Praça Celeno

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Seg 31 Out 2011 - 20:56

Estátua do Elfo:
______________________________________________________________________________________________________
É o único lugar com terra, uma praça de brancos simples onde as crianças brincam e recebem suas primeiras lições de natação. O nome Celeno vem da estátua de um elfo marinho, fundador da cidade. É um pedaço de areia plano de 50 metros de diâmetro as quando a maré sobe a água sobe até os joelhos,Existe um pequeno cerco para desavisados não caírem no precipício submarino. Sim, quando a ilhota acaba, termina em um precipício de 50 metros no inicio e vai aumentando a profundidade a medida que avança para o mar. Felizmente há sempre alguém tomando conta.

Editado por Raiza Sunshine

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Sex 23 Dez 2011 - 18:14

Correu apressadamente,tentando salvar a própria pele. Algo em si achou que seria mais interessante se virar e encarar a criatura mas bancar o herói imprudentemente não fazia parte dos seus planos. Não sem um bom motivo.

Avançando pelo corredor abriu com força a porta. Esperava que fosse pesada,estivesse emperrada ou trancada,tanto que já mantinha a espingarda preparada para atirar na maçaneta. Mas ela abriu como se ja estivesse esperando por ele. Acostumado com a escuridão e com a loucura daquele lugar,se jogou com tudo em meio as trevas, sabendo que alguma coisa inexplicável aconteceria.Só lhe restava esperar pelo melhor.

''hun?''

Demorou a entender que estava caindo. Deve ter sido o vento em seus ouvidos ou a crescente sensação de queda que havia denunciado,mas não havia mais nada ali ,nenhum ponto de referencia,somente ele caindo no vazio, de novo. Temeu não pela própria vida, mas pela dor que sentiria na queda, afinal, já estava caindo a um bom tempo. A velocidade já estava lhe causando náuseas e sentir que estava caindo sem poder ver nada lhe deixava confuso.

Viu uma luz, e uma certa esperança com temor . Afinal, não sabia se aquilo era bom ou ruim, só sabia que inevitavelmente iria saber,querendo ou não. Antes que pudesse argumentar, a luz do sol lhe cega e instintivamente cobre os olhos, só pra sentir a dor da pancada.

O ar escapou de seus pulmões em um urro de dor, seu corpo todo ardeu na pancada a medida que afundava na água. Era como se o mar tivesse se tornado cimento só pra lhe causar mais dor pra ai então deixar o corpo já dolorido e inerte afundar na imensidão.

Se contorceu de dor enquanto praguejava. Ja estava em outro lugar,aquele ao menos havia luz. Oque não o fez menos perigoso. Nadou aos poucos até a superfície e seguiu até o pedaço de terra mais próximo. Nunca tinha visto aquele lugar antes. Procurou pessoas e mais importante, um lugar para se esconder. O sol estava lhe assando,literalmente.

'' E agora,onde estou?''

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Sex 23 Dez 2011 - 21:19

Já fazia tempo que não sentia a água e areia de baixo do meu pé descalço assim tão boa. Só esse momento fez toda a viagem valer a pena, era como uma criança, risonha e inocente correndo por aquele pequeno pedaço de terra molhada. Não estava me importando se o meu vestidinho simples molhava com meus movimentos não pensados, ou se o sol começava a arder na minha pele. Nada importava, eu estava finalmente livre daquele barco fedido, velho e escuro, e daqueles marinheiros nojentos. Nada importava enquanto eu estivesse alí curtindo um bom momento de liberdade. Eu sabia que teria que ficar "presa" a alguém de novo, é o único meio de eu sobreviver e conesguir um pouco de dinheiro, era a única coisa que sabia fazer, por mais que não gostasse tanto assim.

Talvez as pessoas se assustariam comigo, ou com as estranhas formas de trevas que se formavam perto dos meus pés, isso era o de menos, ninguém poderia tirar de mim essa liberdade, não agora. Joguei-me na água, rolei na terra, fiz tudo o que poderia fazer no momento. As chamas de sombras que estavam no meu pé pereciam querer me abraçar quando cai na água, de certa forma achei que elas estavam se divertindo comigo. Já enxarcada eu resolvi pisar na realidade um pouco, dei uma olhada em volta. O ponto mais marcante daquela "praça" era a estátua no centro, aproximei meio devagar, analizando aquela escultura. Já à frente dela eu encarei seu rosto como se fosse de verdade e sorri.

- Ao menos você não se assustará comigo, né? - Disse meio baixo, para que ninguém mais além de mim escutasse. Estava de certa forma em paz, até escutar o barulho de algo caindo na água, logo em seguida ver uma grande quantidade de água levantando-se com algum impacto por perto. Minha reação foi rápida e assustada, fiz com que a adaga aparecesse em minhas mãos e olhei com medo para a fonte daquele disturbio, meus olhos não poderiam abrir mais. No barco onde estava, esses barulhos faziam toda a estrutura tremer e logo depois um pouco de água invadir a embarcação, sofriamos bastante ataques. As sombras acompanharam meu movimentos, inclusive aumentaram de tamanho quando saquei a arma e me rodeavam como se compartilhassem de meu susto.

Não tinha percebido que aquilo não precisava de uma reação tão exagerada, não estava acostumada ainda com essa liberdade, os dias dentro daquele barcos ainda estava dominando seus pensamentos. Continuava com a adaga em mãos esperando o próximo acontecimento.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Thiago em Sab 24 Dez 2011 - 15:02

A luz do sol do meio-dia se projetava sobre a praça da vila de milágia, a areia ficava quente com o sol relativamente forte, e um sujeito saia encharcado da água após seu repentino aparecimento e queda nesta, totalmente molhado, enquanto a exposição a luz do sol lhe fazia soltar um tipo de fumaça escura, como se estivesse queimando sob a luz do sol intenso. Como era de se esperar, o sol fazia com que as sombras praticamente se tornassem inexistentes, enquanto este podia buscar com certa urgência um lugar para poder se ocultar do sol, porém as únicas sombras eram de alguns poucos bancos que haviam na praça, as quais não davam total proteção contra o sol, e a sombrinha que uma jovem aparentemente havia pregado na areia enquanto relaxava sobre a sombra desta. Sem dúvida, o fato de um sujeito cair do céu no meio do mar, sair de lá e começar a soltar fumaça com o sol era algo bem chamativo em qualquer lugar, o que explicava todos terem voltado suas atenções para este, ainda mais estando vestido daquela maneira no meio da praia, mesmo que tantos outros olhassem assustados para a jovem que segurava a adaga que apareceu do nada, além das sombras que se moviam ao redor desta de maneira tão estranha. Sem dúvida, ali estava um par de pessoas bem chamativas...
avatar
Thiago
Herói
Herói


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Sab 24 Dez 2011 - 20:19

Tossiu, deixando os litros de água que havia bebido sem querer saírem de seus pulmões. Não que fosse morrer afogado mas aquilo chegava a doer e suas vias respiratórias ardiam com a água salgada. Enfiou os pés na terra e sentiu a areia a entrar nos sapatos, a sensação não era agradável mas ainda estava tonto pela queda, cambaleou e fez de tudo par ase manter em pé. A dor de cabeça o fazia pensar que seu cérebro iria explodir a qualquer momento.

Seu corpo estremeceu e ardeu. O sol lhe consumia e as roupas molhadas não impediam que seu corpo exalasse fumaça procurou esperançoso pelo terreno alguma sombra, mas não havia nenhuma,somente praia,areia sol e mar. E amaldiçoou a sua condição. Mesmo que aquilo não ajudasse, desdobrou o colarinho do terno e cruzou os braços, aquilo não mudava em nada o sofrimento pelo sol, mas o fazia se sentir um pouco menos envergonhado,tentando se cobrir como pode. Estava vulnerável, sozinho, perdido e incapaz de achar um refugio.

As pessoas começavam a lhe perceber e logo imaginou que seria caçado, qualquer um mais experiente saberia que ele era um vampiro e naquelas condições, estaria sendo comido por tubarões antes que pudesse argumentar,mais do que isso,aquele calor lhe dava sede.Instintivamente procurou alguns alvos, mas sabia que não poderia fazer nada ali e isso lhe gerou uma enorme frustração. Não saber oque fazer ali, afinal, par aonde iria. Começou a pensar se não seria interessante ir para o mar, ao menos ali estaria sozinho.

'' Que dia de merda, cara''

Irritado coma falta de sorte e incapaz de se dar ao luxo de ficar ali parado pois o sol o fazia chamar mais atenção ainda,decidiu andar para algum lugar, sem direção. Se não tivesse pessoas era lucro, estava se sentindo incomodado com todos aqueles olhares.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Dom 25 Dez 2011 - 3:02

Fiquei sem reação por um bom tempo, sentia alguns olhares apontados para mim, não era por menos, deveria ser a única alí que segurava uma arma. Percebi o que estava fazendo, a situação era alarmante, mas fui exagerada, olhei o homem que saia da água atentamente. Fumaças negras? Lembravam minhas sombras, que no momento em que retomava o controle de minha ações diminuiam e começavam a ganhar uma cor meio roxa entre o negro. Aquilo era suspeito, tinha quase certeza que mesmo se o homem fosse uma ameaça eu não conseguiria ferí-lo com minha arma. Engoli a seco e fiz com que minha adaga desaparecesse.

Já tinha chamado muita atenção, mas ainda disputava com aquele homem estranho. Percebi que ele começou a se mover, não sabia por onde ia nem o que ia fazer, mas fiz a primeira coisa em minha mente, comecei a acompanhá-lo. Ele tinha parte do mesmo problema que eu, aquelas fumaças, não se eram pelo sol ou naturais, assim como essas "coisas" que rodeavam. Em um lapso de memoria, meu "mentor" veio em minha mente. Ele disse-me para nunca ignorar um semelhante, já que eu não posso machucá-los, é melhor que eu certifique que eles estaram do meu lado. Apressei o passo na direção do homem, eu já sabia o que tinha que ser feito, aquele estranho que seria o "alvo", afinal ele era o mais parecido comigo naquele lugar.

A fumaça era muito suspeita, era melhor tentar algo do que simplesmente puxar alguma conversa. Enquanto me aproximava dele eu usei de meus dons. Uma parte das sombras que me envolviam sobiu pelo meu corpo como uma serpente, até minha mão. As sombras partiram da palma da minha mão como uma chama roxa e a medida que diminuiam um guarda-chuva de tamanho médio começou a surgir, era o máximo que podia fazer para não ser ainda mais chamativo. O guarda-chuva tinha um cabo negro e a parte superior roxa com alguns babados. Assim que cheguei perto o suficiente o abri para que o sujeito fumacento ficasse na sombra gerada.

-O...o senhor está bem?

[off] Eu uso a skill para criar o guarda-chuva.[/off]
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Dom 25 Dez 2011 - 23:37

''Céus quando eu sair daqui eu vou precisar de um bom banho e uma garrafa inteira de whiscky ou qualquer coisa que o valha. Pensando bem, vai qualquer vodka vagabunda mesmo, só quero ficar de pileque pra compensar essa onda de azar... Acho que mataria por um cigarro ''

Enquanto andava e praguejava consigo mesmo sua maré de azar, uma ponta de esperança surgiu em sua mente, afinal, tinha cigarros no bolso mas infelizmente percebeu que estava encharcado e os cigarros já devia ter virado massinha dentro de seu bolso, mais frustração ainda. Tinha vontade de sentar e mandar tudo pro inferno aliás, queria ir dormir, mesmo que não precisasse, só queria o alivio mental de estar em paz. De esquecer tudo e ir pra um bar fumar até o nariz arder.

Sentia-se abusado psicologicamente com todos aqueles olhares, tudo bem que tinha caído do céu mas queria um pouco de privacidade, pior do que se dar mal, é estar cercado de gente te olhando. Resolveu fazer pose, não para se mostrar, mas para motivar a si mesmo. Alinhou a coluna, ajeitou a roupa e mesmo que molhado dos pés a cabeça, fingiu estar tudo bem afinal,ainda estava inteiro, era oque importava.

Estava conjecturando onde tinha parado, se aquile lugar fazia parte do continente. Tinha que voltar para Zephyr cedo ou tarde, mesmo que perigoso,era um lugar conhecido e ali Ichirou não sabia de nada. Nem mesmo para onde estava indo.

Quando notou, um breve alivio passou, como se o sol não estivesse mais tão forte. Não entendeu porque, mas se sentia muito melhor, até mesmo fechou os olhos de satisfação imediatamente parando, apesar de não ter esboçado nenhum sorriso. Interiormente no entanto,estava dando pulos de felicidade.

''Pelos deuses que alivio''

-O...o senhor está bem?

''Péssimo, mas um pouquinho melhor''

- Uhum ...

Se virou lentamente para a fonte da voz, com pingos de água ainda a escorrer pelos cabelos. Sentiu imediatamente uma gratidão pelo guarda-chuva, mas era por demais antipático para demonstrar. Ao contrário, preferiu apenas fitá-la diretamente nos olhos, firme, imutável,fixo e até um pouco ameaçador,devido ao mal humor. Não é como se fosse de sua intenção dar qualquer tipo de olhar bom ou mal, mas achou que seria má educação medir a moça de cima a baixo,ainda mais alguém que acabou de lhe ajudar de uma maneira que talvez ela não compreendesse.

Ela tinha os olhos vermelhos,como os dele, femininos,curiosos, sedutores mas com certeza da mesma natureza dos seus. Ela emanava uma aura má e algo nela o fazia ficar desconfiado, quase agradeceu e foi embora, mas o guarda sol era dela e ninguém ali além dele sabia o quão importante aquele guarda sol era naquele momento.

'' Uma amaldiçoada? Anomalia genética? Mas afinal oque ela é?''

Era muito bonita, oque o fez aumentar a guarda mais ainda, experiencias de vida lhe ensinaram que mulheres bonitas não são muito confiáveis e ela parecia se esforçar para parecer ameaçadora. Oque era estranho, porque ela não soava realmente perigosa, apesar de tudo,ela estava ali lhe segurando um guarda -sol e o salvando de uma insolação.

Resolveu devolver a gentileza, não era bom com conversa,mas sabia que se dissesse nada talvez ela achasse que ele não queria mais o guarda sol. Pensou rápido, talvez rápido demais e até se sentiu envergonhado depois de puxar assunto, como quem sente que falou coisa errada.

- Ahn...Uhn... Bonitos... Seus olhos.

'' Nossa, cara, você é muito burro''

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Seg 26 Dez 2011 - 14:05

Intimidada, essa era a palavra que me definia, de certa forma ele lembrava o meu "mentor", sério e por mais que a situação estivesse contra ele matinha uma postura forte e inpenetrável. Com todos esses anos eu compreendi uma coisa muito importante, os que mantem essa posturas normalmente são os mais solitários, por opção ou não. Eu iria tratá-lo como um desses, forte por fora, mas sozinho por dentro, essa seria a "estratégia". Percebi os olhos fechando quando o guarda-chuva o cobriu, pelo visto acertei na escolha, mas era muito cedo para qualquer conclusão.

- Uhum ...

Uma fala simples, ríspida, sem muito esforço ou importância. Típica de meu "mentor" quando eu fazia a mesma pergunta. Aquilo de certa forma me irritava, mas eu sabia que tinha que ser paciente. Assim como eu ele também estava molhado, mas não parecia se divertir com isso. Seus olhos encontraram os meus, eram vermelhos também, aquilo era bastante confortável por mais que não significasse tanto assim. Encarou-me, e não parecia muito bem, ao contrário do que disse. As sombras que me rodeavam ficaram um pouco nervosas e seus movimentos começaram a ficar agitados, pareciam os tentáculos de um polvo se debatendo. Aquilo me deixou um pouco mais intimidada, porem, ao invés de mostrar medo com seu olhar, sorriu para relaxá-lo. Era como dizer "calma, tá tudo dem agora". Deixando sua intimidação de lado, o homem era bonito e parecia saudável, isso ajudava a o rapaz a ganhar minha simpatia.

Depois de um curto periodo de troca de olhares escutei sua voz. Seu comentário foi um pouco solto, não fazia sentido com a situação, ao menos que o homem fosse um cortejador, mas pelo tempo que ele levou para pensar em um frase, e os sons emitidos por ele antes de dizer qualquer coisa indicavam uma certa inexperiência com pessoas. Eu ri abafado, tinha uma certa noção do que estava acontecendo. Coloquei o guarda-chuva um pouco mais sobre ele e sorri de novo.

- Eu entendo, só precisa dizer "obrigado". - Voltei o olhar para frente, onde o rapaz seguia. - Você me parece meio cansado, eu te acompanho até um lugar para dormir.

Não sabia muito sobre a vila, mas tinha escutado bastante sobre a Dama Atrevida. Me parecia o melhor lugar para ir, não sabia se o rapaz tinha algum dinheiro, mas pelo menos lá ele conseguiria se localizar um pouco. Caso ele não pudesse me acolher, já teria ajudado e alí mesmo encontraria uma outra pessoa.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Seg 26 Dez 2011 - 15:50

Ela sorriu, e foi como se uma geleira derretesse dentro dele. De repente ela não parecia mais ameaçadora. Como uma moça gentil poderia aparentar ser tão má, imaginou. Aquilo lhe deixava alerta,receoso, um pouco acuado,mas alguma coisa naquele sorriso lhe deu coragem de ir em frente e ver no que ia dar, não podia ser tão mal assim.

Tentou sorrir de volta, mas ainda estava um pouco paralisado de vergonha, depois de certo esforço,esboçou um sorriso breve esticou os lábios,deixando uma suave cova surgir em cada lado da face. Não mostrou os dentes, não queria assustá-la com os caninos avantajados. Ela já parecia bastante assutada talvez até arrependida de ter tentado uma aproximação. Mesmo que em sua mente Ichirou ainda tentava adivinhar porque diabos uma garota bonita resolveu puxar papo com provavelmente o homem mais mal encarado e intimidador da praça. Ele não era tão bonito assim e seu estado era deplorável.

'' Vai ver ela de fato tem segundas intenções''

Pensou então, que ela em breve tentaria roubar seus órgãos, seu dinheiro ou sua dignidade, não conseguia deixar de desconfiar dela, mas aquele sorriso o convenceu a tentar a sorte.

''...Olhos bonitos...piff...''

Estava se humilhando mentalmente com sua inabilidade social, não é como se fosse um rapaz inexperiente, ao menos não um virgem. Mas aquela situação o tinha deixado desarmado, quem é que espera uma garota bonita puxar papo do nada no meio de um dia ruim?

''Ao menos ela riu''

Disse mais pra se convencer de que não foi tão ruim assim. A situação já havia se tornado surreal e a teoria de que ela queria lhe roubar os órgãos ganhava mais força. O convite chegou a lhe deixar encabulado e não conseguiu segurar uma expressão de surpreso.

''Sério isso?''

- Ah... Obrigado.

Disse com a voz rouca e grave, mas agora mais firme e decidida, não iria gastar o dia todo impressionado como um pré-adolescente. Ao contrário. aquele guarda sol e a pequena conversa só lhe deram tempo para recuperar as energias, ao menos a motivação. Resolveu arriscar,mais seguro de si,os olhos mais despertos e os gestos mais alertas, aquela garota de olhos vermelhos e aura sombria havia mudado completamente seu dia.

- Conhece algum lugar?

''Algum lugar que tenha alcool,pelo menos?''

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Qua 28 Dez 2011 - 12:47

- Conhece algum lugar?

Olhei-o meio sem graça, não é como se eu conhecesse algum lugar, apenas escutei falar. Não sabia se dizia isso para o rapaz ou o enrolava. Depois de meio segundo de pensamento decidi que não valia a pena mentir, só poderia piorar minha situação mais tarde.

- Na verdade, eu ouvi falar de uma embarcação aqui que serve quartos para hospedagem, não sei exatamente onde é nem quanto custa, mas não deve ser difícil de achar. Disseram-me que a embarcação é grande. - Olhei para o rapaz e deixei escapar um pequeno riso. - Eu também cheguei aqui faz pouco tempo...mas de barco.

Não deixei o sorriso escapar, ou se não eu poderia perder a afinidade do homem. Ele ainda soltava algumas fumaças, mas ao contrário do resto, eu me sentia bem com aquilo. è por um motivo egoista, afinal, perto dele eu não sou a única "aberração". Comecei a perceber algumas diferenças entre o rapaz e o meu antigo "mentor", mas não tinha certeza ainda para aponta-las com exatidão. Porem diferenciá-los era bom para eu não confundir as coisas, um coração solitário e que sofreu uma grande perda pode fazer isso com uma grande frequência.

- Acho melhor nós tentarmos a sorte para encontrar a "Dama Atrevida", não sei se as pessoas daqui se sentiriam confortáveis para conversar com nós...


Sem saber exatamente onde ir, procurei pela maior embarcação do lugar e caminhei na direção dela. Os pequenos "tentáculos" sombrios que agora estavam meio roxos, subiam pela minha perna como cobras, alguns mexiam-se na direção em que caminhava, mas nunca ficavam parados e nem passavam do meu joelho.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qua 4 Jan 2012 - 23:54

off: Desculpe a demora e feliz ano novo atrasado

- ... Ah ... Admito que não é todo dia que se cai do céu.

Tentou brincar,mas falou em um tom tão pensativo que nem sequer riu da própria piada. A maneira como havia chegado ali havia o intrigado levando em consideração as circunstancias, achou até um pouco decepcionante o fato de que não estava lutando com uma besta abissal e sim indo a uma hospedaria com uma garota.

'' Preocupante, mas não tenho do que reclamar,estava doido pra sair daquele buraco imundo''

- Acho melhor nós tentarmos a sorte para encontrar a "Dama Atrevida", não sei se as pessoas daqui se sentiriam confortáveis para conversar com nós...

- Hun...

Concordou com o fato,oque de certa forma lhe entristeceu. As pessoas fugiam dele e aparentemente da garota também. Sentiu certa falta de poder andar na rua novamente como uma pessoa normal. Se não fosse por pessoas como tokiko, estaria a merce de uma multidão apavorada, que o olhava como um monstro. Pior do que isso,era se ver como um. Sentiu um afeto crescer com relação a garota,talvez fosse por isso que ela tinha ido até ele, pelo fato de ambos serem diferentes,acabaram por se tornar iguais.

Quando menos percebeu, Tokiko já andava na frente. Foi tirado de seus pensamentos quando sentiu o sol a lhe atingir de novo e automaticamente se refugiou sob o guarda sol de tokiko novamente a seguindo. Depois de um tmepo em silencio falou com um tanto de timidez mais por se ruma pessoa reservada do que estar envergonhado.

- Hun...Youta.

Não explicou nem deu maiores informações, apenas a olhou de relance e pós a mão sobre a mão de tokiko que segurava o guarda sol. não tentou ser romântico mas sentiu uma certa vontade de ter certeza de que aquele guarda sol não o deixaria desprotegido no entanto teve de afastar segundas intenções do pensamento. Era estranho como uma mulher parecia tão perigosa e ao mesmo tempo atraente.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Dom 8 Jan 2012 - 19:50

Off: eu acho que já está na hora do GM intervir. '-'

Estava focada em encontrar a tal estalagem, por um momento me perdi nos meus própios pensamentos enquanto seguia para a embarcação que provavelmente seria a "dama atrevida". Esqueci-me do homem por alguns segundos, só notei-o novamente quando repousou a mão dele sobre a minha. Não pude escoder minha face levemente corada, aquilo me pegou de surpresa. Logo depois ele falou de novo, uma palavra. Deduzi que seria seu nome já que a conversa havia terminado na piada infeliz que ele fez. Eu sorri para ele, fiquei feliz em não precisar perguntar. Mais feliz ainda por ele ainda não ter fugido de mim.

- Chamo-me Suzuko Grandfor. - Fiz um leve comprimento com a cabeça. - É um prazer conhecê-lo, Sr. Youta.

Aproximei mais o guarda-chuva do rapaz, não só isso como cheguei mais perto também. Por mais que não gostasse muito disso, eu precisava seduzir para manter meu sustento. Encostei meu braço ao dele, por mais que parecesse um ato simples, esse movimento é a deixa que sempre dou para o homem. Simples porem mostra todo o meu interesse no rapaz. Continuei a seguir junto com o homem para a Dama Atrevida.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Venta em Ter 7 Fev 2012 - 1:08

OFF: Em meio a nuvens e sob o som de trombetas, uma figura envolta pela névoa mística surge, reflexiva, assistente de toda a vida que se passa no continente de Zephyr. Seu olhar austero e sempre atento passava sobre cada canto de cada cidade, cada coração palpitante a ele era desvendado. Notava, porém, uma anomalia naquela terra, um dedo de caos em meio a sua criação perfeita. Uma criatura abissal gigantesca surgia em meio a uma inocente praia, incapaz de dar-lhe lar, e tomava controle de tudo a sua volta.

A visão caótica desagradou a figura Kalýstica que, sem um momento de hesitação, invoca seus anjos-porcos-cor-de-rosa que lhe trazem um botão grande e avermelhado, sobre o qual se lê claramente a palavra 'RESET'. E o botão não é perdoado, pressionado até o último milímetro.

ON:


A jovem garota de belíssima complexão demoníaca e seu novo acompanhante causavam arrepios a todos os presentes naquela praça. Mães seguravam seus filhos e rapidamente os retiravam dali, brinquedos e bonecos ainda sobre a areia: não havia tempo para buscá-los, era melhor afastar-se daqueles sujeitos. Alguns elementos, porém, faziam mais do que apenas correr e alertavam a guarda da pequena vila. Pés apressados eram ouvidos aqui e ali conforme o casal andava vagarosa e romanticamente sobre a areia, deixando o povo temeroso que pudessem se reproduzir e gerar prole. Talvez fosse melhor apedrejá-los ou queimá-los ali mesmo. Não se passara um minuto desde que decidiram ir à Dama Atrevida e já estavam cercados por uns cinco homens com estatura girando em torno dos 1,74m de alturas, todos com ombros largos e braços compridos, apesar de não serem os mais fortes que o casal já vira. Além de tudo, eram bem educados e evitavam arrumar confusão, seja por medo ou simples respeito.

-Com licença, senhores. Acho que vocês não são daqui. Poderiam nos acompanhar até a sede da guarda para uma vistoria padrão, por gentileza?

De fato, o rapaz transparecia certo medo, apesar de não ser dominado por este. Sentia que provavelmente não teriam a capacidade de subjugá-los se necessário fosse, ainda mais com a pouca proteção que utilizavam; sua 'armadura' era leve, de couro fino, e os estrangeiros costumavam portar armas que em sua grande maioria não davam a mínima para peitorais de couro fino.

OFF: Assumindo aqui no lugar do Thiago, a pedidos. Aguardando a aprovação do ADM Ichirou Youta para deletar os posts acima referentes ao Kraken e os ocorridos após aquilo. Se não gostarem do estilo de narração ou acontecimentos, peço que avisem antes de começarmos a jornada e que mantenham braços e cotovelos no interior do veículo. Obrigado.

OFF2: Tokiko, sua personagem me lembra da Princesa Yorda de ICO, conheces? :3
avatar
Venta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Ter 21 Fev 2012 - 20:37

OFF: Obrigado por narrar para nós, Venta. Eu não conheço essa personagem, desculpa ):

Os olhares ainda fuzilavam-me, mas o tempo me ensinou a esquecê-los. Já tinha arrumado um acompanhante, iria se fazer muito útil se a situação apertasse para o meu lado, ainda mais que o senhor que estava comigo não parecia ser fraco. Ele carregava uma arma, só isso já me fazia supor que sabia usá-la, além de ter caído do nada o que me deixava em duvida se tinha algum conhecimento de magia ou algo do tipo.

A aproximação dos guardas assustou um pouco, assim que eles nos cercaram as sombras que me envolviam ficaram agitadas. A vibração estranha das sombras fazia com que, pouco a pouco, elas se desfizessem, tomando a forma de insetos que começavam a voar perto de mim e de Youta. Os insetos não faziam barulhos e não pareciam ser materiais, mas além de feios e irritantes, chamavam bastante atenção. Olhava assustada para o rapaz que tomou a palavra, ele parecia estar com medo, mas eu também tinha um pouco.

-Com licença, senhores. Acho que vocês não são daqui. Poderiam nos acompanhar até a sede da guarda para uma vistoria padrão, por gentileza?

Eu tinha um certo receio sobre meu acompanhante no quesito social. Era cedo demais para julgá-lo, mas esse tipo de homem é quase sempre assim. Não podia fazer besteira, estavam sendo educados, o que já era uma grande diferença em relação aos outros vilarejo que já passei. Abri um sorriso, tentei ser espontânea, a situação não deixava isso ser muito difícil. Curvei-me como uma dama deve fazer ao se apresentar, claro, de uma forma um pouco mais discreta e envergonhada.

- Compreendo, senhor. Realmente não pertencemos a esta vila. Peço desculpas pelo transtornos que estamos causando, isso normalmente acontece, mas não temos problemas em acompanhá-los. Guie-nos a vontade.

Eu tomei a frente para falar antes de Youta, afinal eu não sabia o que ele podia fazer. Por mais que soubesse que eu tinha poder suficiente para fugir, arrumar alguma confusão poderia ser fatal. Esperei a resposta do guarda, já preparada para segui-lo. Não ia fazer nenhum movimento que pudesse parecer suspeito, e rezava para que o homem que me acompanhava fizesse o mesmo.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Dom 4 Mar 2012 - 23:57

off: Eu conheço

Spoiler:

off2: pode deletar,venta.

off3: desculpem o atraso,tive bloqueio,negação, depressão, fuga e só então aceitei que eu tinha que...postar,lol

''Ah... Ótimo''

Quando menos percebeu, estava de novo em outra confusão, nem havia notado o medo das pessoas, apesar de ser o usual e de tokiko ser bastante chamativa com suas sombras,foi algo que não lhe passou pela cabeça. O comum era que ele olhasse com cara de mau,as pessoas com caras de assutadas, ele entrava,fazia oque tinha que fazer na região e saia assim ele não era perturbado e as mães poderiam contar pras crianças histórias de terror envolvendo os vampiros maus que devoram crianças desobedientes. Todo mundo ficava feliz.

Naquele momento no entanto, tomou um susto quando se viu cercado, pareciam fortes,talvez pescadores,não tinham cara de guardas. Lembrou-se de sua mocidade,quando ele mesmo juntava-se com seus amigos afim de tirar satisfação com algum transgressor. Antes dele mesmo se tornar um.

Não sentiu vontade nenhuma de atacar, afinal, estava procurando uma hospedagem tranquila e isso dependeria exclusivamente da aceitação que receberia. A aura de tokiko se demonstrou bastante instável, tremulava e se transformava em insetos, aquilo lhe fez engolir em seco, já imaginava que tipo de reação os outros teriam ao ver insetos saindo da sombra dela, até ele mesmo se assustou com aquilo,imagine os outros.

Compreendo, senhor. Realmente não pertencemos a esta vila. Peço desculpas pelo transtornos que estamos causando, isso normalmente acontece, mas não temos problemas em acompanhá-los. Guie-nos a vontade.

Sentiu um alivio de não ter que falar nada, ótimo, mas a parte do ''isso normalmente acontece'' lhe foi uma pontada no peito. Talvez os outros não notassem a sutil coincidência de ''isso normalmente acontece'' vir logo depois dela citar ''transtornos''. Preferiu não dizer nada apesar cumprimentou mais polidamente possível.

Independente da reação dos homens, levou a mão vagarosamente até o pulso de tokiko, não apertou com força, e sim com firmeza e a olhou com serenidade esboçou um sorriso,mesmo que não estivesse muito afim de sorrir ali. Tentou transmitir segurança e lealdade, como se quisesse dizer ''calma,estou aqui'' Apesar de nunca saber se sua mensagem seria entendida assim. Queria acalmar Tokiko, aquelas sombras tremulantes não eram de fato algo legal pra se mostrar,mas ela parecia não ter controle sobre isso. Esperou que ela o olhasse e a soltou logo depois.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Venta em Sex 16 Mar 2012 - 15:20

A pequena nuvem de insetos fora estopim para que os poucos que ainda tinham a coragem e a curiosidade maior que o medo também se pusessem em retirada, o pânico palpitando com força em seus corações.

Os guardas, porém, não fizeram nada: quer por medo ou respeito, estavam estáticos o suficiente para notar após alguns segundos que aqueles não os faziam mal. Receberam uma reação positiva do casal e esperavam não gastar esta oportunidade. Cercando-nos como estavam, o que falara com eles sinalizara para que os seguissem, e assim a pequena comitiva andava, formando um círculo ao redor das duas criaturas, passando ao mesmo tempo a idéia de proteger a vila deles enquanto protegia-os da vila.

Após alguns poucos minutos de caminhadas sob intensa chuva de olhares tortos e malquerentes, atingiram um ponto levemente alto onde um casarão se erguia redondo, sólido. Sua estrutura era mais forte e resistente que todas as outras daquele vilarejo, excetuando seu alicerce submarino.

Dentro desta havia um corredor com espaço suficiente para no máximo duas pessoas, três se fossem magros e bem espremidos, e o corredor terminava em uma sala ampla e também circular, com uma mesa perpendicular a este e as laterais abertas para outros corredores. Atrás da mesa uma parede que formava um arco leve no plano horizontal possuía um brasão de armas assim como várias outras formas de símbolos, como por exemplo um grande peixe de fortes mandíbulas.

Atrás da mesa sentava-se um homem de cabelos um tanto curtos e negros, deveras alto, e muito mais encorpado que todos os outros guardas e até um pouco gordo, mas não apresentava nenhuma sorte de pêlo corporal visível. Não trajava armadura alguma, apenas roupas simples e frescas, e seu braço esquerdo parecia estar faltando um pedaço na lateral, como se alguma criatura marinha o tivesse clamado para si. Como compensação, este mesmo braço apresentava certa fraqueza e descoordenação, mas ainda aparentava uma boa força. O homem ergueu seus olhos da papelada que preenchia ao ver os recém chegados e fitou-os demoradamente um a um, dando a impressão de que estava enxergando através de suas almas, o que gelou profundamente o estômago de tanto Tokiko quanto Ichirou, em sinal de medo e até respeito involuntário de seus próprios corpos.

Neste momento puderam notar que o olho esquerdo do rapaz era de um castanho alguns tons mais escuros que o mel. Mas o direito possuía um brilho lilás claro efêmero, como se possuísse alguma forma de luz própria, e parecia um bom tanto mais esperto e atento que o outro. Após fitá-los desta forma incômoda por alguns segundos, finalmente levantou-se e disse:

-Recém chegados, eh? Que problema os senhores causaram desta vez?

Aquele que falara com os rapazes a alguns segundos na praia sentiu em si o impulso de responder o capitão, mas segurara-o fortemente como sempre fizera; sabia que a pergunta não era dirigida a ele e que não aceitaria sua resposta. O capitão era assim, sempre mais apto a aceitar a palavra de uma pessoa sobre si do que um relato de outrem sobre terceiros.
avatar
Venta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Qua 25 Abr 2012 - 16:49

Off: Desculpa a demora ):

Todo o processo de escolta até a guarda local era totalmente normal para mim, não é a primeira vez que teria que provar para algum tipo de chefe de segurança que eu era uma pessoa de bem e não causaria tumultos além da minha "aparência". Não ia precisar mentir dessa vez, não tinha me envolvido, até onde eu sabia, com nenhum criminoso ou ser malvado. O corredor apertado me lembrava das épocas em que tinha que fugir de situações como essa, e esses estreitos eram os melhores lugares.

-Deixe isso de lado... -resmunguei bem baixo.

Finalmente chegamos à sala do chefe. Parecia tudo normal, um homem cheio de marcas de combate e mais fortes que os outros, mas seu olhar, mais precisamente seus olhos, me gelaram um pouco. Quase dei um passo para trás, mas essa não era o momento de demonstrar fraqueza. Encarei o senhor,ainda um pouco acuada com aquele olhar, mas sem tirar meus olhos dos dele. A sua pergunta foi a padrão, um pouco menos grosseira do que estava esperando, o que facilitava.

- Sim senhor, eu sou recem chegada. - Fiz uma leve reverencia ao chefe da guarda - Chamo-me Suzuko e peço desculpas pelos transtornos que criei por minha aparência. Fui amaldiçoada quando criança, não tenho total controle sobre esses... - Os insetos que voavam próximos ao meu corpo começaram a se juntar em pequenos grupos, e esses pequenos grupos formaram cerca de dez esferas roxas que entraram em orbita com meu corpo. -... essas sombras que me seguem. Elas simplesmente mudam e aumentam, mas garanto que são inofencivas.

Aproximei-me um pouco mais de Youta e o apontei delicadamente. Com um sorriso delicado comecei a explicação do rapaz, seria breve, só deixaria claro que eu não estava com ele. - Eu me encontrei com o Sr. Youta na praça, ele parecia precisar de ajuda e estar perdido, então resolvi lhe oferecer uma mão. - Com isso terminei a minha explicação, não podia ainda me arriscar a mentir alguma coisa sobre aquele misterioso homem, o olho do chefe ainda estava atento aos meus movimentos. Deixaria uma ação dessas se a situação estivesse um pouco mais desesperadora.


Última edição por Tokiko em Sex 27 Abr 2012 - 13:35, editado 1 vez(es)
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qui 26 Abr 2012 - 9:28

off: OMG TOKIKO VOCÊ VOLTOU PRA MIM *musica romantica ao fundo* vou pagar lan house mas faço questão de responder s2

Um frio na espinha lhe rasgou as costas ao ver a reação dos homens, e sua mão coçou para acariciar o gatilho de elizabeth,sua espingarda mas ao contrário do que esperava todos permaneceram frios e estaticos, amedrontados mas não exatamente agressivos. Ficou surpreso com a ''elegencia'' dos guardas, geralmente era perseguido com tochas e destroçado, ja perdeu a conta das vezes em que ''morreu'', sorte que nunca haviam lhe atingido o ponto fraco, mas um dia não poderia mais contar com a sorte.

Permaneceu apático e alheio as ações dos outros, não que não se importasse com a situação, mas aquela barreira era um modo de defesa contra o estresse, quando percebeu, estava concentrado em fritar ovos enquanto seguia com o grupo até a delegacia, o sol só o deixava ainda mais estressado e ainda mais apático e mal humorado.

Aquele lugar todo lhe gerava certa claustofobia, era tudo tão estreito, sufocante, apertado , que dava a sensação de que não havia escapatoria. Talvez não houvesse mesmo. Permaneceu o maximo de tempo possivel ao lado de Tokiko, coragem e ousadia não eram seu forte mas cavalheirismo ainda não lhe faltava apesar de que, sempre que a olhava com seu unico olho funcional, ela parecia mais tranquila do que ele.Aquilo de crta forma o reconfortava.


''É talvez não seja tão mal assim''


Quando finalmente chegaram no lugar e se deparou com aquele que parecia o delegado, evitou olhá-lo a todo custo. Aquele olhar indiscreto e a sensação de ser medido por cada milimetro só o remetiam a epoca de alistamento militar, apesar de educado, aquela situação o fez asociar o delegado a alguém muito agressivo.

Como sempre Tokiko falou na frente, ela parecia ser melhor na arte da oratoria que ele,de fato, ela não falou nada errado,mas foi somente ali que descobriu que as sombras dela vinham de alguma maldição. Infelizmente Ichirou não tinha como contar uma história simples afinal, o jeito que ele tinha parado ali era de fato surreal


''Eu estava a quilometros daqui lutando contra um necromante que queria dominar o mundo ai ele lançou um feitiço que me fez cair na praia aqui. Como o sol me castiga, Tokiko ofereceu um guarda sol magico que ela materializou das sombras...Legal né?''

- Eu... Estava perdido e acabei parando na praia.

Bom, de fato ele não mentiu,só omitiu toda a parte fantástica e suspeita.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Venta em Qui 24 Maio 2012 - 1:49

O homem fitou profundamente o casal mesmo por bons segundos depois que ambos tinham falado e já encontravam-se em desconfortável silêncio. Parecia pensativo, mas não afastado do que via. Enfim virou a um dos guardas e perguntou, sem real interesse na resposta, apenas na forma que esta seria dada:

-Confere?

O rapaz pigarreou levemente e engoliu em seco, antes de falar com a voz clara e fluida, como se houvesse praticado o que dizer.

-Sim, senhor. Nenhum dos dois apresentou agressividade mesmo com várias oportunidades para tal. Ainda assim, causaram uma comoção incomum na praia.

O capitão voltou seu pescoço duro para a garota novamente e depois para Ichirou, fitando-os por mais alguns segundos de silêncio absurdamente desconfortável.

-Vocês dois irão na companhia destes guardas até Hilu. A decisão do que fazer com vocês cabe somente a ele. Mas fiquem tranqüilos - ele falou tentando acalmá-los, e foi bom que o fizesse; sua forma fria e impessoal de falar não permitia aos presentes que deduzissem por empatia qual emoção deveriam sentir - Milágia bem receberá aquele que não lhe quiser mal.

Saíram todos do recinto e tornaram às ruas, nenhum dos dois capaz de prestar muita atenção no caminho que seguiam ou nos detalhes que se desdobravam à frente; tinham a mente focada na figura estranha do capitão e naquele seu olho que parecia queimar a pele de quem por ele era fitado, o sentimento de estarem constantemente observados de dentro das próprias mentes era forte.

Finalmente os guardas pararam em frente a uma ampla casa e indicaram a entrada, para que entrassem livres e soltos e por lá ficassem.

-Ele não está no momento - falou um deles, com um largo sorriso, provavelmente por ter notado que não mais temia aqueles que escoltava - Provavelmente conversando com algum morador tagarela daqui. Entrem e esperem. Todos os leitos estão vazios, escolham o que preferirem.

E ao adentrarem esta outra edificação circular, viam camas dispostas em um círculo, cabeceiras juntas à parede, amplas janelas e grande circulação de ar. Ladeando a porta haviam algumas estantes com largos livros, e no centro havia uma mesa com anotações e frascos.



OFF: Sintam-se livres para interpretar quaisquer coisas que quiserem desde o começo do post até entrarem neste último recinto, escolherem um leito para si(ou não). Podem interpretar livremente como quiserem, assim que quiserem que eu narre, postem no meu cafofo.
avatar
Venta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Qui 24 Maio 2012 - 12:45

Meu coração estava um pouco mais acelerado que o normal, aquela situação, aquele silêncio todo estava me deixando muito nervosa. O olhar daquele chefe de policia estava me deixando cada vez mais amedrontada, mas aquele inferno psicológico finalmente terminou. Respirei fundo quando ele começou a falar, mas minha garganta quase travou no meio de sua fala. "Como assim? Ele não vai nos liberar?". A explicação veio depois, o que acalmou-me e arrancou um sorriso da face. Fiz uma pequena reverencia para o senhor sentado, as esferas acompanharam a movimentação do meu corpo de leve.

-Muito obrigada, Senhor. - Disse com um sorriso simpático no rosto. Era uma pena que a maioria das vezes as pessoas não conseguissem perceber minha simpatia graças ao medo. Respirava aliviada enquanto os guardas nos guiavam até o local onde o militar chefe indicou, pelo jeito eu não era a única mais tranquila a sair daquela delegacia. Olhei para Youta e sorri, talvez para tentar confortá-lo um pouco. Eu estava acostumada com aquilo, mas não estava certa sobre o rapaz. Vez ou outra a face, mais precisamente o olho do homem vinha em minha mente, com se eu ainda estivesse encarando-o. Aquilo era muito desconfortante.

Depois de uma tranquila caminhada sobre a escolta dos guardas finalmente chegamos, eles estavam muito menos hostis agora, aquilo me deixava feliz, e até mais simpática. Sorri em retorno ao guarda que se pronunciava e esperei ele terminar sua fala. -Desculpe-me a intromissão, mas quem seria "ele", senhor? - Eu estava meio em duvida, ainda não sabia onde estávamos ou nada sobre o lugar. - E...onde estamos agora? Desculpa, eu fiquei com medo de perguntar para seu chefe.

Aguardava a resposta do guarda bem paciente. Não tinha problema nenhum em esperar, aquilo não parecia nenhum segredo também, então não me veio na cabeça nenhum motivo para ele não responder minha pergunta.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qui 5 Jul 2012 - 21:04

off: Tokiko,se estiver viva, vai me matar.

-Confere?

Aquele momento de tensão o fez sentir dor no pescoço. Imaginou o guarda falando que eram mentirosos e que mereciam ir para a cadeia, o próprio homem não parecia acreditar muito na história deles. Não fazia mal, estava preparado para forçar uma saída, caso necessitasse.

''Qual o problema de me deixarem ficar na sombra algumas horas?''

Não foi necessário, aquele lugar parecia bem simpático até, parecia que a cada minuto em que Ichirou não explodia nada, as pessoas iam perdendo o medo. Pela primeira vez em anos sentiu-se recompensado por bancar o bom rapaz. No entanto,aquele olhar petrificante ainda lhe rasgava os nervos como papel. queria fugir,mas dar as costas para aquele olhar era pior ainda. Suspirou e deixou acontecer, parecia que tudo ia correr bem e não adiantava tanto nervosismo. Assim pensou.

Sentiu uma pontada de desapontamento quando ouviu falar de Hilu. Não sabia quem era mas só de imaginar que encontraria outro cara durão com um olhar aterrorizante o fez desanimar. Mais espera, e sua roupa ainda estava molhada.

-Muito obrigada, Senhor.

- Ahn, Obrigado.

Fez uma pequena reverencia coma cabeça mas não se sentiu de fato agradecido, só o fizeram perder tempo. No entanto,não podia perder a boa educação, quanto melhor se comportasse mais rápido sairia daquela situação,assim pensou.Aquele olhar o incomodava mais do que sarna.

Acompanhei o grupo para fora sem falar nada, mas o grupo parecia menos tenso com eles, até mesmo Tokiko parecia bem mais alegre. Tudo corria bem então apesar daquele tremendo incomodo vindo do sol, tento user menos resmungão. Quando chegaram, tentou ir direto para a casa, se abrigar do sol,mas Tokiko parou para perguntar e então, esperou por ela antes de entrar.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Venta em Seg 9 Jul 2012 - 23:07

O guarda respondia como se a pergunta da menina fosse um tanto óbvia.

-Hilu é o nosso médico, místico, botânico e alquimista. Um homem brilhante, apesar de um tanto excêntrico, mas seguramente mais conhecedor das leis da terra que toda a vila junta. E este é o seu... hospital.
avatar
Venta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Ter 10 Jul 2012 - 11:43

- Hospital ?

Na verdade Ichirou queria pensar mas acabou sem querer pensando alto demais a ponto de fazer a pergunta em claro e bom som. Ignorou a resposta e apenas chegou mais perto da casa até que seu corpo estivesse nas sombras. Não queria ficar exalando fumaça a toa. Quando estivesse devidamente protegido do sol, fez questão de puxar um cigarro,mas todos estavam molhados, oque lhe fez gerar uma boa dose de remorso. Só entraria na casa na companhia de sua nova parceira. Apesar de ser bem óbvio que ela sozinha conseguia causar bons estragos.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Tokiko em Qui 12 Jul 2012 - 18:49

Admito que minha reação a resposta não foi das melhores, as peças se juntaram na minha cabeça. Entendia perfeitamente porque nós levaram até aquele médico, com certeza eu faria o mesmo se fosse humana e encontrasse uma criatura como eu. Resolvi não perguntar mais nada e disfarçar a má reação inicial com um riso.

- Dizem que todos os gênios são excêntricos. Bem, não vai ser a primeira vez que eu encontro um. - Olhei para o guarda e soltei um sorriso. Apesar de todas minhas maldições e essas sombras que me perseguem, conseguia ser simpática após o choque do primeiro encontro. - Obrigada, senhor. Vamos esperá-lo lá dentro então.

Com passos leves, que buscavam passar a impressão para o guarda de que eu não iria fugir, caminhei até Youta. Ele parecia um pouco tenso, talvez frustrado também. Não sabia quase nada sobre meu novo acompanhante, mas, apesar de não querer fazer julgamentos precipitados dele, não parecia uma ameaça. Ainda sorrindo, buscando a simpatia do homem, tento puxar algum assunto, quebrar o gelo.

- Que tal entrarmos logo, Sr. Youta? - Segurei o braço direito do rapaz delicadamente. Esperava ele me conduzir para dentro da casa. Estava tentando ao máximo passar uma imagem segura, confortável e confiável para o homem. - Também não tenho boas experiências com hospitais, mas sinto que não haverá problemas... - As esferas roxas continuavam em orbita com meu corpo, mas assim que me aproximei de Youta, elas passaram a circulá-lo também. Pareciam estáveis, não haviam mudado de forma já a algum tempo, de certa forma aquilo me dava uma sensação boa.
avatar
Tokiko
Aprendiz
Aprendiz


Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por ADM Ichirou Youta em Qui 12 Jul 2012 - 22:18

- Dizem que todos os gênios são excêntricos. Bem, não vai ser a primeira vez que eu encontro um.

Entendeu aquilo como uma indireta. Na verdade, sentiu como se fosse. Entre ser chamado de gênio ou excêntrico, ficou a ponderar se ela sabia que ele era um alquimista e tinha dotes médicos, preferiu deixar pra lá, permitiu se dar a certeza de que não era dele que ela falava. Ao contrário, com mais ingenuidade que Tokiko, permaneceu se perguntando porque chamariam um médico para eles. Não estavam feridos.

Em silencio observou a mudança de humor da sua parceira, ela parecia bem relaxada. Ichirou por outro lado não estava com tanta paciência. Ela se aproximou com sua característica confiança e, como uma dama, o segurou pelo braço. Isso lhe rendeu alguns segundos para processar a informação, era incomum uma mulher tão exótica lhe aparecer do nada, ainda mais lhe ''dando mole''. Não ficou sem graça no entanto, já estava se acostumando com a maneira afetuosa com que ela se aproximava, apenas desconfiado.

- Claro,vamos.

- Também não tenho boas experiências com hospitais, mas sinto que não haverá problemas...

- Meu medo não é de hospitais, mas os motivos que nos levam a parar em um.

Entramos no recinto e ele parecia bem arrumado apesar de ter tantas camas dispostas, era algo que não planejava ver. Tirou o terno e desabotoou dois botões da camisa. Não queria passar a imagem de abusado ou espaçoso, mas estava exausto. Era quase como se quisesse dormir.

Sem muita enrolação, sentou-se em uma das camas deixando seu terno ao lado. As roupas ja tinham parado de pingar fazia algum tempo,mas ainda estava pesadas e úmidas ao toque. O único problema era estarem cheirando a fumaça. Mas não era delas que vinha o cheiro.

- Obrigado pela ajuda lá fora. Se eu estivesse sozinho talvez não teria acabado tão bem.

__________________________________


Spoiler:


Chupem !

ADM Ichirou Youta
Transcendente
Transcendente


Ver perfil do usuário http://zephyr.forumeiros.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Praça Celeno

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum