Montanhas Nijord

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por GM Jure em Sab 13 Mar 2010 - 3:11

Infelizmente, para Horo, o terreno das montanhas não era tão favorável assim. Repentinamente o chão ficou íngreme e a youkai quase levou outro tombo feio, que possívelmente teria consequencias um tanto drásticas...

Para Lucius, no entanto, as coisas estavam um pouco mais simples. Não teve que se preocupar com a descida da montanha, mas em compensação outra coisa chamou sua atenção.

Pouco depois de Horo ter mudado seu rumo, viu um ponto preto indo em sua direção, partindo da nuvem. Aparentemente era um dos corvos, as estava macabramente modificado.

Continuar naquela descida era uma decisão um tanto desgastante, pois só fazia se afastar ainda mais da tal nuvem. Pouco tempo depois a distância foi tão grande que simplesmente passou a ser impossível de acompanhá-la. Ao que podia ser deduzido, a nuvem se escondera em algum ponto de algum cume próximo.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Sab 13 Mar 2010 - 4:02

Lucius ao ver a mulher com dificuldades para se locomover pelo terreno praticamente agradeceu pois isso podia faze-lá desistir daquela ideia de seguir aquela coisa, porem da nuvem um dos corvos se deslocava em direção a mulher fazendo ele voar mais rápido em direção a mesma.

Enquanto voava na direção de Horo ele perdeu a nuvem de vista e agradeceu por isso, ao se aproximar o suficiente tentaria outra conexão mental com ela para avisa-lá do perigo eminente.


- Cuidado! Algo esta vindo!
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Nekuro em Dom 14 Mar 2010 - 13:18

Nada como escalar uma montanha para ver se ela dá em algum lugar. Depois dessa, iria pensar duas vezes antes de seguir uma ídeia da Nikki dá próxima vez...

Flashback

-Hey! Hey! Nekuro! Olha só que montanha legaaaaal! =3

-Por que você acha isso?

-Por que sim! Vamos! Vamos!

-Hã?! Ah! Ok...


Depois daquela ótimo ídeia os dois andavam a muito tempo sem chegar a DROGA ALGUMA! e parecia que não chegariam tão cedo.

-Tou ficando entediada!

-A culpa de estarmos aqui é sua...

-Owwww...

Nekuro andava com as mãos no bolso e sua expressão era sonolenta. Nikki por sua vez se movimentava através de pequenos saltos já que não tinha onde gastar toda a reserva de energia quase ilimitada e ficava cantando uma musica bem estranha e irritante. Sorte do garoto já estar acostumado com ela, qualquer outro provavelmente teria uma crise nervosa.
avatar
Nekuro
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Ter 16 Mar 2010 - 20:21

Aquele negócio de escorregar, cair e não cair estava realmente irritando. Só aquilo já era motivo suficiente para a Loba parar de correr. Notou que a núvem estava longe e não poderia alcançá-la e suspirou, não adiantaria mais ir atrás dela.

— Mas o que? — Rolou os olhos ao ver ao vir em sua direção e mudou o rumo no mesmo instante, virando para a direita e correndo numa linha reta. A raiva era tanta que nem escutou o lhe alertar, tanta que era sua ira e preocupação. Assim sendo, correu em linha reta até completar quase um quilômetro e virou para a direita novamente, ou seja, dando meia volta e correndo na direção contrária a da núvem ao mesmo tempo que fugia da criatura peculiar.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por GM Jure em Dom 21 Mar 2010 - 17:55

OFF: desculpem a incrivel demora, mas é que eu fiquei sem internet

@Lucius & Horo

A perseguissão já estava ficando deveras exaustiva e confusa...hora a dupla era perseguida,
hora a dupla perseguia. Agora parecia que a situação fora remodelada mais uma vez.

Horo, que havia tentado tomar as rédeas da situação, acabou se enrolando mais ainda. Coitado
de Lucius, que acabou se metendo nessa enrascada de forma gratuita e sem ter muito o que fazer.

Por mais que Horo corresse, a "coisa" que a perseguia não arredava o pé...ou asas...

Lucius pôde identificar aquela criatura nítidamente como sendo um dos corvos que estavam na nuvem.

Aquela ave carregava um pouco da aura negativa da nuvem, visto que o ar ainda estava ligeiramente
afetado, e as folhas caíam aos poucos. O único efeito que estava anormal, dentro daquela
situação, era uma leve dor nos olhos.

Por microinstantes, essa dor ficou tão aguda que forçou ambos os youkais a fecharem eles de
modo instintivo. Uma tentativa um tanto desesperada para protegê-los.

Quando conseguiram abrir os olhos novamente, notaram que estavam lado a lado, como se a distância
criada por Horo sequer tivesse existido. Notaram também que estavam na mesma clareira em que se encontraram.

O corvo voava a cerca de 2 metros deles, e os fitava diretamente nos olhos. Mesmo que fossem
totalmente amarelos, com ausência de uma íris, ele parecia olhar para ambos...ao mesmo tempo,
e com os dois olhos.

Houve tempo para uma meia reação dos dois, que foram interrompidos bruscamente com um "apagão"
em tudo. Por milésimos de segundos toda a luz daquele local havia simplesmente desaparecido.

Após esse "piscar" o corvo sumiu, e todo o ambiente havia retornado à sua normalidade: os
galhos haviam retornado às árvores e desentortaram; as folhas e frutos estavam rejuvenecidos
e de volta aos galhos; o ar estava mais alegre e límpido do que jamais estivera antes.

Tudo, no entanto parecia muito real. As pegadas de Horo ainda marcavam o chão na direção em que
ela havia fugido de início, junto de Lucius. Até mesmo o sol estava em uma posição diferente,
indicando passagem de tempo.

À frente deles, o cume de uma das montanhas, com a tal aldeia antes avistada. Alguma coisa
os dizia que muita coisa estava errada por lá...o que era óbvio...dadas as situações já
ocorridas.

Tudo estava be, normal. O caminho estava livre para eles agora.

@Nekuro

OFF: sua morte, como foi prometido...espero que goste =D

Aquela caminhada, apesar de exaustiva e sem sentido, estava agradável. Talvez fosse pelo
clima, talvez fosse pela paisagem da cordilheira.

Não demorou muito para que de repente, tudo mudasse. A brisa fresca súbitamente deu lugar
a um bafo quente e incômodo, que causava certo desconforto ao respirar. Um instante depois
e o ar ficou congelante, fazendo todos os pêlos do youkai de ouriçarem.

O clima ficou nessa oscilação brusca de forma descontrolada. Uma pequena hemorragia se
iniciou no nariz de Nekuro. Começava a sentir náuseas e uma ligeira tonteira.

Foi quando Nekuro e Nikki puderam avistar uma figura vindo em suas direções, na linha do
horizonte. Estava circundada por um brilho negro metálico. Podiam jurar ver faíscas
vermelho-sangue saindo daquilo também.

Não houve muito tempo para reações: a mente do youkai começou a ser invadida por imagens
e pensamentos absurdos e surreais. Era como se todos os pesadêlos de todo o mundo
estivessem se convergindo para seu cérebro. Uma imagem, no entanto tornava a se repetir.

Vários corpos empalados em um campo aberto, sangue cobrindo todo o solo. O céu estava
coberto de nuvens pretas e o sol estava eclipsado, e a pouca luz advinda dele estava
escarlate. Um vento forte batia em todo o lugar provocando movimentos de poeira se
levantando, sangue movendo, roupas se mexendo. O único sinal de vida era um homem que
permanecia parado em seu lugar, em pé.

A cada vez em que essa imagem se repetia, ela parecia se aproximar cada vez mais.
Era possível perceber cada vez mais detalhes, como emblemas de exércitos, as raças dos
mortos e até mesmo suas últimas e eternas expressões faciais, que variavam entre dor,
medo, desespero e agonia.

Tudo isso culminou com uma aproximação tão grande daquele único ser vivo, que era possível
ver todas suas cicatrizes e gotas de suor. Podia jurar que sentia sua respiração e seus
batimentos cardíacos. Ele estava de cabeça baixa, encoberta por um capuz. Seus cabelos eram
cacheados e pretos e lhe caíam pelos ombros. Suas roupas eram ligeiramente diferentes dos
homens empalados. Notadamente não fazia parte de nenhum dos exércitos envolvidos.

Quando o homem levantou a cabeça e fitou Nekuro nos olhos, a realidade se misturou ao sonho.
Seus olhos eram de um vermelho febril, era como se pulsasse e tivesse vida própria. Exprimiam
um ódio que o youkai jamais havia presenciado em toda sua vida. Quando tudo parecia estranho,
piorou, e muito.

Nikki tentou alertar seu mestre de que aquela figura estranha estava de fato na sua frente,
mas pouco adiantou. Um sorriso largo, amarelo e distoante surgiu no rosto do homem. Um
sarcásmo misturado ao um sadismo se formou, sempre com o ódio junto.

Ficaram assim, parados, por uns dois segundos ou mais, até que o homem disse as penúltimas
palavras que o youkai ouviria em sua curta vida:
-- Vai se arrepender de ter cruzado o meu caminho, verme. -- Era uma voz grave e profunda.
Possuía sentimentos controvertidos, um ódio irracional e tão grande, mas que parecia
dividir espaço com uma agonia e lástima difusas e ínfimamente perceptíveis.

A mão do homem lentamente se dirigiu ao peito de Nekuro, sem que ele ou Nikki pudessem
fazer qualquer coisa: estavam presos em vinhas espinhentas que surgiram aparentemente do
nada!

-- Você me pegou em um mau dia. -- Essas foram as últimas palavras que Nekuro ouviu. À partir
delas, só o que sentiu foi um toque que de tão frio, chegava a arder como um raio de sol,
se projetando para dentro de seu peito, indo em direção ao centro de seu corpo.

A última coisa que sentiu foi tudo ficando escuro e silencioso ao mesmo tempo. Sentia sua
alma se desligando do corpo aos poucos, em um processo que estranhamente era muito dolorido,
se ainda estivesse em condições para tal, poderia supor que fosse por conta de seu algoz.

Mas era apenas a suposição de uma suposição. O fato agora era apenas esse: silêncio. Eterno silêncio.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Seg 22 Mar 2010 - 1:46

Lucius pouco entendeu do que ocorria, a mulher a sua frente estava mais perdida que ele, o corvo se aproximava dela e ele sentia que deveria fazer algo mais uma leve irritação surgiu em seus olhos, logo essa irritação se tornou algo mais grave que fez com que ele parasse de voar em direção a Horo e fechasse seus olhos.

No mesmo instante ele abriu os olhos e estava voando do lado da mulher apenas um pouco acima da mesma, a segunda coisa que viu foi o corvo vindo em sua direção, rapidamente ele bateu as asas se afastando de Horo ganhando altura.

Enquanto ganhava altura ele simplesmente perdeu o corvo de vista, nada mais que um piscar de olhos e tudo tinha mudado para uma normalidade estranha e perturbadora. Tentaria se aproximar de Horo e permaneceria voando perto dela mandando outra mensagem telepática para a mulher:


- Posso pousar em seu ombro?!

Se a resposta fosse positiva o mesmo pousaria sobre o ombro esquerdo da mulher e ficaria apenas observando tudo calmamente tentando entender algo, se fosse negativa ele apenas voaria para uma arvore próxima onde pensaria melhor em seu próximo movimento, algo naquela súbita mudança de ambiente o deixava intrigado.
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Ter 23 Mar 2010 - 17:41

— Pode. — Horo manteve o tom de voz sério, não tinha gostado nada daquela perseguição e pelo que se seguiu. Encheu o pulmão de ar fresco e gélido e soltou com demora, olhando a aldeia que outrora tinha visto. Seguiria para lá.

— O que quer que fosse aquilo, começou naquele vilarejo... — Falou normalmente mais para ela do que para o pássaro em seu ombro, e agora que estava perto, a loba olhou-o de canto e pôde ver seu grandioso tamanho. Ele era até leve, o que facilitava a Youkai de andar normalmente. Por um segundo, e por pura curiosidade, passou suavemente as pontas dos dedos da mão direita nas penas do pássaro, sentindo sua maciez enquanto olhava para frente como se nada tivesse acontecido.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Ter 23 Mar 2010 - 19:46

Após aterrissar no ombro da mulher com a permissão da mesma eles começaram a se mover em direção a vila que ele tinha avistado antes, ele já pretendia ir naquele local antes porem devido a 'pequenos' contra-tempos ele teve que esperar até esse momento.

Quando a mulher passou os dedos suavemente pelas penas dele o pássaro se contorceu todo com aquilo, sentia leves arrepios e uma sensação até que boa porem muito constrangedora para o mesmo.


- O-o que... o que esta fazendo??!

A mensagem saiu quase que como um 'grito', além de Ana nenhuma outra mulher jamais tinha lhe tocado daquela forma e mesmo se não fosse a intenção dela fazia ele lembrar de coisas um tanto quanto intimas.
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Ter 23 Mar 2010 - 20:58

Horo deu um sorriso de canto ao mesmo tempo que cerrou o olho esquerdo por causa do grito, baixando as orelhas como se estivesse ouvido no ambiente. Mesmo assim, não parou a caricia imediatamente, deixou os dedos terminarem de tocar as penas do bicho.

— Quis saber como eram as suas penas, nada demais. — Disse, voltando a mão para baixo, balançando a cauda com um pouco mais de intensidade.

— Posso perguntar o que faz por aqui? — A Youkai se referia ao fato dele tê-la encontrado por acaso, e o que queria fazer ali antes de encontrá-la. Agora não mais o tocava, e o capuz voltou a cobrir sua cabeça.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Qua 24 Mar 2010 - 11:02

Após a mulher tirar os dedos do corpo dele o mesmo levou uma das asas a frente do bico e fez uma expressão estranha para um pássaro como se estivesse corado porem sem permitir que a mulher visse.

Logo a mesma cobriu a face com um capuz e sacudiu a cauda animalesca que ela possuía, aos poucos eles começavam a conversar, bem, ela começava a fazer perguntas e o mesmo não sentiu problemas em responde-las.


Estava em viagem... Venho do Sul, estou procurando uma mulher chamada Ana. Mas e a senhorita o que faz nessa região desolada e... perigosa?!
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Qui 25 Mar 2010 - 18:49

O nome não pareceu familiar para Horo, conhecera tantas Anas que nem se recordava aonde tinha visto a última. Não respondeu o pássaro com palavras, fez apenas um aceno de cabeça.

— Sou Horo, prazer — Disse tentando ser educada; parecia que os dois iriam juntos nessa pequena jornada e seria indelicado não saber nem o nome do companheiro de viagem.

Deu um sorriso de canto ao dizer seu nome, lançando um breve olhar que logo dirigiu para frente e passou as mãos nos cabelos, tentando diminuir a velocidade com que sua cauda balançava, estava ansiosa e não queria demonstrar isso.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por GM Jure em Qui 1 Abr 2010 - 20:12

À medida que os dois andavam, se aproximavam cada vez mais da aldeia. Era possível ver de onde estavam que ela havia sido maciçamente atacada.

Algum tempo depois, surgiu uma estradinha de terra, que naquele exato ponto se divida em três: uma linha reta que subia até a aldeia onde a nuvem foi vista de início; uma linha reta à direita, que de tão reta parecia ter sido feita em uma planicie, e não em um terreno montahoso; e uma linha sinuosa à esquerda, que não dava para seguir muito bm com os olhos, mas parecia descer.

Como se prevesse a chegada da dupla, uma carruagem abarrotada vinha à toda velocidade do caminho à frente.

Parou a poucos metros de Horo e Lucius e dela saiu um homem de meia-idade.

-- Senhorita, se me permite a ousadia mas...não é muito seguro ficar por aqui. Se fosse você fazia como eu to fazendo agora e dava o fora agora! --

O homem disse e ficou ali. Horo e Lucius podiam enxergar uma família inteira naquela carruagem. Estava repleta de mantimentos de todos os tipos. Era como se estivessem fazendo a mudança de uma casa inteira...praticamente com a casa em si.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Dom 4 Abr 2010 - 3:26

Ainda caminhava na direção da encruzilhada quando uma carruagem aparece vinda do caminho do meio e dela saiu um homem que lhe dirige a palavra. Horo ergueu uma sobrancelha, lançando um olhar rápido para o restante da família.

— O que houve na cidade, cavalheiro? — Perguntou a Loba fingindo não saber de nada. Achou que era a melhor coisa a se fazer, afinal a partir do velho poderia saber como foi o óbvio massacre da vila.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Dom 4 Abr 2010 - 12:18

Antes deles avistarem a carruagem vindo em sua direção Lucius apenas se garantiu de responder telepaticamente as ultimas palavras dirigidas a ele pela jovem mulher:

- Prazer Horo, me chamo Falcon.

Algum tempo depois eles finalmente encontraram algo que de certa forma já era esperado, uma carruagem com uma família dentro de praticamente uma casa junto deles. Se havia refugiados havia problemas serio no vilarejo isso foi a primeira coisa que passou na cabeça do falcão que em absoluto silêncio observava a carruagem do velho enquanto permanecia imóvel no ombro da jovem.
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por GM Jure em Dom 4 Abr 2010 - 20:05

O homem olhou curioso para Horo. Parece que só agora ele notou de que se tratava de alguem "diferente".

-- Vai dizer que não viu aqueles...aqueles demônios voando naquela direção? -- apontou para onde a nuvem sumiu.

Coçou a cabeça e então olhou para a carruagem. Sua mulher lançou um olhar de ciúmes e apreensão ao mesmo tempo.

-- Olha...eu posso te dar uma carona até a aldeia mais próxima, se quiser...apenas não siga reto nessa estrada, para o seu próprio bem. Só vai encontrar dor e sofrimento. --

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Sex 9 Abr 2010 - 23:13

Ouviu o nome da ave em silêncio sem poder dizer nada, porém por ora assentiu tratando de ouvir a continuação do velho. Para o velho, assentiu também confirmando que tinha visto, mas não comentou nada mais, pois notara o olhar dele para com ela.

— Agradeço a gentileza mas não, obrigada, irei seguir. — E esboçou um sorriso de canto, lançando um olhar para a carruagem. — Deve sair com sua família o mais rápido possível.

E antes que o homem tentasse convencê-la a ir embora Horo já começou a andar na direção da vila. E assim que passaram pela carroça, Horo complementou:

— Encantada, Falcon.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Sex 9 Abr 2010 - 23:37

Lucius apenas observava o que acontecia, a carruagem não era suspeita mas ela trazia mais informações do que aquelas pessoas falavam. Um exemplo disso era o fato de existir sobreviventes, pelo menos não tinha sido algo tão terrivel o suficiente para matar todos.

Realmente o youkai estava curioso para saber o que ouve naquela vila, ele queria ter feito algumas perguntas para o velho que se distanciava com sua carruagem mas não teve chance, logo a voz da mulher respondendo a apresentação dele fez ele 'voltar' a mente para o agora.

- Pelo que ele falou não parece que aquela coisa surgiu na vila deles... mas se não foi de lá... de onde será que ela veio?
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qua 21 Abr 2010 - 16:23

O homem se sentiu intrigado com a resposta da jovem. Ele deve ter pensando no que uma garota e seu pássaro de estimação iriam fazer naquele caos. Ponderou alguns segundos e tentou dizer algo,mas a voz de sua mulher lhe chamando o nome foi motivo o suficiente para desistir de qualquer argumento. Apenas virou-se e continuou seu caminho junto com sua familia. deixando um ultimo recado.

-Tenha cuidado.

Ainda era dia alto e o sol atingia as montanhas com toda sua magnificência apesar do clima ameno. Havia quase nada ali para ser visto de novo,apenas o caminho de barro,um longo caminho á frente e poucas arvores. Era sorte deles o dia não estar tão quente.

off: O post é simples porque ainda to pegando o bonde andando. Quando me entrosar melhor na história posto melhor,juro.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Qua 21 Abr 2010 - 22:52

O dia estava claro porem sem muita agitação, fazia dias que ele estava voando, sobreviveu comendo aves que passavam próximo a ele e bebendo agua das nuvens, era realmente bom poder 'viver' fora do chão porem até mesmo as asas dele precisavam de um descanso então o jovem elfo do ar desceu para o solo depois de dois dias sem se quer ver a cor do mesmo.

Pousou em uma estrada de terra em meio a um enorme campo aberto, tocar o solo foi estranho para ele porem logo se acostumou novamente a usar as pernas para se mover. Esticou suas asas brancas e seus braços junto com o resto do corpo se espreguiçando e logo recolheu-se todo e olhou ao redor.

Um pouco atrás dele tinha uma carruagem parada e um velho homem conversando com uma estranha mulher com um passaro nos ombros, ao ver que o homem era humano ele simplesmente se afastou esperando o mesmo se mover.

Depois da carruagem partir ele caminhou lentamente até a mulher com um pássaro nos ombros e com um gentil sorriso no rosto começou a falar com a mesma:


- Com licença senhorita... Estou procurando um vilarejo,não humano de preferência, para poder descansar alguns dias... Conhece algum?!
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qua 21 Abr 2010 - 23:37

off: Podem interpretar livremente,só passei aqui pelas formalidades.
Aqui está o resultado do teste da horo contra o imã do sexo oposto:

Teste de imã do sexo oposto (valor 5 ) Convidado efetuou 1 lançamento(s) de dados d6 (Imagem não informada.) : 2 + 1

Se a horo estiver muito fula da vida e quiser verificar por si mesma*rindo*,aqui o link:

http://zephyr.forumeiros.com/dice-n-roll-f35/norte-do-ichi-t352.htm#4576

off2: Lembrando que no proximo turno ela pode realizar outro teste... Se quiser.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Qua 21 Abr 2010 - 23:49

Estava caminhando devagar, sem pressa alguma, na direção da pequena vila ouvindo os comentários e perguntas do pássaro. Tinha passado tantos anos solitária, com apenas alguns homens quando se sentia carente; do contrário, era apenas ela seguindo para o Norte. Agora, tinha um pássaro no ombro que ouvia calmamente.

Foi quando a bela loba ouviu ser chamada. De primeira, achou que não era com ela, pois só dava atenção a alguém quando seu nome era dito, mas algo na voz do macho que a chamava atiçou-a a virar-se. Foi o mesmo que tivesse visto a imagem de um ser perfeito.

Com um movimento de mão, fez com que o pássaro saísse de seu ombro, libertando-a do peso extra, sem tirar os olhos excitados da criatura agora à sua frente. Os olhos de Horo desceram descaradamente pelo corpo esbelto do homem, e quando voltou, um sorriso pervo estava em seu rosto, com um brilho distinto nos olhos.

Ele estava perdido, era óbvio, e ela não poderia perder esta chance.

— Pois sei bem onde é. — Seu tom de voz era suave e seus olhos verdes eram fixos nele — Estou indo para lá agora, um amigo meu é dono de uma pensão e está à minha espera, posso te levar até lá. Fazemos companhia um ao outro...

Sorriu, mostrando um canino sem querer, mordendo o lábio inferior, e ficou bem perto.

— O que acha, cavalheiro?

Horo sentia uma vontade louca de avançar naquele homem sem nem saber o por quê. Nunca tinha o visto e isso parecia totalmente impróprio, mas não se importava, ele estava mexendo demais com seus sentidos.


Última edição por Horo em Qui 22 Abr 2010 - 0:10, editado 1 vez(es)
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Qui 22 Abr 2010 - 0:01

Lucius olhou a jovem mulher a sua frente com mais atenção agora que a mesma mostrou-se ser realmente uma 'amiga' não-humana. Ela tinha lindos olhos verdes quase tão intensos quanto os dele, pareciam duas esmeraldas refletindo a luz do sol, os cabelos dela eram vermelhos e radiantes como uma chama eterna que queimava sem parar, sem contar seu corpo, apesar de pequeno parecia ter sido moldado pelos deuses e esculpido em carne por um excelente artesão.

Além de ser fisicamente linda a jovem não era humana, e era extremamente alegre e gentil exatamente como ele era, parecia que o destino tinha pregado uma peça nele e tinha cruzado o caminho dele com o dela, se suas asas aguentassem voar por mais um dia isso nunca poderia ter acontecido


- Sim, sim! Muito obrigado por me ajudar senhorita... fico realmente muito grato.

Ele se curvou perante ela fazendo uma leve reverência a mesma agradecendo pela boa vontade dela em ajuda-lo. Aproveitando a situação ele pegou delicadamente na mão direita dela e beijou as costas da mesma se levantando logo após e retomando sua postura perfeita e seu sorriso gentil.

- É um prazer conhece-lá, me chamo Lucius... espero que possamos ser grandes amigos!
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qui 22 Abr 2010 - 0:20

off1: Se ''empolgaram'' a beça ein?

off2:Horo ainda não passou no teste, tirou 4 ...
link da rolagem: http://zephyr.forumeiros.com/dice-n-roll-f35/norte-do-ichi-t352.htm#4583

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Horo em Qui 22 Abr 2010 - 0:28

A voz de Lucius era como música para os ouvidos de Horo. Ela não pensava em mais nada além de sentir o doce sabor de seus lábios e o toque de suas mãos por seu corpo. Ao pensar nisso, sentiu os pêlos de sua nuca arrepiarem-se e uma sensação gostosa percorrer seu corpo. Com a resposta positiva, riu por dentro, imaginando a noite que teria.

— O prazer é todo meu... — Disse baixo dando ênfase à palavra quando viu Lucius se inclinar e beijar sua mão, e aproveitou para aproximar o rosto e sentir seu doce perfume, o que fez suas pernas bambearem.

— Sou Horo. — Sorriu e voltou a olhá-lo quando sua mão foi solta, e fez um breve movimento com a cabeça e sorriu em seguida, fitando-o. — Claro que sim, podemos ser o que você quiser. — Falou por alto, e ficou ao seu lado e deu uma leve puxada em sua camisa, aproveitando para sentir seu corpo. — Vamos, não demorará muito. — Dizendo isso, começou a andar devagar, tratando de ficar perto dele mas obedecendo a todo custo o seu espaço.
avatar
Horo
Aventureiro
Aventureiro


Ver perfil do usuário http://lodoss.forumbrasil.net/forum.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Lucius em Qui 22 Abr 2010 - 0:51

A jovem além de animada era engraçada, realmente ele já estava ficando mais a vontade em relação a presença dela, o que era estranho pois não costuma criar esse tipo de laço facilmente, Horo realmente se mostrava ser uma criatura 'especial'.

Ela começou a andar na frente porem esperando ele que rapidamente começou a caminhar ao lado dela, a expressão em sua face era calma e serena como de costume porem seu sorriso dessa vez não era só gentil, era também verdadeiro.


- Você é bem energética... Fico feliz em conhecer alguém como você aqui embaixo, poucas criaturas tem a capacidade de me fazer sorrir dessa forma.

Ele era sincero demais e isso ao mesmo tempo que era uma qualidade era um grande defeito pois seres mal intencionados podem abusar dessa sinceridade. Mas ainda assim a companhia dela era calorosa, ela era presente, era como andar com um sol ao seu lado, te confortando e te mantendo alegre como o dia.

- A senhorita mora nesse vilarejo?
avatar
Lucius
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Montanhas Nijord

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum