Taverna de Mir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Taverna de Mir

Mensagem por Saphira Odin em Sex 14 Ago 2015 - 21:55


____________________________________________________________________________
(Taverna de Mir)

Amigos, irmãos, parceiros.Beber não é um crime mas brigar é considerado algo feio, sendo em Mir,mesmo uma taverna tem uma elegância elevada e o clima de festa e de reunião de velhos amigos se mantém constante. Como é a unica taverna da cidade, ela é grande o suficiente para todos, com seus dois andares de taverna e uma outra casa de 2 andares em anexo,para viajantes cansados que queiram passar a noite.

OFF:
Itens:

 Cerveja
DescriçãoSuprimento de mais ou menos 1L de cerveja em uma bela garrafa.Recupera 3 SP por garrafa,mas em  compensação...
Preço4 POs
-
  Vinho Cantina da serra
DescriçãoSuprimento de mais ou menos 1L de vinho em uma bela garrafa.Recupera 1d6 SP por garrafa,mas em compensação...(ja vou avisando,é marca vagabunda...)
Preço6 POs
-
  Chateau de Vellié du Ventê
DescriçãoSuprimento de mais ou menos 500ML de vinho em uma bela garrafa. Recupera 1d6+6 SP por garrafa,mas em compensação...(Ao menos você pode impressionar alguém.)
Preço15 POs
-
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Zigg em Qua 26 Ago 2015 - 20:23

Suspirou emburrado. A noite estava caindo e as luzes da cidade estão se acendendo iluminando o descontentamento do rapaz. Ele não havia encontrado nada digno de sua atenção, então resolveu caminhar despreocupadamente pelas ruas, quando eu seu caminho ele chegou até a Taverna. Um lugar de alto nível, se compararmos com o padrão da média de tabernas por ai. 

- Amor, seja uma boa garota e me arrume uma cerveja... -comentou enquanto puxava uma cadeira e se sentava de costas para o balcão. A moça até de forma amável abriu a garrafa e deixou o copo perto do rapaz.

-Boa garota, se for mais boazinha prometo te dar um ossinho, ou ao menos não vou falar que está roubando o dinheiro da taberna! -falava de costas para a mulher enquanto ignorando o copo pegava a garrafa e bebia um pouco no gargalo- Por favor, se não não teria outra explicação para você forrar os bolsos com poucas moedas como ouço ao invés de deixar tudo num local seguro.Você está, agora com outra quantia quando entrei, posso notar pelo barulho. Seus saques não são tão bons...

Fitava sutilmente as pessoas sentadas nas mesas. Se arrumava levando sua mão direita para dentro do seu sobretudo.

OFF:
Spoiler:
Gastou 4 POs, ficando com 36 em caixa
avatar
Zigg
Novato
Novato


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Saphira Odin em Sex 28 Ago 2015 - 8:29

Zigg

Na  taverna o jovem não perdia seu tempo em meio aos pedidos lançava seu charme na garçonete em meio a seus comentarios e cuidando a movimentação pelo recinto, o jovem foi pego de surpresa por um orc que caia sobre ele em suas costas a criatura fora nocauteada por uma bela mulher, que não havia gostado de sua mão boba.
Ela opontava a arma para o infeliz desmaiado sobre Zigg e logo já o insultava.
-O que esta olhando garoto esta com pena do orc, quer se juntar a ele?
guardando sua arma ela acenava para uma das garçonetes do lugar -Ei mocinha me traga algo forte para beber, e traga dois copos meu amigo ali vai pagar...Ela apontava para zigg já derrubando o corpo do orc bêbado com um chute e ali chão a criatura ficou desacordada.
-Garoto qual o teu nome?


OFF: Fique a vontade para uma boa briga ou uma conversinha.
-Assim que postar mande mp.
Senhora Pirata:
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Zigg em Sex 28 Ago 2015 - 20:52

Espreitava com seu olhar todos os membros da taverna, então a viu chegando...esboçou um leve sorriso. Então aconteceu, um orc balofo que alguns momentos atrás estava contanto uma historia miraculosa sobre ele sozinho ter destruído um monstruoso rei lich e um imenso exercito sozinho com um pedaço de pau, um pouco de sálvia e uma forquilha. Ziggs revirava os olhos enquanto percebia que ele estava falando do próprio almoço pois, os únicos ossos que ele deve ter visto foi da coxa de frango que devorava com a sagacidade de um porco. 

-Interessante....-comentou baixo para si enquanto entrou na brincadeira e caiu. Sorriu enquanto desferia um golpe para tirar a pilha de banha de cima de si, poderia ter aproveitado para roubar os bolsos do orc porém, não se deu ao trabalho seu interesse era outro.

-Não ouviu a moça?! -Comentou com desdem enquanto se colocava de pé e tirava a poeira de seu casaco.

Se sentou com os pés sobre a mesa e encheu um copo com vinho e em um único gole o tomou. 

-As damas primeiro! -Comentou com um olhar malicioso o questionamento enquanto bebia mais um gole.
avatar
Zigg
Novato
Novato


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Saphira Odin em Dom 30 Ago 2015 - 9:42

Zigg

Ela ficava surpresa pela atitude do rapaz, mas não intimidada, com um sorriso o respondia de forma tranquila
-Me chamo Sadie...Ela terminava sua bebida em apenas um gole, o encarava -Me pergunto se você, vai me servir para algo... Quando terminou de falar Sadie dava uma piscadela em sua direção, mas era para um de seus comparsas, que no mesmo instante quebrou uma garrafa do bom vinho local na cabeça de um bêbado qualquer iniciando uma briga generalizada pelo bar todo, o jovem só via as pessoas brigando feito animais parecia que estavam a esperar um motivo qualquer para brigar.

O amigo do Orc ainda desmaiado no chão tirava o jovem que com ela estava a mesa de seu lugar com um chute em sua cadeira na intenção de derruba-lo, Sadie por sua vez saia furtivamente em meio a briga, para fora da Taverna, naquele momento apenas queria ver se o jovem sabia lutar pelo menos ou era mais um rostinho bonitinho no qual só lhe serviria por uma noite em sua cama.

OFF: Regras para o uso dos dados Aqui
- Na minha assinatura tem o link para rolar os dados, pode fazer seu teste lá.
-Você começa atacando, mas não demore muito no bar logo a guarda vai chegar (6 rodadas). Mostre o seu melhor quem sabe ela se agrade e não te tire apenas para mais um objeto.
avatar
Saphira Odin
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Funnymouth em Seg 30 Jan 2017 - 15:31

Abriu seus olhos com um certo desdenho. Havia tempo que não tinha de trabalhar desde seus últimos contratos lucrativos, mas Kiffe havia prometido a sí mesmo que iria voltar a trabalhar na manhã seguinte, devido a sua constantemente decadente situação econômica, fruto de maus hábitos de consumo e procrastinação. Finalmente ia deixar a Taverna em que dormia todos os dias.
Se vestir pro serviço não era agradável, também. A primeira parte vinha sua armadura, de coloração negra, um couro com padrões e um sentimento mágico, de origem desconhecida, mas de medidas perfeitas para Kiffe. Após todos os componentes da armadura serem propriamente amarrados e abotoados, seguiu para seu cinto, onde embainhou sua espada curvada e ocultou furtivamente, na parte onde o cinto pressionava sua cintura traseira, duas adagas. Cobriu toda essa mistura com sua capa furtiva, que, acima de tudo, ocultava todas essas armas. Puxou o capuz para cobrir sua face, e seguiu para suas luvas. A da esquerda era muito mais longa que a da direita, uma característica explicada pelo chicote que ele, em seguida, agarrou do armário, girando-o, com sua mão esquerda, ao redor de seu braço, suas serrilhas se prendendo ao couro.
Deixou um punhado de moedas na mesa da Taverna onde havia ficado nos últimos dias, o bastante pra pagar sua estadia e mais uma gorjeta pra atendente do bar que o atraiu, vestiu suas botas, e saiu pela janela, pisando no teto do carrinho de um comerciante antes de pular ao chão, correndo pra longe dos gritos furiosos. Hoje, procurava qualquer um de seus Contatos, com quem esperava arranjar uma oportunidade boa para fazer dinheiro, enquanto seus olhos corriam as ruas para encontrar alguma oportunidade de furto fácil.



O itálico, no caso, indica algum uso de um talento/perícia/vantagem. A usada, no caso, é Contato.
Desculpa se foi muito longo o texto, juro que não vou continuar exagerando 
avatar
Funnymouth
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Rubi Make em Qua 1 Fev 2017 - 7:16

--------------------------------------------------------------------------------------Cap 01
                                                                                                                                     Hunt for the Evil


Sorrateiro como um gato, mas não tão silencioso quanto, deixou alguns gritos pela rua e algumas moedas na mesinha ao lado da cama, estas serviram para pagar sua estadia na Hospedaria e ainda algum agrado a mais, que fora bem aproveitado pelo arrumador de quartos e não pela moça na qual ele queria agradar.



Algumas ruas e vielas percorridas, o jovem demônio teve que fazer uma parada brusca ao perceber que um tiro passou diante seus olhos, fazendo um enorme buraco na parede. Ao perceber do que se tratava olhou de onde vinha o disparo e ao final de uma viela, o jovem vê a figura de uma menina, no máximo 22 anos segurando uma enorme arma, esta que saia fumaça do seu cano, efeito do feito de segundos atrás. Olhos vermelhos e cabelos brancos enfeitavam seu rosto pálido. Vestia um moletom cinza e uma jaqueta de couro preta por cima, portava uma mochila com inúmeros itens de caça e ainda para finalizar o look, usava um fones de ouvido que tampavam suas orelhas por inteiro e esses infestavam o ambiente com uma musica bem calminha. Relax Music

-Filho da Puta!-

A jovem puxava um pino que continha na lateral direita da arma, esta estava recarregando o tiro de rifle.

Em sua volta, as poucas pessoas que ali estavam já haviam saído correndo e agora uma chuva começava a cair.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Funnymouth em Qua 1 Fev 2017 - 8:46

A confusão o atingiu muito mais em cheio que a bala. Fazia tanto tempo que já não cometia um crime sério, então pra que estaria sendo caçado dessa maneira? Seria alguém a quem ele esqueceu de pagar uma dívida? Certamente essa pessoa lembraria de cobrá-lo antes, não? Uma ex-amante furiosa? Mais provável. De qualquer modo, não teria a chance de descobrir a não ser que reagisse rápido.
Aproveitando o breve momento em que a garota carregava sua arma, o criminoso decidiu correr em direção a atiradora, em um padrão imprevisível, girando o chicote que já segurava não mão esquerda, desprendendo-o. Afinal, o alcance dessa arma era longo o bastante para que ele conseguisse chegar na distância apropriada antes que a mulher estivesse pronta para dar outro tiro. Quando chegou à distância correta, o chicote correu em direção não à mulher mas sim à sua arma. Kiffe tentava enrolar as serrilhas do chicote no rifle para puxá-lo aos seus pés, para então, só talvez, resolver seus problemas pacificamente.


Já quero informar que meu personagem não sabe que é um demônio, então se isso é uma caça ao demônio ele vai estar bem confuso.
Estou usando um movimento da luta Silat que me confere um bonus +2 em testes pra desarmar o inimigo.  
avatar
Funnymouth
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Rubi Make em Dom 5 Fev 2017 - 14:21

@Funnymouth
--------------------------------------------------------------------------------------Cap 01
                                                                                                                                     Hunt for the Evil
Relax Music


A garota tentava olhar o jovem se aproximando, mas em um breve desviar de olhar para liberar o botão do tiro continuo teve sua arma puxada e arrancada de sua mão, o garoto teve habilidade e força para desarmar a jovem de sua arma principal.
 
Com as mãos livres, a garota rapidamente retira uma faca que ficava na sua coxa direita, esta havia 22 cm de uma lamina puramente afiada, tamanha era o fio que em uma distancia curta entra a coxa até o nível horizontal de seus ombros ela zuniu.
 
-Vou levar sua cabeça comigo!-
 
A voz era doce, mas demonstrava perseverança, e dando alguns passos em direção ao demônio a jovem escorrega na terra batida das ruas das cidades e aplica seu peso sobre a perna direita inclinando o corpo para o mesmo lado com a ideia de pegar maior propulsão em seu ataque, ela se impulsiona e estende o braço para assim efetuar o ataque. A ideia era abrir um corte vertical no rosto do inimigo para tirar a visão de um dos olhos do oponente.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Funnymouth em Seg 6 Fev 2017 - 17:07

Com a garota desarmada, o demônio se viu um passo mais próximo de acalmá-la. Infelizmente a jovem já se armava novamente, forçando Kiffe a desembainhar sua espada, se apoiando em sua agilidade para retirar seu corpo do caminho do golpe ao mesmo tempo que a espada dirigia um movimento defensivo contra a lâmina da jovem, que também tentava aplicar sua força para novamente, retirar a lâmina de suas mãos.
Já a mão esquerda do ladino agiu de forma sorrateira, seu chicote se atirava em direção á garota, mas não em um movimento ofensivo e sim restringente, a trajetória de arma tentava novamente enrolar suas serrilhas ao redor dos braços da garota, pra finalmente imobilizá-la. Preparava-se para conversar com a jovem, contando com sua eloquência.


Imaginei que a ambidestria iria me permitir fazer esses dois movimentos sem quebrar as regras de ação.
Movimento de desarme, de novo.   


Última edição por Funnymouth em Qua 8 Fev 2017 - 12:14, editado 2 vez(es)
avatar
Funnymouth
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Rubi Make em Ter 7 Fev 2017 - 18:02

@Funnymouth
--------------------------------------------------------------------------------------Cap 01
                                                                                                                                     Hunt for the Evil
Relax Music



A jovem era rápida, mas não foi o suficiente para acertar o olho do demônio que por sua vez, usou sua espada para segurar o ataque com a faca enquanto com o chicote na outra mão imobilizava o braço da jovem que foi para trás enquanto olhava friamente para dentro dos olhos do demônio.

-Vocês são todos iguais!-

A jovem agora retirava uma arma da cintura, uma pistola e apontava para a cabeça do inimigo.

-Já vi que é rápido demais, mas será que supera a velocidade da bala a 20 cm de distancia¿-

A garota continuava a olhar friamente para ele, esperando a resposta do mesmo.

-Me solte agora... Ou estouro sua cabeça!
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Funnymouth em Qua 8 Fev 2017 - 12:19

Não importava quantos golpes Kiffe refletia e quantas armas ele derrubava das mãos da garota, não conseguia mostrar pra ela que não planejava machucá-la, nem impedir que ela puxasse mais e mais armas para tentar atacá-lo. Com uma pistola apontada pra sua cabeça, restou a Kiffe apelar à sua voz.
Seu braço esquerdo, em movimentos lentos, desenrolava o chicote do braço do braço da garota de modo a não machucá-la. Sua voz, eloquente e com aquele charme sedutor, se revelava aí. - Ok, ok. Você já deve ter percebido que não quero te ferir. Então que tal conversar comigo? - disse no tom mais suave que conseguia. - Você diz que quer levar minha cabeça até algum lugar. Se me explicar isso direito eu levo ela contigo até onde você quiser. - um sorriso surgiu na sua cara, criando um contraste curioso com o tom avermelhado dos olhos do homem.


Na verdade que o movimento q eu tinha tentado fazer era enrolar os dois braços dela, mas de boas n tem problema  
avatar
Funnymouth
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Rubi Make em Qui 9 Fev 2017 - 13:29

@Funnymouth
--------------------------------------------------------------------------------------Cap 01
                                                                                                                                     Hunt for the Evil
Relax Music



Assim que se viu livre do inimigo a jovem caminhara até a arma que estava no chão, nesse meio tempo ela mantinha a pistola apontada para ele, essas armas não eram comuns, o que certamente demonstrava que ela era diferente dos demais que o demônio ja viu em sua vida. Recolheu e colocou a bainha que fora desengatada pelo inimigo, agora a grande arma estava em suas costas e a jovem tomou postura novamente.

-Um demônio que se entrega? É a primeira vez que eu vejo isso.-

A jovem exclamou enquanto, além de manter a arma estendida para o inimigo, arrumava seus fones.

-Caminhe! Já chamamos atenção de mais!-

A garota pegou a arma e encostou na nuca do rapaz, guiando perante as ruas da cidade.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Funnymouth em Sex 10 Fev 2017 - 11:39

Já tinha começado a andar, mas parou para dar uma sincera risada quando ouviu as palavras da garota. - Demônio? - falou, entre sinceras gargalhadas - Sabia que você estava atrás do cara errado. Eu sou só um homem comum. - Disse, sem precisar, ou ter a inteligência de se apoiar na sua habilidade de mentir, pois as palavras eram honestas. Kiffe não fazia idéia da situação em que se encontrava.


falei
avatar
Funnymouth
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Rubi Make em Seg 13 Fev 2017 - 12:11

@Funnymouth
--------------------------------------------------------------------------------------Cap 01
                                                                                                                                     Hunt for the Evil
Relax Music



A medida que andavam, o demônio pode sentir o gelo do cano encostar na sua nuca esta que as vezes reluzia quando de encontro com os raios do sol. O demônio teria de pensar mais de duas vezes antes de tentar fazer algo ou escapar, pois pode ver o que a jovem era capaz e a milímetros de distancia não teria como ela errar, por mais rápido que ele fosse. Os olhares os seguiam pelas vielas em que passavam, velhos que já foram vitimas de suas peripécias, balbuciavam praguejas contra ele, mulheres que outrora foram saciadas na cama, agora pagam de santinha virando o rosto para o mesmo e ainda ouviam-se aplausos pelo ocorrido.

-Vejo que sua fama é tamanha a recompensa!-

Passaram por alguns guardas que não deram bola para o ocorrido, pois essa cena era comum por ali e fora vários guardas até a saída das muralhas da cidade.

-Sempre estamos atrás do cara errado, se você fosse o cara certo, não me contrataria para o trabalho.-

OFF: Poste na estrada, vamos para pejite.
avatar
Rubi Make
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Taverna de Mir

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum