Drinnar: Saga Terminus

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Sab 2 Maio 2015 - 19:35

- Possuia órbitas vazias por onde era escorrido sangue! Antes de vê-la, só tive um contato de olhar com um ser lupino, mas nada de brigas e nem contato físico. E a pessoa não conheceu essa garotinha! E essa garotinha estava praticamente na forma que eu conheci quando ela morreu. Mesmo que esse espírito esteja me enganando tenho certeza que a minha garotinha está aqui! O espírito tem que ter visto a garotinha pelo menos uma vez para imitá-la.

@Drinaar olha para o seu mestre com um ar de preocupação

- E o encontro com o lupino não foi indesejável em nenhum momento. Pois a primeira vez que o encontrei ele roubou um livro negro do qual eu fingi não ter visto e o segundo encontro foi quando eu estava colocando um cordão que me traria para este mundo! Mas quem você acha que se comunicou comigo no outro mundo?
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Dom 3 Maio 2015 - 0:21

Brunotenan
 
- E apenas uma suspeita, necessitaria meditar mais sobre isso, mas desconfio que talvez exista um complô de alguém que sempre esteve manipulando as cordas entre os grandes conflitos nas sombras. – O espirito flutua a frente assumindo a frente, mais adiante havia algo que se se assemelhando a colunas de pedras, mas se encontrava muito distante. – Devemos ir, tenho algumas suspeitas, mas falaremos disso depois, temo que se caso permaneça aqui seja algo arriscado.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Dom 3 Maio 2015 - 20:50

- Certo! Então vamos! Mas afinal, em relação a esse mundo, como foi que ele surgiu? E disse que já vieram outros seres vivos aqui! Conheceu algum deles?

@Drinaar olha o seu mestre com uma curiosidade extrema!

"Quero aprender mais sobre esse lugar e a história para poder contá-la quando voltar para Zephyr! Quem sabe eu viro um bardo guerreiro!"

- Qual o maior aprendizado que se pode ter neste mundo mestre? E o que acontece se alguém sair com um objeto de Terminus para Zephyr?
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Seg 4 Maio 2015 - 3:08

brunotenan

Enquanto se encaminhavam em direção as ruínas a frente, então o espirito ao lado do Draconato: - Não sei a origem deste mundo, pois a existência de Terminus era algo que desconhecia em vida, mas sei que esta dimensão e conhecido como o mundo entre os mundos, pois e o abismo que separa as diferentes realidades, tudo que existe neste mundo e uma versão distorcida do que existe, existiu ou vai existir. Não tive contato com a maioria das pessoas que aqui estiveram, mas apenas os observei. - Após algum tempo os dois chegam as ruínas que eram repletas de colunas talhadas em mármore onde se encontrava um grande portal de pedra onde havia a seguinte inscrição em uma língua antiga: “CORRUPTIO OPTIMI PESSIMA”. Havia no local uma presença espectral, na qual parecia se ocultar atrás de uma das colunas.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Seg 4 Maio 2015 - 14:41

- Que lugar é este? Corruptio é corrupção,Optimi é ótima e Pessima é péssima! É isso mesmo? Estou certo em relação a isso! Se eu for traduzir seria corrupção do bem e do mal, não é? Mas corrupção do mal seria transformar o mal em bem. E corrupção do bem seria transformar o bem em mal? E se disse que aqui é o mundo em que acontecem coisas que vai existir.

@Drinaar olha o mestre sorrind

- O que acontece com quem atravessa aquele portal e qual o seu verdadeiro eu? Disse que lutou contra a corrupção, mas me diga o motivo real de estar aqui mestre. Todos nós somos marionetes do destino, então, me diga porque o destino o manteve aqui? E pelo que eu entendi, eu sou um conflito para alguém porque provavelmente atrapalharei o plano de alguém e esse alguém com certeza sabe disso, não é? Quem é o grande mestre daqui?
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Seg 4 Maio 2015 - 23:47

brunotenan


Encontravam-se rodeados por varias colunas aparentavam serem muitíssimas antigas, algumas se encontrava ao chão, lentamente uma densa névoa começava a tomar o lugar. – Este mundo corrompe os que de alguma forma transgrediram a vontade dos deuses. O significado desta frase seria algo como a corrupção do bom e o pior, isto e algo que o senhor desta realidade distorcida conhece bem, pois ele destrói e corrompe tudo que toca. – O nevoeiro já havia tomado por completo as ruínas, o ambiente se torna muito frio. – Eu realmente sou quem digo que sou, fui realmente o rei dos draconatos durante a era de ouro de nosso povo, fui o rei Ruthzur, mas compreendo sua desconfiança. Não fui corrompido, pois me mantive fiel aos meus valores, e não aceitei esta minha condição, eu irei lutar quanto eu puder, e este portal de mármore... – o espirito se mantinha serio, enquanto se aproximava ao arco de mármore. – Percebo agora que estamos sendo observados por alguém, saia de seu esconderijo. – Neste mesmo momento uma bela garota que emanava uma aura maligna sai de trás de uma das pilastras empunhando um cajado Berzebul, ela possuía cabelos negros compridos, seus olhos eram de um azul gélido glacial como os próprios mares do Norte. Sua Pele era muito pálida estava com trajes compridos e de cores escuras. Então a moça retira de seu rosto a estranha mascara que ocultava sua face, revelando seu rosto belo que transparecia frieza, um ar mórbido de morte. Então Drinnar ouve uma voz fria feminina em sua própria mente: - Este mundo poderá revelar aspectos de sua personalidade que até mesmo você desconhece. – Neste momento a jovem caminha lentamente parando a alguns metros de onde os dois se encontravam. Saindo de meio a nevoa surge um Ashtaar de chifres grossos do lado oposto, ele vestia uma longa túnica que ocultava a roupa semelhante às militares, parando na mesma distância da jovem. – Para uma lich muda e muito tagarela, eu sei que esta tão ansiosa, tanto quanto eu para voltar a espalhar o caos em Zephyr, mas não deveria disser este tipo de coisa, assustar nosso visitante. – O espirito sai de perto da construção indo para perto do draconato. – Quem são vocês? Criaturas vis, porque estão aqui? - Eles se mantinham em silêncio com esperassem por algo, se podia ver que entre os arcos um vulto de alguém não era nítido, só se podia sentir uma aura tão maligna quanto da jovem lich. – Acha realmente que poderás salvar a alma desta jovem, isto e algo que viria de um tolo com você. - Então se ouve uma voz sussurrante de uma menina de onde se encontrava o vulto. – Me ajude! Por favor, papai... – O espirito preocupado com seu pupilo toma afrente para tentar impedir qualquer ação precipitada da parte dele: - Não se aproxime, ele e o senhor deste mundo caótico, e aquele que me condenou a esta existência maldita, ele e o deus do caos.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Ter 5 Maio 2015 - 11:06

- Ei, como pode dizer algo tão contraditório. Como pode ser uma pessoa muda tagarela? Mudos não falam e consequentemente não podem tagarelar! Na verdade eu não posso salvar a vida da jovem, pois é ela que tem que se salvar! Olhe para o seu interior garota e saberás quem realmente és!

@Drinaar dá um sorriso confortante e olha para verificar se é a mesma garotinha

- Agora respondendo sua pergunta, talvez você não me conheça, pois a madrasta dessa garotinha era um demônio que vivia no Castelo Negro. É, eu sou o draconato que ousou pisar no Castelo Negro! Sou o draconato que saiu vivo depois de entrar dentro de um mostro de fukai, sou o draconato que junto com um rivalzinho derrotou um ser dentro da biblioteca de Lórien. Portanto, afirmo que sou corajoso e superior a você!  E você lich, é muito linda para a sua raça! E não tem como minha personalidade mudar, sempre fui verdadeiro comigo!

@Drinaar dá uma piscadela para a lich.

-- Por curiosidade mestre, o que acontece quando um ser de Zephyr se relaciona com um ser daqui?


- Só algo que me deixa intrigado! Sabemos que a vinda de Zephyr para Terminus é tão difícil quanto a saída de Terminus para Zephyr, então como pretendem sair daqui! Vocês acham que conseguirão?


@Drinaar olha para o Deus do Caos e dá uma risada exagerada.


- Esse tal Deus do Caos devia se curvar a mim! Pois sou um ser superior a ele. Acredito que ele tenha se esquecido que eu entrei aqui por vontade própria. E como eu respondi a ti mestre respondo a ele. Dizem que quem entra em Terminus ou és tolo ou és corajoso. Devo responder que não sou tolo, logo sou corajoso. Portanto entregue minha filha, ou tem medo que eu consiga sair daqui com ela. Se dizem que é tão difícil de sair daqui qual o problema de eu ficar com ela? Parece que tem medo de mim, não é? Mas como o Deus do Caos pode ter medo de um draconato, isso mostra que realmente eu sou superior a um Deus. Reformulando, eu não, os draconatos são superiores a um Deus específico; Os draconatos são superiores ao Deus do Caos, disso tenha certeza!


@Drinaar dá um risada de deboche.


"Quero ouvir sua resposta Deus, quero saber os seus pensamentos, pois já expressei os meus e garanto que o que falei é realmente o que eu penso!"
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Qua 6 Maio 2015 - 21:53

brunotenan
 
No momento em que Drinnar provoca com estas palavras a deidade, se ouve o grito da alma da garota, inesperadamente surge diante o draconato o ser que emanava aquela aura maligna, o deus do caos se encontrava a poucos metros de distancia, ele estava vestido com uma longa túnica negra que o cobria por completo, em seu rosto havia uma mascara disforme de aspecto sinistro. Carregava com sigo um cajado berzebul, mas este parecia ser feito de ouro. A criatura maligna se aproximava lentamente de marca da espiritualidade caminhando: - Para mim, tu és apenas mais um pião, um instrumento descartável. Realmente acha que vieste a este mundo por vontade própria, pobre marionete. – Drinnar sente uma repentina fraqueza, seu corpo parecia não responde seus comandos, estava completamente paralisado. – Esta aqui por minha vontade, disseste que os draconatos são superiores a mim que blasfêmia, isto não parece familiar para ti rei Ruthzur, foi a mesma coisa que dissera um pouco antes de exterminar vosso povo somente com meu poder, destruído os inocentes cidadãos de teu reino, aqueles que morreram sem poder se defender, isso foi algo que deixo você e seu exército inconsolável não foi. - O espírito olhava para aquele ser com fúria, mas parecia estar incomodado com a presença da deidade caótica: - Você fez questão de mata-los diante de nós, sem dar chance para nenhum deles, só havia crianças, mulheres, idosas e doentes não tinham como escapar. – Os dois que se entravam mais afastados se aproximam calmamente do arco de mármore sem olhar para o draconato ou para seu mestre. – Não temos tempo a perde com este draconato. – Diz o Ashtaar com um sorriso cruel em seu rosto, enquanto se colocava em posição ao lado da bela lich que permanência sem expressar qualquer sentimento. - A divindade tinha em seu olhar um brilho demoníaco, em sua volta as pedras flutuavam com não houvesse nenhuma gravidade, algumas colunas próximas começam a ruir. – Ele fala igual a você, a verdade e que este espirito que te protege marca da espiritualidade, não passa de um traidor com muitos outros, quando seu povo precisou não estava-la, preferiu mandar suas tropas para os limites do reino para proteger suas preciosas fronteiras. Esta arrogância sempre foi a ruínas de sua raça, ainda assim dizes que são superiores a mim. - O deus do caos se volta de costa para o espirito e seu pupilo, flutuando em direção aos dois que o esperavam em silencio. – Aquela alma na qual tanto desesperadamente busca foi apenas uma isca, mas logo perdera serventia quando adquirir o que busco, e será descartada, ou melhor, poderia devora-la lentamente enquanto olha impotente, sua presença atrairá quem quero realmente aprisionar.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Qua 6 Maio 2015 - 23:54

- Se ele foi um traidor, isto agora não me importa, e sim continuo afirmando que somos seres superiores, pois foi necessário um Deus para quase dizimar uma raça e parece que mesmo assim ainda existem sobreviventes!

@Drinaar tenta mover o seu corpo e não consegue, mas consegue falar com dificuldade

- Não aceita a verdade não é? Não aceita que somos superiores, mas o fato mais importante sobre mim é o amor que tenho por essa menina e sei que essa menina também me ama. Mas a pergunta é Deus do Caos, alguém te ama? Eu tenho a resposta para isso e sei que todos que estão ao seu lado não é por amor e, sim por interesse. Eu afirmo que tenho amigos que fariam tudo por mim e eu sempre fiz tudo por meus amigos, como disse entrei dentro de um monstro do fukai para salvar humanos, serei eu tão arrogante assim? Mas reafirmo que draconatos são superiores e algo que eu tenho certeza é que aqui é um mundo diferente, o que significa que eu não preciso andar até a garota para que ela fique ao meu lado!

@Drinaar dá um sorriso malicioso

- Meu amor é tão grande por esta garota que eu não me incomodaria que ela se fundisse a mim e que ela e eu nos tornasse um só! Então um ser superior se misturar com humano, isso é arrogante. Na verdade não, mas a questão é que ela é um ser humano que morreu e mesmo sendo um fantasma ela consegue ser superior a você! Garota, esse mundo é seu! Ele não pode te fazer mal! Pode controlar esse mundo e de forma melhor que ele, enquanto não for corrompida e acreditar em si mesma ele não poderá lhe atingir! Venha ao meu lado e acredite em si!

@Drinaar tenta gargalhar, mas não consegue
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Qui 7 Maio 2015 - 2:33

brunotenan

Quando ouve oque Drinnar dissera a criatura maligna voltando sua atenção para o guerreiro, se podia ver em seus olhos que tal comentário não afetara em nada, pois ainda permanecia calmo: - Não necessito disto que chamas amor, desprezo tal sentimento na qual tanto se apega. A única coisa que importa e o poder pelo poder e nada mais, o medo nos olhos dos mortais que lentamente vai perdendo a esperança, restando apenas esperar a morte. – Repentinamente a deidade desaparece de onde se encontrava. Sentia-se que o clima se tornara mais frio e escuro quando uma estranha chuva de sangue começava a cair, à névoa estava lentamente desaparecendo. – Estes sentimentos que tanto fala o tornam fraco e previsível. Diferente de você não me importa como chegar a meu objetivo, não me importo em matar inocentes ou aliados, não possuo aquilo que chamam de ética ou código de honra para conduzir minhas ações. – Ruthzur procurava envolta pela criatura maligna cuja voz não se podia definir de onde vinha. – Sabias que és tolo em pensar que por ele ser um espirito estaria isento de sofrimentos piores que em vida, por que não pergunta para o espirito da menina que tanto quer salvar, eu a torturo da piores maneiras possíveis, nada e melhor que fazer uma alma que outrora fora pura se corrompa pouco a pouco. 

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Qui 7 Maio 2015 - 23:14

@Drinaar olha para o Deus do Caos e sorri maliciosamente

-Tenho que discordar que o amor me torne fraco e previsível!

@Drinaar tenta se mover com sua força de vontade e ir até a garota!

- Garotinha, você é minha filha e eu te amo e nada pode barrar o amor, nem mesmo o Caos! Eu te amo e nada poderá lhe afetar enquanto eu te amar filha! Confie em seu pai e venha até mim porque nada irá acontecer!

@Drinaar olha novamente para o Deus do Caos que some da vista de seus olhos e uma chuva de sangue começa a cair dos céus e uma névoa aparecer!

- Matar inocentes ou aliados, isso sim é que é ser previsível, pois um Deus que não liga para os outros pode matar qualquer um! Mas o que diria de uma pessoa ferir alguém que ama para fazer pará-la de sofrer ou salvar a sua vida! E sinceramente devo dizer que não me conhece, porque eu também não me importo como chegar ao meu objetivo! Acho que não me conhece direito! Eu posso ter os costumes de minha raça, mas aprendi outros costumes também! Pois sou Marca da Espiritualidade e pertenço ao clã que tinham várias raças juntas, o que significa que conheço muitos costumes, agora eu lhe pergunto que costumes eu sigo? Serei tão previsível assim! E devo lembrar que estou vivo por causa de um ser humano que me adotou como filho por me amar e esse humano me ensinou os costumes de minha raça. E para um ser humano saber o nossos costumes é porque ele era muito respeitado por nossa raça e com certeza muito honrado. E por incrível que pareça até draconatos que traem possuem honra dentro dele. É nosso costume e lembro-me que uma pessoa me disse que a minha honra me mataria, mas parece que essa pessoa que não era honrada morreu antes de mim.

@Drinaar dá uma gargalhada muito alta e estridente e de forma absurda como se fosse um louco
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Sex 8 Maio 2015 - 17:30

brunotenan

A chuva de sangue caia de forma torrencial, a respiração de Drinnar se tornara uma fina nevoa ao entrar em contato ao ar frio, quando menos esperava, a deidade caótica surge afrente do draconato. Podia-se ver que por trás da mascara na qual sustentava em sua face que seus olhos não possuíam pálpebras, tinham um brilho diabólico que o encara friamente: - Realmente tu és um tolo em dizer tal bobagem, pobre draconato realmente não compreende a grandeza de espalhar o caos e a morte. – Marca da espiritualidade começa a ter visões terríveis de tortura infligidos a garotinha em forma de rápidos flashes, sua visão começava a ficar escurecida. - Mas digas, conhece a ti mesmo? – Quando ele diz estas palavras o draconato ouve um grito ensurdecedor que aumentava cada vez mais em sua cabeça de tal forma que Drinnar acaba por ficar inconsciente, mas um pouco antes de perder os sentidos ele ouve uma risada cruel que ecoa em sua mente. Quando desperta ele se vê sozinho em uma sala circular de aparência sombria decorada com estátuas sinistras, havia apenas uma porta gigantesca de ferro onde havia a seguinte inscrição: "além destas portas encontrara seu verdadeiro eu".

off:
Os complementos do post estão em forma de links nas palavras chaves

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Sab 9 Maio 2015 - 1:40

- Não, filha! Não, não a maltrate, deixe ela comigo! Não faça isso!

"Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo? Conhece a ti mesmo?"

- Pare de me perguntar isso, mas que coisa...

@Drinaar acorda totalmente suado e acaba de perceber que acabar de ter um pesadelo com a garotinha que ele ama.

"Conhece a ti mesmo? É claro que me conheço e eu sei exatamente quem eu sou

- Eu me conheço perfeitamente Deus do Caos, pois não preciso me esconder atrás dos outros e devo dizer que você se acha poderoso, mas não o considero nem um pouco poderoso! Matar um bebê é fácil, matar pessoas inocentes e gente que não pode se defender é fácil! Mas será que você é capaz de derrotar um Deus? Pois pelo que me parece foi banido para esse mundo por outro Deus! Pode não aparecer aqui, mas sei que está me escutando. Por que não mostra o seu poder para os outros deuses, já que é tão poderoso?

@Drinaar olha para a sala e vê uma inscrição em uma porta dizendo que Drinnar encontrará o seu verdadeiro eu.

- Eu sempre fui o verdadeiro eu! Mato meus inimigos e me alimento deles mesmo, já cheguei a ferir uma garota para salvar a vida dela, já enganei bandidos e enganei pessoas poderosas! O que eu sou? Além de um guerreiro, eu sou um ótimo manipulador que não se importa com quase nada para atingir seus objetivos. Mas a diferença entre você e eu Deus é que eu não preciso matar pessoas inocentes para chegar ao meu objetivo e nem traí-los. Apenas o pego como aliados e mesmo que seja por interesse eu não os mato. Pois quanto mais pessoas se juntarem a mim é melhor. Eu terei um exército e será o maior de Zephyr e de Terminus.

@Drinaar dá uma gargalhada e entra na porta com a inscrição

- Eu não tenho medo de você Deus do Caos e nunca terei.

"E mesmo que tivesse medo de você, jamais daria esse gosto para você.

- Então quem é o meu verdadeiro eu? Com certeza, sou eu mesmo!
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Sab 9 Maio 2015 - 4:40

brunotenan

Escuta-se brevemente uma risada cruel que ecoa pela sala, então Drinnar percebe que algo estava errado, pois quando após de piscar os olhos o draconato se vê em um âmbito cujas paredes se tornaram recoberto de diversos corpos em avançado estado de decomposição, o chão se encontrava molhado de sangue onde se notava vísceras, olhos e diversos tipos de detritos boiando, o lugar agora tinha um terrível cheiro de podridão, O grande portão de ferro a sua frente começa se abrir lentamente, revelando um longo corredor escuro também possuía o piso recoberto de sangue em uma das paredes surge vagarosamente em sangue a seguinte frase: “Em meio às trevas nada encontrara além do medo e dor para aqueles que mais amas”. O sangue escoria pela parede como uma sangria, em meio a escuridão do corredor viu brevemente os olhos do deus do caos, que um pouco antes de desaparecer se ouve a sua voz calma: - Não lhe disse que tinha toda eternidade draconato te espero para jogarmos um pouco mais.


Última edição por Azetlor em Dom 10 Maio 2015 - 18:56, editado 1 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Sab 9 Maio 2015 - 23:57

@Drinaar pisca os olhos e se vê em um local totalmente diferente onde o chão está cheio de sangue e vário detritos boiando e mesmo naquela cena cruel, Drinaar não se abalara nem um pouco

- Você me fez uma pergunta e eu lhe afirmo! Sim, eu me conheço! Mas e você Deus se conhece? Eu não sou muito de jogar, mas pode ter certeza que quando eu entro em um eu nunca perco!

@Drinaar sorri e começa a andar seguindo pelo corredor de sangue!

- Outra pergunta, o quanto você sabe de mim?

"Posso até amar alguém, mas não posso fazer nada mais por eles! Todos estão mortos e sinceramente isso tudo que eu estou tendo é uma ilusão! Quer brincar comigo me causando uma ilusão! Então, vamos jogar o seu maldito jogo!"

@Drinnar ao caminhar percebe os olhos do Deus do Caos e segue em  sua direção

- Devo dizer uma coisa Deus, pode até não parecer, mas talvez eu não seja tão previsível assim.

@Drinaar dá uma gargalhada muito alto, fazendo com que o som ecoasse devido ao local onde estava.
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Dom 10 Maio 2015 - 18:54

brunotenan

Quanto Drinnar começa a andar em meio à escuridão a cada passo que dava mais tinha impressão que o corredor se tornava mais sinistro. Ao fundo ele ouve as portas de ferro atrás de si se fechar violentamente, se escuta a voz sussurrante da menina ao longe: - Me ajude, por favor. – O draconato segue pelo corredor, um pouco a frente ele chega a um ponto onde se encontrava com outra galeria, em meio à penumbra havia lago que se aproximava lentamente, esta criatura tinha a aparência feminil, mas não possuía pele recobrindo seu corpo desnudo deixando sua carne exposta de forma grotesca. Em sua face havia uma estranha mascara na qual se podiam ver apenas seus olhos que possuíam um brilho sinistro, em sua cabeça havia apenas poucos longos fios de cabelos. Seus braços aparentemente foram cirurgicamente alongados, terminadas em laminas afiadas ensanguentadas. – Não quero mais ferir mais ninguém, Sai daqui antes que seja tarde. – A voz do ser de aparência horrenda tinha um tom de desespero e agonia, repentinamente a criatura emite grito abissal e avança contra Marca da espiritualidade.

criatura:
HP:30/30
SP:20/20

Força: 3
Habilidade: 0
Velocidade: 3
Resistência: 3
Inteligência: 2
Balística: 0


Última edição por Azetlor em Seg 11 Maio 2015 - 0:21, editado 2 vez(es)

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Dom 10 Maio 2015 - 19:54

"Desculpa por isso garota, mas você já está morta! A única coisa que eu posso fazer é aliviar a sua dor lhe matando. Nem sempre deixar a pessoa viver é uma atitude digna! Mas posso tentar lhe salvar! E é o que farei antes! Tentarei desmaiá-la"

@Drinaar se prepara para contra-atacar! Drinaar tentará desviar da criatura e depois tentará atacar com um soco na nuca

- Tentarei lhe ajudar moça, mas se não tiver jeito terei que lhe matar!

@Drinaar está com muito medo do local sombrio, mas algo que aprendera em toda a sua vida é que jamais deve demonstrar medo contra seus oponentes.

"Coragem acima de tudo Drinaar, derrotou inimigos muito mais poderosos do que esse, a única diferença é que aqui o local é sombrio, nada mais do que isso! Coragem fará você encontrar a sua filha adotiva! Eu sei que eu conseguirei!
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Seg 11 Maio 2015 - 0:17

brunotenan

A monstruosidade acaba por acerta Drinnar com suas garras de aço ferindo o tórax do draconato, a criatura parecia estar fora de controle, gritava de forma insana procurando atingi-lo, mas uma vez com suas laminas, o sangue escorria do corte que não era muito profundo. No corredor atrás da aquela alma atormentada se podia ver que havia alguns corpos presos por correntes na parede, a maioria dos cadáveres parecia apresentar em seus rostos expressões de dor. Ouviam-se gritos vindos de dentro da escuridão, não era possível determinar de onde vinham realmente.

criatura:
HP:30/30
SP:20/20

Força: 3
Habilidade: 0
Velocidade: 3
Resistência: 3
Inteligência: 2
Balística: 0

Drinnar:
HP: 42/45
MP: 25/25

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Seg 11 Maio 2015 - 0:46

"Não me resta escolha! Utilizarei minhas garras para lhe perfurar! Não queria lhe matar, mas preciso fazer com que pare de sofrer, então é melhor eu fazer isso logo."

- Preciso fazer você parar de sofrer, então acabarei logo com isso garota!

@Drinaar tenta atacar o pescoço da criatura com suas garras com o objetivo de perfurá-lo

" Não era assim que eu queria que terminasse, mas não tenho escolha!

Talento utilizado:
Perfuração
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Ter 12 Maio 2015 - 0:14

brunotenan

As afiadas garras de Drinnar perfuram a corpo da criatura atravessando-a, o sangue que saia da ferida aberta era de uma coloração negra, e possuía um cheiro forte, a carcaça da criatura desaba pesadamente no chão, mas após algum tempo retorna a se reerguer, o espirito desformado tenta deferir outro golpe de suas garras afiadas. A máscara em sua face se encontra imunda pelos detritos do chão, juntamente como o resto de seu corpo repulsivo. Havia neste lugar um clima pesado, que leva o draconato ter a percepção de melancolia e desesperança.  

criatura:
HP:20/30

SP:20/20

Força: 3

Habilidade: 0

Velocidade: 3

Resistência: 3

Inteligência: 2

Balística: 0


Drinnar:
HP: 42/45

MP: 23/25

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Ter 12 Maio 2015 - 17:12

"Não posso perder a esperança! Não agora! Meu mestre xamã disse que um guerreiro está derrotado quando este perde a esperança! E consequentemente fica melancólico. Meu mestre diz que isso tudo tem a ver com a perca da coragem! Mostre que [e corajoso Drinaar! Lembre-se que se originou de um Dragão! Io te originou e ele nunca perdeu a coragem!

- IOOOOO, eu nunca esqueci o senhor! Sempre estará em meu coração!

@Drinaar pega a sua espada e tenta cortar a o pulso da garota que está vindo atacar com as garras

"Coragem Drinaar, coragem!

Ativação da Coragem Mágica
Essa magia quando utilizada, faz com que todos os aliados não sintam medo de nada, fazendo com que todas as fobias que seus parceiros tenham sejam eliminadas durante o momento que ela é mantida.
Duração: Sustentável 
Efeito:Concede + 2 em qualquer teste contra intimidação e fobias em todos os aliados. 
Custo: 10 sp + 3 por turno
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Qua 13 Maio 2015 - 0:27

brunotenan

Drinnar junta coragem em seu coração desembainhando sua espada para golpear a criatura que avançava em sua direção. O golpe desferido pelo draconato com sua lâmina decepa um dos braços da criatura que cai ao chão fazendo jorrar mais daquele sangue negro, mas acaba por ser atingido pela outra garra fere suas costas.  Então a entidade horrenda coberto pelo seu sangue e dejetos tenta acerta-lo  com seu único membro com afiadas lâminas tentar corta-lo.

criatura:
HP:13/30

SP:20/20

Força: 3

Habilidade: 0

Velocidade: 3

Resistência: 3

Inteligência: 2

Balística: 0


Drinnar:
HP: 39/45

MP: 13/25

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Qua 13 Maio 2015 - 13:00

@Drinaar sorri ao ter sua coragem de volta e isso o deixa mais motivado!!!

Drinaar sente mais sede de batalha, e estava sentindo falta disso! E graças ao seu mestre xamã aprendeu a conseguir dar ataques físicos em espíritos! Mas tudo tem um preço, o preço de poder dar ataques físicos em fantasmas é que os fantasmas podem dar ataques físicos nele. Sim, Drinaar é como se fosse um fantasma para fantasmas, mesmo ele sendo um ser vivo. Mas ele gosta disso!
– VENHAAAAAAAAAAAAAAAAAAA! Não poderá fazer nada para me deter e venha com toda sua vontade! Nem mesmo o Deus do Caos pode me deter, quem dirá você! Farei ter uma morte rápida porque você não devia estar assim, lhe libertarei desse mal, garota!

@Drinaar dá uma gargalhada parecendo estar insano, mas isso é apenas o efeito de sua magia que lhe dá coragem excessiva!

– Deus do Caos, realmente é incrível o que você faz! Transformar uma pessoa inocente em um monstro. Por que não vem o senhor mesmo me enfrentar? Ah, realmente me esqueci! Não pode vir, não é mesmo. Esqueci o fato que me teme e que é mais fraco do que eu!

@Drinaar tenta defender com a  espada o ataque da criatura e com o garra da mão esquerda livre irá atacar na barriga da criatura tentando perfurá-la!

– MORRAAAAAAAAAAA! No momento em que ele lhe transformou em uma criatura não é mais inocente. Mas terá um enterro digno! Mesmo sendo a sua segunda morte!

Talento utilizado:
Perfuração
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Convidado em Qua 13 Maio 2015 - 15:15

brunotenan

Quando a criatura e atingida pela espada de Drinnar fazendo sua lamina transpassar seu corpo, fazendo cair inerte ao chão, e quando o draconato observa que as feridas infligidas ao espirito estavam se fechando lentamente, o membro fora decepado do resto de seu corpo havia desaparecido. O monstro deformado se reergue para mais uma vez atacar o draconato com seu único braço restante. Em sua retaguarda se ouve o arrastar de algo metálico que se aproximava pouco a pouco de onde se encontra.

criatura:
HP:3/30

SP:20/20

Força: 3

Habilidade: 0

Velocidade: 3

Resistência: 3

Inteligência: 2

Balística: 0


Drinnar:
HP: 39/45

MP: 13/25

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por tabuleiromistico em Qui 14 Maio 2015 - 13:11

@Drinnar escuta um som como se alguém tivesse arraastando algo metálico e então resolve atacar a criatura com a espada dando um giro horizontal com o objetivo de ver todos em sua volta para evitar o risco de ser pego de surpresa.

- VÁ EM PAZ GAROTA!

"Você precisa descansar, ir para um lugar melhor e o único jeito é lhe derrotando! Fique livre do todo o mal e procure sempre fazer o bem

@Drinaar sorri, pois nunca havia se sentindo tão bem após tanto tempo, por mais cruel que pudesse ser uma batalha, ele gostava disso!
avatar
tabuleiromistico
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Drinnar: Saga Terminus

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum