Carver Waver

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Carver Waver

Mensagem por Carver Waver em Sex 10 Jul 2015 - 17:46

Nome do Personagem: Carver Waver
Raça: Meio-youkai (lobo) (1 ponto)
Classe: Caçador
Nível do Personagem: 2
Idade Real/Idade Aparente: 27 (20 anos)
Altura: 1,80m
Peso: 71 kg

Características Físicas:

  - Minha aparência não é importante

  Muito pouco do rosto de Carver é visível, apenas do seu nariz para baixo. É apenas possível saber que seu nariz é curto, seus lábios são claros e sua pele é alva. Sua face também conta com uma pintura feita de tinta vermelha no queixo e em ambas as bochechas. É possível saber também que seu cabelo é castanho escuro e vai até um pouco abaixo dos ombros.

  Sua estatura não é muito alta e seu porte é um tanto magro, e ele mantém essa forma para favorecer sua agilidade. Por conta de intenso treinamento, entretanto, seu corpo apresenta um abdômen e bíceps bem definidos. Todo o seu tronco, exceto pelo braço esquerdo, é coberto por uma armadura leve de cores cinza, preto e branco, que não prejudica sua agilidade ou seus movimentos.  




Personalidade:  

  - Sou apenas um lobo solitário


  Os anos de solidão somados com a ausência da fala de Carver fizeram dele alguém extremamente recluso e solitário. A única pessoa com a qual ele pode se abrir é a poltergeist Sapphire. No geral, ele é bastante frio e fechado, preferindo fazer as coisas da própria maneira.


História: 

 - Vampiros não são meus piores inimigos: meu passado é. 


  Nem mesmo Carver sabe todo o seu passado. Ele sofreu de amnésia e só se lembra dele ainda muito jovem sozinho em uma floresta, com fome e frio. Por sorte, um jovem casal de camponeses o encontrou e sentiu pena do rapaz, acolhendo-o e dando-lhe uma casa. 

  Os camponeses deram a Carver tudo que ele não conhecia mas desejava: amor, atenção e carinho, e apesar do fato da incapacidade do garoto de falar, ele sempre se mostrou grato através dos sorrisos. Eles não tinham muito dinheiro, mas as produções da fazenda de seu novo pai podiam alimentar a todos. Carver, entretanto, não era um humano comum. Sempre que a lua cheia iluminava o céu, o menino se transformava num lobo selvagem e precisava ser controlado pelos seus pais adotivos. Outro fato notado era que o garoto praticamente não crescia.

  Após uma situação descontrolada, Carver matou algumas galinhas da fazenda, resultando na fúria do pai adotivo que pensou em abandoná-lo. Sua mãe, entretanto, havia adquirido bastante afeição pelo rapaz e convenceu seu marido a mantê-lo.

  O tempo se passou. O pai adotivo de Carver mantinha distância do rapaz, temendo-o, mas sua mãe nunca saía de seu lado. Ela realmente amava o menino como ele era, e podia acalmá-lo em suas fases de transformação. Tudo ia relativamente bem, até certa noite chuvosa de um período de colheita.

  O pai de Carver contava a produção, contente com os resultados. Foi quando, com um sorriso sádico, três homens pálidos, fortes e mal-intencionados se aproximavam. Pelo jeito, o período de colheita não era só para os camponeses: vampiros caçavam naquela noite também.

  Em uma fração de segundos, o pobre homem estava irreconhecível, e nenhum litro de seu sangue sobrara no corpo. Infelizmente, ainda não estava acabado. Eram três vampiros famintos, afinal, e ouviam a doce melodia que a mãe adotiva de Carver cantava para o garoto dormir dentro da casa. Com o olhar ainda mais cheio de malícia, eles adentraram a casa sem pressa.

 Aquela canção de ninar foi a última coisa que Carver ouviu da única pessoa que o amava. Os vampiros foram maldosos o suficiente para devorarem-na o mais lentamente possível e obrigar o rapaz a observar. Tal cena tão torturante e com aquela mulher pela qual o menino tinha tanto respeito o enfureceu a um nível tão alto que ativou sua transformação. Ele, uma vez na forma de lobo, tentaria proteger sua mãe se ela, como um último pedido, não tivesse implorado que ele fugisse. Relutante, foi assim que fez. Correu pelas florestas, fugindo daqueles monstros sem olhar para trás.

  Como poderiam monstros fazer tal brutalidade só para se alimentarem? O jovem não entendia, e novamente estava sozinho. Pelo menos dali em diante, ele tinha um objetivo: Transformar os predadores em presas.

  Por anos, Carver treinou seu corpo e suas habilidades para ter força o suficiente para enfrentar os monstros.  Ele se tornou um rastreador nato de vampiros e um exímio lutador, movido apenas pela vingança e pela força de vontade. Nada mais importava para ele, e as coisas apenas ficariam bem depois que aquela raça sofresse da mesma maneira que fizeram ele e aqueles que o acolheram sofrer.

  Foi então que, em meio aos seus intensivos treinamentos, Carver conheceu alguém. Não era exatamente um humano, mas era um ser. Parecia um espírito, uma forma de vida imaterial que se compadeceu de seu sofrimento e tristeza. Era uma mulher, e se apresentou como Sapphire. Como Carver não tinha o que perder, ele deixou que aquele ser tivesse acesso a mente do rapaz, e assim eles puderam se comunicar. Aquele espírito o ensinou muito sobre os vampiros e a história deles, para mais tarde se revelar o espectro de um. Sapphire, entretanto, não era um vampiro por opção, e foi morta por um de seus semelhantes ao negar-se a caçar.

  Carver se acostumou com aquela presença dentro de seu corpo, uma vez que ela era benigna e tinha os mesmos objetivos que o rapaz. Quanto a Sapphire, mais do que compadecida, se viu apaixonada por aquele ser com tanta determinação e força de vontade. Eles então tornaram-se um só e passaram a viver em sintonia na procura de vingança contra a raça dos vampiros.
 
  Uma vez forte, o meio-youkai decidiu que estava na hora. Com o consentimento de Sapphire, ambos os seres que habitavam o mesmo corpo partiram para a sua caça. A caça daqueles que caçavam.





ATRIBUTOS:

Força: 1 (+1 de bônus da raça)
Habilidade: 3
Velocidade: 4
Resistência: 2
Inteligência: 1
Balistica:

HP: 20 (+6 de classe) = 26
SP: 10 (+4 de classe) = 14



Talentos:
- Corte vertical
- Rastreio

Pericias de classe:
- Perícia com adagas Nv.03.
- Especialista treinado Nv.01

Perícias:
- Camuflagem -  Nv.01 (0 pontos)
- Salto. - Nv.01 (0 pontos)
- Acrobacia -Nv.01 (0 pontos)

Vantagens Raciais:
- Visão Aguçada.

Vantagens:
- Aliado - Familiar (2 pontos) - Sapphire
- AGILIDADE (2 pontos)
- CONTATO (1 Ponto) - Sapphire pode bisbilhotar por ai e voltar com informações para Carver.
- FURTIVIDADE (1 Pontos)
- INIMIGO PREDILETO (2 pontos)

Desvantagens Raciais: 
- Transformação descontrolada (Quando em fúria e durante dias de lua cheia)

Desvantagens:
- COMPLEXO DE CULPA [-1 ponto] - Pela morte da mãe adotiva.
- AURA MÁ[-1 ponto]
- AMNÉSIA [-1 ponto]
- Perda Terrível [-1 ponto] - Mãe adotiva.
- Mudo (–4 pontos)

Estilo de luta: Ninjutsu

Movimentos do estilo de luta:
- Armas.

Itens: Adaga do silêncio (-40 POs) 2x Napalm (8 POs) 2x Poção Curativa (2 POs) 

Magias: Suas magias.Para saber quais são, clique aqui

Resumo de Custos: Aqui você resume o quanto e onde gastou seus pontos.

Raça: 1 ponto.
Classe: 0 pontos.
Talentos: 0 pontos.
Atributos: 11 pontos.
Perícias: 0 pontos
Vantagens: 8 pontos.
Desvantagens: +8 pontos.
Estilos de Luta: 1 pontos.
Total de Pontos Utilizados: 20

Ficha de Sapphire:
Nome do Personagem: Sapphire
Raça: Poltergeist (2 pontos)
Classe: Alquimista
Nível do Personagem: 1
Idade Real/Idade Aparente: 230 anos/ 19 anos
Altura: 1,74m
Peso: 60 kg

Características Físicas: Sapphire é o espírito do que já foi uma bela moça. Seus cabelos eram lisos e delicadas, numa bela coloração negra que contrastava com sua pele pálida. Usava por vaidade uma sombra em volta do olho e um batom brilhante. Sua roupa era leve mas cobria boa parte de seu corpo, visto que esta vivia em regiões desérticas.

Personalidade: Sapphire é uma garota que dá bastante valor a vida das pessoas. É bastante inteligente também, e analisa cada uma das possibilidades dentro de uma situação perigosa.

História: Sapphire, quando em vida, foi uma menina vinda de uma família nobre com um talento próspero para a alquimia. Ela usava esse talento para seus próprios interesses altruístas, criando poções e remédios. Quando mais velha, entretanto, escolheu mudar-se para regiões mais desérticas onde pessoas precisariam mais dela.

  Sapphire se mudou para uma região pobre de clima extremamente quente, e sofreu o que os mais pobres que ali habitavam sofriam. Entretanto, ela nunca desistiu e sempre manteve seu foco em ajudar queles que mais precisavam. Pessoas começaram a vê-la como uma pessoa muito bondosa e até mesmo atribuíam significados religiosos para a ajuda que ela vinha trazendo. Um dos pacientes que ela recebeu, entretanto, não precisava exatamente de remédios.

  Aquele ser se revelou um vampiro uma vez que estava sozinho com Sapphire. Fraca e indefesa, foi violentada física e sexualmente, e depois transformada em um vampiro também. Sem entender aquele ataque logo a ela, que só fazia o bem para as pessoas, Sapphire foi sequestrada e levada a um local onde diversos seres daquela raça viviam.

  A menina se tornou a alquimista deles, fabricando poções para os vampiros contra a sua opção. Ela sempre encontrava, entretanto, uma maneira de driblar os olhos dos outros vampiros e não se alimentar com o sangue de pessoas, visto que ela se importava com a vida humana demais para aquilo. 



  Não beber sangue era difícil, mas por sorte ela nunca havia provado e logo não sentia tanto os efeitos da necessidade. Mal sabia a alquimista que um dos vampiros estava encarregado de observá-la, e sabia assim que ela não se alimentava. Completados meses dessa situação, ele a dedurou para o líder daquele pequeno clã.

  Ela foi punida severamente pelo rígido líder, sendo espancada até que seu vínculo foi atingido e ela pereceu. Com a tristeza e a fúria que morreu, ficou presa entre os mundos pelo seu desejo de vingança contra aqueles que a tiraram a inocência. Assim vagou como um espírito sem rumo, até que encontrou Carver, um rapaz ainda vivo que compartilhava de seu objetivo.

  Sapphire conseguiu a confiança de Carver e passou a viver dentro de seu corpo, Assim podendo comunicar-se com o rapaz mentalmente. Com a inteligência de uma e a força de vontade de outro, atingiram a harmonia e passaram por diversos treinamentos para por fim iniciar sua vingança contra a raça que tirou a felicidade de ambos.





ATRIBUTOS:

Força:
Habilidade:
Velocidade:
Resistência:1
Inteligência:
Balistica:

HP:10(+3 de classe) = 13
SP: 0 (+7 de classe) = 7




Talentos:
-

Pericias de classe:
-Química/ Alquimia Nv.03

Perícias:

Vantagens Raciais:
- Vantagem Imunidade a golpes físicos.
-  Vantagem Voo 
-  Vantagem Possessão 

Vantagens:
Telepatia

Desvantagens Raciais: 
• Desvantagem ponto fraco: Magia 
• Desvantagem Vinculo  - Uma joia que forma um desenho de flor em seu capuz.
• Restrições: Fantasmas não tem corpo físico portanto, não podem tocar em nada que não seja mágico. Nem mesmo usar equipamentos comuns, apenas objetos mágicos.


Desvantagens:
COMPLEXO DE INFERIORIDADE [-1 ponto]
CORAÇÃO MOLE [-1 ponto]
Visão Monocromática [-1 ponto] 

Estilo de luta: Hapkido.

Movimentos do estilo de luta:


Itens: -

Magias: 


Resumo de Custos: Aqui você resume o quanto e onde gastou seus pontos.


Raça: 2 pontos.
Classe: 3 pontos.
Talentos: 0 pontos.
Atributos: 1 pontos.
Vantagens: 1 pontos.
Desvantagens: +3 pontos.
Estilos de Luta: 0 pontos.
Total de Pontos Utilizados: 6


Última edição por Carver Waver em Seg 13 Jul 2015 - 16:26, editado 4 vez(es)
avatar
Carver Waver
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Carver Waver

Mensagem por Carver Waver em Dom 12 Jul 2015 - 16:40

http://zephyr.forumeiros.com/t1311p150-concurso-upando-junto com o exp que ganho do concurso eu upo, ne?

vou add 1 ponto no talento de caçador "Especialista treinado" e o outro ponto em velocidade. O ponto da Sapphira é na vantagem "Telepatia"
avatar
Carver Waver
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum