sou Alistair Kanguard.- Disse ainda segurando o corpo da jovem, deveria estar enfraquecida e confusa, no entanto era apenas trivial para o vampiro, o que estava feito, estava feito.

E no silencio constrangedor e tenso que se seguia apenas a voz de sagitário era ouvida- Isso foi nojento. -
Vantagens & OFF:


Bem, foi isso que pensei. Desculpa pela bíblia mas não deu para segurar nessa -q. É tudo tentativa, vai de você se vai dá certo ou não.

SEDUTOR  - Você não precisa ser bonito, mas é um arraso com o sexo oposto. Sabe como falar, o que dizer e como agir para conseguir o que quer. É um conquistador de primeira.Todos os testes para conquista e manipulação(int x int) recebem um bonus de +2,caso consiga um acerto critico,a ''vitima'' irá se apaixonar até que ela passe em um novo teste de sedução ou você a desiluda.Se eu fosse você, tomava cuidado com isso.




Eu não sei se vai fica ruim, mas eu até que gostei da ideia. A cada vez que Alistair se alimentar de um dos mestiços Sagitarrio libera uma das 5 magia de acordo com o elemento do familiar ( Ou algo assim, não tenho certeza)  A primeira é.


Nome: Rajada Sonora
Classe que aprende: Todas/Elemento: Ar
Descrição: O som se propaga pelo ar, e a partir de um minimo ruido,o conjurador consegue criar uma rajada de som enorme,capaz de desnortear seus inimigos, possui o alcance de 6 metros.
Efeito: Causa status negativo tontura média e – 1 de habilidade.
Custo: 13 SP Por alvo + o mesmo custo,por turno
Duração: Instantânea
Valor da dificuldade: 8
Raridade:Raro

avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Rubi Make em Sab 26 Dez 2015 - 17:58

  
@Alistair


Cap 03-001

Starting a family

_______________________________________________________________________________


Aquilo fora mais do que um simples beijo, Emyli fora pego pelo sedutor vampiro, caindo então como um patinho na armadilha. Alistair mesmo retribuindo o beijo, ainda sugou sangue da mestiça que por ser uma mestiça o deu oportunidade de sentir o gosto tão saboroso dela, deixando o sangue humano no lixo.

Gold, segurava sua raiva, mas sua atmosfera gélida estava maior, seu olhar era fulminante para ambos, ela até pensou em fazer algo, mas fora deixado de lado essa ideia quando Sassuke se intromete na frente dela.

-Fique calma, ele é seu mestre antes de mais nada!-

Logo, Gold assentiu as palavras e volta a se acalmar, e a atmosfera em seu torno se normaliza novamente e durante esse dialogo Alistair já se adianta, segurando e iniciando um dialogo com a terceira mestiça.

-Nossa, onde aprendeu essa mordida tão precisa e pouco dolorida? Digna de um Rei!-

Obviamente ela estava sendo irônica, a precisão fora insuperável, mas a dor era como a mordida de qualquer vampiro jovem.

-Preciso de um segundo...-

Emylli se apoiou nos joelhos para recuperar seu folego, e logo voltou a postura inicial.

-Eu sei quem você é, e oque estão tramando.... a questão é? Porque vieram até aqui?!-

O semblante antes doce, agora era de certo modo assustador, ela olhava seriamente para Alistair enquanto pronunciava as palavras.

-Acha mesmo que consegue destruir a Ceita?-

-E porque esse medo todo Emyli?- Falou Sassuke já olhando para ela. -Até onde me lembro, você estava ao nosso lado!-

Emyli virou para Sassuke.

- E estou, mas estamos entrando em uma batalha, que se Terra entrar, não temos a mínima chance... vocês sabem disso não é?-

-Iremos lidar com ele... vamos falar com ele..-

-Falar com ele Gold, a última vez que você tentou falar com ele, levou uma surra! Lembro de você rastejando no chão implorando por sua vida! Gold, você apanhou que nem um cachorro.... e olha que você é a segunda mais forte... Terra não fala e a essa altura já deve estar a caça de vocês e de mim agora... -

Gold baixou a cabeça, sabia que não era párea para Terra, e não se pronunciou sobre isso.

-Mesmo que nós 3 lutarmos contra ele, não teríamos chance. Nem mesmo você Alistair, com essa sua Armadura de brinquedo conseguiria.-
Respirou.- Me convença a seguir você.- Cruzou os braços e olhou para as partes intimas do líder, esperando que o mesmo começasse a falar.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Fandopr em Dom 27 Dez 2015 - 15:21

O sangue rubro que derramava do pescoço da mestiça era algo novo para o vampiro, tão diferente dos humanos, tão saboroso, tão único que era algo que o vampiro jamais esperava provar, nem mesmo nas donzelas mais puras. Ele deixou a jovem de lado descansando e se afastou com alguns passos, estava certo que ficar perto de tal fonte era uma tentação que o vampiro não estava preparado para arriscar. Em seguida passando o polegar pelos lábios, o limpou indiferente aos familiares ao seu redor.
O vampiro brevemente olhou para Gold, segundos depois que Sassuke interveio. Ele estava curioso, queria saber se a jovem sentia alguma repulsa pelo seu gesto e se as coisas seriam diferente de agora em diante. " Vamos Gold, eu não quero um familiar que abaixa a cabeça condescendentemente"

De algum modo Alistair devolveu o olhar de Emily, algo para ele não estava certo, algo simples que ele de certa forma devia ter verificado momentos antes. " Como ela sabe?" O vampiro levou a mão ao pescoço, até as marcas de mordida.- Não é obvio, vim ver você. Queria ver por mim mesmo.. - Ele se afastou ainda mais da mestiça e sentou em um tronco próximo, de certo o vampiro ainda olhava para Emily devolvendo o olhar que beirava a hostilidade. - Destruir? Neste momento não vejo razão para destruir algo assim. Minhas pretensões são mínimas, apenas procuro conhecer cada um dos mestiços. E descobrir qual a ligação que fizeram eu ser caçado e morto pela ceita.  -  Disse meio desconfortável a ideia da propiá morte.


O vampiro ouviu com certo interesse á hesitação nas palavras de Gold, consequentemente as palavras de Emily.  O vampiro seguiu o olhar da mestiça apenas para entender para onde estava seu interesse. Compreendendo o olhar voltou a tentar não pensar muito nesta possibilidade. - Convencer? Não farei isso. Tão pouco irei garantir que não iria abusar do seu delicioso corpo. - Lançou um moderado olhar para Gold, de certa forma ele tentava provocar a mestiça." Posso estar errado sobre ela." - Eu até agora estive em duvida. Por que o coração do pântano, está com medo do mundo? Com medo de Terra... Ou detesta a forma que foi criada? Eu me peguei pensando demasiadamente em suas razoes. E sabe? Não sei. - Simplesmente enrolou com a palavras, era simples o vampiro tinha uma certa ideia das razoes da mestiça, mas agora ele estava pronto para seguir em frente mesmo sem a mestiça do Ar.

O vampiro se virou para Gold, agora estava na hora de aproveitar a breve companhia da mestiça do ar para algumas respostas. - Foi você quem lutou contra ele, então diga-me. Ele a deixou viva, ou você implorou por sua vida? É importante. - Se virou para Sassuke. - Como você sabe aonde estávamos, simplesmente sabe?- Virou para Emilly com duvida sobre o rumo das coisas. - Qual é o meu nome?-  O vampiro fechou os olhos e deixou os pensamentos fluírem. " Um vinculo, oque eu sei sobre os elementos? São a essência da magia e por isto estão ligados, tanto em fraqueza ou força. Mas de certa forma por que terra, não acabou com Gold? Me resta a duas coisas, ele é incapaz, ou sente algo por Gold... Mas não me disseram que os quatro originalmente eram próximos para uma relação desse tipo..." Ele abriu os olhos renovado pelo minutos de silencio que seus familiares havia proporcionando.- Então;;;.- Se virou fazendo menção que iria se retirar.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Rubi Make em Dom 27 Dez 2015 - 21:27

  
@Alistair


Cap 03-001

Starting a family

_______________________________________________________________________________


Gold viu a aproximação de Alistair, e voltou a levantar a cabeça, o encarou por breves segundos, seus semblantes , não dava para saber qual era mais frio neste momento. Sassuke, deu espaço para seu líder retornando a sua posição, na retaguarda.

-Você viajou até aqui, apenas para conhecer os mestiços? Ta bom..-

Emyli cruzou os braços com cara de quem não havia acreditado nem um pouco nas palavras do jovem lider, mas continuava a ouvi-lo com atenção. A forma na qual ele, minuciosamente soltava cada palavra, mostrava o seu dom avançado de liderança, sem falar na sua habilidade de captar as coisas.

-Não tem um porque,apenas escolhi esse local para poder ficar sozinha, gosto da minha companhia, e para mim, ela já basta.-

Emyli não escondia nada, estava sendo tão aberta, que chegava a ser estranho, estranho era a atitude do Lider em tentar atiçar Gold, ela não entendia, mas ficava corada toda vez que ele tentava fazer isso, mas piorou quando o mesmo se aproximou dela e a perguntou sobre o ocorrido dela com Terra.

-Ele a deixou viva!- Sassuke respondeu no lugar de Gold que estava travada com a aproximação de Alistair. -Nunca vi, a forma na qual Terra lutou contra Gold fora algo extraordinário, ele usou todo seu poder. A luta, mesmo que por ideais diferentes, e mesmo não chegando a nossos superiores, não havia sentido, talvez isso pode ter ajudado na decisão de Terra.-

Todos ficaram em silêncio, respeitando os minutos que Alistair pediu, mesmo sem ter dito uma palavra, o grupo estava começando a se conhecer.

-Minha mascara, em um dos olhos, ela me permite sentir a áurea dos seres. Cada ser, cada forma de vida nesse planeta, tem uma áurea e a mascara capta todos eles... como o rastro de gelo não durou muito, acredito pelo efeito do calor, usei essa habilidade.. e um detalhe básico, eu sabia onde estavam indo e onde Ar se encontra.-

-Então, você vem ou não conosco Emyli?!-

Gold questiona seu irma.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Fandopr em Seg 28 Dez 2015 - 2:29

O vampiro por um curto momento pensou em perguntar em como seria sua áurea, de certo seria algo triste e traiçoeiro por isso decidiu ficar calado. Em seguida observou a vegetação em sua linha de visão, de algum modo ele concordava com Emily; era um bom lugar para se isolar e apenas para isso, de resto era um lugar traiçoeiro e hostil. - Eu não sei como lidar com você emily, e de certa forma não vejo como a experiencia de ficar sozinha será benéfica para alguém tão impulsiva, bem para o que me contaram sobre você... - Concluiu os últimos pensamentos levando em conta do que tinha presenciado da garota e do que Gold havia comentado " Até mesmo para os mais flexíveis com o tempo, se tornam uma condenação."Então se levantou do tronco, olhou para a dupla que o seguiria de agora em diante. - Quanto tempo em que vocês não trabalham juntos? Eu não tenho nenhuma experiencia em tal coisa. - Claro, ele detinha Edge como companheiro e agora Sagitarrio, mas a experiencia em lutar dependendo de outros fora as armas, era algo inconcebível para o vampiro até o momento, ele certamente queria aumentar as chances de enfrentar terra caso assim fosse possível. - Quanto tempo até terra nos alcançar? Eu não tenho uma previsão, mas é certo que ele vira. - " Buscar informação sobre a ceita com Terra em nosso encalço é arriscado, vamos  conhecer nossos limites."


Ele não conseguia libertar os familiares de algo aparentemente obvio, simplesmente a falta de iniciativa deles incomodava ou era a compreensão do vampiro em compreender aquela raça que estava errada? Certamente ele não era perfeito em tudo e isso o deixava inquieto. Os mestiços até o momento se mostravam satisfeito com sua liderança, mas isso o incomodava. Não eram capazes de opinar ou criticar suas ações, claro eles detinham cada um suas respectivas personalidades o consideravam o mestre, mas apesar de tudo: Até mesmo o vampiro iria ser afetado futuramente, prepotente e arrogante, não mudaria tão rápido, mas se a mudança ocorresse era algo difícil de se acostumar.

- Ué, e o lance da família? Não era isso? Ta mentindo pra mim ou para ela?-
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Rubi Make em Seg 28 Dez 2015 - 12:02

  
@Alistair


Cap 03-001

Starting a family

_______________________________________________________________________________

-Senhor, Emyli será de grande ajuda! Ela tem por usar o Elemento Ar, tem a habilidade de criar um campo sensorial em nossa volta, de rastreio ou de proteção, antecedendo assim movimentos de um possível inimigo.-

Sassuke era serio até de mais, não demonstrava os sentimentos descontrolados, assim como as garotas.

-Exato, foi assim que eu soube do que aconteceu com vocês, o vento trouxe todas as informações sobre você e Gold, sabia que estavam vindo, por isso esperei aqui e sim Gold, eu vou com vocês!-

-Senhor, conheço um local, uma espécie de campo de treinamento, por ser bonito e pacífico, poucos vão. Lá, podemos mostrar ao senhor do que somos capazes, e assim o senhor, saberá quem utilizar quando precisar...-

-Terra é minucioso, não vai queimar cartuchos atoa, e ele gosta de se aparecer, provavelmente irá nos atacar quando estivermos sobre vários olhares.-

Gold inclina a cabeça e concorda com as palavras de Ar, logo em seguida ela começa a falar.

-Poucas horas de caminhada até a Clareira, podemos montar acampamento lá e nos preparar para oque possa acontecer.-

Emyli imediatamente pega no braço de Alistair e ambos começam a caminhar, por cima do caminho de gelo e em direção ao lugar.

OFF: POSTE AQUI E AQUI
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Fandopr em Ter 29 Dez 2015 - 10:18

Ele meneou a cabeça em um sinal de positivo para Sassuke, aquela informação sobre Emily seria de grande valia para referencias futuras. " Campo sensorial... Então foi assim que ele anulou o meu sonar " O vampiro olhou para o rosto de Sasuke com atenção. "Ele não devia ter mais de quinze outonos quando optou por se tornar um mestiço. " O vampiro estranho o comentário de Sassuke, um lugar bonito e pacifico sem ninguém por perto era algo estranho e irreal, no entanto até conhecer o Gladiador que na verdade era um magico psíquico, ele já não demostrava a mesma visão do passado.


O comentário de Ar sobre terra deixou o vampiro apenas por breves segundos tranquilo, então deixou de ter certeza que terra faria algo assim. "Eu não o conheço, mas como ela pode estar enganada... A não ser quanto tempo ela não ver terra?" Alistair tinha compreendido que diferente dos vampiros que evitavam mudar ou até mesmo se tornavam imutável, os mestiços gostavam de mudanças.  

O vampiro observou Gold como sempre fazia. - Mostre o caminho.- Respondeu então seguiu poucos passos sozinho até Emily pegar em seu braço. Para Alistair aproximação da mestiça era bem vinda, mas estava claro que lidar com ela teria consequência para sua familiar, independente disso ele não desejava algo que afetasse o rumo das coisas.
avatar
Fandopr
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Coração do Pântano

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum